F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Morto e Crucificado e no T E R C E I R O Dia Ressuscitou? Será

Compartilhe

Marcelo Almoedo
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 6377
Data de inscrição : 25/08/2010

Re: Morto e Crucificado e no T E R C E I R O Dia Ressuscitou? Será

Mensagem por Marcelo Almoedo em Qui 25 Abr 2013, 14:01

Boa tarde

Devaney
Está escrito que era Sexta feira? Claro que não está escrito
Leia os meus argumentos e tire suas próprias conclusões sobre o que seja véspera de sábado em obediência ao descanso pelo 4 mandamento
Você está deduzindo tudo e se enrolando.
Pelo menos estou me empenhado, mesmo sendo o que você acredita que seja dedução. Agora e você, só criticando e não diz nada de concreto até agora.
Você insiste em não responder minha pergunta
Faça uma analise do tópico nesse momento e irá observar que respondi ate agora todas, ao contrário de você, então porque a reclamação?
e quer minha solução para o dilema.
Não, porque não vejo solução para tal questão,... Quero apenas que você opine, argumente sobre o tema sugerido, porque até agora você se absteve de fazer qualquer tipo de comentário sobre os meus argumentos.
Mas estamos quase lá. Fecha a questão agora: que dia Jesus deveria ter morrido para que se completassem os 3 dias e 3 noites? Você, que manja tudo de Bíblia e sabe mais do que nós, diga: foi Sexta, foi Quinta, foi Quarta, foi Terça ou foi Segunda?
Essa seria uma típica pergunta que, pelos termo gramaticais se denomina uma pergunta retórica, popularmente conhecida de uma indicação que já sabemos/conhecemos a própria resposta, que podemos designar de pergunta tola.

No entanto irei matar a sua ânsia a sua sede e lhe responder, porem com algumas resalvas.

Pelo os meus estudos e analises, alguém pode ate me corrigir se estiver errado, que pelo calendário Judaico corresponde do pôr do sol a pôr do sol ou seja 12 horas de luz do dia e 12 horas a noite, começando novo dia as 6:00 da tarde ou 18 horas (no pôr do sol) e que mesmo uma fração desse dia seria considerado 1 dia inteiro

Por exemplo

Sua prisão na madrugada <> Seu julgamento <> Sua morte e sepultamento tudo aconteceu antes das 18 horas da SEXTA FEIRA, portanto temos o 1º dia – 0 (zero) Noite

Após 18:01 ate 18:00 seria SÁBADO temos a 1ª noite e 2 dias

Após 18:01 ate 18:00 DOMINGO – temos 3 dias e 2 noites, é justamente aqui que se estabeleceu a cabeça de burro, Kade a 3ª noite?

Para conciliar os três dias e três noite que Jesus predisse em Mateus 12:40, todos os eventos ou seja, julgamento crucificação e sua morte teria de acontecer um dia antes da Sexta feira. ou seja QUINTA-FEIRA ficaria tudo resolvido? ficaria DEVANEY?

Problemas a resolver sobre essa questão:

Podemos tentar ajustar e alterar o dia 14 de Nisã para quarta ou quinta feira, para conciliar com Mateus 12:40? Contudo devemos perguntar como poderia isso ser possível, como ajustar o nosso calendário para ou com o calendário Judaico:

01 - No calendário Judaico podemos perguntar em que dia no nosso calendário se comemora a morte de Jesus ( Ceia do Senhor, a Refeição Noturna ) pode ser observado? É o momento certo para comemorar 2 dias e meio antes da Páscoa, quinta-feira à noite? Poderá ser, mas isto nem sempre é o caso. Por quê? O mês de Nisan começa com o pôr do sol após a lua nova mais próxima do equinócio da primavera,que se torna visível em Jerusalém. 14 dias depois (que pode ser entre Março e Abril) é a data Memorial. Por isso, a data da celebração não é uma data fixa em nosso calendário. A celebração ou a comemoração pode ser em um dia diferente de ano para ano.

02 – no calendário gregoriano

O ponto de fixado da era Cristã foi a escolha do ano zero para o nascimento de Jesus. Isto foi fixado no século VI, por um monge armênio, chamado Denis, o Pequeno

Denis reteve como primeiro ano da era cristã (ano 1, portanto) o ano 754 da era romana e colocou o dia primeiro do ano no dia 25 de março, dia da concepção pela Virgem Maria de Cristo. Porém ele cometeu um grande erro de cálculo, pois o Rei Herodes já estava morto em 754, e portanto historiadores e teólogos cristãos consideram a data provável do nascimento entre o ano 8 e 4 antes,
sendo mais plausíveis os anos entre 7 e 6 antes da nossa era e portanto sete ou seis anos antes do zero convencional.

Em 1565 D.C., Carlos IX fixa de novo o começo do ano em primeiro de janeiro. Dezessete anos mais tarde, o Papa Gregório XIII confirma esta decisão quando da reforma do calendário juliano.

Diante dessa simples questões você ou qualquer cristão ou qualquer teólogo poderia ajustar com plena convicção que o dia 14 de nisan poderia ocorrer quarta ou quinta ou qualquer dia da nossa era.

Acredito que temos sim de ajustar esse dia de conformidade com os relatos bíblicos no Antigo Testamento, sendo mais preciso nos livro de Êxodo e Levíticos junto com os quatro evangelho.

Sabendo que como nós aqui temos o nosso Joãozinho que atrapalha tudo, temos também um João na bíblia que complica tudo em querer a qualquer custo sobressaltar a divindade de Jesus.

Fora isso, temos suposição e conjeturas

Marcelo Almoedo

CrysMissionária
- Iniciante -
- Iniciante -

Número de Mensagens : 4
Data de inscrição : 27/04/2013

Re: Morto e Crucificado e no T E R C E I R O Dia Ressuscitou? Será

Mensagem por CrysMissionária em Sab 27 Abr 2013, 17:36

Não é após 3 dias, mas ao terceiro dia.
avatar
Gleison Elias
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Bíblia NV: goo.gl/7gC7Ih
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3108
Idade : 22
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : Corpo de Cristo
País : .
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 9583
Data de inscrição : 24/11/2012

Re: Morto e Crucificado e no T E R C E I R O Dia Ressuscitou? Será

Mensagem por Gleison Elias em Sab 27 Abr 2013, 17:48

Então Jesus não é o filho do homem.

