F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Participe do fórum, é rápido e fácil

F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


+2
Tzaruch
Aldo Maro Ferraro
6 participantes

Provérbios 14.6


Vasuilvan
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -


Número de Mensagens : 3455
Data de inscrição : 17/11/2011

Provérbios 14.6 - Página 4 Empty Re: Provérbios 14.6

Mensagem por Vasuilvan Qui 08 Abr 2021, 08:27

Marcones escreveu:Boa noite

Vasuilvan
Marcones diz: 
Agora me diz Vasuilvan, onde podemos encontrar essa lei no Velho Testamento (Torá) onde?,
Vasuilvan
Sinceramente, eu estranho muito essa sua pergunta, pois sei que você sabe aonde está expressa essa lei sobre animais impróprios ao consumo humano.
Nesse texto esta me referindo as lei de lavar as mãos antes de comer e não ao contexto de Mateus 15

E não se esqueça, que Israel, é o POVO DE DEUS aqui na terra.
Exato, e todos os preceitos foi dado inclusivo para o povo judeus para a observância do cumprimento rigoroso das leis incluindo a lei dietética, portanto cristãos nenhum tem a obrigação de guarda-las 


Para Deus o ser humano é uma raça única. Raça pecadora que precisa de um Redentor. Para Deus não importa se naquele período o povo de Deus era conhecido pelo nome de Israel ou se hoje o povo de Deus é chamado de Cristão.

É importante conseguir identificar a aplicação e as especificidades das diversas leis apresentadas de forma escrita ao povo de Deus enquanto reunidos como nação. Foi um arcabouço jurídico que representava o caráter santo e justo do Deus criador, contrapondo com as leis das demais nações.

Lei civil = Tratava questões sociais e criminais do povo de Deus;
Lei alimentar = preserva a saúde física e espiritual do povo de Deus;
Lei cerimonial = Providenciava o perdão e apontava para o Redentor;
Lei Moral = Aponta os pecados do povo de Deus.

Vasuilvan
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -


Número de Mensagens : 3455
Data de inscrição : 17/11/2011

Provérbios 14.6 - Página 4 Empty Re: Provérbios 14.6

Mensagem por Vasuilvan Qui 08 Abr 2021, 08:39


Marcones disse : Se a lei dietética e/ou sábado fosse parte de uma lei moral poderia uma lei cerimonial quebranta-lo, como era o caso da circuncisão? (leia João 7:22-23)

Premissa errada, conclusão também errada.
A lei dietética não é moral. Ela não aponta pecados.
O sábado sim, é o quarto mandamento da lei Moral e quebrá-lo é desamor ao criador.
E, realizar serviços e obrigações sagradas no dia do sábado não implica em pecado. Como também colher espigas de milho em situação de necessidade ou fazer o bem no dia de sábado não há culpa.


avatar
Vasuilvan
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -


Status : no perfil, defina seu status.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3455
Idade : 52
Cidade/Estado : BRASÍLIA
Religião : CRISTÄO
Igreja : ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 152
Pontos de participação : 11116
Data de inscrição : 17/11/2011

Provérbios 14.6 - Página 4 Empty Re: Provérbios 14.6

Mensagem por Vasuilvan Qui 08 Abr 2021, 10:09

Marcones escreveu:
Boa noite
Como podemos compreende ao interpretar Mateus 15:10-20, que em seu contexto nos diz aquilo que corrompe.

No versículo 11 nos é dito que " não é o que entra pela boca o que contamina o homem"

Não é necessidade de um apologista ou um perito em exegese bíblica para perceber que Jesus está se referindo à não contaminação física e sim à contaminação espiritual do homem. Se realmente pudéssemos ingerir qualquer coisa, sem que isso prejudicasse o nosso organismo, então não haveria mais necessidade de conhecermos os princípios básicos de nutrição e higiene.

Para que possamos compreender a declaração de Jesus em Mateus 15:11, precisamos levar em consideração que foi uma resposta à acusação dos “fariseus e escribas”, de que os discípulos transgrediam “a tradição dos anciãos”, ao comerem sem antes lavar as mãos
Quando lemos os versículos 1 e 2, percebemos que o ato de lavar ritualmente as mãos não era motivado por razões de higiene, mas para evitar a contaminação religiosa. Mesmo destituído de qualquer fundamentação bíblica, o rito era considerado pelos fariseus tão normativo como a própria lei mosaica.

Jesus pretendendo romper com essa tradição infundada, Jesus declarou que a contaminação religiosa do ser humano não reside na prática de ritos exteriores, mas na degradação interior do coração que se manifesta exteriormente. Ele continua a instruir: “Porque do coração procedem maus desígnios, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos, blasfêmias. São estas as coisas que contaminam o homem; mas o comer sem lavar as mãos não o contamina” (Mateus 15:19 e 20). Em outras palavras, Jesus deixou claro “que o mal que sai da boca é muito maior do que qualquer mal que possa entrar nela quando se come alimento ritualmente impuro”
 




Mateus 15:11
Não é o que entra pela boca que contamina o homem, mas o que sai da boca, isso é o
que contamina.


Marcos 7:19
Porque não lhe entra no coração, mas no ventre, e é lançado fora? Assim declarou
puros todos os alimentos.



