F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Sobre o Amor ou Caridade


Flávio Santos
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Número de Mensagens : 76
Data de inscrição : 06/01/2014

Sobre o Amor ou Caridade - Página 2 Empty Re: Sobre o Amor ou Caridade

Mensagem por Flávio Santos em Ter 15 Set 2020, 10:19

Complementando a mensagem acima (nro. 13), já que não posso editá-la agora.

Em relação aos estágios, a Bíblia é sim um compêndio inspirado em sabedoria que os seres humanos alcançaram dentro de si. A Bíblia pertence aos estágios mais altos de consciência. Ela é pluralista - repete sempre o tema de NÃO ACEPÇÃO DE PESSOAS e assim por diante. No trabalho a ser apresentado, demonstrarei as passagens bíblicas pertinentes, bem como a visão pertinente de relações humanas. Se possível, esclarecer a figura alegórica empregada, que os literalistas só dão existência no mundo histórico, e não no mundo da consciência.

Cabe esclarecer que quando disse que "eu me divirto" com certas postagens, não é para diminuir a pessoa do Tzaruch, é porque elas apresentam falácias e contradições. Só não as aponto para não criar polêmicas desnecessárias. Mas como eu estou acusando esse fato, vou fazer um adendo ao trabalho dando prova disso. Tzaruch pode apresentar outra postagem caudalosa, que levarei em consideração ao trabalho. Não me cinjo em falácias, entretanto. Demonstrada a falácia como antes dita, não numa postagem específica, mas como recorrência bastante não rara de procedimento em muitas postagens, é uma vez só a palavra a respeito.

Já demonstrei a linha de meu trabalho principal em parte. É trabalho de fôlego sim, dentro do meu propósito. Acho que vou apresentando por partes.

Um abraço a todos.

Tzaruch
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 7150
Data de inscrição : 04/11/2014

Sobre o Amor ou Caridade - Página 2 Empty Re: Sobre o Amor ou Caridade

Mensagem por Tzaruch em Qua 16 Set 2020, 01:39


Resposta á Mensagem Nº13

Olá Flávio.



Flávio escreveu:este tópico não necessitaria de mais este post meu. 
Só o retorno do meu trabalho. 

Por isso mesmo antes ficou apontado que você está em outra "dimensão",
respondeu completamente fora do contexto, e ignorou por completo 
aquilo que antes lhe tinha sido respondido.


Mas pronto, deve ser uma coisa "pessoal" esse seu "trabalho", 
apenas deveria estar no tópico indicado para esse tema.

Flávio escreveu: Todavia, como te falei, você adota a perspectiva de uma leitura mítica

Está a ver ?,, você não se singe a NADA do assunto nem tão pouco daquilo
que ficou escrito na Msn Nº12, o que vem é fazer observações sobre quem
lhe está a responder, com tipos de de leitura que EM NADA acrescentam.


Flávio escreveu: - sendo sincero, as pessoas não adotam leitura, são de estágio mítico (não é ofensa). 

Isso é uma opinião sua ou parte do seu trabalho,, mas seja lá o que for,
não é parte integrante de qualquer tipo de argumento que sustente 
as coisas que tinha falado quando misturou a Bíblia e a sua opinião.


Flávio escreveu:Um típico mítico, de cultura dita "cristã", 
adota a seguinte postura em relação a Deus:

Flávio, isso é o que você diz, e não é a verdade
nem tão pouco está próximo dela.


Flávio escreveu:"Deus é um juiz justo. “Ele” é considerado um ser divino separado da criação e falado apenas em termos masculinos
quando palavras específicas de gênero são usadas. Deus vive no céu, mas desceu até nós em Jesus. Deus é amoroso e vingativo.
Deus é considerado apenas em termos de 2ª pessoa,
ou seja, como um ser separado com o qual se pode conectar-se pessoal e intimamente.

Você deve pensar que todos são trinitarianos pensando e crendo
num "deus" composto por 3 pessoas,, ERRO SEU.


E se isso é aquilo que chama de "leitura mítica", então ainda vai a tempo de
reler e CORRIGIR essas ditas "definições", porque no fim você só terá perdido
tempo andado a enganar-se a si mesmo.

Nem todos acreditam na trindade Flávio, leve isso em conta.


Flávio escreveu:A igreja tradicional está frequentemente em conflito com a perspectiva de Deus 
na terceira pessoa revelada na ciência em torno da teoria da evolução."

E o que é que a igreja tradicional tem a ver com o tal "estágio mítico"
que você veio (sem qualquer contexto) apontar ao Tzaruch ?


Já reparou que está a misturar assuntos e coisas sem qualquer ligação
para tentar apresentar uma "imagem" de alguém que não 
corresponde á realidade nem á verdade ?


Flávio escreveu:Meu trabalho vai adentrar outros aspectos, 

Se isso acima é parte do seu trabalho,, então já começou mal.

No chamado "leitor mítico" ou que diz estar no "estágio mítico" você sem 
qualquer base incluiu uma crença sem fundamento chamado de "trindade",
e ainda juntou ideias da igreja tradicional.

Esquecendo claramente que não pode incluir quem quiser nos tais supostos
estágios, nem ainda misturar a igreja tradicional como regra para definir
ou caracterizar a quem se está a dirigir ou a incluir. 


Flávio escreveu:como o nível de moralidade típico de cada estágio. 

Como é que vai fazer isso se já erradamente incluiu o Tzaruch num "estágio mítico"
onde diz que ele adota posturas em relação a DEUS que NÃO SÃO VERDADE ?


Onde foi que você ou alguém leu escrito numa resposta que DEUS é considerado
apenas em termos da 2ª pessoa como se o mesmo cresse na dita "trindade" ?


Para falar de moralidade comece primeiro por falar a VERDADE, até agora
esse estágio "mítico" que diz está completamente aquém da realidade.


Flávio escreveu:No estágio mítico ele é etnocêntrico. 

Com certeza isso é apenas a sua opinião, e como sabe por vezes
as opiniões podem ser ofensivas, como é o caso presente.


https://www.dicio.com.br/etnocentrico/

Significado de Etnocêntrico

adjetivo


Que considera outras sociedades ou povos 
como inferiores ao seu próprio grupo étnico.


Etimologia (origem da palavra etnocêntrico). Etno + cêntrico.


Se você considera outras sociedades ou povos como inferiores
ao seu grupo étnico, então é você quem está claramente
INSERIDO nesse tal grupo mítico que tem vindo a descrever.


Flávio escreveu:Por isso, o mítico é avesso a ampla pluralidade. 

Novamente a sua opinião, e novamente a fazer acusações infundadas
sobre determinado membro do fórum, que quer queira quer não,
são afirmações e descrições ofensivas e não passam de tentativa
de atribuição de características pessoais que não tem como provar.