Pois ele diz:

"Então alguns dos escribas e dos fariseus tomaram a palavra, dizendo: Mestre, quiséramos ver da tua parte algum sinal.
Mas ele lhes respondeu, e disse: Uma geração má e adúltera pede um sinal, porém, não se lhe dará outro sinal senão o do profeta Jonas;
Pois, como Jonas esteve três dias e três noites no ventre da baleia, assim estará o Filho do homem três dias e três noites no seio da terra."
Mateus 12:38-40

Estar morto por 3 dias e 3 noites é o único sinal que Jesus deixaria para ser identificado como o filho do homem pelo mundo.
avatar
Marcelo Almoedo
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 6377
Idade : 64
Cidade/Estado : Recife-PE
Religião : Vou sozinho e não me siga.Você nã
Igreja : perder a fé na fé
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 11674
Data de inscrição : 25/08/2010

Re: Morto e Crucificado e no T E R C E I R O Dia Ressuscitou? Será

Mensagem por Marcelo Almoedo em Dom 28 Abr 2013, 02:19

Bom dia

CrysMissionária
Não é após 3 dias, mas ao terceiro dia.
Existe verso que diz que ele iria ressuscitar DEPOIS de três dias, como é o caso do evangélico de Marcos 10:34 <> que zombarão dele, cuspirão nele, o açoitarão e o matarão. Três dias depois ele ressuscitará.

Mais isso não é o caso, leia o tópico e você entenderá o porque?

Marcelo Almoedo
avatar
Marcelo Almoedo
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 6377
Idade : 64
Cidade/Estado : Recife-PE
Religião : Vou sozinho e não me siga.Você nã
Igreja : perder a fé na fé
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 11674
Data de inscrição : 25/08/2010

Re: Morto e Crucificado e no T E R C E I R O Dia Ressuscitou? Será

Mensagem por Marcelo Almoedo em Dom 28 Abr 2013, 02:27

Bom dia

Gleison
Estar morto por 3 dias e 3 noites é o único sinal que Jesus deixaria para ser identificado como o filho do homem pelo mundo.
Gleison o tema desse tópico é exatamente a procurar de uma solução para esse desfecho. O que queremos saber é como iremos desatar esse nó?

Marcelo Almoedo
avatar
Gleison Elias
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Bíblia NV: goo.gl/7gC7Ih
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3108
Idade : 22
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : Corpo de Cristo
País : .
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 9583
Data de inscrição : 24/11/2012

Re: Morto e Crucificado e no T E R C E I R O Dia Ressuscitou? Será

Mensagem por Gleison Elias em Dom 28 Abr 2013, 07:53

ele morreu na quarta oras...
porq não pode ser isso?
avatar
Marcelo Almoedo
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 6377
Idade : 64
Cidade/Estado : Recife-PE
Religião : Vou sozinho e não me siga.Você nã
Igreja : perder a fé na fé
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 11674
Data de inscrição : 25/08/2010

Re: Morto e Crucificado e no T E R C E I R O Dia Ressuscitou? Será

Mensagem por Marcelo Almoedo em Dom 28 Abr 2013, 11:24

Bom dia e um otímo domingo a todos

Gleison
ele morreu na quarta oras...porq não pode ser isso?
Você poderia relatar qual foi a circunstancia que levou a você pensar ou crer que ele morreu numa quarta feira?

Marcelo Almaoedo
avatar
Gleison Elias
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Bíblia NV: goo.gl/7gC7Ih
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3108
Idade : 22
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : Corpo de Cristo
País : .
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 9583
Data de inscrição : 24/11/2012

Re: Morto e Crucificado e no T E R C E I R O Dia Ressuscitou? Será

Mensagem por Gleison Elias em Dom 28 Abr 2013, 11:33

Pq a biblia diz que ele ficaria 3 dias e 3 noites uai..

Sei q vc faz de tudo pra encontrar contradição bíblica mas...... é isso.




Leia: http://www.israelitas.com.br/estudos/estudosVer.php?id=21
avatar
Marcelo Almoedo
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 6377
Idade : 64
Cidade/Estado : Recife-PE
Religião : Vou sozinho e não me siga.Você nã
Igreja : perder a fé na fé
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 11674
Data de inscrição : 25/08/2010

Re: Morto e Crucificado e no T E R C E I R O Dia Ressuscitou? Será

Mensagem por Marcelo Almoedo em Dom 28 Abr 2013, 13:26

Bom dia

Gleison se todos aqui começar à apresentar links com grandes textos que defende que Jesus ressuscitou na quarta, quinta ou na tradicional Sexta, ira ficar chato, enfadonho e iríamos ficar entediado. Acho que não seria o melhor caminhos para nos dialogarmos sobre o tema, devemos sim, apresentar o nosso ponto de vista, as nossas ideias sobre o porque acreditamos mesmo que venha de a ser extraído de sites que estão de acordo com o nosso pensamento.

Nesse site que você apresentou os defensores de uma crucificação quarta-feira, Eles são realmente forçados a uma ressurreição no sábado por sua manutenção estrita observância do a hora 72 hrs -3 3 º dia cenário noite. Sábado, então, se é o dia da ressurreição, também deve ser o dia das Primícias. Mas isso viola o disposto no Leviticos 23:11 que afirma que Primícias ocorre no dia depois do sábado, ou seja, um dia após o 15 de Nisan sábado (1 º dia dos pães ázimos, verso 07). Então, Primícias não poderia ter sido no sábado, uma vez que, conforme o padrão indicado abaixo, seria claramente não ser depois de um sábado. Então, sábado é claramente desqualificado de ser Primícias.

