F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


O amor de Deus contraria o ensino da condenação dos incrédulos ?

Compartilhe

Pires
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Número de Mensagens : 259
Data de inscrição : 18/11/2014

Re: O amor de Deus contraria o ensino da condenação dos incrédulos ?

Mensagem por Pires em Qui 06 Set 2018, 22:57

Jefté diz msn 05  :

Por isso é que logo após o término do milênio haverá uma ressurreição em massa de toda a carne, toda a alma vivente desse mundo, excetuando apenas os da 1ª ressurreição. 
E esse evento é só para que esse perdão seja concretizado.


Parece que  Dn 12.2 discorda de você :

E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna,   

e outros  para a vergonha e desprezo eterno.

Diante deste verso, acha que haverá perdão depois da ressurreição ? 

Paz .

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 1766
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: O amor de Deus contraria o ensino da condenação dos incrédulos ?

Mensagem por Jefté em Sex 07 Set 2018, 09:36

Olá Pires

Tudo bem?!
Não entendi a sua colocação!
Daniel 12:2 fala de 2 ressurreições a se haverem e de não se haver uma outra coisa:
1 - A ressurreição para a vida eterna.
2 - A ressurreição para a vergonha e desprezo eterno.
3 - E a não ressurreição de alguns - porque não são todos os mortos que ressuscitam - muitos ressuscitam, e muitos não é sinônimo a TODOS!
Por favor atente!

Daniel 12:2 NÃO diz: e TODOS os que dormem no pó da terra RESSUSCITARÃO!
MUITOS ressuscitam - não TODOS!
Essa é uma ressurreição em que há ressalvas!

Isso é devido a Lei e a MORTE, pois não existe vida aos mortos que não estejam em CRISTO!
Em suma: O mandamento da morte está sobre todos os filhos de Adão - não importando quais forem!
Já, o mandamento da (ressurreição e vida eterna) cabe unicamente a quem crê em Cristo!

Não existe ressurreição para a vida eterna no reino de Deus aquem de Cristo!!!!

A segunda ressurreição se dará ao findar o milênio:
Apc. 20:5 diz:
"Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição."

E também a libertação ao Diabo se dá ao findar os mil anos:
Apc. 20:7 - "E, acabando-se os mil anos, Satanás será solto da sua prisão,"

As nações da terra (cujo número é como a areia do mar) que sobem sobre a largura da terra (em fim do milênio) quando cercam a cidade amada, pela ação do Diabo - são justamente OS OUTROS MORTOS que ressuscitam pós milênio. E elas voltam a morte.

Só depois dessa ressurreição (a segunda) e da soltura ao Diabo (e da batalha de Gogue e Magogue) é que virá o juízo - no qual juízo - OS MORTOS (e não os vivos) hão de ser julgados no trono branco.
Por isso João diz em Apocalipse que ele VIA OS MORTOS grandes e pequenos que estavam diante do trono:
"E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras." (Apc. 20:12)

E que o mar deu os mortos que nele haviam etc.
"E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras." (Apc. 20:13)

Em suma:
após o mandamento divino para que o homem Adão não tocasse nem comesse da árvore da ciência do bem e do mal - para não morrer. E tendo-a tocado e morrido! juntamente com toda a humanidade!
Não existe vida automática para que o homem vá a juízo.
Pois é Deus quem o julga e isso para o Senhor não representa empecilho! Pois o Senhor é Deus!!!

Somente aquele que está em Cristo é que será julgado no tribunal de Cristo com vida - porque Cristo é a ressurreição e a vida!

Já os demais todos, no Juízo do Trono Branco só os mortos é que comparecem, e serão julgados os mortos!
Pois não existe vida na lei para os homens!
Na lei o que vigora é a morte! Certamente morrerás!
Só em Cristo há vida! Novo Testamento!
Mas quem não está na Nova Aliança, a morte é o mandamento!

Por isso diz a carta aos hebreus:
"E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo,"


Ou seja: Não está ordenado aos homens na lei, morrerem uma vez (e ressuscitarem) e ir a juízo!
Não!
Na lei se ordena: morrerem uma vez vindo depois disso o juízo!
E assim segue!