Flávio escreveu:Adota literalmente o texto bíblico, 
para escândalo do apóstolo Paulo, 

Literalmente você poderia ter escolhido um MELHOR TRABALHO,
porque até agora e pelo que caracteriza por "típico mítico",
você está LONGE de ter acertado em alguma coisa

Flávio escreveu:e mais digo só no trabalho. 

Se for a continuação daquilo que já escreveu até agora,
vai ser realmente "interessante" e mais interessante será
a exposição de cada falha e erro que postar.


Flávio escreveu:Vou silenciar agora para me incumbir dele.

Tanta conversa e não respondeu a NADA de NADA sobre a Msn Nº12.

Supostamente é um tópico para debater, o que parece não estar a acontecer,
desviou de todos os erros que lhe foram apontados.

FLávio escreveu:Agora Tzaruch, pode dizer que eu não digo coisa com coisa, 

Pode dizer e provar, assim como qualquer um que esteja a acompanhar o tópico
e tenha o mínimo de noção do que é um DEBATE.

Flávio escreveu:que eu fugi do debate, 

Tem dúvidas ?  (não deu uma para a caixa)

Você se antes tinha respondido em "outra dimensão" agora continuou nessa
dimensão totalmente alheio ao que lhe tinha sido respondido.


Aparentemente está mais interessado num tal "trabalho", que tem a função
indicar características que não coincidem com os sujeitos apontados  
que você por certo não gostaria que lhe fossem atribuídas ou apontadas. 

Flávio escreveu:que eu fui refutado, 

Antes foi outra refutação, na Msn Nº13 você foi mesmo refutado dentro do seu
próprio "trabalho", pois apontou coisas que não são, e chamou de etnocêntrico
e avesso a ampla pluralidade a quem não o é.


Falou coisas que NÃO poderá provar, e se continuar com esse tipo de adjetivação
chegará no ponto que se tornará ofensivo até para as regras do fórum.

Flávio escreveu:que eu não demonstrei a prova, 

Se tivesse demonstrado estaria em algum lugar,, portanto, fica de seguida
para caso você queira tentar provar alguma coisa.


_Flávio_
Quanto à sua tipologia de leitura, ela se situa no estágio mítico. 



Você disse que a tipologia de leitura do Tzaruch se situa no estágio mítico,
portanto, segundo as suas próprias definições de "estágio mítico", cite lá
cada um dos pontos e mostre onde estão as provas para que você
tenha acusado COISAS QUE NÃO SÃO VERDADE.



Um típico mítico, de cultura dita "cristã", adota a seguinte postura em relação a Deus:
 Deus é considerado apenas em termos de 2ª pessoa


Um típico mítico, de cultura dita "cristã", adota a seguinte postura em relação a Deus:
No estágio mítico ele é etnocêntrico.

Um típico mítico, de cultura dita "cristã", adota a seguinte postura em relação a Deus:
Por isso, o mítico é avesso a ampla pluralidade


Um típico mítico, de cultura dita "cristã", adota a seguinte postura em relação a Deus:
Adota literalmente o texto bíblico, para escândalo do apóstolo Paulo


Mostre e PROVE onde o Tzaruch falou essas coisas para que você
tenha vindo lhe apontar essas frases ?

Flávio escreveu:que eu não me baseei na Bíblia. 

2ª e 3ª pessoa é invenção da trindade, portanto do pouco que tentou falar
da Bíblia na Msn Nº13, é certo que não tem base bíblica.

Flávio escreveu:Faça um post caudaloso, com quadrinhos multicoloridos. 

Para quê,, gosta de ser refutado ?


E você ignora tudo e desvia de responder porque não tem argumentos.

Só vem é falar de um tal "seu trabalho" que nem sequer combina com a realidade.


Flávio escreveu:Eu me divirto

Com certeza se diverte mais quando fica sem saber responder, porque lhe faltam 
as palavras e os argumentos válidos para conseguir interagir num debate.

Flávio escreveu: e, sem ofensa, 

Os adjetivos que tem usado para "descrever" os tal "estágio mítico"
começaram a se revelar ofensivos, considere pois em rever esses pontos
antes de voltar a falar do seu trabalho, não se vá dar o caso
dele nem chegar a ser terminado.


Flávio escreveu:tenho compaixão de você, em certas circunstâncias. 

Por qual motivo desta vez ?


Flávio escreveu:E lhe quero o bem, 

Se quer o bem faça duas coisas, remova o Tzaruch desse tal estágio
que inventou, e não volte a usar os mesmos adjetivos nem a apontar
coisas que claramente ele até agora não deixou escrito.


Flávio escreveu:por isso o meu trabalho para esclarecer certas coisas. 

Seu dito "trabalho" não esclareceu NADA sobre o Tzaruch, porque
só apontou coisas que não são, e assim veio foi complicar.


Pelas características e definições até agora apresentadas, 
o seu trabalho é natimorto pois se baseia em afirmações
irreais e aponta ás pessoas coisas que não são verdade.

Flávio escreveu:Obrigado pelo estímulo que você me dá. 
Eu aprendo também. 

Então faça um esforço para ir afirmando coisas que sejam a verdade 
e que onde de fato tenha como mostrar e provar que as pessoas dos tais
estágios sejam EXATAMENTE como você diz que são.


Também não faz muito sentido o desviar dos argumentos vindo com outros assuntos,
porque dessa forma você não estará a aprender nem a seguir o debate, estará tão
somente a seguir as suas próprias definições e afirmações.

Flávio escreveu:Um forte e sincero abraço.

Outro para você, e não se aborreça, é um DEBATE, e na troca de argumentos
os seus ainda não podem ser considerados porque não foram sequer postados.


Também não fique ofendido acerca dos PROBLEMAS apontados ao seu "trabalho"
pois é na critica e na refutação que você poderá MELHORAR a sua redação.


E já que é um "trabalho" e ele parece ser sério, então pode ter a certeza
que o mesmo será alvo de um COMPLETO e DETALHADO escrutínio,
principalmente tudo que falar e afirmar acerca da Bíblia.



E o ESCRUTÍNIO começa agora mesmo.....


Nas seguintes páginas falam sobre o tal PENSAMENTO MÍTICO.


http://www.projeto.unisinos.br/humanismo/antropos/mito

O pensamento mítico está, então, muito ligado à magia, ao desejo, 
ao querer que as coisas aconteçam de um determinado modo. 


 É a partir disso que se desenvolvem os rituais como meios 
de propiciar os acontecimentos desejados. 


O ritual é o mito tornado ação
Os exemplos são inúmeros: já nas cavernas de Lascaux e Altamira, 
o homem do Paleolítico (10000 a 5000 a.C.) desenhava os animais, 
dentro de um estilo muito realista, e depois "atacava-os" com flechas, 
 para garantir o êxito da caçada.  






https://silo.tips/download/homem-cultura-e-sociedade-5

O homem na sua diferença cultura

3.4 A Antropologia estruturalista de Lévi-Strauss

1962
Pensamento selvagem

“O O antropólogo Claude Lévi-Strauss estudou o “pensamento selvagem” para
mostrar que os chamados selvagens não são atrasados nem primitivos, 
mas operam com o pensamento mítico.”
(Chauí 2000, p.204)



O seu problema começa bem na base de tudo, e se tivesse entendido corretamente
o assunto do pensamento mítico não o teria tentado aplicar como o tem feito neste tópico.