Quarta-feira 14 de Nisan
Páscoa Crucificação e sepultamento antes do anoitecer
Quinta-feira 15 de Nisan
1 º Dia do Festival de Pães Ázimos Um dia de sábado <> Descansou no túmulo <> temos que Defeni a guarda romana? Em Mateus 27:64
Sexta-feira 16 de Nisan
Mulheres preparar especiarias para ungir o corpo <> Dia das Primícias? Descansou no túmulo
Sábado 17 de Nisan
Sétimo dia de sábado <> Dia das Primícias?<> Ressurreição no final do dia , antes do sol
Domingo 18 de Nisan
O terceiro dia? (Lucas 24:21)<> Dia das Primícias?<> Descobriu que a tumba estava vazia na madrugada

Marcelo Almoedo

avatar
Gleison Elias
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Bíblia NV: goo.gl/7gC7Ih
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3108
Idade : 22
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : Corpo de Cristo
País : .
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 9583
Data de inscrição : 24/11/2012

Re: Morto e Crucificado e no T E R C E I R O Dia Ressuscitou? Será

Mensagem por Gleison Elias em Dom 28 Abr 2013, 13:39

não tô entendendo esse negossu de dia das primicias
avatar
Marcelo Almoedo
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 6377
Idade : 64
Cidade/Estado : Recife-PE
Religião : Vou sozinho e não me siga.Você nã
Igreja : perder a fé na fé
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 11674
Data de inscrição : 25/08/2010

Re: Morto e Crucificado e no T E R C E I R O Dia Ressuscitou? Será

Mensagem por Marcelo Almoedo em Dom 28 Abr 2013, 15:30

Boa tarde

Gleison
não tô entendendo esse negossu de dia das primicias
Essa cerimônia das Primícias é descrito em detalhes em Deuteronômio 26:01-11 <> Os cordeiros pascais eram sacrificados no 14 º dia do mês de Nisan,e a festa judaica das Primícias cai em 16 de Nisan, o dia após o sábado 15 de Nisan, que é o primeiro dia do Festival de matzá (pão ázimo).

Você pode encontrar que o "Cristo" em Sua ressurreição é "as primícias dos que dormem" 1 Coríntios 15:20-23


Marcelo Almoedo
avatar
Gleison Elias
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Bíblia NV: goo.gl/7gC7Ih
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3108
Idade : 22
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : Corpo de Cristo
País : .
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 9583
Data de inscrição : 24/11/2012

Re: Morto e Crucificado e no T E R C E I R O Dia Ressuscitou? Será

Mensagem por Gleison Elias em Dom 28 Abr 2013, 15:57

q q isso tem a ver com o assunto? Vc está querendo usar esse verso de Corintios para dizer que Jesus ressuscitou no dia das primicias? ain ain...
avatar
Marcelo Almoedo
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 6377
Idade : 64
Cidade/Estado : Recife-PE
Religião : Vou sozinho e não me siga.Você nã
Igreja : perder a fé na fé
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 11674
Data de inscrição : 25/08/2010

Re: Morto e Crucificado e no T E R C E I R O Dia Ressuscitou? Será

Mensagem por Marcelo Almoedo em Dom 28 Abr 2013, 18:25

Boa noite

Gleison
q q isso tem a ver com o assunto? Vc está querendo usar esse verso de Corintios para dizer que Jesus ressuscitou no dia das primicias? ain ain...
Não diretamente, mais esta relacionada com as primícias que os israelitas eram obrigados a trazer uma oferta da primeira parte da sua colheita (Levítico 23:10). Esta oferta foi um símbolo de toda a safra, que pertenciam a "Deus". Esta "primícias" em 1 Coríntios está representando essa safra (colheita) que era como uma garantia, ou primeiro pagamento do que estava por vir. "Jesus" foi as "primícias" no momento de sua ressurreição. A colheita total do corpo de todos os cristãos, portanto então intimamente harmonizada a esse eventos. Na bíblia Jesus foi "o primeiro a ressuscitar dos mortos" (Atos 26:23) embora há varias controvérsia sobre isso.


Marcelo Almoedo

avatar
Marcelo Almoedo
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 6377
Idade : 64
Cidade/Estado : Recife-PE
Religião : Vou sozinho e não me siga.Você nã
Igreja : perder a fé na fé
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 11674
Data de inscrição : 25/08/2010

Re: Morto e Crucificado e no T E R C E I R O Dia Ressuscitou? Será

Mensagem por Marcelo Almoedo em Qua 01 Maio 2013, 22:51

Boa noite

Devaney escreveu msg 45
Mas estamos quase lá. Fecha a questão agora: que dia Jesus deveria ter morrido para que se completassem os 3 dias e 3 noites? Você, que manja tudo de Bíblia e sabe mais do que nós, diga: foi Sexta, foi Quinta, foi Quarta, foi Terça ou foi Segunda?



QUINTA FEIRA



Marcelo Almoedo
avatar
Devaney
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 710
Idade : 52
Cidade/Estado : Taubaté
Religião : Evangélico
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 26
Pontos de participação : 1124
Data de inscrição : 27/11/2008

Re: Morto e Crucificado e no T E R C E I R O Dia Ressuscitou? Será

Mensagem por Devaney em Sex 24 Maio 2013, 20:57

Olá, Marcelo Almoedo,

Acho que já dei o tempo suficiente para vc pensar, repensar e definir qual o dia da semana, que, segundo sua matemática humana e conhecimentos naturais (leia-se: "não espirituais") da Bíblia, seria o ideal para o cumprimento de Mateus.

A profecia

Pois, como Jonas esteve três dias e três noites no ventre do peixe, assim estará o Filho do homem três dias e três noites no seio da terra. Mateus 12:40

Primeiramente, vamos analisar o que esta passagem quer dizer e também o que ela não quer dizer:

- Jesus diz que estará no "seio da terra" - isto é, sepultado - por 3 dias e 3 noites;
- Jesus diz que esse sinal, similar ao do profeta Jonas, é o seu grande sinal para os fariseus e seus perseguidores, indicando que isso seria o único sinal a ser dado a eles - Ele não concederia outros, o que equivale a dizer que o Senhor não apareceria mais do que uma vez após sua ressurreição aos seus perseguidores e esse evento seria o último sinal dado à geração maligna que O crucificou.

O que essa passagem não quer dizer:
- Jesus não quis dizer que ele passaria três dias e três noites MORTO, mas sim que estaria NO SEIO DA TERRA (sepultado) nesse período de tempo. Portanto, o tempo que antecedeu seu sepultamento não faz parte da profecia. O intervalo de tempo entre a morte da cruz e o lacre da rocha do sepulcro não deve ser contado.
- Jesus não quis dizer que uma parte do dia poderia ser contada como sendo um dia inteiro. Isso seria forçar a barra para encaixar o tempo. Um dia é UM DIA de fato (tempo da iluminação solar) e uma noite é UMA NOITE mesmo (tempo de trevas, sem o sol).
- Jesus não disse em momento algum que iria ressuscitar imediatamente ao findar dos três dias, mas sim que passaria 3 dias e 3 noites sepultado. A palavra de Deus determina que Ele ressuscitou no PRIMEIRO DIA DA SEMANA, e isso é inegável. Qualquer definição diferente disso é transgredir a Palavra de Deus.