Nesse contexto, Jesus aqui não está tratando em comer certos tipos de alimentos ou não, não são as leis de
saúde o foco dessa conversa.
Mas sim repreendendo aos judeus pelos rituais que eles faziam antes de comer.
O contexto mostra bem isto.
Os discípulos estavam sendo repreendidos pelos Judeus por não lavarem as mãos conforme as
tradições e rituais judaicos, que exigiam que se molhasse uma palma da mão, e a água
escorresse para a outra palma da mão, e então para os dedos, e isto diversas vezes, e os
judeus então diziam que quem não seguisse estes rituais, estavam comendo alimentos
imundos.

Tratando especificamente desse ritual, Jesus então disse que o que contamina o homem não é o que está sendo comido, mas o que está no coração.
Não são os alimentos, mas as tradições ritualísticas.

O ato de lavar as mãos para os judeus, não era um ato de higiene como para nós hoje. Era antes, um ritual
externo de purificação, ignorando o interior que abrigava os verdadeiros sentimentos humanos.

Por isto que Jesus disse estas frases que no seu contexto, não se trata sobre as carnes
limpas ou imundas, mas sobre os rituais judaicos que se fazia para não tornar o alimento
imundo, e não se preocupavam com o interior que era muito mais importante.

Mateus 15:20 encerra o texto de maneira bem clara: São estas coisas que contaminam o homem, MAS O COMER SEM LAVAR AS MÃOS, ISSO NÃO CONTAMINA.

Deus declarou puro todos os “alimentos” e não os animais imundos. Além de que, o porco e seus afins nunca foram alimentos para o povo de Deus.


Além de ser inapropriado para a presença de Deus aqueles que consomem carnes impuras, a carne de porco por exemplo continua a provocar alergias em muitas pessoas, ainda abriga a cisticercose, um parasita que se aloja no cérebro do homem, médico nenhum recomenda dieta à base de carne de porco para pessoas internadas por atrapalhar a cura e recuperação, nem o adubo produzido pelas fezes do porco tem aplicação no plantio, diferentemente do adubo produzido pelas fezes dos animais limpos como a galinha e o gado.








Sabia que o rato pode transmitir 40 tipos de doenças, entre elas a Leptospirose e a hantavirose?

https://www.citromax.ind.br/roedores-podem-transmitir-40-doencas/

Teria Cristo liberado este tipo de animal imundo para a nossa alimentação?
avatar
Marcones
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -


Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 345
Idade : 52
Cidade/Estado : Recife - Pe
Religião : Sem religião
Igreja : Não praticante
Mensagens Curtidas : 2
Pontos de participação : 764
Data de inscrição : 21/07/2020

Provérbios 14.6 - Página 4 Empty Re: Provérbios 14.6

Mensagem por Marcones Sab 10 Abr 2021, 14:17

Boa tarde

Vasuilvan
O cristianismo não é uma religião que existe de forma independente do judaísmo. Os cristãos são ramos enxertados numa árvore que tem raízes fincadas no Deus criador. Não é o caule que tem que se adaptar aos ramos. São os ramos que precisam se alimentar daquilo que as raízes se alimentam. O cristianismo não deveria pretender mudar o judaismo, naquilo que não foi deixado como sombra e símbolo.
Falou muito e não conseguiu responder com objetividade o que lhe foi imputado.
 
O islamismo como também o Cristianismo e todas suas vertentes e seitas enraizadas nelas, tem suas raízes no judaísmo, o problema que vocês não consumem o bolo todo, apenas fatias as parte que mais lhe convém na seita que aderiu.
Dentro das Leis dadas ao povo de Deus reunidos como nação, há sim uma lei de cerimônias que faz essa ligação com o cristianismo. Essa lei apontava para Cristo e teve seu CUMPRIMENTO na cruz do calvário.
Há sim também uma Lei civil dada ao povo de Deus enquanto reunidos como nação. Hoje o povo de Deus está disperso por toda a terra e cada nação possui sua lei civil e é a ela que cada cristão deve obediência.
Não há distinção entre a lei de Deus e a Lei de Moisés. Era a lei de Deus porque ele a originou, mas era a lei de Moisés porque foi revelada através dele (Neemias 10:29). Do mesmo modo, em nenhum lugar a Bíblia distingue lei moral de lei cerimonial, dizendo que a lei moral continua. Toda essa distinção é uma regra feita pelo homem para promover a seita que o promulga ou cria uma nova ramificação, como no caso da adventista, Mórmons e tantas outras

Leis Civil ou Direito Civil: Esta lei corresponde a vida diária de Israel veja  (Dt 24:10-11 <> Êxodo 21-22), mas a sociedade e a cultura moderna são tão radicalmente diferente que algumas dessas orientações não pode ser seguido especificamente. Os princípios por trás das ordenanças são usados ​​para guiar a sua conduta
Mas a lei sobre alimentação e animais impuros permanece vigente. Não existe relato de que algo abominável a Deus, em algum momento deixou de ser abominação.
Os sinais externos que diferenciam os animais imundos dos limpos permanecem. O gado mantém suas unhas fendidas e até hoje ruminam e seu alimento principal ainda é natural(gramas).
E a ciência já consegue identificar muitos males oriundos das carnes impuras como porco e afins.
Isso depende, ao ver com esfolar e preparar a carne de maneira apropriada para consume, não há de fazer mal algum, porém preparar esse tipo de alimentos inadequado, inapropriado em climas quentes como a carne suína e outros animais pode desenvolver tricanose rapidamente, mesmo em climas frios. 