Por essas falhas veio apontar determinadas coisas sem qualquer sentido, tal como dizer
que alguém tem uma topologia de leitura no estado mítico, e de seguida ter apontado 
coisas como "ser etnocêntrico"  ou ainda "avesso a ampla pluralidade". 


Sem esquecer aquelas conversas da trindade com as 3 pessoas etc.



Tudo isso é FORA do contexto da realidade, e foram afirmações totalmente
desnecessárias e inconvenientes que fez.


A falta de domínio sobre o assunto levou você a ter aplicado o mesmo
de forma tão errada como acima se pode confirmar.



É de espera que na eventual continuação, o seu "trabalho" irá começar a
sair bem mais aprimorado do que aquilo que se pode constatar até agora.




Por isso Flávio, tente corresponder com as expectativas.



avatar
Flávio Santos
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 76
Idade : 43
Cidade/Estado : Curitiba/Paraná
Religião : nenhuma
Igreja : nenhuma
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 138
Data de inscrição : 06/01/2014

Sobre o Amor ou Caridade - Página 2 Empty Re: Sobre o Amor ou Caridade

Mensagem por Flávio Santos em Qua 16 Set 2020, 07:27

Prezado Tzaruch,

os termos que utilizei como 2a. pessoa e 3a. pessoa nada se referem à Trindade. Elas se referem ao Modelo  de quadrantes descoberto e desenvolvido pelo filosófo Ken Wilber, que vem sendo utilizado em todo o mundo, em vários campos do saber. Os termos "mítico" e "etnocêntrico", por exemplo, não devem ser extraídos de um dicionário não afeto ao tema de estágios de consciência. Quando disse que você era "mítico" sem ofensa, cabe esclarecer o seguinte:

- o termo mítico deriva do estudo onde o pesquisador Jean Gebser classifica vários estágios de consciência, começando do menos autônomo ao de maior autonomia - arcaico, mágico, mítico, racional, pluralista, integral. Disse sem ofensa por isso. Mas o mítico pode ser classificado noutro sistema - o da Dinâmica em Espiral - e você pertence então ao vMeme azul. Ou adotando outra classificação - Magenta.

- quanto ao etnocêntrico nada é como o leigo vê numa leitura apressada e num dicionário preconceituoso:
O Dicionário Houaiss é menos preconceituoso:

"visão de mundo característica de quem considera o seu grupo étnico, nação ou nacionalidade socialmente mais importante do que os demais."

Mas o trabalho esclarecerá melhor o termo e seu uso. O conceito é bem mais aprofundado quando aplicado aos estágios de consciência.

Quanto ao indivíduo pertencer a um estágio ou não, isso não o desmerece. Só que a consciência do seu pensamento, faz compreender como ele enxerga o mundo. Não podemos achar que abarcamos a verdade absoluta. Compreendendo a nossa posição, esclarecida pela pesquisa intensa da ciência, e corroborada pela Bíblia dos estágios diferenciados de consciência - "vós não podeis ainda comer alimento sólido" - somos mais humildes e buscamos crescer. Esse deve ser o mote.

Peço que não se precipite em conclusões sobre o trabalho. Questione e você me ajudará bastante e direcionará o meu trabalho para melhor. Aquilo que já expus acima não dá o retrato fiel do que vai ser a apresentado. Um abraço.
avatar
Adelia Franchi
- Iniciante -
- Iniciante -

Status : sociologia com extensão em antropologia
Sexo : Feminino
Número de Mensagens : 20
Idade : 36
Cidade/Estado : Florianópolis/Santa catarina
Religião : cristã por opção
Igreja : indefinida
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 2
Pontos de participação : 41
Data de inscrição : 13/07/2020

Sobre o Amor ou Caridade - Página 2 Empty Re: Sobre o Amor ou Caridade

Mensagem por Adelia Franchi em Qua 16 Set 2020, 22:02

O debate está muito interessante, mas observo que está se afastando do tema central

Em termos gerais, o etnocentrismo, dentro do estudo de antropologia social, consiste no estudo de grupos humanos, com foco em suas características peculiares em função da etnia.
Entretanto, o termo encerra um certo sentido presunçoso em razão de sua tendência comparativa.

Da enciclopédia  www.treccani.it

Etnocentrismo: Termo criado pelo sociólogo G. W. Summer (Folkways, 1907) para indicar a tendência a julgar os membros, a estrutura, a cultura e a história de grupos diferentes do próprio, em relação aos valores, às normas e aos hábitos aos quais se foi educado. Quase sempre o etnocentrismo implica na supervalorização da própria cultura e consequente depreciação da cultura de outros.


etnocentrismo Termine coniato dal sociologo G.W. Sumner     (Folkways, 1907) per indicare la tendenza a giudicare i membri, la struttura, la cultura     e la storia di gruppi diversi dal proprio, con riferimento ai valori, alle norme e ai costumi ai quali si è stati educati. Quasi sempre l’e. comporta la supervalutazione della propria cultura e, di conseguenza, la svalutazione della cultura altrui.


Deus nos abençõe, Adelia F


GOSTO
NÃO GOSTO
Tzaruch
Tzaruch
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Na Paz.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 7150
Idade : 48
Cidade/Estado : Ilha
Religião : DEUS
Igreja : As 7 Igrejas
País : Na Terra.
Mensagens Curtidas : 129
Pontos de participação : 15577
Data de inscrição : 04/11/2014

Sobre o Amor ou Caridade - Página 2 Empty Re: Sobre o Amor ou Caridade

Mensagem por Tzaruch em Qua 16 Set 2020, 22:24


Resposta á Mensagem Nº18

Olá Flávio.





Flávio escreveu:os termos que utilizei como 2a. pessoa e 3a. pessoa nada se referem à Trindade.

Elas se referem ao Modelo de quadrantes descoberto e desenvolvido
pelo filosófo Ken Wilber,
que vem sendo utilizado em todo o mundo, 
em vários campos do saber. 



Então faça o favor de ter a gentileza de citar as palavras de Wilber com essa
referência, e o respectivo LINK para uma página onde tal pode ser constatado.