Isso posto, vamos à Poderosa Palavra de Deus, imutável, inerrante, inequívoca, perfeita, completa, auto-explicativa:

Quando um dia começa a ser contado, segundo a Bíblia?
Isso é vital para a compreensão da profecia de Jesus ser cumprida.

“Sábado de descanso solene vos será; então, afligireis a vossa alma; aos nove do mês, de uma tarde à outra tarde, celebrareis o vosso sábado.” Levítico 23:32

O dia definido na Lei de Moisés e considerado pelos judeus ao tempo de Jesus, não começava à meia-noite, como foi padronizado séculos depois. O dia começa com a parte "escura" ou seja, quando o sol se põe, finda-se o dia chamado HOJE e já começa UM NOVO DIA.

Para nossa mente ocidental, acostumada a ver relógios ou acostumada a ir ao trabalho quando o sol começa, é um pouco difícil retirar as "vendas dos olhos" para poder entender melhor a Palavra de Deus, mas é um exercício obrigatório. Isso é vital para entendermos a cronologia tanto do sepultamento, como da ressurreição, como irei tratar agora.

A cena da ressurreição no primeiro dia da Semana
Jesus ressuscitou no primeiro dia da semana, como diz a Palavra:
E no primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao sepulcro de madrugada, sendo ainda escuro, e viu a pedra tirada do sepulcro. João 20:1

E, no primeiro dia da semana, foram ao sepulcro, de manhã cedo, ao nascer do sol. Marcos 16:2

E Jesus, tendo ressuscitado na manhã do primeiro dia da semana, apareceu primeiramente a Maria Madalena, da qual tinha expulsado sete demônios. Marcos 16:9

E no primeiro dia da semana, muito de madrugada, foram elas ao sepulcro, levando as especiarias que tinham preparado, e algumas outras com elas. Lucas 24:1

No fim do sábado, quando já amanhecia o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro. Mateus 28:1


Nota-se aqui que, logo cedo, mal amanhecera o dia, o cenário do sepulcro já havia sido totalmente modificado:

1) A pedra que lacrava o túmulo já havia sido removida - Mas, levantando os olhos, notaram que a pedra, que era muito grande, já estava revolvida. Marcos 16:4

2) Havia acontecido inclusive um tremor de terra em torno do sepulcro, e as mulheres não o notaram, porque havia acontecido ANTES delas chegarem. E eis que houvera um grande terremoto; pois um anjo do Senhor descera do céu e, chegando-se, removera a pedra e estava sentado sobre ela. Mateus 28:2

3) Os guardas já estavam todos aterrorizados com alguma coisa que havia acontecido. E de medo dele (do anjo) tremeram os guardas, e ficaram como mortos. Mateus 28:4 Pelo fato de não ser mencionado em três dos Evangelhos sinóticos, já deviam ter se retirado da cena.

3) Jesus não estava mais no sepulcro, e acharam os panos dobrados organizadamente no local onde jazia. Saíram então Pedro e o outro discípulo e foram ao sepulcro. Corriam os dois juntos, mas o outro discípulo correu mais ligeiro do que Pedro, e chegou primeiro ao sepulcro; e, abaixando-se viu os panos de linho ali deixados, todavia não entrou. Chegou, pois, Simão Pedro, que o seguia, e entrou no sepulcro e viu os panos de linho ali deixados, e que o lenço, que estivera sobre a cabeça de Jesus, não estava com os panos, mas enrolado num lugar à parte. João 20:3-7

Essa descrição dos fatos demonstra que ao nascer do sol, muita coisa já tinha acontecido. E não eram fatos que demorariam poucos minutos, demandou tempo para que a cena já estivesse devidamente calma, pois as mulheres não sentiram o terremoto, foram surpreendidas apenas com a pedra já removida. Somente Mateus faz menção de guardas no local, mas já sem nenhum tipo de reação de pânico, pois todos os fatos já haviam se sucedido. Nenhum dos outros Evangelhos cita a presença de guardas, somente de anjos, e não seria de estranhar que os guardas já estivessem em fuga da cena do sepulcro.

Jesus não havia ressuscitado com os primeiros raios de sol, como é alegado por muitos, tentando justificar que o primeiro dia da semana iniciasse com o brilho do sol.

O primeiro dia da semana (ciclo) iniciava, pela Lei de Moisés, desde o por do sol do dia anterior (18:00 hs do que hoje chamamos de Sábado até o por do sol daquele dia (18:00 hs do que hoje chamamos de "Domingo").

Mesmo ainda escuro, já era O PRIMEIRO DIA DA SEMANA desde o pôr do sol do dia anterior .

Está excluída a necessidade que Jesus ressuscitasse após o raiar do sol.

E está também automaticamente excluída a possibilidade de atribuirmos uma noite a mais na contagem do tempo "no seio da terra", pois antes mesmo do dia nascer, Jesus já estava ressuscitado e fora da cena do sepulcro. Não se completara aquela escuridão (noite) sobre o corpo de Jesus sem vida.

Definindo a data da morte para 3 dias e 3 noites de sepultamento

Com os esclarecimentos anteriores, temos que REGREDIR os períodos de 3 dias e 3 noites completos (compostos de luz do dia e período de noite completos).

01 dia - do por do sol do sábado até o por do sol de sexta-feira
02 dias - do por do sol de sexta feira até o por do sol de quinta-feira
03 dias - do por do sol de quinta-feira até o por do sol de quarta-feira.


Isso equivale dizer que uma conta bem feita nos faz afirmar que o Senhor Jesus foi crucificado ao meio-dia de uma quarta feira e que morreu às 15:00 hs do mesmo dia. Nas 03 horas que se seguiram, antes do final daquele dia (segundo o critério BÍBLICO do que seja um dia, ou seja, até o por do sol), aconteceram os seguintes eventos:

1) Os judeus foram até Herodes pedir que retirassem os corpos antes do anoitecer, pois já seria o próximo dia de descanso: Ora, os judeus, como era a preparação, e para que no sábado não ficassem os corpos na cruz, pois era grande aquele dia de sábado, rogaram a Pilatos que se lhes quebrassem as pernas, e fossem tirados dali. João 19:31

2) Depois que os soldados quebraram as pernas dos dois condenados junto a Jesus, perfuraram o Senhor . Foram então os soldados e, na verdade, quebraram as pernas ao primeiro e ao outro que com ele fora crucificado; mas vindo a Jesus, e vendo que já estava morto, não lhe quebraram as pernas; contudo um dos soldados lhe furou o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água. João 19:32-34

