F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Participe do fórum, é rápido e fácil

F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


3 participantes

Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação?

avatar
Ezacno
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -


Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 69
Idade : 38
Cidade/Estado : Maranhão
Religião : Nenhuma
Igreja : Nenhuma
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 1
Pontos de participação : 157
Data de inscrição : 05/04/2020

Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação? Empty Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação?

Mensagem por Ezacno Sab 20 Nov 2021, 18:56

Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação?
avatar
Ezacno
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -


Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 69
Idade : 38
Cidade/Estado : Maranhão
Religião : Nenhuma
Igreja : Nenhuma
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 1
Pontos de participação : 157
Data de inscrição : 05/04/2020

Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação? Empty Re: Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação?

Mensagem por Ezacno Dom 21 Nov 2021, 18:34

Imagino que, antes de tratar da relação com o pecado e a salvação, se faz necessário definir o que sou. Para tanto, imagino que "o que sou" refere-se a uma condição existêncial.
avatar
Ezacno
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -


Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 69
Idade : 38
Cidade/Estado : Maranhão
Religião : Nenhuma
Igreja : Nenhuma
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 1
Pontos de participação : 157
Data de inscrição : 05/04/2020

Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação? Empty Re: Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação?

Mensagem por Ezacno Dom 21 Nov 2021, 22:06

Pensando aqui, antes daquele primeiro pecado no Éden, havia um estado existencial que foi claramente modificado após o pecado. Até aqui é possível considerar que existiram ao menos dois estados existenciais para a humanidade.  
É claro que as escrituras mencionam um "corpo glorificado" que é dado mediante Jesus Cristo. Considero que também seja um estado existencial. No entanto, será que este "corpo glorificado" é o mesmo antes do primeiro pecado no Éden?
avatar
Ezacno
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -


Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 69
Idade : 38
Cidade/Estado : Maranhão
Religião : Nenhuma
Igreja : Nenhuma
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 1
Pontos de participação : 157
Data de inscrição : 05/04/2020

Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação? Empty Re: Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação?

Mensagem por Ezacno Seg 22 Nov 2021, 20:16


Considerando que existem estes três estados existenciais, a saber, “antes do pecado”, “condenado” e “resgatado”, imagino estar no segundo estado, pois pecados continuam sendo cometidos. Portanto, me encontro em um estado existencial de pecador. Pecar faz parte da minha natureza.

Dessa forma, “o eu sou” define a minha relação com o pecado e com a salvação a partir da minha condição de pecador. Sendo assim, a minha relação com o pecado é natural e minha relação com a salvação é não-natural. Assim, a salvação implica em um estado existencial de resgatado que está em oposição ao estado existencial de condenado.

É possível considerar, portanto, que existem o humano natural e o humano não-natural.

avatar
Ezacno
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -


Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 69
Idade : 38
Cidade/Estado : Maranhão
Religião : Nenhuma
Igreja : Nenhuma
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 1
Pontos de participação : 157
Data de inscrição : 05/04/2020

Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação? Empty Re: Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação?

Mensagem por Ezacno Ter 23 Nov 2021, 21:57

Ezacno escreveu:
[...]

Dessa forma, “o eu sou” define a minha relação com o pecado e com a salvação a partir da minha condição de pecador.

[...]

Gostaria de fazer uma correção. Onde escrevi “o eu sou” é, na verdade, “o que sou”.

Considero que "o que sou" e "quem sou" se constituem coisas diferentes entre si. Não pretendo entrar em detalhes a respeito do "quem sou", pois refere-se ao particular de cada ser humano que, embora, não seja menos importante, ainda assim, extrapola as margens do escopo da questão inicial "Como 'o que sou' define a minha relação com o pecado e com a salvação?".




avatar
Ezacno
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -


Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 69
Idade : 38
Cidade/Estado : Maranhão
Religião : Nenhuma
Igreja : Nenhuma
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 1
Pontos de participação : 157
Data de inscrição : 05/04/2020

Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação? Empty Re: Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação?

Mensagem por Ezacno Qui 25 Nov 2021, 22:27

Ezacno escreveu:
Considerando que existem estes três estados existenciais, a saber, “antes do pecado”, “condenado” e “resgatado”, imagino estar no segundo estado, pois pecados continuam sendo cometidos. Portanto, me encontro em um estado existencial de pecador. Pecar faz parte da minha natureza.