Mas não se esqueça do CONTEXTO.









avatar
Flávio Santos
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 76
Idade : 43
Cidade/Estado : Curitiba/Paraná
Religião : nenhuma
Igreja : nenhuma
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 138
Data de inscrição : 06/01/2014

Sobre o Amor ou Caridade - Página 2 Empty Re: Sobre o Amor ou Caridade

Mensagem por Flávio Santos em Qui 17 Set 2020, 06:24

Caro Tzaruch,

vou abordar o modelo de quadrantes do Ken Wilber no trabalho e darei referências bibliográficas. Atualmente o modelo de Wilber é talvez o único que englobe a abordagem integral. E essa abordagem ajuda a compreender a própria Bíblia no seu estágio de visão de mundo específico, estágio excepcional de consciência. Isso não pode ser e não é assunto de simples cata de matéria grosseira na internet. Exige uma reverência profunda para compreender o assunto devidamente.

Em respeito aos participantes deste Fórum e a você, principalmente, disse que capricharia no trabalho. Vejo que terei um longo percurso a percorrer. Ainda outra parte o trabalho teológico. É trabalho e tanto. Demoro mas cumpro.

Um abraço.
avatar
Adelia Franchi
- Iniciante -
- Iniciante -

Status : sociologia com extensão em antropologia
Sexo : Feminino
Número de Mensagens : 20
Idade : 36
Cidade/Estado : Florianópolis/Santa catarina
Religião : cristã por opção
Igreja : indefinida
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 2
Pontos de participação : 41
Data de inscrição : 13/07/2020

Sobre o Amor ou Caridade - Página 2 Empty Re: Sobre o Amor ou Caridade

Mensagem por Adelia Franchi em Qui 17 Set 2020, 07:28

Faço os melhores votos a Flavio. para que prossiga na realização de seu trabalho.
O assunto é muito bom e merece ser aguardado com interesse.
Contudo, repito, os debates estão fora do tema do tópico.
avatar
Flávio Santos
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 76
Idade : 43
Cidade/Estado : Curitiba/Paraná
Religião : nenhuma
Igreja : nenhuma
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 138
Data de inscrição : 06/01/2014

Sobre o Amor ou Caridade - Página 2 Empty Re: Sobre o Amor ou Caridade

Mensagem por Flávio Santos em Qui 17 Set 2020, 07:41

Adelia Franchi escreveu:O debate está muito interessante, mas observo que está se afastando do tema central

Em termos gerais, o etnocentrismo, dentro do estudo de antropologia social, consiste no estudo de grupos humanos, com foco em suas características peculiares em função da etnia.
Entretanto, o termo encerra um certo sentido presunçoso em razão de sua tendência comparativa.


Cara Adelia, não sei se você se refere a mim por eu atribuir característica etnocêntrica ao estágio mítico de consciência, e eu também atribuir ainda esse estágio à visão de mundo do nosso colega Tzaruch. Creio que utilizarei o sistema de valores da Dinâmica em Espiral, para não ferir suscetibilidades.

Entretanto, mesmo o "etnocentrismo" trazido por você do sociólogo G. W. Summer, é suspeitoso que não se encaixe aqui neste tópico.

Eu disse na mensagem nº 5 que, "porque o AMOR perfeito lança fora o pecado, tira o véu dos olhos, e ama todos os seres humanos, homicida ou não, homossexual ou não, etc. O AMOR levanta os homens, dá-lhe dignidade."

Que diz o Tzaruch na mensagem seguinte (nº 6), por exemplo?

"Ficarão de fora os cães e os feiticeiros,
e os que se prostituem,
e os homicidas, e os idólatras,
e qualquer que ama e comete a mentira.
-Apocalipse 22:15 ACF-


Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos,
e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores,
e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos,
a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre;
o que é a segunda morte.
-Apocalipse 21:8 ACF-


Não erreis:
nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros,
nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões,
nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes,
nem os roubadores herdarão o reino de Deus.
-1 Coríntios 6:10 ACF-"


Eu digo que o AMOR abrange todos, sem exceção, e cito textualmente o HOMICIDA, o HOMOSSEXUAL. O Tzaruch sublinha essa minha passagem e traz os textos acima, como por via transversa dizendo que o AMOR não abrange ou não deve abranger tais pessoas, pois tais pessoas estão excluídas do Reino de Deus, e isso é uma exigência bíblica. Pela leitura literal da passagem dele, nem "tímido" entra no Reino dos Céus. Mas isso é história que não convém polemizar aqui e nem dizer o que é o tal Reino de Deus. É por isso que não quis apontar nada para não criar polêmicas desnecessárias.

Vou repetir a todos, aguardem o meu trabalho e tudo fará melhor sentido e o termo etnocêntrico ganhará novos contornos na abordagem integral que farei. Puxa, estou assumindo encargo monstruoso aqui.

Renovo meu respeito ao Tzaruch, que me tem sido um companheiro que me faz dedicar no estudo integral. A você também, Adelia, por enriquecer o debate.


Editando: eu não vi a sua postagem recente de hoje de manhã (17/09/2020) - Desculpe-me por isso.
avatar
Flávio Santos
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 76
Idade : 43
Cidade/Estado : Curitiba/Paraná
Religião : nenhuma
Igreja : nenhuma
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 138
Data de inscrição : 06/01/2014

Sobre o Amor ou Caridade - Página 2 Empty Re: Sobre o Amor ou Caridade

Mensagem por Flávio Santos em Qui 17 Set 2020, 07:54

Esse texto eu já havia preparado ontem (16/09/2020)

Caros, entendo que essas são algumas das recomendações bíblicas a aplicar no dia a dia. (Passagens bíblicas da versão Almeida Revista e Atualizada)

a) Epístola aos Filipenses 4:8  

Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.

b) Evangelho de Mateus:

5:43  Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo.
5:44  Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem;
5:45  para que vos torneis filhos do vosso Pai celeste, porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons e vir chuvas sobre justos e injustos.
5:46  Porque, se amardes os que vos amam, que recompensa tendes? Não fazem os publicanos também o mesmo?
5:47  E, se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os gentios também o mesmo?
5:48  Portanto, sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai celeste.


Sejamos perfeitos, amando a todos os seres, todos os seres humanos –homicidas, homossexuais, e outras minorias, porque Deus não faz acepção de pessoas, pois “Ele mesmo é quem dá a vida a todos, respiração e tudo mais. Pois nós n’Ele vivemos, nos movemos e existimos” (para a metade final deste parágrafo, veja Atos, cap. 17, v. 24 e seguintes).

Se todos vivemos em Deus e temos existência n’Ele, naturalmente que não devemos excluir ninguém do amor. Exclusão de alguém que seja é hipocrisia, não é amor. É justa, portanto, a seguinte observação:


1 João_4:20  Se alguém disser: Amo a Deus, e odiar a seu irmão, é mentiroso; pois aquele que não ama a seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê.