3) José de Arimatéa, depois do choque de ver que o Senhor já estava morto, vai até Pilatos, busca uma audiência direta e lhe pede o corpo de Jesus para sepultarpois vai providenciar tudo, junto com Nicodemos: Depois disto, José de Arimatéia, que era discípulo de Jesus, embora oculto por medo dos judeus, rogou a Pilatos que lhe permitisse tirar o corpo de Jesus. João 19:38

4) Pilatos admira-se, e não acreditando, chama o Centurião que estava no Gólgota e que havia sido testemunha da morte de Jesus, para só depois autorizar a retirada do corpo: Admirou-se Pilatos de que já tivesse morrido; e chamando o centurião, perguntou-lhe se, de fato, havia morrido. Marcos 15:44

5) José de Arimatéia tem que retornar apressadamente ao Gólgota, que ficava fora dos muros da cidade de Jerusalém, para conduzir o sepultamento pessoalmente. Essa caminhada também não deve ter sido tão rápida, posto que na cena do açoite de Jesus até sua crucificação, houve quase 3 horas de duração. Estima-se que em linha reta, o Gólgota ficasse a 1 quilômetro do Pretório de Pilatos, distância para ser percorrida a pé, dentro da cidade.

6) Foi escolhido um sepulcro próximo ao monte Gólgota, justamente porque o tempo estava se escoando e não haveria muito mais tempo para sepultar em outro lugar: No lugar onde Jesus foi crucificado havia um jardim, e nesse jardim um sepulcro novo, em que ninguém ainda havia sido posto. Ali, pois, por ser a véspera do sábado dos judeus, e por estar perto aquele sepulcro, puseram a Jesus. João 19:41-42

7) O corpo de Jesus não foi sumariamente atirado no sepulcro, às pressas. José de Arimatéa, com ajuda de mais pessoas, preparou o corpo envolvendo-o em linho fino e limpo. E José, tomando o corpo, envolveu-o num pano limpo, de linho, e depositou-o no seu sepulcro novo, que havia aberto em rocha; e, rodando uma grande pedra para a porta do sepulcro, retirou-se. Mateus 27:59-60

Todas essas ações – confirmação da morte, ida de José de Arimatéa a Pilatos, a audiência, a dúvida inicial de Pilatos, a convocação do Centurião, a decisão pela concessão do governador, o retorno de José, a retirada do corpo, a condução até o local do sepulcro, a preparação do corpo e o sepultamento respeitoso, e por fim o lacre do local com a pedra grande – não aconteceram em pouco tempo. A impressão que fica, devido à distância dos deslocamentos e os fatos que não podem acontecer individualmente em poucos minutos, é que o dia praticamente terminaram EM CIMA DA HORA do final daquele dia.

Isso não é um fato relevante para o cumprimento da profecia, mas muito relevante para impedir que algumas pessoas tentem enquadrar o dia do sepultamento como um dia a mais, pois se tratou de muito pouco tempo antes de começar um novo dia.


Após uma análise dos eventos IMEDIATAMENTE ANTERIORES ao sepultamento e também dos eventos SIMULTÂNEOS ou IMEDIATAMENTE POSTERIORES à ressurreição, verificamos que não podemos considerar nem o final do dia do sepultamento como sendo “um dia” e nem o raiar do sol do domngo como sendo ”um dia”.
Não seria honesto de nossa parte, com a Bíblia, forçar tais interpretações.

Mesmo porque, não precisamos fazer isso. A própria Bíblia dá as explicações devidas e não precisa de “auxílios” extras que surgem muitas vezes porque não nos debruçamos como devíamos sobre o aprendizado. O testemunho dos Bereanos é tudo o que precisamos: Ora, estes foram mais nobres do que os que estavam em Tessalônica, porque de bom grado receberam a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim. Atos 17:11

Mas, "véspera do Sábado" não quer dizer obrigatoriamente uma Sexta-Feira?
Após essa análise, resta apenas um desafio: provar, pela Bíblia, que esses 3 dias e 3 noites realmente existiram, uma vez que a interpretação rápida do versículo abaixo indica que Jesus foi crucificado numa sexta-feira e não numa quarta-feira:

Os judeus, pois, para que no sábado não ficassem os corpos na cruz, visto como era a preparação (pois era o grande dia de sábado), rogaram a Pilatos que se lhes quebrassem as pernas, e fossem tirados. João 19:31

Para entendermos corretamente essa passagem, temos que nos fixar na tradução da expressão “o grande dia de sábado”. Recorramos aos originais em grego e ao estudo de Chuck Smith, pastor da Capela do Calvário de Costa Mesa desde 1965:

I. "OS JUDEUS E O DIA DA PREPARAÇÃO."
A. Isso significava a preparação para um dia de descanso (Shabbat)
1. É bem semelhante à preparação para um dia de Sábado normal. Da mesma forma, eles não podem acender fogo ou cozinhar no sábado, trabalhar e tudo tem que ser preparado no dia anterior, chamado pois “Dia da preparação”.
(...) João pois nos informa que esse era a preparação do “grande dia de Sábado”, ou seja, o grande dia da festa estabelecida em Números 28:16, onde lemos: "Porém no mês primeiro, aos catorze dias do mês, é a páscoa do SENHOR.E aos quinze dias do mesmo mês haverá festa; sete dias se comerão pães ázimos.No primeiro dia haverá santa convocação; nenhum trabalho servil fareis; Números 28:16-18.
b. O dia 15, pois, era o dia da grande festa, dia de DESCANSO também, que inicia a festa de 7 dias até o dia 21 do mesmo mês. Tanto o primeiro dia como o dia sétimo eram Santas Convocações, onde nenhuma trabalho servil poderia ser feito, e eram também chamados de SÁBADOS por isso.
c. A Ceia Pascal era servida no dia 14 do mês.
d. O dia 15 do mês começava ao por do sol, desta forma, seria o dia logo depois da crucificação de Jesus.(…)
Esse foi o motivo pelo qual pediram para apressar a morte dos prisioneiros de maneira que eles não precisassem ser retirados das cruzes durante o dia da festa, o grande dia de sábado. Não se tratava pois do dia sétimo da semana, mas sim o grande dia de sábado que devia ser seguido todo dia 15 e 21 do mês de Nisan.