Dessa forma, “o que sou” define a minha relação com o pecado e com a salvação a partir da minha condição de pecador. Sendo assim, a minha relação com o pecado é natural e minha relação com a salvação é não-natural. Assim, a salvação implica em um estado existencial de resgatado que está em oposição ao estado existencial de condenado.

É possível considerar, portanto, que existem o humano natural e o humano não-natural.



Uma vez que minha natureza é pecar, percebo-me incapaz de ser outro ser. Não há inteligência humana que possa mudar a minha constituição, pois a carne e o sangue continuam sendo sempre a carne e sangue. Como mudar a natureza da fome ou da sede? Pecar é se alimentar, é saciar a sede dessa natureza.

Não percar novamente enquanto se é pecador pode significar a mortificação do humano natural? Alguém já foi capaz de matar a si mesmo, isto é, matar a própria natureza? Por acaso, não retorna a pecar?

Se houvesse no ser humano a capacidade de mudar a própria natureza pecadora, isto já não teria sido percebido?

Considero, pois, que "o que sou" define a minha relação com o pecado em termos de naturalidade, isto é, o pecado é uma propriedade daquilo que sou. A salvação, por outro lado, não faz parte da minha natureza. A salvação diz respeito ao humano não-natural. A salvação é algo externo ao humano natural. A salvação somente pode ser fruto de uma intervenção externa ao próprio ser humano natural.



avatar
Ezacno
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -


Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 69
Idade : 38
Cidade/Estado : Maranhão
Religião : Nenhuma
Igreja : Nenhuma
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 1
Pontos de participação : 157
Data de inscrição : 05/04/2020

Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação? Empty Re: Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação?

Mensagem por Ezacno Ontem à(s) 15:05


Talvez, uma forma de atestar que a “salvação somente pode ser fruto de uma intervenção externa ao próprio ser humano natural” seja o fato de que o humano natural se quer é capaz de se convencer do pecado por si próprio. Dessa forma, o Espírito Santo, que é um agente externo, intervém sobre o humano natural, convencendo-o do pecado.

Uma vez tendo refletido sobre como "o que sou" define a minha relação com o pecado, agora, pretendo refletir sobre como "o que sou" define a minha relação com a salvação. Como se dá a salvação enquanto sou o que sou?

Imagino que o simples fato de pensarmos a respeito de Deus, constitui-se em um caminho para a salvação ou para um estado existencial de salvo. O caminho é uma transmutação, uma metamorfose do humano natural para o humano não-natural.

A questão é: o que é o “caminho”?
avatar
Flávio Santos
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -


Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 124
Idade : 44
Cidade/Estado : Curitiba/Paraná
Religião : nenhuma
Igreja : nenhuma
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 234
Data de inscrição : 06/01/2014

Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação? Empty Re: Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação?

Mensagem por Flávio Santos Ontem à(s) 17:50

Ezacno escreveu:
Talvez, uma forma de atestar que a “salvação somente pode ser fruto de uma intervenção externa ao próprio ser humano natural” seja o fato de que o humano natural se quer é capaz de se convencer do pecado por si próprio. Dessa forma, o Espírito Santo, que é um agente externo, intervém sobre o humano natural, convencendo-o do pecado.

Uma vez tendo refletido sobre como "o que sou" define a minha relação com o pecado, agora, pretendo refletir sobre como "o que sou" define a minha relação com a salvação.  Como se dá a salvação enquanto sou o que sou?

Imagino que o simples fato de pensarmos a respeito de Deus, constitui-se em um caminho para a salvação ou para um estado existencial de salvo. O caminho é uma transmutação, uma metamorfose do humano natural para o humano não-natural.

A questão é: o que é o “caminho”?

Caro Ezacno,

não queria intervir de forma alguma no seu tópico. Faço-o porém somente para predicar um ponto essencial e alguns comentários: o Espírito Santo não é agente externo ao ser humano. Você ainda faz leitura ao pé-da-letra, ajustando o termo "homem" empregado na Bíblia como se tratasse do ser humano. Não vou adentrar no significado do termo "homem", pois como você faz uma interpretação literal, seria difícil aclarar esse assunto complexo.