E diz Jesus:
Para Deus todas as coisas são possíveis, e para Ele vivem todos, pois é Deus.
Por isso é que no juízo em Apocalipse, João via os mortos diante do trono, pois deveras estavam mortos.

Embora todos os que leem o mesmo Apocalipse 20, quando leem "mortos" nos respectivos versos, automaticamente eles entendem que João via os "vivos"...

Um abraço!

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1766
Idade : 55
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 39
Pontos de participação : 4287
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: O amor de Deus contraria o ensino da condenação dos incrédulos ?

Mensagem por Jefté em Sex 07 Set 2018, 13:57

Pires escreveu:Jefté diz msn 05  :

Por isso é que logo após o término do milênio haverá uma ressurreição em massa de toda a carne, toda a alma vivente desse mundo, excetuando apenas os da 1ª ressurreição. 
E esse evento é só para que esse perdão seja concretizado.


Parece que  Dn 12.2 discorda de você :

E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna,   

e outros  para a vergonha e desprezo eterno.

Diante deste verso, acha que haverá perdão depois da ressurreição ? 

Paz .

Disse Jesus:
"Portanto, eu vos digo: Todo o pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada aos homens. E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro."  (Mat.  12:31-32)

Conforme o Senhor diz: Todo pecado e blasfêmia se perdoará aos homens.
Porém, a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada nem neste século nem no futuro.

Poderia me dizer por que o Senhor afirma poder haver perdão a todo o pecado e blasfêmia no futuro, porém, não p/ a blasfêmia contra o Espírito ?!!!

Por favor, que século futuro é esse no qual ainda se pode haver perdão a todo pecado e blasfêmias, não porém, a blasfêmia contra o Espírito ???
Aguardo...

13:59:54

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1766
Idade : 55
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 39
Pontos de participação : 4287
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: O amor de Deus contraria o ensino da condenação dos incrédulos ?

Mensagem por Jefté em Sex 07 Set 2018, 15:37

Uma observação::::
Não é somente na passagem do Juízo (em Apocalipse 20) que de modo geral os cristãos leem mortos (entendendo vivos) invertendo o significado das coisas.
Também no mesmo Apocalipse 20, quando é diz ("e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos"). (Apc. 20:4)
Aqui nesta passagem, João não via os mortos;, aqui ele via os vivos; os que estavam em Cristo, e tinham sido degolados pelo testemunho de Jesus.
Mas já já haviam sido ressuscitados antes do término dessa Era, na última trombeta.

Nesta passagem, João via as ALMAS dos que foram degolados pelos testemunho de Cristo.
Mas não estavam mortas, eram os vivos que ele via.
Mas devido ao complemento da passagem, pois diz que eles "viveram e reinaram com Cristo durante mil anos; então o verbo viver aí é entendido como viveram da morte, ou reviveram.
Mas, esse não é o sentido da expressão: o sentido aí é conviveram, viveram os mil anos com Cristo e reinaram com Ele.

Pires
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 259
Idade : 55
Cidade/Estado : Angra dos Reis - rj
Religião : Cristianismo
Igreja : Deus é Amor
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 10
Pontos de participação : 622
Data de inscrição : 18/11/2014

Re: O amor de Deus contraria o ensino da condenação dos incrédulos ?

Mensagem por Pires em Sex 07 Set 2018, 16:07

Caro Jefté, como vai ?

Você diz :
Não entendi a sua colocação!
Daniel 12:2 fala de 2 ressurreições a se haverem e de não se haver uma outra coisa
1 - A ressurreição para a vida eterna.
2 - A ressurreição para a vergonha e desprezo eterno.
Obviamente, a ressurreição para a vida eterna, será para os salvos em Cristo e
aqueles que ressuscitarão para vergonha e desprezo eterno, serão os que
não se salvarão.

Dessa forma, sua afirmação (que citarei abaixo) que todos serão perdoados
não se sustenta, pois a segunda ressurreição será para julgamento. 

Veja sua afirmação :
Por isso é que logo após o término do milênio haverá uma ressurreição em massa de toda a carne, toda a alma vivente desse mundo, excetuando apenas os da 1ª ressurreição. 
E esse evento é só para que esse perdão seja concretizado.