Nota. O termo “plural” é muitas vezes mal interpretado, mas se significar maior círculo de inclusão de todos os seres humanos à dignidade, a Bíblia é um livro memorável, se interpretado com os olhos do AMOR.
avatar
Flávio Santos
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 76
Idade : 43
Cidade/Estado : Curitiba/Paraná
Religião : nenhuma
Igreja : nenhuma
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 138
Data de inscrição : 06/01/2014

Sobre o Amor ou Caridade - Página 2 Empty Re: Sobre o Amor ou Caridade

Mensagem por Flávio Santos em Qui 17 Set 2020, 21:35

A mensagem acima (nº 24), contém passagens talvez até bastante difíceis para uma pessoa suportar, como amar os inimigos. Mas isso é uma ilusão. Nós temos força interior suficiente para ultrapassarmos a barreira da inimizade, que é uma ilusão do ego.

Como citei verbalmente uma passagem de Atos, cap. 17, Deus é quem n’Ele vivemos, nos movemos e existimos. E é Ele o dom da graça que nos reconcilia com todas as criaturas. Deus sim é Amor.

Tzaruch é alma existente no Indizível Ser, Adelia é outra face em criatura do mesmo Ser. Todos, pecadores ou não, salvos ou não, somos amados em Deus. Se me houver tempo, gostaria de colacionar partes da Bíblia que enaltecem o ser humano, e condenam o "homem", isto é, o ego. São duas coisas distintas - o ser humano e o "homem". Desculpem a minha inconveniência. Abraço a todos.
Tzaruch
Tzaruch
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Na Paz.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 7150
Idade : 48
Cidade/Estado : Ilha
Religião : DEUS
Igreja : As 7 Igrejas
País : Na Terra.
Mensagens Curtidas : 129
Pontos de participação : 15577
Data de inscrição : 04/11/2014

Sobre o Amor ou Caridade - Página 2 Empty Re: Sobre o Amor ou Caridade

Mensagem por Tzaruch em Sex 18 Set 2020, 00:59


Resposta à Mensagem Nº21

Olá Flávio.




Flávio escreveu:vou abordar o modelo de quadrantes do Ken Wilber 
no trabalho e darei referências bibliográficas. 

Por acaso tem noção do acumular de coisas que tem vindo a deixar
para trás sempre com uma "promessa" de no futuro explicar ?

Assim fica mesmo complicado, você deixa TUDO para depois.


Qualquer pergunta feita, é para depois, qualquer explicação solicitada,
é para depois, qualquer detalhe que ajudaria a entender certo assunto
de forma a haver continuidade, TAMBÉM é para depois.


Pois além de você não estar a justificar as afirmações que vai fazendo,
também ninguém o poderá ir acompanhando por falta de explicações
sobre as coisas que continuamente tem vindo a dizer.


Flávio escreveu:Atualmente o modelo de Wilber é talvez o único que englobe a abordagem integral. 
E essa abordagem ajuda a compreender a própria Bíblia no seu estágio de visão 
de mundo específico, estágio excepcional de consciência. 

Dessa forma você é talvez o único que saiba do que está a falar, e não adianta
nada dizer que é um modelo único se você mesmo desvia de dar qualquer
explicação,, ficando apenas a "promessa" que mais tarde se explicará.


Quando chegar o momento de explicar alguma coisa é certo que o assunto
já passou, e pode ter a certeza que ninguém o acompanhou.

FLávio escreveu:Isso não pode ser e não é assunto de simples 
cata de matéria grosseira na internet. 

Se não consegue citar um SIMPLES ponto de uma dita obra e mostrar
onde quando e como o autor trata esse assunto das 2ª e 3ª pessoa,
no fim muito menos irá conseguir explicar tal coisa.


Para uma conversa ou assunto ir crescendo e evoluindo é preciso que 
quem acompanhe também vá acompanhando no entendimento, se perder
pontos pelo meio, quando chegar no fim já estará mais que confuso.


Porque faltando certos entendimentos o sentido geral acaba perdido.

Flávio escreveu:Exige uma reverência profunda para compreender o assunto devidamente.

Não é possível que isso seja como você diz, e se for como diz, ainda é mais complicado,
porque a sua conversa deixa de evoluir exatamente nesses pontos que supostamente
só você entende, e nem no fim tal será compreendido.


As coisas (assuntos) precisam de ter princípio meio e fim, quem anda aos "saltos"
para a frente e para trás não só fica perdido como faz os outros ficarem perdidos
no assunto que está a falar.


Flávio escreveu:Em respeito aos participantes deste Fórum e a você, principalmente, 
disse que capricharia no trabalho. 

O mais certo é no fim ter de voltar ao princípio, porque você segue em uma
"caminhada" de forma isolada, é como se estivesse a falar sozinho quando
não explica e justifica os detalhes das suas afirmações.

Flávio escreveu:Vejo que terei um longo percurso a percorrer. 

Mais longo do que possa imaginar....



https://forumevangelho.forumeiros.com/t3237p1035-voce-realmente-acredita-em-tudo-o-que-esta-escrito-na-biblia#122834

No tópico acima citado desde o dia 05/09/2020 que é esperado que você mostre
CLARAMENTE um tal de equivoco que disse ter a IMPRESSÃO de ter visto.



De seguida algumas das suas frases, onde vai adiando para depois,
é sempre tudo para o fim, e quem quiser que acompanhe.





Sobre o Amor ou Caridade - Seg 14 Set 2020, 

 Esse estágio é um dentre os vários estágios hierárquicos de consciência. 
Eu explicarei com detalhes depois. Lembra que estou devendo um retorno noutro tópico? 

Fiz de supetão. Vou caprichar na minha dívida com você






Sobre o Amor ou Caridade - Seg 14 Set 2020, 

Vou, se aprovarem, naturalmente, e eu, de minha parte, novamente, 
reforçar que farei um estudo sobre o assunto, abarcando melhor seu último apontamento.





Sobre o Amor ou Caridade - Ter 15 Set 2020, 

Meu trabalho vai adentrar outros aspectos, como o nível de moralidade típico de cada estágio. 
No estágio mítico ele é etnocêntrico. Por isso, o mítico é avesso a ampla pluralidade. Adota literalmente o texto bíblico, para escândalo do apóstolo Paulo, 
e mais digo só no trabalho. Vou silenciar agora para me incumbir dele.





Sobre o Amor ou Caridade - Ter 15 Set 2020, 

No trabalho a ser apresentado, demonstrarei as passagens bíblicas pertinentes, 
bem como a visão pertinente de relações humanas.





Sobre o Amor ou Caridade - Ter 15 Set 2020,

Cabe esclarecer que quando disse que "eu me divirto" com certas postagens, 
não é para diminuir a pessoa do Tzaruch, é porque elas apresentam falácias e contradições. 
Só não as aponto para não criar polêmicas desnecessárias. 
 Mas como eu estou acusando esse fato, vou fazer um adendo ao trabalho dando prova disso. 

Por certo se conseguir apresentar essas falácias e contradições
esse será o auge de todo o seu trabalho,,, se conseguir.....





Sobre o Amor ou Caridade - Qua 16 Set 2020,

Mas o trabalho esclarecerá melhor o termo e seu uso.
Aquilo que já expus acima não dá o retrato fiel do que vai ser a apresentado.