Citarei passagens do apóstolo Paulo para esclarecer o que representa o ser humano, onde se situa o Espírito Santo, e onde se localiza o Espírito de Deus:


(ARA) 1Coríntios 3:16  Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?
(ARA) 1Coríntios 3:17  Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá; porque o santuário de Deus, que sois vós, é sagrado.
(ARA) 1Coríntios 6:19  Acaso, não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos?


O pecado é errar o alvo, o caminho. Todos que estão sob o pecado, isto é, caminham na ignorância, pois não se autoconhecem, e portanto desconhecem o Espírito de Deus que habita nele, vivem angustiados com o tema do "pecado". Repetem que o ser humano é pecador, sem iluminação da consciência, como se isso fosse compreender a Bíblia.

Viva-se a boa consciência, perdoe todo o ser humano de coração, tome os que o irritam como mestres para engrandecer a compaixão e o perdão, alargue o coração para abrigar no amor qualquer ser humano, pois todos os seres são manifestação de Deus, daí se transformará a consciência. A trave que está diante do olho será retirada, e o pecado manifestará sua verdadeira natureza, que é ignorância do ser humano. O pecador crê em Deus como um ser exterior. Aquele que passa da "morte" para a "vida", isto é, extermina o pecado nele, vislumbra Deus nele mesmo. Não é orgulho de ser Deus diante dos olhos dos outros, mas reconhece que nunca existiu nada além de Deus. O que passa do pecado para a vida se envergonha de ter pensado que vivia por ele mesmo, quando Deus é gerador e sustentador de toda existência.

Já citei noutro lugar Isaías, cap. 45, onde Deus reclama toda existência n'Ele. Já citei Paulo, no livro de Atos, cap. 17. versículos 24 em diante. O símplice de entendimento, mesmo lendo palavras tão claras, ainda erra, e continua a errar e se angustiar.

Caro Ezacno, só intervenho porque você se angustia com assunto bíblico que não é para geração da angústia. Todo o ser humano que é feliz de verdade, e não são muitas as pessoas nessa condição, conhecem obrigatoriamente que o Espírito de Deus habita nele mesmo. Tais pessoas felizes amam todos os seres, reconhecem Deus em todas as coisas, estão sob a graça, e são gratas por tudo.

Purifique a mente, orando pelos que o irritam, não siga os pecadores que só seguem doutrinas de homem, que têm aparência de "religião", mas não é Religião, Religião que não se subordina a doutrina de homens, mas ao perfeito amor. Aquele que tem o perfeito Amor nele mesmo, conhece o significado de Buda, o significado de Cristo. Só os puros de mente adentram tal conhecimento. Os impuros se fixam em facções, em seitas que aparentam sabedoria por mero reproduzir e cantarolar versos de tal escritura, em apego a crenças meramente humanas, com aparência de piedade, mas o coração está cheio de soberba.

O cristão verdadeiro, o budista verdadeiro, ele se arma contra o "inimigo" que habita nele mesmo, que são a inveja, o orgulho, e todos os vícios mentais. Lave-se o interior do copo, isto é, purifique-se o coração. Faça o bem sem esperar a recompensa dos seres humanos, e Deus que habita nele mesmo levantará gradativamente a alma para o alto, dará alegria e expansão ao coração. Não diga que está fazendo algo para Deus, para a salvação futura, pois Deus não recompensa o coração mesquinho nem dá bom entendimento. Deus não é necessitado que o ser humano faça-lhe algo ou servido pelo ser humano. A pessoa que age assim viverá sempre em angústia, vive atribulada.

Ezacno, sei que você está bem intencionado. Só peço que que se fixe nas palavras do apóstolo Paulo que citei acima. Não se subordine a doutrina de homens que descaracterizam o verdadeiro saber da Bíblia, que é redigida em alegorias. O verdadeiro saber da Bíblia é alegria imediata, não um paraíso futuro. Não se deixe conduzir pelos cegos. Apure se os que proclamam mestres são armados de amor por todos os seres, estão acima das "religiões" temporais, do apego a tal ou qual escritura, se discriminam um ser outro qualquer. Aquele que é puro de intenção e aprovado por Deus, esse está acima do "cristão" ou do "budista" temporal, do formalismo, mas sua alma é templo de Deus, que não distingue pessoas por qualquer característica. Como poderia discriminar o verdadeiro budista ou cristão, ou vedanta, se Deus mesmo é existência de tudo? Diz a Bíblia que Deus não faz acepção de pessoas, e isso inclui também "religião". Só os filhos da ignorância (inferno), como citado em Mateus 23:15, conduzidos por mestres hipócritas, são religiosos fundamentalistas. Pensam ser agraciados por Deus, quando militam na ignorância e se subordinam ao pecado grave. Como é triste para Deus ver que seus filhos, ainda que pensando servi-lo, estão longe da sua graça.