Sua defesa de que a segunda ressurreição é para que o perdão seja 
concretizado, não se sustenta ; pelo contrário, será para julgamento
de condenação, como pode-se ver no cap. 20 , do verso 11 ao 15.


Ou seja: Não está ordenado aos homens na lei, morrerem uma vez (e ressuscitarem) e ir a juízo!
Não!

Meu irmão , para alguém ser julgado precisa estar vivo

Na lei se ordena: morrerem uma vez vindo depois disso o juízo!

Obviamente está implícita a necessidade da ressurreição.

Para Deus todas as coisas são possíveis, e para Ele vivem todos, pois é Deus.
Por isso é que no juízo em Apocalipse, João via os mortos diante do trono, pois deveras estavam mortos.

Embora todos os que leem o mesmo Apocalipse 20, quando leem "mortos" nos respectivos versos, automaticamente eles entendem que João via os "vivos".
..

Caro Jefté, quando João diz "os mortos" nos versos que se refere, 
não deve-se entender de forma literal. Estes mortos são os da segunda
ressurreição.; estavam vivos realmente. são os mortos
que não reviveram na primeira ressurreição , como
se pode ver no cap. 20 verso 5 :  

Mas os outros mortos não reviveram, até que 
os mil anos se acabaram.

Percebeu ? os mortos referidos por  João são esses
do verso 5. 

Paz .

Pires
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 259
Idade : 55
Cidade/Estado : Angra dos Reis - rj
Religião : Cristianismo
Igreja : Deus é Amor
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 10
Pontos de participação : 622
Data de inscrição : 18/11/2014

Re: O amor de Deus contraria o ensino da condenação dos incrédulos ?

Mensagem por Pires em Sex 07 Set 2018, 17:35

Jefté diz :

Pires escreveu:Jefté diz msn 05  :

Por isso é que logo após o término do milênio haverá uma ressurreição em massa de toda a carne, toda a alma vivente desse mundo, excetuando apenas os da 1ª ressurreição. 
E esse evento é só para que esse perdão seja concretizado.


Parece que  Dn 12.2 discorda de você :

E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna,   

e outros  para a vergonha e desprezo eterno.

Diante deste verso, acha que haverá perdão depois da ressurreição ? 

Paz .

Disse Jesus:
"Portanto, eu vos digo: Todo o pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada aos homens. E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro."  (Mat.  12:31-32)


Não vejo como estes versos respondem minha pergunta. 

Poderia me dizer por que o Senhor afirma poder haver perdão a todo o pecado e blasfêmia no futuro, porém, não p/ a blasfêmia contra o Espírito ?!!!

Essa pergunta foge ao assunto. Se você puder associar ao que estamos
discutindo, explique por favor .

Por favor, que século futuro é esse no qual ainda se pode haver perdão a todo pecado e blasfêmias, não porém, a blasfêmia contra o Espírito ???


Caro Jefté,  essa pergunta está relacionada ao assunto ? exponha suas idéias .

Paz .

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1766
Idade : 55
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 39
Pontos de participação : 4287
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: O amor de Deus contraria o ensino da condenação dos incrédulos ?

Mensagem por Jefté em Sex 07 Set 2018, 17:42

Pires escreveu:Ou seja: Não está ordenado aos homens na lei, morrerem uma vez (e ressuscitarem) e ir a juízo!
Não!

Meu irmão , para alguém ser julgado precisa estar vivo

Será?
Essa é sua concepção - concepção humana!
Mas, não é assim: Deus é Deus! Ele vai julgar os homens, e não carece de nada para isso!
Lembra-se da fogueira aquecida 7 vezes mais para Sadraque, Mesaque e Abdnego?
E a cova dos leões para Daniel?
E o grande peixe que tragou Jonas por 3 dias no fundo do mar?!
Diante disso e muito mais, você acredita mesmo que Deus necessite de algo para poder jugar os homens... ? Dito-te: não precisa!  
Medite...


Jesus diz assim:
Na lei se ordena: morrerem uma vez vindo depois disso o juízo!
Obviamente está implícita a necessidade da ressurreição.