Sobre o Amor ou Caridade - Qui 17 Set 2020, 

Isso não pode ser e não é assunto de simples cata de matéria grosseira na internet. 
Exige uma reverência profunda para compreender o assunto devidamente.
Vejo que terei um longo percurso a percorrer. 
Ainda outra parte o trabalho teológico. 
É trabalho e tanto. 
Demoro mas cumpro.



De fato o percurso está a ficar cada mais mais longo, mas só mesmo por sua escolha,
pois querendo abranger tantos temas e tantos pontos que inclusive ainda não domina, 
tem vindo a adiar cada vez mais coisas que nem conseguirá explicar devidamente.


Sem esquecer que escolheu um tópico nada adequado para o que tenta apresentar.


Flávio escreveu: Ainda outra parte o trabalho teológico. É trabalho e tanto. 

É uma escolha que você está a fazer, e por isso também terá de viver com ela.

Flávio escreveu:Demoro mas cumpro.

Desde que não se esqueça de cumprir com o ponto de provar o tal equivoco, 
e as tais falácias e contradições do Tzaruch,, então está tudo certo.


Porque no restante você já tem tudo muito confuso, que até o mais atento dos leitores
não tarda muito irá perder o interesse em ler aquilo que escreve por ficar desapontado.


Você tenta explicar um "assunto" com partes inacabadas e sem finalizar a devida
explanação dos pontos intermédios, e ainda com significados que só mais na frente
talvez vá explicar, e isso faz o seu "trabalho" ficar todo confuso e sem orientação.






Entretanto, ficará depois uma resposta à sua Msn Nº18, á qual se possível faça
uma atenção redobrada, existem lá pontos que convinha acatar.

Tzaruch
Tzaruch
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Na Paz.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 7150
Idade : 48
Cidade/Estado : Ilha
Religião : DEUS
Igreja : As 7 Igrejas
País : Na Terra.
Mensagens Curtidas : 129
Pontos de participação : 15577
Data de inscrição : 04/11/2014

Sobre o Amor ou Caridade - Página 2 Empty Re: Sobre o Amor ou Caridade

Mensagem por Tzaruch em Sex 18 Set 2020, 02:40


Resposta á Mensagem Nº18

Olá Flávio.




Flávio escreveu:os termos que utilizei como 2a. pessoa e 3a. pessoa nada se referem à Trindade.


Mas é EXATAMENTE isso que parece e dá a entender,, confira.


__Flávio__
Deus vive no céu, mas desceu até nós em Jesus. Deus é amoroso e vingativo. 
Deus é considerado apenas em termos de 2ª pessoa, ou seja, 

como um ser separado com o qual se pode conectar-se pessoal e intimamente.



A sua conversa indica claramente trindade, porque a trindade 
diz "Pai, Filho, Espírito Santo", e começa na 1ª, 2ª e 3ª pessoa.

Você na mesma sequência falou da 2ª pessoa, e de igual forma
apontou JESUS no qual diz que DEUS nele desceu até nós.


Por isso, é evidente que qualquer um entende que fala de trindade,
não só pelo Nº de pessoas, como pela "função" que lhes atribuiu.

Flávio escreveu:Elas se referem ao Modelo  de quadrantes descoberto e desenvolvido 
pelo filosófo Ken Wilber, que vem sendo utilizado em todo o mundo, 
em vários campos do saber. 


Esta parte resultou na pergunta separada que aguarda resposta,
porque você mais uma vez deixou para depois.

Flávio escreveu:Os termos "mítico" e "etnocêntrico", por exemplo, 
não devem ser extraídos de um dicionário não afeto 
ao tema de estágios de consciência. 

Você não está a falar a sério pois não ?


É uma "obra" com dicionários próprios ?



Qual é o filósofo ou autor de uma obra que usa termos com significados
do conhecimento GERAL mas que inventa um dicionário "afeto" só
ao tema para dar às mesmas palavras outros significados ?


Um autor de um livro ou de uma obra sabe que se está a dirigir a certo
e determinado tipo de leitor, e assim o mesmo sempre escolhe SIMPLIFICAR
o entendimento dos seus escritos com termos já conhecidos dessa audiência.


Ele não cria um vocabulário ou dicionário próprio com definições diferentes
daquelas que o leitor já sabe, porque isso só iria confundir esse leitor, e na
eventualidade de algum termo ter definição especifica, então o mesmo
deixará isso bem claro no começo de forma a evitar mal entendidos.


Mudar o significado dos termos tornaria necessário "reeducar" os leitores,
o que certamente não faz nenhum sentido.



Por isso, os termos "mítico e etnocêntrico" tem EXATAMENTE o significado
e peso que todos poderão consultar em seus dicionário, ou ainda que já o
saibam por terem obtido esse conhecimento antes.


Assim, se isso foi uma "tentativa" de amaciar alguma coisa, 
saiba que não resultou, os termos usados são aquilo que são.

Flávio escreveu:Quando disse que você era "mítico" sem ofensa, 
cabe esclarecer o seguinte:

Você até agora ainda não entendeu que o primeiro e maior erro que cometeu
nesse seu "trabalho" foi usar alguém que participa no tópico para ser como
exemplo ou "cobaia" daquilo que diz ser "o seu trabalho" ?


Se você tivesse sido mais vago no apontar do dedo, não indicando ninguém 
em concreto, por certo não teria havido metade das falhas apontadas.


E assim o "trabalho" que ainda não tinha evoluído foi sabotado por logo
no princípio querer parecer já terminado com conclusões erradas.


Flávio escreveu:- o termo mítico deriva do estudo onde o pesquisador Jean Gebser 
classifica vários estágios de consciência, começando do menos autônomo 
ao de maior autonomia - arcaico, mágico, mítico, racional, pluralista, integral. 

Termo esse que não indicando alguém em concreto e colocado no seu 
devido lugar estaria de acordo com o seu próprio contexto.

Flávio escreveu:Disse sem ofensa por isso. 

Pense no seguinte, verifique as obras de todos aqueles que tem vindo a citar,
e depois confira se eles cometeram os erros que você tem vindo a cometer
neste tópico, com certeza irá ficar surpreso depois de confirmar.

Flávio escreveu:Mas o mítico pode ser classificado noutro sistema - o da Dinâmica em Espiral - 
 e você pertence então ao vMeme azul. 
Ou adotando outra classificação - Magenta.


Já reparou que você está a falar de coisas que a maioria dos leitores
não faz a mínima daquilo que está a dizer ?


Eles não sabem se isso é bom ou se é mau, não sabem que tipo de significados
poderão estar "ATRELADOS" a esses termos, é tudo uma incógnita que criou.


O que pode ou não pode, o que é ou deixa de ser, e até as "definições" próprias
que você escolha usar, DESDE DE QUE NÃO INCLUA esse "você" pelo meio.