(fonte: Smith, Chuck. "John 19:31." The Word for Today. Blue Letter Bible. 1 May 2005.2013)

Isso está suportado na seguinte passagem também da Palavra:

Estava, pois, perto a festa dos ázimos, chamada a páscoa.Lucas 22:1

E, no primeiro dia dos pães ázimos, quando sacrificavam a páscoa, disseram-lhe os discípulos: Aonde queres que vamos fazer os preparativos para comer a páscoa? Marcos 14:12


Essa frase foi dita no dia que a Páscoa seria a ceia da noite, quando já havia começado o dia 14 de Nisã. Nessa mesma noite, já fazendo parte do Dia da Preparação, que se estenderia até o por do sol logo depois da morte de Jesus na Cruz, foi que Jesus ceou com seus discípulos, foi ao Getsêmani orar em agonia, ali mesmo foi preso de madrugada e durante a manhã passou pelo Sinédrio e logo em seguida pelo julgamento de Pôncio Pilatos, indo para a cruz ao meio-dia e morrendo às 3 da tarde, hora do sacrifício da tarde.


Cuidado ao analisar somente uma Tradução da Bíblia!
Uma dúvida que pode surgir nos leitores da Bíblia ao ler a passagem abaixo na versão Almeida Corrigida:

E, havendo-o tirado, envolveu-o num lençol, e pô-lo num sepulcro escavado numa penha, onde ninguém ainda havia sido posto. E era o dia da preparação, e amanhecia o sábado. Lucas 23:53-54

Do jeito que foi feita a tradução, dá a entender que José de Arimatéia teria durado a noite toda de quarta para quinta feira fazendo o sepultamento de Jesus, o que não é verdade. Seguidores da Lei, tanto ele como Nicodemos sabiam que tinham que terminar o trabalho ANTES do por do sol. Provavelmente, o irmão João Ferreira de Almeida nesse momento da tradução caiu no mesmo erro que muitos de nós cometemos ao ler a Bíblia, que é atribuir uma palavra que corresponda ao nosso entendimento para facilitar a leitura de outras pessoas, mas acabou fazendo uma tradução errada ao usar o verbo AMANHECER. O erro fica claro quando comparamos com outras traduções:

Era o Dia da Preparação, e estava para começar o sábado. Lucas 23:54 – Nova Versão Internacional.

Era o dia da Parasceve, e ia começar o sábado. Lucas 23:54 – Sociedade Bíblia Britânica & João Ferreira de Almeida REVISADA.

Era o dia da Preparação e já ia principiar o sábado. Lucas 23:54 – Versão Católica

Não há pois, luz solar envolvida ou amanhecer. Há o início do grande dia dos pães ázimos, também chamado de Sábado pelo fato de envolver o descanso judeu, e iniciava com a escuridão de um novo dia.


Enumerando os três dias e três noites.
Fica bem claro que houve dois dias de descanso obrigatório (SHABAT) após a morte de Jesus pela descrição simples de Lucas 23:53-56:

E, tirando-o da cruz, envolveu-o num pano de linho, e pô-lo num sepulcro escavado em rocha, onde ninguém ainda havia sido posto. Era o dia da preparação, e já começava o sábado. E as mulheres que tinham vindo com ele da Galiléia, seguindo a José, viram o sepulcro, e como o corpo foi ali depositado. Então voltaram e prepararam especiarias e ungüentos. E no sábado repousaram, conforme o mandamento. Lucas 23:53-56

Aqui há a presença inequívoca dos dois sábados: aquele que sucedeu ao sepultamento do Senhor, onde ninguém poderia trabalhar e portanto as mulheres não poderiam comprar ou preparar as especiarias e ungüentos, e o outro sábado, “conforme o mandamento”, ou seja, o sétimo dia da semana, onde novamente repousaram.

Marcos é ainda mais esclarecedor:

E, passado o sábado, Maria Madalena, e Maria, mãe de Tiago, e Salomé, compraram aromas para irem ungi-lo. Marcos 16:1

Não poderia ser o sábado do dia sétimo, pois depois desse dia elas foram ao Sepulcro ainda de madrugada:

No primeiro dia da semana Maria Madalena foi ao sepulcro de madrugada, sendo ainda escuro, e viu que a pedra fora removida do sepulcro. João 20:1

Então, fica claro que entre o Sábado da festa dos pães ázimos e o Sábado do Sétimo Dia, ainda houve um dia intermediário,no qual foi possível que as mulheres COMPRASSEM e TRABALHASSEM com os ungüentos e especiarias.


A cronologia, pois, da Crucificação, adaptada ao nosso entendimento ocidental, fica desta forma:

Terça Feira: Dia da Páscoa: início da noite do dia 14 de Nisã, já coincidindo com o dia da Preparação da Grande Festa:
Estava, pois, perto a festa dos ázimos, chamada a páscoa. Lucas 22:1
Chegou, porém, o dia dos ázimos, em que importava sacrificar a páscoa. Lucas 22:7
E disse-lhes: Desejei muito comer convosco esta páscoa, antes que padeça ;Lucas 22:15


Quarta Feira: Dia da Preparação, continuação do dia 14 de Nisã durante a parte solar (luz do dia), primeiro dia dos Pães Ázimos. Foi o dia da Crucificação do Senhor Jesus. Ao anoitecer, começava o dia 15 de Nisã, o Grande Dia do Sábado, no qual nenhuma obra servil podia ser feita:
No mês primeiro, aos catorze do mês, à tardinha, é a páscoa do Senhor. E aos quinze dias desse mês é a festa dos pães ázimos do Senhor; sete dias comereis pães ázimos.No primeiro dia tereis santa convocação; nenhum trabalho servil fareis. Levítico 23:5-7

Quinta Feira: durante toda a parte solar, ninguém poderia comprar ou vender, nem trabalhar ou acender fogo. É o Sábado que se iniciou logo depois do sepultamento de Jesus:
Era o dia da Parasceve, e ia começar o sábado. Lucas 23:54

Sexta Feira: é o dia que as mulheres conseguiram sair, comprar os produtos, e preparar para a homenagem a Jesus: E, passado o sábado, Maria Madalena, e Maria, mãe de Tiago, e Salomé, compraram aromas para irem ungi-lo. Marcos 16:1
Foi também o dia que os judeus foram pedir a guarda do sepulcro a Pilatos, pois lhes era permitido tal ação: E no dia seguinte, que é o dia depois da Preparação, reuniram-se os príncipes dos sacerdotes e os fariseus em casa de Pilatos, Mateus 27:62

Sábado: o dia de descanso, em que elas repousaram: E as mulheres que tinham vindo com ele da Galiléia, seguindo a José, viram o sepulcro, e como o corpo foi ali depositado. Então voltaram e prepararam especiarias e ungüentos. E no sábado repousaram, conforme o mandamento. Lucas 23:53-56

Domingo, o primeiro dia da semana: começou ao por do sol de Sábado, mas por ser perigoso andar durante a noite alta fora da cidade onde grassavam os malfeitores e ladrões e os portões eram fechados por segurança, as mulheres preferiram sair quando ia amanhecer o dia, e ao chegar, viram que tudo já havia acontecido. No primeiro dia da semana Maria Madalena foi ao sepulcro de madrugada, sendo ainda escuro, e viu que a pedra fora removida do sepulcro. João 20:1

O Sinal do profeta Jonas aos que não criam em Jesus!