Pense nisso. Na época que esses regulamentos foram escritos, as pessoas não tinham nenhuma noção do conhecimento que temos hoje sobre a preparação e cozimento de alimentos hoje, é muito difícil de alguém ser infectado, e quando acontece, é porque o alimento não foi preparado adequadamente antes de ser consumido. 

Carne de porco rançosa ou mal cozida provavelmente matou muitos e continua matando, não pela sua carne em si, mas sim como foi submetido a sua criação, sua alimentação e por fim, como foi consumido,a mesma coisa com certos mariscos ou crustáceos (frutos do mar) depois de ser cozinhado adequadamente ainda pode está contaminado? A restrição alimentares contido nesse livro religioso nada sabia desses detalhes na época em que foi escrito. E com certeza deus não sabia ao passar todas as regras para Moises.
avatar
Marcones
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -


Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 345
Idade : 52
Cidade/Estado : Recife - Pe
Religião : Sem religião
Igreja : Não praticante
Mensagens Curtidas : 2
Pontos de participação : 764
Data de inscrição : 21/07/2020

Provérbios 14.6 - Página 4 Empty Re: Provérbios 14.6

Mensagem por Marcones Sab 10 Abr 2021, 14:50

Boa tarde

Vasuilvan 
Para Deus o ser humano é uma raça única. Raça pecadora que precisa de um Redentor. Para Deus não importa se naquele período o povo de Deus era conhecido pelo nome de Israel ou se hoje o povo de Deus é chamado de Cristão.
Não!  isso só veio acontecer muito séculos depois no chamado  cânon da Bíblia que foi definido por votação em plenário e não por critérios objetivos e sim a partir de centenas de textos fantasiosos, contraditórios e de autoria duvidosa, séculos depois dos supostos fatos peloq ual definiu qual seria a essência de Jesus.
É importante conseguir identificar a aplicação e as especificidades das diversas leis apresentadas de forma escrita ao povo de Deus enquanto reunidos como nação. Foi um arcabouço jurídico que representava o caráter santo e justo do Deus criador, contrapondo com as leis das demais nações.
eu não con sigo entender, como circuncisão também veio antes da lei de Moisés, então por que circuncisão não é válida e alimentos imundos são, como também o dizimo?
 
Muito bem amigo Vasuilvan, agora você  poderia nos forneça dentro da escrituras um exemplo de SÁBADO que seja CERIMONIAL e que seja diferente da LEI MORAL.
 
Temos na  escrituras as "Lei de Deus" - "Lei de Moisés" "Lei Moral" Lei Cerimonial" correto, mais quais são as diferenças entre elas.

Então com base dessas Leis, você poder nos especificar, discrimar o que seja cada uma delas exemplificando o conceito para cada uma delas.

Porque alguns dizem que os Dez Mandamentos (incluindo-se o sábado) são a "Lei de Deus", a "Lei Moral" (ou "Lei Espiritual") e que ainda estão sendo validas. Mas os outros mandamentos do Velho Testamento são a "Lei de Moisés", a "Lei Cerimonial", e estas são as que foram retiradas. Correto.

Muito bem, contudo meu amigo que prova existe, nas Escrituras, de que estas distinções entre as leis são válidas? poderia nos explicar com suas próprias e objetividade, como poderemos saber se o que foi removido inclui somente a lei de Moisés ou a lei cerimonial, porém não a lei de Deus, etc.?

Como poderíamos saber quais leis estão incluídas na Lei de Deus ou na Lei Moral e quais leis não estão? (Observe que as expressões "LEI MORAL" e "LEI CERIMONIAL" não estão mencionadas em parte alguma da Bíblia como disse anteriormente).
Lei civil = Tratava questões sociais e criminais do povo de Deus;
Lei alimentar = preserva a saúde física e espiritual do povo de Deus;
Lei cerimonial = Providenciava o perdão e apontava para o Redentor;
Lei Moral = Aponta os pecados do povo de Deus.
Todos esses termos mencionado, principalmente a "lei moral" vem de teólogos que tentam categorizar leis do Antigo Testamento de acordo com o seu objetivo principal.
avatar
Marcones
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -


Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 345
Idade : 52
Cidade/Estado : Recife - Pe
Religião : Sem religião
Igreja : Não praticante
Mensagens Curtidas : 2
Pontos de participação : 764
Data de inscrição : 21/07/2020

Provérbios 14.6 - Página 4 Empty Re: Provérbios 14.6

Mensagem por Marcones Sab 10 Abr 2021, 15:16

Boa tarde

Vasuivan
Premissa errada, conclusão também errada
a premissa não esta errada, é você como muitos adventistas que não consegue compreender o teor dessa questão. Porque na sua maioria não sabem distinguir a diferença entre o que é lei moral e o que é leis cerimoniais. A maioria, não aceitam, as duas leis, pensam serem as mesmas. 

Quem sabe se eu expor o verso em questão você se situa melhor.

Pelo motivo de que Moisés vos deu a circuncisão (não que fosse de Moisés, mas dos pais), no sábado circuncidais um homem.
Se o homem recebe a circuncisão no sábado, para que a lei de Moisés não seja quebrantada, indignais-vos contra mim, porque no sábado curei de todo um homem?  João 7:22-23.