Encerro minha participação. Só o fiz porque você, Ezacno, bem intencionado, equivoca-se na direção da interpretação. Muitos não leem a Bíblia e encontram Deus, porque o guia para eles se deu porque tais pessoas militaram no perdão, na paciência, no desapego (fazer uso das coisas e ter propriedade como se não fossem seus objetos de apego), oraram não pelo que lhes agradassem, mas pelos que o aborreciam. A prática da meditação também é um caminho poderoso que conduz também ao autoconhecimento.

Não se angustie com a Bíblia ou por ouvir a tradição. A Bíblia só será inteligível quando nós retiramos a trave dos nossos olhos. Deus é Sabedoria que habita em você. Deus é infinita alegria que habita em você. O que contrariar o Amor pleno de Deus que ainda porventura não tenha desabrochado na alma de determinado ser humano, esse seja anátema. É réu diante de Deus que habita nele. Passará por muitas tribulações. Só proclame palavras que edifiquem o ser humano, pois este é santuário de Deus. Fique bem.
Tzaruch
Tzaruch
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -


Status : Na Paz.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 7226
Idade : 49
Cidade/Estado : Ilha
Religião : DEUS
Igreja : As 7 Igrejas
País : Na Terra.
Mensagens Curtidas : 129
Pontos de participação : 15778
Data de inscrição : 04/11/2014

Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação? Empty Re: Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação?

Mensagem por Tzaruch Hoje à(s) 07:54


Olá Flávio.


Flávio escreveu:Faço-o porém somente para predicar um ponto essencial e alguns comentários:
o Espírito Santo não é agente externo ao ser humano.
Você ainda faz leitura ao pé-da-letra, ajustando o termo "homem"
empregado na Bíblia como se tratasse do ser humano.

Não vou adentrar no significado do termo "homem", pois como você faz uma interpretação literal,
seria difícil aclarar esse assunto complexo.

Então diga lá Flávio, o termo "HOMEM" empregado na Bíblia trata
do quê ou de QUEM no fim de contas ?




E disse Deus:
Façamos o homem à nossa imagem,
conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar,
e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra,
e sobre todo o réptil que se move sobre a terra.
E criou Deus o homem à sua imagem:
à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.
E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos,
e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar
e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra.
-Gênesis 1:26-28 ACF-


Por exemplo neste verso o termo HOMEM indica o ser humano
incluindo obviamente a mulher....


Que interpretação você faz para dizer que o termo HOMEM na Bíblia
não se trata do ser humano ?



E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra,
e soprou em suas narinas o fôlego da vida;
e o homem foi feito alma vivente.
-Gênesis 2:7 ACF-


E neste verso,, que interpretação você faz ?



Flávio escreveu:Aquele que tem o perfeito Amor nele mesmo, conhece o significado de Buda, o significado de Cristo.

O que tem CRISTO a ver com buda ?


Flávio escreveu:Só os puros de mente adentram tal conhecimento.

Supostamente você adentrou por tal conhecimento,,
quer partilhar com os leitores do fórum ?


Flávio escreveu:O cristão verdadeiro, o budista verdadeiro, ele se arma contra o "inimigo" que habita nele mesmo,
que são a inveja, o orgulho, e todos os vícios mentais.

Você "coloca" os budistas como os cristãos, tem noção que este é um
fórum de cristãos e de não de budistas ?


Flávio escreveu:Aquele que é puro de intenção e aprovado por Deus,
esse está acima do "cristão" ou do "budista" temporal, do formalismo,
mas sua alma é templo de Deus, que não distingue pessoas por qualquer característica.

JESUS ensinou que a salvação era através dele, e seguindo o que ele fez e ensinou,
os ensinamentos budistas não foram incluídos nessa salvação.

Flávio escreveu:Como poderia discriminar o verdadeiro budista ou cristão, ou vedanta,
se Deus mesmo é existência de tudo?