Essa é uma conclusão sua; não diz isso na lei!
Certa vez Jesus disse assim:
Digo-vos que se esses se calarem, as próprias pedras clamarão.
Pergunta: como seria isso? as pedras receberiam vida para poder clamar ?!


Caro Jefté, quando João diz "os mortos" nos versos que se refere, 
não deve-se entender de forma literal
. Estes mortos são os da segunda
ressurreição.; estavam vivos realmente. são os mortos
que não reviveram na primeira ressurreição , como
se pode ver no cap. 20 verso 5 :  

Irmão, acho interessante você me dizer para não entender essa passagem da Escritura de forma literal...
Como pode definir assim as coisas ??!
Certamente não é a Escritura que está a dizer isso, pelo contrário, ela diz o que se está escrito; ou seja: os mortos!
Embora possamos cada um de nós interpretar a passagem de outra forma, inclusive o oposto, como é o caso!
Porém, eu fico com a literalidade daquilo que o texto me diz!

Um abraço!

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1766
Idade : 55
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 39
Pontos de participação : 4287
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: O amor de Deus contraria o ensino da condenação dos incrédulos ?

Mensagem por Jefté em Sex 07 Set 2018, 18:03

o


Última edição por Jefté em Sex 07 Set 2018, 18:08, editado 1 vez(es)

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1766
Idade : 55
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 39
Pontos de participação : 4287
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: O amor de Deus contraria o ensino da condenação dos incrédulos ?

Mensagem por Jefté em Sex 07 Set 2018, 18:06

Pires escreveu:
Disse Jesus:
"Portanto, eu vos digo: Todo o pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada aos homens. E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro."  (Mat.  12:31-32)

Não vejo como estes versos respondem minha pergunta. 

Poderia me dizer por que o Senhor afirma poder haver perdão a todo o pecado e blasfêmia no futuro, porém, não p/ a blasfêmia contra o Espírito ?!!!

Essa pergunta foge ao assunto. Se você puder associar ao que estamos
discutindo, explique por favor .

Por favor, que século futuro é esse no qual ainda se pode haver perdão a todo pecado e blasfêmias, não porém, a blasfêmia contra o Espírito ???

Caro Jefté,  essa pergunta está relacionada ao assunto ? exponha suas idéias .
Paz .

Irmão
Sim, haverá um perdão em século futuro a todo o pecado e blasfêmia cometidos debaixo do céu.
É por isso que após o milênio (século futuro) os outros mortos todos revivem numa ressurreição da carne.
Justamente para se praticar o perdão a quem não blasfemar contra o Espírito Santo.
Aqui neste perdão todo o filho de Adão (inclusive o próprio) há de receber vida para se dar o perdão!
Por isso, Satanás é aprisionado mil anos e depois solto por pouco tempo, após os mil anos.
Porquanto assim como o pecado se deu com os homens em vida e Satanás liberto; assim também o perdão só se dará mediante tais condições, a saber, como os homens em vida e Satanás liberto - embora não visto pelos homens como acontece hoje.

É aqui quando todo o filho de Adão estará de frente a serpente para poder negar pela fé (fé em Cristo) a astúcia do Diabo - principalmente os anteriores a Cristo!
E todos, todos hão de ressuscitar, embora quem tenha blasfemado contra o Espírito Santo, ainda que ressuscita, mas não poderá obter jamais o perdão.

Nisso há alguma premissas a se explicar:
Jesus diz em João 16:8-9:
"E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo. Do pecado, porque não crêem em mim;"

Ou seja, o grande pecado, o maior pecado a existir é não crer em Cristo - e o Espírito Santo veio ao mundo para convencê-lo do pecado!

Também diz Jesus em João 3:17-18:
"Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus."


Assim sendo: Todo aquele que nesta vida ouve de Cristo não se convencendo, pelo Espírito Santo, a crê-Lo, comete blasfêmia!
E se desce a sepultura incrédulo, a morte - última inimiga - é que lhe consuma essa blasfêmia!
E para tal pecado não há perdão nem neste século (o que vivemos) nem no futuro. Segunda ressurreição!
Ainda que ressuscite, conforme diz:

II Coríntios 4.4
"Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus."