(1) lei moral – revela a essência de Deus, a natureza boa santa e justa de Deus;
(2) lei cerimonial – diz respeito aos rituais da Antiga Aliança.
(3) Lei civil ou judicial – tinha o objetivo de regulamentar de forma específica a vida em sociedade do povo de Israel quando foi dada

Então para responder com clareza e objetividade você tem que definir onde encaixa a leis dietética e a circuncisão dentro do conceito do adventismo.
 
Vamos de novo a pergunta: 
Se a lei dietética e/ou sábado fosse parte de uma lei moral poderia uma lei cerimonial quebranta-lo, como era o caso da circuncisão?
avatar
Marcones
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -


Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 345
Idade : 52
Cidade/Estado : Recife - Pe
Religião : Sem religião
Igreja : Não praticante
Mensagens Curtidas : 2
Pontos de participação : 764
Data de inscrição : 21/07/2020

Provérbios 14.6 - Página 4 Empty Re: Provérbios 14.6

Mensagem por Marcones Sab 10 Abr 2021, 15:32

Boa tarde

Vasuilvan
Mateus 15:11
Não é o que entra pela boca que contamina o homem, mas o que sai da boca, isso é o que contamina.
Marcos 7:19
Porque não lhe entra no coração, mas no ventre, e é lançado fora? Assim declarou
puros todos os alimentos.
Nesse contexto, Jesus aqui não está tratando em comer certos tipos de alimentos ou não, não são as leis de
saúde o foco dessa conversa.
Ele, Jesus não esta especificando qual o tipo de alimento, apenas ele declara puros TODOS os alimentos.
Sabia que o rato pode transmitir 40 tipos de doenças, entre elas a Leptospirose e a hantavirose?
Teria Cristo liberado este tipo de animal imundo para a nossa alimentação?
São milhões e milhões de povos consumindo a carne suína, alguns com mais pimenta, com muito sal ou folha de louro, bom há hábitos culturais muito diferente em diversas em toda a parte do globo. Há quem goste de carne de cachorro, morcego, crocodilo, rato, para uns é nojo, para outros é pecado e para outros tantos, qualquer coisas que contenha carnes serve para comer.  A industria da morte de animais é enorme independe do conceito religioso que foi aderida ou não.

Todos os animais que são preparado para consumo, não importa que seja, se faz necessários á obedecer regra muito regida de higienização, assim como hábito alimentares e conservação e preparar  através da ação do fogo ou de qualquer outro processo; para só depois serem consumido.

Lembre carne bovina pode contaminar o nosso corpo com doenças severas caso o animal esteja contaminado. A mordida de um cachorro não acarreta em imediato a doença da raiva, para que isso venha acontecer o animal transmissor tem que esta infectado .

Tanto os roedores, suínos, caninos, bovinos e outros podem transmitir a leptospirose para os humanos.
No entanto nem Deus, e Jesus e nem Moisés não sabiam desse gloriosos detalhes.
avatar
Marcones
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -


Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 345
Idade : 52
Cidade/Estado : Recife - Pe
Religião : Sem religião
Igreja : Não praticante
Mensagens Curtidas : 2
Pontos de participação : 764
Data de inscrição : 21/07/2020

Provérbios 14.6 - Página 4 Empty Re: Provérbios 14.6

Mensagem por Marcones Sab 10 Abr 2021, 16:26

Boa tarde

A certa heresia no meio de uma ramificação do cristianismo, que tentam em afirmar que os outros cristãos com ideologia diferente devem abdicar-se de comer certos animais, classificados no Antigo Testamento como imundos, portanto proibidos de serem utilizados como alimento. 

Não ha necessidade de expor todo o capítulo 14 da epístola de Paulo aos Romanos, para não ficar extenso todo o texto, mas aconselho a le-lo na íntegra para melhor compreensão desse artigo