Um dos seus problemas é não conseguir se expressar sem ter alguém
a quem apontar as coisas, é como se estivesse a falar sobre "ninguém",
e assim opta por um "alvo" como se fosse uma orientação.

Flávio escreveu:- quanto ao etnocêntrico nada é como o leigo vê numa leitura 
apressada e num dicionário preconceituoso:


Boa, agora aquele que lê o que está escrito no dicionário além de leigo
é apressado, e por isso o termo "etnocêntrico" deixa de ter o significado
que está claramente descrito e é entendido nesses dicionários.


Sem esquecer que afinal de contas o dicionário "segundo você" é que
é preconceituoso, quando deveria ser esse o significado que está
dentro dele a definir as palavras em questão.



Não existem dicionários preconceituosos, isso é INVENÇÃO SUA

o dicionário não tem ações nem sentimentos próprios, ele é INERTE
nesse sentido, a sua função é descrever e mostrar o sentido e significado
das palavras que nele são consultadas.




ETNOCÊNTRICO vem de ETNIA e de CENTRO "EGOCENTRISMO", se existe algum
preconceito não está no dicionário, está sim nas pessoas que são chamadas
de etnocêntricas, e isso é assim entendido por TODOS, leigos e não leitos.


Inclusive é exatamente dessa forma que o AUTOR da obra escolheu essa palavra,
pois ele queria definir e mostrar as características de determinadas pessoas, 
e assim usou um termo que todos conhecem, e os restantes, consultam o dicionário.

Flávio escreveu:O Dicionário Houaiss é menos preconceituoso:

Só se for na sua interpretação, porque não existem dicionários preconceituosos,
o que existe é palavras que tentam diminuir os verdadeiros significados,
e ai sim, parece que os mais realistas são exagerados. 


Flávio escreveu:"visão de mundo característica de quem considera o seu grupo étnico, 
nação ou nacionalidade socialmente mais importante do que os demais."

Veremos qual será a próxima desculpa,,,....


https://www.dicio.com.br/etnocentrico/

Significado de Etnocêntrico

adjetivo

Que considera outras sociedades ou povos 
como inferiores ao seu próprio grupo étnico.

Etimologia (origem da palavra etnocêntrico). Etno + cêntrico.


Flávio, não existe DIFERENÇA NENHUMA entre o que foi antes citado do 
dicionário (DICIO) e aquilo que agora postou do dicionário Houaiss.


Considerar-se mais importante, ou considerar os outros inferiores
é exatamente o mesmo na forma de classificação que se entende
para diferenciar os dois grupos.



Em ambos os casos um é aumentado e outro é diminuído, ou então,
um é diminuído e o outro é aumentado, NADA MUDA.


Sua "defesa" esteve muito mal ao tentar mostrar menos preconceito
com uma definição que diz EXATAMENTE O MESMO.

Flávio escreveu:Mas o trabalho esclarecerá melhor o termo e seu uso. 

Se você vai "arranjar" dicionários com outras definições para os termos, 
então é certo que irá precisar de reeducar os seus leitores, ou então
encontrar leitores tão leigos que aceitarão essas "definições" como certas.

Flávio escreveu:O conceito é bem mais aprofundado quando aplicado aos estágios de consciência.

Seja qual for a profundidade, o caminho que tem vindo a traçar 
não é o melhor para lá chegar.

Flávio escreveu:Quanto ao indivíduo pertencer a um estágio ou não, isso não o desmerece. 

Então é por isso mesmo que você não se indica a si próprio como esse tal
indivíduo em determinado estágio mítico ?


Isso mesmo, de agora em diante em vez de apontar a um "alvo" exterior,
aponte A SI MESMO, e trate consigo próprio todo e qualquer estágio
que precisa de mostrar.


Dessa forma você dirá apenas o que é certo porque falará na 1ª pessoa,
e evitará apontar aos outros coisas que não são verdade.




Diga assim,,  "" Eu Flávio no estágio mítico sou ETNOCÊNTRICO ""


Vai ver que todos entenderão o significado de etnocêntrico, como uma
pessoa que considera o seu grupo étnico melhor e mais importante 
que os restantes grupos étnicos.


Se tiver algum preconceito,, escolha outro dicionário....

Flávio escreveu:Só que a consciência do seu pensamento, 
faz compreender como ele enxerga o mundo. 

Isso mesmo, você MERECE, mostre a todos como é a consciência 
do seu pensamento, e revele como é que você enxerga o mundo.


Flávio escreveu:Não podemos achar que abarcamos a verdade absoluta. 

Principalmente achar que abarca a verdade absoluta
sobre como os outros pensam, ao ponto de lhes tentar
atribuir "ESTÁGIOS" de pensamento.


Flávio escreveu:Compreendendo a nossa posição, esclarecida pela pesquisa intensa da ciência, 
e corroborada pela Bíblia dos estágios diferenciados de consciência - 
"vós não podeis ainda comer alimento sólido" - 

Você pode de fato falar de si mesmo, e acerca da posição onde pensa 
que se encontra, mas sobre os outros é achar que abarca 
a verdade absoluta até sobre o pensamento deles.

Flávio escreveu:somos mais humildes e buscamos crescer. Esse deve ser o mote.

Se você se focar em si mesmo, que na verdade é quem você melhor conhece,
e tentar se compreender a si próprio antes de tentar compreender os outros,
por certo irá crescer, e MUITO.

Flávio escreveu:Peço que não se precipite em conclusões sobre o trabalho. 

Você por acaso pediu se podia, ou alguém pediu a você para
ser o "alvo" de um dos estágios (mítico) do seu trabalho ?


Por certo nem uma coisa nem outra.


Também não pediu para se precipitar em fazer conclusões
erradas colocando alguém dentro de um estágio sem grande
sentido e que em nada confere com a realidade. 


Pedir é fácil, a falha está em pedir o que não consegue cumprir.

Flávio escreveu:Questione e você me ajudará bastante e direcionará o meu trabalho para melhor. 


Só que você consiga direcionar o seu trabalho para si já seria bom.


Além de ajudar a si mesmo sendo o próprio "objeto" de estudo, ainda enfrentaria
o desafio de primeiro se tentar conhecer para depois melhor conhecer os outros.

Mostre qual é o estágio em que está atualmente, diga o que sente e como foi passar
por estágios anteriores (se já os passou), faça um breve relato de como era e como
é atualmente, aponte os seus defeitos e virtudes, seja o seu próprio "juiz".


Irá ver a vantagem de não precisar que lhe deem respostas, pois você
as terá prontas antes mesmo de ter feito a si as perguntas.


Flávio escreveu:Aquilo que já expus acima não dá o retrato fiel do que vai ser a apresentado. 


Seu "trabalho" deve estar a dar que pensar a muitos dos leitores,
já ninguém sabem onde é o começo, o meio, ou o fim.