Também diz o verso:
"Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece." (Jo. 3:36)


Um abraço!

Pires
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 259
Idade : 55
Cidade/Estado : Angra dos Reis - rj
Religião : Cristianismo
Igreja : Deus é Amor
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 10
Pontos de participação : 622
Data de inscrição : 18/11/2014

Re: O amor de Deus contraria o ensino da condenação dos incrédulos ?

Mensagem por Pires em Sex 07 Set 2018, 18:11

Jefté diz msn 19 :

Uma observação::::
Não é somente na passagem do Juízo (em Apocalipse 20) que de modo geral os cristãos leem mortos (entendendo vivos) invertendo o significado das coisas.

Não há nenhuma inversão. Basta ler com atenção para ver que são os
mortos do verso 5 , que não reviram até que se completassem os mil 
anos. Trata-se da segunda ressurreição.

Também no mesmo Apocalipse 20, quando é diz ("e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos"). 

(Apc. 20:4)
Aqui nesta passagem, João não via os mortos;, aqui ele via os vivos; os que estavam em Cristo, e tinham sido degolados pelo testemunho de Jesus. 

João não via os mortos nesta passagem, porque eles estavam vivos,
trata-se da primeira ressurreição, como mostra o verso 5.

Nesta passagem, João via as ALMAS dos que foram degolados pelos testemunho de Cristo. 


São os mártires da grande tribulação

Mas não estavam mortas, eram os vivos que ele via.
Foram ressuscitados.
 
Mas devido ao complemento da passagem, pois diz que eles "viveram e reinaram com Cristo durante mil anos; então o verbo viver aí é entendido como viveram da morte, ou reviveram.


Sim, são os que ressuscitarão e participarão do governo milenar de Cristo.

Mas, esse não é o sentido da expressão: o sentido aí é conviveram, viveram os mil anos com Cristo e reinaram com Ele.

Sim, viverão com Cristo.


Paz, irmão.

Pires
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 259
Idade : 55
Cidade/Estado : Angra dos Reis - rj
Religião : Cristianismo
Igreja : Deus é Amor
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 10
Pontos de participação : 622
Data de inscrição : 18/11/2014

Re: O amor de Deus contraria o ensino da condenação dos incrédulos ?

Mensagem por Pires em Sex 07 Set 2018, 21:06

Jefté diz :

Pires escreveu:Ou seja: Não está ordenado aos homens na lei, morrerem uma vez (e ressuscitarem) e ir a juízo!
Não!

Meu irmão , para alguém ser julgado precisa estar vivo

Será ?


Não tenha dúvida.
Essa é sua concepção - concepção humana!


Na verdade não é minha concepção, mas humana sim. Quando
o criminoso morre,  o julgamento é extinto.

A justiça humana, sendo falha, não vê motivo para julgar os que
morrem ,  que dirá então a Divina ?  
Os mortos serão julgados, porém depois da ressurreição..

Mas, não é assim: Deus é Deus! Ele vai julgar os homens, e não carece de nada para isso!
O julgamento é certo, porém de vivos.

Lembra-se da fogueira aquecida 7 vezes mais para Sadraque, Mesaque e Abdnego?
E a cova dos leões para Daniel?
E o grande peixe que tragou Jonas por 3 dias no fundo do mar?!


Sim, vemos o poder de Deus.

Diante disso e muito mais, você acredita mesmo que Deus necessite de algo para poder jugar os homens... ? Dito-te: não precisa!  
Medite..
.


Não há a menor dúvida que os  não salvos serão julgados, porém vivos.

Para que julgar alguém morto, sendo que nem saberia o veredito e não
poderia cumprir a pena ? não faz sentido.                  


Jesus diz assim:
Na lei se ordena: morrerem uma vez vindo depois disso o juízo!
Obviamente está implícita a necessidade da ressurreição.


Essa é uma conclusão sua; não diz isso na lei! 

Isso é óbvio. Não tem sentido alguém morto ir a juízo.

Certa vez Jesus disse assim:
Digo-vos que se esses se calarem, as próprias pedras clamarão. 
Pergunta: como seria isso? as pedras receberiam vida para poder clamar ?
!