Se você teve a curiosidade de ler todo o contexto, perceberá que Paulo esta escrevendo sobre as divergências entre cristãos de origem judaica e de origem gentílica quanto à observância dos dias santos (Sábados e Festas) e alimentos proibidos na lei. Alguns adventistas podem vim tentar argumentar por exemplo, que esse texto não se refere à carnes classificadas como imundas, mas às carnes sacrificadas aos ídolos. Embora essa questão pudesse estar presente, o texto nos fornece dados suficientes para entendermos que de fato Paulo trata especificamente das carnes listadas como imundas no capítulo 11 de Levítico. vejamos os versículos 14 à 17:
Romanos 14:14-17
Eu sei, e estou certo no Senhor Jesus, que nenhuma coisa é de si mesma imunda, a não ser para aquele que a tem por imunda; para esse é imunda. 
Mas, se por causa da comida se contrista teu irmão, já não andas conforme o amor. Não destruas por causa da tua comida aquele por quem Cristo morreu. Não seja, pois, blasfemado o vosso bem;
Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo. 
O contexto aqui se refere explicitamente de comida considerada impura. E note que o mais interessante, é que a palavra grega traduzida como “impura” é “(koy-nos" (comum). A mesma palavra que aparece em Atos 10.14 -15: “Mas Pedro replicou: De modo nenhum, Senhor! Porque jamais comi coisa alguma comum e imunda. Segunda vez, a voz lhe falou: Ao que Deus purificou não consideres comum.” O termo “comum” era usado pelos judeus para designar aqueles alimentos proibidos em Levítico 11. Essa interpretação ainda é reforçada levando outros textos do testamento que deixam bastante claro a permissão para se consumir qualquer espécie de alimento, exceto animais sufocados, sangue e o que foi sacrificado aos ídolos. (Atos 15.20, 29; 21.25, 1 Co. 10.28). Vejamos alguns deles:
Atos 10.10-15 
E tendo fome, quis comer; e, enquanto lhe preparavam, sobreveio-lhe um arrebatamento de sentidos,
E viu o céu aberto, e que descia um vaso, como se fosse um grande lençol atado pelas quatro pontas, e vindo para a terra.
No qual havia de todos os animais quadrúpedes e feras e répteis da terra, e aves do céu.
E foi-lhe dirigida uma voz: Levanta-te, Pedro, mata e come.
Mas Pedro disse: De modo nenhum, Senhor, porque nunca comi coisa alguma comum e imunda.
E segunda vez lhe disse a voz: Não faças tu comum ao que Deus purificou
A objeção imediata levantada aqui  é que esse texto refere-se apenas à questão dos gentios, a quem Pedro como judeu considerava impuros ou comuns. Todavia, embora de fato a visão tenha essa conotação especifica, se dissermos que Deus não declarou puro tais animais, teremos então que dizer que Deus usou de uma figura falsa, para ilustrar uma realidade. O que seria totalmente incoerente. Veja, que a visão veio no contexto da fome de Pedro, e ele como judeu que era, assim como resistiria comer carne considerada impura, também resistia ir a casa de gentios. O conteúdo da visão pode ser corretamente entendido como sendo, que, da mesma forma como aqueles animais antes eram considerados imundos, mas agora eram declarados puros pelo próprio Deus, assim também o eram os gentios.
1 Cor. 10. 25-28 
Comam de tudo o que se vende no mercado, sem fazer perguntas por causa da consciência,
pois "do Senhor é a terra e tudo o que nela existe".
Se algum descrente o convidar para uma refeição e você quiser ir, coma de tudo o que lhe for apresentado, sem nada perguntar por causa da consciência.
Mas se alguém lhe disser: "Isto foi oferecido em sacrifício", não coma, tanto por causa da pessoa que o comentou, como da consciência,
A objeção aqui também deve ser instantânea e imediata é que esse texto se referia às carnes sacrificadas aos ídolos. Embora esse seja o assunto central abordado por Paulo Corinto . O texto deixa explicita a permissão para se comer toda e qualquer espécie de carne, exceto se o crente for advertido que o tal foi sacrificado aos ídolos. Note que Paulo está escrevendo para as pessoas que viviam na cidade de Corinto e não em Jerusalém. Um açougue gentio tinha toda espécie de carne e não somente aquelas que eram permitidas pela lei. E ele ainda vai mais longe. Se alguns dos infiéis (......) (trata-se de qualquer espécie de não cristão)  convidasse um cristão para ir comer em sua casa, o convite poderia ser aceito o crente é orientado a comer o que for colocado diante dele, sem nada perguntar. Os adventista quando vão comer na casa de algum não cristão, geralmente indagam se a comida contém carne de porco, camarão, etc.
avatar
Marcones
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -


Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 345
Idade : 52
Cidade/Estado : Recife - Pe
Religião : Sem religião
Igreja : Não praticante
Mensagens Curtidas : 2
Pontos de participação : 764
Data de inscrição : 21/07/2020

Provérbios 14.6 - Página 4 Empty Re: Provérbios 14.6

Mensagem por Marcones Sab 10 Abr 2021, 16:40

boa tarde

Temos aqui mais um texto que pode ser encontrado em 
1 Timóteo 4:3-5
e proíbem o casamento e o consumo de alimentos que Deus criou para serem recebidos com ação de graças pelos que crêem e conhecem a verdade.
Pois tudo o que Deus criou é bom, e nada deve ser rejeitado, se for recebido com ação de graças
Mais um vez o seu contexto deixa mais do que claro que toda criatura de Deus é boa para servir de alimento. Aqui os Adventista continuaram a tentar argumentar usando o episódio da arca de Noé, em que é feita uma divisão entre animais limpos e imundos, para afirmar que estas restrições alimentares existem antes da lei. Porém, todavia e entretanto, Deus disse a Noé, após este ter saído da arca em Gênesis 9.3: “Tudo o que se move e vive ser-vos-á para alimento; como vos dei a erva verde, tudo vos dou agora.”  Nenhuma restrição foi imposta exceto a de comer o sangue dos animais como vemos no verso 4 “Carne, porém, com sua vida, isto é, com seu sangue, não comereis.” Não é mencionada ou qualquer tipo de referencia a nenhuma carne tida por proibida por ser considerada imunda. Possivelmente a divisão que encontramos em Gênesis, trate-se apenas de uma imundície no que se refere a animais tidos por imundos pelas pessoas, por um critério humano e não classificados assim por Deus. Também admite-se a hipótese de que fossem animais considerados imundos, por não serem aceitos para sacrifício a Deus. Mas não encontramos nenhuma base para afirmar que a restrição ao consumo desses animais já vigorasse nos dias de Noé.