De alguma forma você sempre "joga na frente" os assuntos, agora é quase isto
mas depois diz que dá detalhes, mais adiante diz que explicará tudo, e agora
por fim diz que falou coisas que não são um RETRATO fiel do que vai apresentar.



Flávio, vai vir por ai alguma surpresa daquelas que ninguém está á espera ?



É que se não for, não será considerado surpresa, e pelo desenrolar do fio
já se viu até onde ele pode chegar. 




E não se esqueça de fazer o favor de não incluir o Tzaruch nas suas
conclusões erradas e "estágios" fora da realidade, se precisa de um
ALVO,, olhe-se no espelho e aponte a si mesmo.



avatar
Flávio Santos
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 76
Idade : 43
Cidade/Estado : Curitiba/Paraná
Religião : nenhuma
Igreja : nenhuma
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 138
Data de inscrição : 06/01/2014

Sobre o Amor ou Caridade - Página 2 Empty Re: Sobre o Amor ou Caridade

Mensagem por Flávio Santos em Sab 19 Set 2020, 14:29

Resposta à mensagem de Adelia, mensagem nº 22

Adelia Franchi escreveu:Faço os melhores votos a Flavio. para que prossiga na realização de seu trabalho.
O assunto é muito bom e merece ser aguardado com interesse.
Contudo, repito, os debates estão fora do tema do tópico.

Cara Adelia, embora houvesse lido a sua mensagem, peço desculpas pelo atraso em agradecer seus votos. Estou bastante contente com sua confiança.

Eu gosto de exigir um pouco de mim. O trabalho registrará, de forma condensada, creio, pelo menos, trinta páginas no papel formato A4. Será quase uma tese acadêmica. Nunca fiz uma oficialmente, por isso digo quase. Você, Adelia, suponho, que tem vivência acadêmica, entenderá a dificuldade da tarefa que assumi, pelo pouco dos esclarecimentos dos parágrafos seguintes, ainda mais o assunto tão delicado como é a abordagem integral, que não abordei ainda. Você sabe também que o tamanho de páginas de papel não ilustra o empenho despendido numa obra de caráter acadêmico.

Estou lendo ainda “The Religion of Tomorrow” de Ken Wilber. Já, anteriormente, havia lido o de Paul Smith – “Integral Christianity”. Há outros livros de Ken Wilber e outros autores e livros afetos ao tema da abordagem integral, como o da Dinâmica da Espiral, ou do Steven McIntosh (de toque integral), por exemplo, mas os dois primeiros nortearão a base do meu trabalho aqui, porque também abarcam estudos de outros pesquisadores em vários campos científicos e interessam sobremaneira ao caráter da minha proposição aqui.

Não cito os autores acima para demonstrar erudição ou para impressionar a alguém que seja, de forma alguma, porém esclarecer que tipo de leitura sigo e que levo a sério o meu estudo e, por consequência, também minha promessa aqui será baseada – humildemente, naturalmente – no que disponho de meu estudo sobre o tema.

O trabalho será muito de passagens de textos de autores citados ou não, com lastro científico, razão porque qualquer contestação deverá ser remetida também e, especialmente, aos autores citados no trabalho. Se alguém tiver qualquer discordância, deve fazê-la com fundamentos sólidos e científicos contra o estudo e conclusões dos autores trazidos ao conhecimento dos leitores aqui.

Em agosto de 2016 apresentei aqui um sumário prometido que superou dezesseis páginas no formato mencionado acima. Uma abordagem despretensiosa, amadora e bastante simples. Só que o tópico ficou bloqueado, por engano de comunicação, registre-se - e assim não foi possível o debate. Por isso já há precedente de que cumpro o que prometo.

Mas quase como todos aqui, somos trabalhadores autônomos ou empregados - dou consultoria jurídica. Não sou milionário que não precise trabalhar. Por isso não posso me dedicar ao estudo o dia todo. Eu mesmo me imponho a celeridade. Mas cumpro, com o trabalho esmerado, até porque amo o pessoal aqui. Vou adentrar as horas um pouco do sono e finais de semana. Ganho eu bastante também.

A abordagem integral é fundamento do edifício que permite abarcar todos os pontos do debate que prometi aos colegas responder. Sem compreender a abordagem integral, cujo modelo permite diferenciar o estágio carnal e espiritual mencionados pelo apóstolo Paulo, não compreenderemos minimamente os escritos dele também.

Pior, mesmo para os estágios de mente espirituais atuais, de altas esferas de consciência, que eu mesmo sou ainda devedor como realmente requerido, e a culpa é exclusivamente minha, é quase impossível extrair conhecimento correto em muitas passagens do apóstolo e da Bíblia, porque está escrita em linguagem cifrada, alegórica, de código arbitrário, sobre fatos da consciência, com fundo no litígio entre o ego e o espiritual.

Tomei consciência da necessidade da abordagem integral no decorrer dos debates, na minha visão. Estou estudando os fundamentos do edifício neste momento, na medida das minhas forças. Fazendo pesquisas, relendo livros. E com cuidado, desenhando e rascunhando muitas vezes, estudando a forma melhor de apresentação.

Eu confesso que só estou iniciando o estudo bíblico a sério agora - livro que trata da transcendência espiritual -, inclusive o estudo do hebraico por conta, na medida que disponho do tempo. Sem o hebraico, não se tem ferramenta para adentrar a linguagem cifrada empregada na Bíblia. No edifício alegórico-espiritual, há jogo de palavras e hierarquia entre os termos empregados, por exemplo, que a tradução não revela e nivela numa hierarquia só. Termos diferentes no hebraico que denotam conceitos também diferentes são vertidos, muitas vezes, num único termo na tradução, que torna imprestável a hermenêutica mais sã. A maioria das traduções não fica só nisso. A transcendência é marginalizada. Eu quase sucumbo diante do desafio, e tenho que crescer muito ainda mais na minha espiritualidade para poder dar conta adequadamente da tarefa. Que Deus me abençoe.

Desviei-me do foco. Que seja. É preciso silenciar agora sobre o trabalho e apresentá-lo como prometido. Farei em tópico próprio, é claro.

Adelia, enquanto paralelamente vou me dedicando ao estudo, vou dando pitacos aqui, até para relaxar da minha tarefa de consultoria e do encargo assumido aqui, e rever os colegas também. Este tópico é, originalmente, dedicado ao Amor e Compaixão. Vou seguir o desiderato, como você mesma sublinhou. Mas creio que o debate fora do tópico foi de alguma forma salutar. Pus a corda no meu pescoço (risos). Este texto ficou longo.

Você me deu bastante ânimo, Adelia, e tempo para trabalhar bem o assunto.  Agradeço, novamente, de coração, os seus votos. Um forte e caloroso abraço. Flávio

Conteúdo patrocinado

Sobre o Amor ou Caridade - Página 2 Empty Re: Sobre o Amor ou Caridade

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Qua 23 Set 2020, 14:04