DEUS ser a existência de TUDO não significa que budista, vedanta ou cristão sejam
os mesmos ou iguais como quer apresentar.


Cristão é aquele que SEGUE JESUS CRISTO e faz como ele fez e ensinou,
budista e vedanta não são seguidores de JESUS CRISTO.



Flávio escreveu:Diz a Bíblia que Deus não faz acepção de pessoas, e isso inclui também "religião".

O que a Bíblia diz é isso sobre as pessoas, mas a parte de incluir religião
já é você a dizer por conta própria.



Pois o SENHOR vosso Deus é o Deus dos deuses,
e o Senhor dos senhores, o Deus grande, poderoso e terrível,
que não faz acepção de pessoas, nem aceita recompensas;
-Deuteronômio 10:17 ACF-



Porque, para com Deus,
não há acepção de pessoas.
-Romanos 2:11 ACF-


Por acaso você está a ler ai ou em algum outro verso sobre religião
incluindo o assunto de acepção de pessoas ?


Fazer esse tipo de afirmações é distorcer o que está escrito abrindo espaço
para interpretações próprias e não condizentes com aquilo que está na Bíblia.






Não terás outros deuses diante de mim.
-Êxodo 20:3 ACF-



E em tudo o que vos tenho dito,
guardai-vos; e do nome de outros deuses
nem vos lembreis, nem se ouça da vossa boca.
-Êxodo 23:13 ACF-


Não seguireis outros deuses,
os deuses dos povos que houver ao redor de vós;
-Deuteronômio 6:14 ACF-



A Bíblia é CLARA nesse assunto.




avatar
Flávio Santos
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -


Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 124
Idade : 44
Cidade/Estado : Curitiba/Paraná
Religião : nenhuma
Igreja : nenhuma
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 234
Data de inscrição : 06/01/2014

Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação? Empty Re: Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação?

Mensagem por Flávio Santos Hoje à(s) 10:48

Caro Ezacno,

eu comentei que o termo "homem" empregado na Bíblia não se refere ao ser humano. Não deixei nenhuma pista para compartilhar outra ideia.

Contudo, você é um inquiridor sensato e merece uma pista. Vou citar um trecho de Gálatas:

(ARA) Gál 4:21  Dizei-me vós, os que quereis estar sob a lei: acaso, não ouvis a lei?
Gál 4:22  Pois está escrito que Abraão teve dois filhos, um da mulher escrava e outro da livre.
Gál 4:23  Mas o da escrava nasceu segundo a carne; o da livre, mediante a promessa.
Gál 4:24  Estas coisas são alegóricas; porque estas mulheres são duas alianças; uma, na verdade, se refere ao monte Sinai, que gera para escravidão; esta é Agar.
Gál 4:25  Ora, Agar é o monte Sinai, na Arábia, e corresponde à Jerusalém atual, que está em escravidão com seus filhos.
Gál 4:26  Mas a Jerusalém lá de cima é livre, a qual é nossa mãe;
Gál 4:27  porque está escrito: Alegra-te, ó estéril, que não dás à luz, exulta e clama, tu que não estás de parto; porque são mais numerosos os filhos da abandonada que os da que tem marido.
Gál 4:28  Vós, porém, irmãos, sois filhos da promessa, como Isaque.


Veja que o grande apóstolo Paulo não credita Agar ao ser humano mulher, mas que a passagem bíblica por ele interpretada é alegórica. No dizer do apóstolo: Agar corresponde à Jerusalém atual, escrava com seus filhos.

Se o apóstolo Paulo estivesse aqui hoje, ele seria apedrejado pelos de mente pertencente aos estágios vMeme azul e vermelho do estudo biopsicossoal da Dinâmica da Espiral, porque não conseguem penetrar no discurso bíblico redigido em alegoria. Mesmo os de vMeme laranja e verde não conseguem extrair o sentido, embora não sejam pré-racionais, mas de matiz racional, estágios mais livres de consciência. Portanto, mesmo que não compreendessem o apóstolo, ele seria poupado de consequências graves pelos de vMeme laranja e mais ainda pelo vMeme verde, que tem empatia e consideração mais apuradas. O vMeme verde, embora possa seguir uma escola religiosa, já não reclama exclusividade como caminho para o benesse de Deus. Convive com outras tradições de forma respeitosa.