Podemos finalizar e concluir que o cristão estando sob a nova aliança, não está debaixo da proibição de comer os animais classificados como impuros em Levítico 11. A leitura no capitulo 14 de Romanos é apoiada pela leitura de outros textos bíblicos nos dão abundância de evidências quanto a isso. Se alguém deseja abster-se de comer aqueles animais tem o direito e a liberdade para faze-lo. Mas não tem o direito de querer impor sua opção á todas as pessoas principalmente a comunidade cristã!
avatar
Marcones
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -


Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 345
Idade : 52
Cidade/Estado : Recife - Pe
Religião : Sem religião
Igreja : Não praticante
Mensagens Curtidas : 2
Pontos de participação : 764
Data de inscrição : 21/07/2020

Provérbios 14.6 - Página 4 Empty Re: Provérbios 14.6

Mensagem por Marcones Sab 10 Abr 2021, 22:06

Boa noite

Adventistas Se você se intitula como um cristão, então é melhor levar a sério o que Jesus ensinou sobre a circuncisão e os circuncisadores. O que vemos de vocês em certos versículos que não lhe convém uma  enorme tendência em querer rebaixar a autoridade da lei alegando que a lei era de Moisés, Mas todos vocês se esquece dessas simples palavras “ASSIM DIZ O SENHOR"( Levíticos 11).

 Toda regra tem uma exceção, mas o problema consiste que as pessoas tendem em fazer da exceção regra, quando isso lhes parece apropriado e conveniente para apoiar a sua teologia, fora disso é considerado heresia.... Só porque em legitima defesa é permitido matar, não significa que isso faz do sexto mandamento "Não Matarás" (êxodo 20:13) uma regra cerimonial, só porque tem uma exceção e isso também não me isenta de guardá-lo como um compromisso sagrado..

Para alguns cristãos, o Antigo Testamento não se aplica mais,apenas partes aleatórias que eu mesmo determino e/ou o precursor da seita estabelecida. 

Somente o Novo Testamento é válido para os dias de hoje, com exceção de algumas partes que eu mesmo determino e/ou o precursor da seita estabelecida

Algumas palavras são interpretada literalmente, algumas não.

Quando algum trecho da bíblia contradiz a ciência, é imoral ou ilegal. É com certeza uma metáfora para algumas passagens maior.

Mas para todos os cristãos, a bíblia é a palavra de Deus e foi inspirado por ele.

Entendeu a lógica dos cristãos, porque eu nunca entendi quando essas ideias são confrontadas!
avatar
Vasuilvan
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -


Status : no perfil, defina seu status.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3455
Idade : 52
Cidade/Estado : BRASÍLIA
Religião : CRISTÄO
Igreja : ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 152
Pontos de participação : 11116
Data de inscrição : 17/11/2011

Provérbios 14.6 - Página 4 Empty Re: Provérbios 14.6

Mensagem por Vasuilvan Dom 11 Abr 2021, 10:32


Marcones diz: Não há distinção entre a lei de Deus e a Lei de Moisés. Era a lei de Deus porque ele a originou, mas era a lei de Moisés porque foi revelada através dele (Neemias 10:29). Do mesmo modo, em nenhum lugar a Bíblia distingue lei moral de lei cerimonial, dizendo que a lei moral continua.


A carta que o carteiro entrega ao destinatário não faz do carteiro, o responsável pelo conteúdo ali entregue.
Essa estratégia de revelar mais o carteiro humano do que o emissário Divino, deixa claras digitais da intenção de desmerecer o conteúdo.
Pois, supostamente tendo origem humana fica mais fácil de se questionar e negociar sua superioridade, eternidade e consequentemente sua obediência.

Ao que você escolhe chamar de lei de Moisés ou lei mosaica, eu prefiro chamar de Lei de Deus ou lei Divina, pois reconheço a origem e o emissor, enquanto que, por motivos óbvios, você busca atrair a atenção para o carteiro.

Como estratégia. eu posso dizer que ela tem prosperado.



Marcones disse: Do mesmo modo, em nenhum lugar a Bíblia distingue lei moral de lei cerimonial, dizendo que a lei moral continua.


O fato de você não ter encontrado a clara separação entre as leis, não significa que ela não exista.
São inúmeros os versos que trazem essa clara afirmação.

Vou te dar algumas recomendações de leitura:
Leia sobre a conversa do jovem rico com Jesus;
Leia também todo o salmo 119;




10 Porque quem quebra um só mandamento da lei é culpado de quebrar todos.
11 Pois o mesmo que disse: “Não cometa adultério” também disse: “Não mate”. Mesmo que você não cometa adultério, será culpado de quebrar a lei se matar.
12 Falem e vivam como pessoas que serão julgadas pela lei que nos dá a liberdade.
Tiago 2:10-12




Porque os que ouvem a lei não são justos diante de Deus, mas os que praticam a lei hão de ser justificados.
Romanos 2:13


avatar
Vasuilvan
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -


Status : no perfil, defina seu status.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3455
Idade : 52
Cidade/Estado : BRASÍLIA
Religião : CRISTÄO
Igreja : ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 152
Pontos de participação : 11116
Data de inscrição : 17/11/2011

Provérbios 14.6 - Página 4 Empty Re: Provérbios 14.6

Mensagem por Vasuilvan Dom 11 Abr 2021, 10:45


Marcones diz: Isso depende, ao ver com esfolar e preparar a carne de maneira apropriada para consume, não há de fazer mal algum, porém preparar esse tipo de alimentos inadequado, inapropriado em climas quentes como a carne suína e outros animais pode desenvolver tricanose rapidamente, mesmo em climas frios.