O Senhor Jesus ressurgiu no primeiro dia da semana, após o por do sol do Sábado judaico, e mesmo tendo ressuscitado tendo apenas os guardas romanos como testemunhas (esse foi o único sinal dado à geração maligna e adúltera, havia dito o Senhor!). Todas as demais testemunhas, em torno de quinhentas pessoas, eram todos SERVOS DE DEUS (Depois foi visto, uma vez, por mais de quinhentos irmãos, dos quais vive ainda a maior parte, mas alguns já dormem também. 1 Coríntios 15:6)... e a mais nenhum incrédulo Jesus se manifestou. Aos discípulos no caminho de Emaús, foi confirmado que a crucificação tinha acontecido há 3 dias completos:

Nesse mesmo dia, iam dois deles para uma aldeia chamada Emaús, que distava de Jerusalém sessenta estádios; e iam comentando entre si tudo aquilo que havia sucedido. Enquanto assim comentavam e discutiam, o próprio Jesus se aproximou, e ia com eles; mas os olhos deles estavam como que fechados, de sorte que não o reconheceram. Então ele lhes perguntou: Que palavras são essas que, caminhando, trocais entre vós? Eles então pararam tristes. E um deles, chamado Cleopas, respondeu-lhe: És tu o único peregrino em Jerusalém que não soube das coisas que nela têm sucedido nestes dias? Ao que ele lhes perguntou: Quais? Disseram-lhe: As que dizem respeito a Jesus, o nazareno, que foi profeta, poderoso em obras e palavras diante de Deus e de todo o povo. e como os principais sacerdotes e as nossas autoridades e entregaram para ser condenado à morte, e o crucificaram. Ora, nós esperávamos que fosse ele quem havia de remir Israel; e, além de tudo isso, é já hoje o terceiro dia desde que essas coisas aconteceram. Lucas 24:13-21

Sei que pode parecer, numa primeira instância, que a revelação desse problema exige conhecimentos muito profundos do Antigo Testamento e práticas judaicas, mas reparem que não precisamos de mais nada, além da própria Bíblia, para resolver essa questão.

Eu sei também da questão do Software do calendário do ano 30 d.C., onde diz que o dia 14 de Nisã caiu numa quarta-feira, mas confesso que não sou adepto de soluções “humanas” para comprovar a Bíblia. Mesmo porque existem divergências, há quem prefira colocar o ano da crucificação como sendo 32 d.C. e novamente estamos com um conflito HUMANO para resolver – afinal este software foi criação do homem, e eu cairia no erro de querer provar por outros meios a veracidade bíblica, inutilmente, pois a explicação acima é suficiente.

Também sei que a Profecia das Setenta Semanas, quanto às 69ª. Semana, termina quando Jesus entra em Jerusalém, mas isso também cairia numa série de discussões sobre a emissão do decreto de saída do povo do cativeiro e o retorno para Jerusalém, e não há necessidade neste momento de falarmos disso.

Quero dizer aos irmãos do Forum que permito que este estudo, que tem obviamente considerações bem particulares do irmãozinho Devaney, seja reproduzido em outros lugares, mas sempre mencionando a fonte, que é o nosso amado FORUM EVANGELHO.
avatar
Marcelo Almoedo
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 6377
Idade : 64
Cidade/Estado : Recife-PE
Religião : Vou sozinho e não me siga.Você nã
Igreja : perder a fé na fé
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 11674
Data de inscrição : 25/08/2010

Re: Morto e Crucificado e no T E R C E I R O Dia Ressuscitou? Será

Mensagem por Marcelo Almoedo em Sab 25 Maio 2013, 04:30

.
Bom dia

Devaney
Sei que pode parecer, numa primeira instância, que a revelação desse problema exige conhecimentos muito profundos do Antigo Testamento e práticas judaicas, mas reparem que não precisamos de mais nada, além da própria Bíblia, para resolver essa questão
Você apresentou a sua cronologia da crucificação, irei apresenta o meu apanhado dos acontecimentos em torno da crucificação e ressurreição de Jesus, apresentado de uma forma plausível e lógico, em um esforço para resolver essa questão de uma vez. Vamos começar, em que momento do dia que a Bíblia diz que Jesus morreu na cruz? ...

Mateus 27:46 <> e cerca da hora nona, Jesus exclamou com grande voz, dizendo: Eli, Eli, lama sabactâni? isto é, Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?

Mateus 27:50 <> De novo bradou Jesus com grande voz, e entregou o espírito.

Marcos 15:34 <> E, à hora nona, clamou Jesus em alta voz, dizendo: Eloi, Eloi, lama sabactâni? que é, por interpretação, Meu Deus, meu Deus, por que me desamparaste?

Marcos 15:37 <> Mas Jesus, dando um grande brado, expirou..

As escrituras nos dizem (Embora sabemos que à controvérsias sobre a hora da crucificação ) que o Messias morreu por volta da 9 horas do dia (9 horas depois que o sol tinha subido). A nona hora seria sobre a nossa 3:00 da tarde e ele foi colocado no sepulcro antes de anoitecer. Tenha em mente que a razão pela qual eles estavam com pressa para sepultar Jesus foi porque o sábado iria começar ao pôr do sol ...

Lucas 23:54 <> E era o dia da preparação, e ia começar o sábado.
... isso é porque o dia hebreu começa e termina ao pôr do sol, como a Bíblia deixa claro, e os judeus prática ainda hoje,

Genesis 1:05 <> E Deus chamou à luz dia, e às trevas chamou Noite. E a * noite e a manhã foram o primeiro dias Lev 23:32 ... do mesmo até a tarde, celebrareis o vosso sábado.