Os mais literalistas, que alguns apontam como "fundamentalistas", pertencem ao vMeme vermelho e azul. O apóstolo Paulo sempre contendia com estes principalmente, que ele denomina de entendimento carnal, em oposição ao espiritual. O entendimento espiritual mais propriamente, somente ocorre nos vMeme mais complexos do que o vMeme verde.

Eu não dei o sentido do termo "homem", pois não quero complicar as coisas, mas dei exemplo do que é uma leitura espiritualizada de que Sara e Agar, tomadas como seres humanos mulheres pelos vMeme citados, não é lida assim pelo grande apóstolo Paulo. É uma pequena demonstração extraída da própria Bíblia. A Bíblia é mais complexa do que a maioria imagina, como demonstrei pela passagem de Gálatas. Eu devia uma satisfação a você, Ezacno.

Mas repito que o trabalho espiritual se realiza no nosso interior. Na purificação do homem interior, como diz o apóstolo Paulo.
avatar
Ezacno
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -


Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 69
Idade : 38
Cidade/Estado : Maranhão
Religião : Nenhuma
Igreja : Nenhuma
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 1
Pontos de participação : 157
Data de inscrição : 05/04/2020

Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação? Empty Re: Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação?

Mensagem por Ezacno Hoje à(s) 19:52


Prezado Flávio Santos,

Primeiramente, gostaria de ressaltar que a pessoa que te fez a pergunta sobre o conceito de homem foi o colega de fórum Tzaruch.

Estive e ainda estou refletindo sobre como comunicar o que penso a respeito das suas mensagens neste tópico em particular. Veja que meu zelo com as palavras procura o cuidado atencioso que não provoque sentimentos de ofensa, desprezo ou algo do tipo. Agora, pois, seguirei em frente na tentativa de ser cordial.

A sua mensagem me toma como alguém doente que precisa ser tratado. Você diagnostica o problema e chama de angústia para logo em seguida receitar o tratamento. No entanto, como já declarei em outro tópico recente:

TÓPICO: 'SE Deus existe. porque então tenho que acreditar?' escreveu:
Você também se sente frustrado pela forma como tem sido confrontado, como os colegas de debate não se limitam a apenas lidar com seus argumentos, suas concepções e perguntas perturbadoras?
Eles ultrapassam esse limite e criticam a sua pessoa e isto te frustra?
Convido a todos a refletir se esse atrito que extrapola os limites do debate de ideias e passa a debater pessoas, se tal coisa é um esforço infrutífero?

Na sua mensagem neste tópico existe quase que um "Argumentum ad hominem" ou existe de forma parcial. Mas, também me parece haver um aspecto da falácia do espantalho. Todavia, pensando melhor, me parece que não houve uma contra-argumentação de fato. O que aconteceu mesmo foi que você simplesmente desfilou uma "outra perspectiva" sobre como compreender as escrituras.

A respeito dessa "outra perspectiva", você se comporta como alguém que veio correndo de algum lugar, lança uma informação na mesa de debate e sai correndo gritando exatamente estas palavras que você mesmo escreveu "não quero complicar as coisas" ou então diz "pois como você faz uma interpretação literal, seria difícil aclarar esse assunto complexo" e ainda em outro tópico você declara "A corrente de leitura literal pode se fazer presente a qualquer momento e isso interromperá o diálogo no âmbito espiritual. Não quero me confrontar com essa situação e nem desgastar os demais participantes".

Esteja ciente de que já observo há algum tempo esse teu comportamento de jogar as coisas e sair correndo. Saiba que isto não é legal e em um contexto de debates pode até ser considerado um comportamento desonesto. Lembre-se de que "quem está na chuva é para se molhar!".

Com relação a palavra "desfile", quero dizer que você não apresenta essa "outra perspectiva", pois você desfila uma pista aqui, outra pista ali como quem não apresenta todas as suas cartas na mesa, ou seja, há cartas escondidas. O problema deste comportamento é que aqui não é um cassino e este tópico não é uma mesa de apostas e muito menos desejo ficar de brincadeira contigo Flávio Santos.


Conteúdo patrocinado


Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação? Empty Re: Como "o que sou" define a minha relação com o pecado e com a salvação?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Seg 29 Nov 2021, 21:04