A questão da impureza dos animais é de cunho cerimonial. O comedor de carne imunda fica inapropriado para a presença de Deus. Fica impróprio para levar uma adoração agradável ao Deus que assim determinou impuras estas espécies.

A ciência pode até encontrar meios para evitar a contaminação pelos vermes, vírus e bactérias, mas o viés espiritual e da contaminação cerimonial não está ao alcance do homem e da ciência.

Carnes mal acondicionadas ou estragadas são vetores de doenças que acompanham todas as espécies. Então, o foco da lei sobre animais impuros não é sobre a higiene e acondicionamento.
avatar
Marcones
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -


Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 345
Idade : 52
Cidade/Estado : Recife - Pe
Religião : Sem religião
Igreja : Não praticante
Mensagens Curtidas : 2
Pontos de participação : 764
Data de inscrição : 21/07/2020

Provérbios 14.6 - Página 4 Empty Re: Provérbios 14.6

Mensagem por Marcones Dom 11 Abr 2021, 14:05

Boa tarde e um bom domingo 

Vasuilvan
Marcones diz: Não há distinção entre a lei de Deus e a Lei de Moisés. Era a lei de Deus porque ele a originou, mas era a lei de Moisés porque foi revelada através dele (Neemias 10:29). Do mesmo modo, em nenhum lugar a Bíblia distingue lei moral de lei cerimonial, dizendo que a lei moral continua.
Vasuilvan
A carta que o carteiro entrega ao destinatário não faz do carteiro, o responsável pelo conteúdo ali entregue.
Com certeza esse carteiro (mensageiro ) era um teólogo que não tinha noção nenhuma do conteúdo expresso, simplesmente eles inventam certos artigos teológico para dar sentido a sua ideologia  que na teoria é um beleza mais na pratica a coisa é outra, como esta acontecendo nesse instante.
Vasuilvan
Essa estratégia de revelar mais o carteiro humano do que o emissário Divino, deixa claras digitais da intenção de desmerecer o conteúdo.
Pois, supostamente tendo origem humana fica mais fácil de se questionar e negociar sua superioridade, eternidade e consequentemente sua obediência
Vamos por a prova desse conteúdo e nos diga onde podemos encontrar em toda a bíblia, esse termos Técnicos que indique qual seria a diferença entre Mandamentos (Leis Moral ) e Ordenanças (Leis de Moisés) que corresponde a Estatutos, Preceitos Decretos, Portaria e Cerimonial  e qual a distinção entre elas, e por gentileza que venha carregado, não com seus dizeres ou opinião particular, mas que venha carregados com versos bíblicos que apontem a cada distinção entre elas.

Vou enumerar uma para começar
 
01 - O sábado é moral ou cerimonial? 
Marcones disse: 
Do mesmo modo, em nenhum lugar a Bíblia distingue lei moral de lei cerimonial, dizendo que a lei moral continua.
Vasuilvan
O fato de você não ter encontrado a clara separação entre as leis, não significa que ela não exista.
São inúmeros os versos que trazem essa clara afirmação.
Vou te dar algumas recomendações de leitura:
Leia sobre a conversa do jovem rico com Jesus;
Leia também todo o salmo 119;
Para começar nem a passagem do Jovem rico Mateus 19 e nem o Salmo 119 nós trás e não fazem nenhuma distinção sobre a lei moral de lei cerimonial, como já é esperado e já esta ficando cada vez mais rotineiro você não fornecer absolutamente nada que lhe é amputada em responder.


Embora não seja o assunto central abordado inicialmente farei uma leve discrição sobre o assunto.

Anos após o sacrifício vigário de Jesus (que a maioria dos líderes religiosos afirmam acaba com a lei), Paulo ensinou esses mesmos mandamentos para os gentios convertidos em Roma. "Para isso, não cometerás adultério, não matarás, não furtarás, não dirás falso testemunho, não cobiçarás; e se há algum outro mandamento, tudo é brevemente compreendido nesta palavra, ou seja, Amarás o teu próximo como a ti mesmo. 


Agora Vasuilvan veja o que diz Romanos 13:09. Com efeito: Não adulterarás; não matarás; não furtarás; não cobiçarás; e se há algum outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. CAIU A FICHA AGORA

Vasuilvan
Porque os que ouvem a lei não são justos diante de Deus, mas os que praticam a lei hão de ser justificados.
Romanos 2:13

Mas qual seriam essas leis? Que Jesus resumiu em duas com narrada em Mateus 22:36-40


Esta passagem do capitulo 2 de Romanos, geralmente gera muito polemica, principalmente pelos legalistas em defesa da salvação pelas obras e não pela fé. Se fosse possível a salvação pela obediência à lei ou prática de boas obras, isto iria contradizer toda a teologia de Paulo. Dentre os escritores bíblicos, ele foi o mais ardoroso defensor da justificação pela fé.

Mas cinco capítulos após, em romanos 7 podemos encontramos uma boa narrativa de Paulo agradecendo a Jesus por ficar Livre da lei

1 Não sabeis, irmãos e irmãs- Estou falando para aqueles que conhecem a lei-que a lei tem autoridade sobre alguém apenas enquanto essa pessoa vive? 

2 Por exemplo, pela lei a mulher casada está ligada a seu marido enquanto ele está vivo, MAS SE O MARIDO MORRE (LEI) ELA ESTÁ LIVRE DA LEI QUE SE LIGA A ELE

3 Então, se ela tiver relações sexuais com outro homem enquanto seu marido ainda está vivo, ela é chamada de ADÚLTERA. Mas se o marido (LEI) morrer, ela estará livre daquela lei (ADULTERAR) e não será adúltera, se ela se casar com outro homem.