Jesus morreu três horas e foi sepultado no dia da preparação (um dia antes do sábado), antes do por do sol, que começava no dia de sábado.

Agora, Devaney qual exatamente foi o dia de sábado, o primeiro dia dos pães ázimos, ou o sétimo dia (sábado) Sabbath?

Lucas 23:52-53

52 Este homem foi a Pilatos e pediu o corpo de Jesus.
53 E, tirando-o da cruz, envolveu-o em linho, e pô-lo num sepulcro escavado em pedra, onde o homem nunca antes foi colocado.
54 E era o dia da preparação [sexta-feira], e ia começar o sábado.
55 E as mulheres também, que veio com ele da Galiléia, seguiram também e viram o sepulcro, e como o corpo foi colocado.
56 E eles voltaram e prepararam especiarias e unguentos, e . no sábado repousaram, conforme o mandamento [sétimo dia sábado] (Sabbath]

Lucas 24:01 <> E, no primeiro dia da semana,(Domingo) muito de madrugada, foram elas ao sepulcro, levando as especiarias que tinham preparado.

Marcos 16:01<> E, passado o sábado, Maria Madalena, Salomé e Maria, mãe de Tiago, compraram aromas para irem ungi-lo.

Marcos 16:02 <> E, no primeiro dia da semana, foram ao sepulcro, de manhã cedo, ao nascer do sol.

As mulheres viram o sepulcro e o corpo de Jesus no dia da preparação (sexta-feira antes do por do sol) e depois descansou de acordo com o quarto mandamento, no sábado (Sabbath). Quando o sábado (Sabbath) tinha passado, as mulheres voltaram ao sepulcro ao nascer do sol, e esse dia foi o primeiro dia da semana (domingo). Claramente, então, Jesus foi crucificado na sexta-feira à tarde, dia da preparação para o Sábado Sabbath.

Vamos Confirir

Sexta-Feira <> Dia da preparação

Mateus 26:20 -27:61 <> Marcos 14:16 - 15:47 <> Lucas 22:1323:56 <> João 13:0119:42




Sábado sétimo dia (Sabbath)

Mateus 27:62 27:66 <> Marcos 16:01 <> Lucas 23:56




Domingo 1º dia da semana

Mateus 28:0128:15 <> Marcos 16:0116:12 <> Lucas 24:0124:51 <> João 20:0120:19



Este verso quebra qualquer tentativa de uma crucificação numa Quarta

Marcos 16:09 - E Jesus, tendo ressuscitado na manhã do primeiro dia da semana, apareceu primeiramente a Maria Madalena, da qual tinha expulsado sete demônios.

Este dia da preparação sexta-feira (paraskeue: G3904) é mencionado em Mateus 27:62,Marcos 15:42, Lucas 23:54, João 19:14, 19:31 e 19:42. É interessante notar que paraskeue é usado para definir o dia antes do sábado do sétimo dia, para preparar alimentos (Êxodo 16:05), para o sábado, mas não no dia anterior a um não-sétimo dia do festival, sábado. O termo sempre significa o que chamamos de sexta-feira, tanto no uso das Escrituras e não-bíblico:

Note também que em Levítico 23 existe essa importante distinção entre o sábado do sétimo dia e no primeiro dia dos pães ázimos; nenhum trabalho era para ser feito no sétimo dia de sábado (Verso 03), e não servil de trabalho em 15 de Abib / Nisan (Verso 07).Trabalho servil é feito por um empregador ou de uma ocupação, para a vida ou salários, por assim dizer.

Levítico 23:01-03

Depois, falou o SENHOR a Moisés, dizendo:
- Fala aos filhos de Israel e dize-lhes: As solenidades do SENHOR, que convocareis, serão santas convocações; estas são as minhas solenidades.-
Seis dias obra se fará, mas o sétimo dia será o sábado do descanso, santa convocação; nenhuma obra fareis; sábado do SENHOR é em todas as vossas habitações.

Levítico 23:06-07 <> e aos quinze dias deste mês é a Festa dos Asmos do SENHOR: sete dias comereis asmos; No primeiro dia, tereis santa convocação; nenhuma obra servil fareis;

Assim, o trabalho não-servil não foi permitida no sétimo dia de sábado, mas foi autorizado no dia 15 de Abib / Nisan. Presumivelmente, o sepultamento poderia ter sido feito depois do sol se fosse apenas 15 Nisan, mas não em um sábado do sétimo dia. Portanto, o "não trabalho" no sétimo dia de sábado foi a razão para o sepultamento antes de anoitecer, porque começou o sábado do sétimo dia (que coincidiu com o 15 de Nisan daquele ano, tornando-se um grande sábado).

O sétimo dia sábado (Sabbath) era o dia depois da crucificação, e sabemos isso porque as mulheres descansou nesse dia de acordo com o quarto mandamento de Deus . Portanto, a crucificação tinha que ter ocorrido em uma sexta-feira.

Entendeu porque não pode ser uma Quarta – Feira.

No próximo post, tentarei explicar essa lógica de que algumas pessoas, inclusive você fica empurrar a crucificação para quarta-feira.

Aguarde por favor.

Marcelo Almoedo

.
avatar
Devaney
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 710
Idade : 52
Cidade/Estado : Taubaté
Religião : Evangélico
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 26
Pontos de participação : 1124
Data de inscrição : 27/11/2008

Re: Morto e Crucificado e no T E R C E I R O Dia Ressuscitou? Será

Mensagem por Devaney em Sab 25 Maio 2013, 08:28

Claramente, então, Jesus foi crucificado na sexta-feira à tarde, dia da preparação para o Sábado Sabbath.

Errado. Claramente Jesus foi crucificado numa quarta-feira, dia anterior ao dia de DESCANSO (também chamado Shabat = sábado), previsto na Lei como sendo o primeiro dia dos pães ázimos, que, segundo demonstrei, foi o dia 15 de Nisã.

Você está confundindo os dois sábados, Marcelo.

Como você explica que as mulheres conseguiram SIMULTANEAMENTE comprar e preparar especiarias DEPOIS do Sábado, se elas levantaram-se de MADRUGADA após o sábado com tudo já pronto?

Sua teoria jamais vai achar explicação para isso !

Conteúdo patrocinado

Re: Morto e Crucificado e no T E R C E I R O Dia Ressuscitou? Será

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Seg 16 Jul 2018, 05:41