4 Assim, meus irmãos e irmãs, você também MORREU PARA A LEI ATRAVÉS DO CORPO DE CRISTO, que você pode pertencer a outro, para aquele que foi ressuscitado dentre os mortos, a fim de que demos fruto para Deus.

5 Pois, quando estávamos no reino da carne, as paixões pecaminosas despertadas pela lei estavam trabalhando em nós, para que deu frutos para a morte. 


Que coisa não é Vasuilvan

avatar
Marcones
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -


Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 345
Idade : 52
Cidade/Estado : Recife - Pe
Religião : Sem religião
Igreja : Não praticante
Mensagens Curtidas : 2
Pontos de participação : 764
Data de inscrição : 21/07/2020

Provérbios 14.6 - Página 4 Empty Re: Provérbios 14.6

Mensagem por Marcones Dom 11 Abr 2021, 16:01

Boa tarde
Vasuilvan
Marcones diz: Isso depende, ao ver com esfolar e preparar a carne de maneira apropriada para consume, não há de fazer mal algum, porém preparar esse tipo de alimentos inadequado, inapropriado em climas quentes como a carne suína e outros animais pode desenvolver tricanose rapidamente, mesmo em climas frios.
Vasuilvan
A questão da impureza dos animais é de cunho cerimonial. O comedor de carne imunda fica inapropriado para a presença de Deus. Fica impróprio para levar uma adoração agradável ao Deus que assim determinou impuras estas espécies.
A ciência pode até encontrar meios para evitar a contaminação pelos vermes, vírus e bactérias, mas o viés espiritual e da contaminação cerimonial não está ao alcance do homem e da ciência
Carnes mal acondicionadas ou estragadas são vetores de doenças que acompanham todas as espécies. Então, o foco da lei sobre animais impuros não é sobre a higiene e acondicionamento.
É praticamente impossível alguém entender esse conceito dos salvadores do Sábado (Adventistas) em plagiar todo um bolo (regras leis e preceitos) e depois fatiar em pedaços de conformidade com seus propósitos e interesse ideológicos.

Todos sabemos que os adventista continuam a praticar o sábado, também usualmente praticam o dízimo do Velho Testamento e até leis dietéticas. Mas entendemos que estas últimas não pertence aos Dez Mandamentos, nem sua natureza é mais "moral" que outras leis "cerimoniais", que foram abandonadas, então meu caro amigo, me corrija se eu estiver errado. Vocês que seguem não então violando sua própria distinção

Vou colocar no sentido mais amplo que posso entender o meu raciocínio.

A circuncisão também veio antes da lei de Moisés, correto, então por que circuncisão não é válida e alimentos imundos são, como também o dizimo?
 
Irei bater de novo na mesma tecla para você nos forneça dentro da escrituras um exemplo de SÁBADO que seja CERIMONIAL e que seja diferente da LEI MORAL.

Se o sábado não é uma lei cerimonial, então por que é agrupado em uma mesma classe idêntica de "santas convocações", como o resto dos dias de festa judaica? Levíticos 23:2-3, Êxodo 20:9 e Êxodo 31:17

Se há uma distinção entre as leis morais e cerimoniais, por que os dias de festa judaica chamada parte da Lei do Senhor? (2 Crônica 31:3)

Se há uma distinção entre as leis morais e cerimoniais, porque em um único capítulo de Neemias 8 estão as seguintes frases usados ​​como sinônimos: "livro da lei de Moisés" verso 1. "a lei" verso 2, "Livro da Lei" verso 3 , "a lei de Deus" verso8 ", livro da lei de Deus" verso 18? Porque?

É muito confuso de entender além de ser totalmente incoerente tudo isso na abordagem pela prática como estou sugerindo. Fica claro que os adventistas  fica dividindo as leis só para sua conveniências, pois admitem que não se deve matar, roubar, mentir, adulterar, contudo não se crê que se deva praticar circuncisão como rito religioso, celebrar as festas de Israel, levar sacrifícios de animais ao altar, e tantas outras. Ora, o que vem a ser isso senão DIVIDIR AS LEIS, considerando algumas válidas, vigentes, universais, e outras não?
Tzaruch
Tzaruch
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -


Status : Na Paz.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 7408
Idade : 50
Cidade/Estado : Ilha
Religião : DEUS
Igreja : As 7 Igrejas
País : Na Terra.
Mensagens Curtidas : 131
Pontos de participação : 16169
Data de inscrição : 04/11/2014

Provérbios 14.6 - Página 4 Empty Re: Provérbios 14.6

Mensagem por Tzaruch Seg 21 Mar 2022, 10:30





Olá a todos.








5) Os tópicos que não receberem nova resposta por 360 dias, terão sua exclusão automática pelo sistema.



Esta mensagem é só para evitar que o sistema apague o tópico após os 360 dias.







Provérbios 14.6 - Página 4 P_up_en


Conteúdo patrocinado


Provérbios 14.6 - Página 4 Empty Re: Provérbios 14.6

Mensagem por Conteúdo patrocinado

    Tópicos semelhantes

    -

    Data/hora atual: Qua 01 Fev 2023, 16:19