Então Jefté, estaria Jesus se referindo realmente à pedras ? Óbvio que não.


Caro Jefté, quando João diz "os mortos" nos versos que se refere, 
não deve-se entender de forma literal
. Estes mortos são os da segunda
ressurreição.; estavam vivos realmente. são os mortos
que não reviveram na primeira ressurreição , como
se pode ver no cap. 20 verso 5 :  


Irmão, acho interessante você me dizer para não entender essa passagem da Escritura de forma literal...
Como pode definir assim as coisas ??!


Se analisar um pouco mais, verá que realmente não são mortos e sim, os
que fazem parte da segunda ressurreição.

Certamente não é a Escritura que está a dizer isso, pelo contrário, ela diz o que se está escrito; ou seja: os mortos!
Embora possamos cada um de nós interpretar a passagem de outra forma, inclusive o oposto, como é o caso!
Porém, eu fico com a literalidade daquilo que o texto me diz!


Atente no verso 5 do cap.20 :


Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram.
Esta é a primeira ressurreição


Como pode ver, os outros mortos apenas ressuscitarão depois
dos mil anos ou seja,  na segunda ressurreição. 

Depois dessa ressurreição não existirá mais mortos,  logo, quando
João se refere á  mortos, é apenas uma forma de se referir aos
que foram ressuscitados.

Fique na paz.

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1766
Idade : 55
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 39
Pontos de participação : 4287
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: O amor de Deus contraria o ensino da condenação dos incrédulos ?

Mensagem por Jefté em Sex 07 Set 2018, 22:27

Pires escreveu:Na verdade não é minha concepção, mas humana sim. Quando
o criminoso morre,  o julgamento é extinto.

Essa é novamente uma concepção apenas humana!
Não é válida para Deus, perceba, por favor, o que Jesus diz:
Lucas 12:4-5
"E digo-vos, amigos meus: Não temais os que matam o corpo e, depois, não têm mais que fazer. Mas eu vos mostrarei a quem deveis temer; temei aquele que, depois de matar, tem poder para lançar no inferno; sim, vos digo, a esse temei."


A justiça humana, sendo falha, não vê motivo para julgar os que
morrem ,  que dirá então a Divina ?  
Os mortos serão julgados, porém depois da ressurreição..

Novamente!
O homem só será julgado após a morte!
Hebreus 9:27 diz:
"E como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo."

-I Pedro 4.5
"Os quais hão de dar conta ao que está preparado para julgar os vivos e os mortos."

Sabe esse verso?
Ele não está a dizer assim: Os quais hão de dar conta ao que está preparado para julgar os vivos e os mortos (quando ressuscitarem)
Não, o Senhor há de julgar os vivos (pois assim se encontram) e os mortos (pois assim estão) porquanto não existe ressurreição para ir a juízo diante de Deus! E o Senhor não necessita que o homem receba vida para que Ele o julgue.


Mas, não é assim: Deus é Deus! Ele vai julgar os homens, e não carece de nada para isso!
O julgamento é certo, porém de vivos.

Bom, pelo menos não é o que leio na Palavra de Deus:
Apocalipse 20:11-15



Não há a menor dúvida que os  não salvos serão julgados, porém vivos.

Para que julgar alguém morto, sendo que nem saberia o veredito e não
poderia cumprir a pena ? não faz sentido.                  

Irmão
Como é que Lázaro se levantou da sepultura quando Cristo o chamou?
É estava vivo ou morto?
Se estava morto, como ele ouviu a voz do Senhor ?!
Medite...

Aliás, por favor, já que você diz que Deus não pode julgar os mortos devido a estarem mortos - embora a Palavra assim relata. (Apc. 20:11-15)
Me explica, por favor esse evento:
-I Pedro 4.6
"Porque por isto foi pregado o evangelho também aos mortos, para que, na verdade, fossem julgados segundo os homens na carne, mas vivessem segundo Deus em espírito;"

E esse:
II Ped. 3:19-20
"No qual também foi, e pregou aos espíritos em prisão; Os quais noutro tempo foram rebeldes, quando a longanimidade de Deus esperava nos dias de Noé, enquanto se preparava a arca; na qual poucas ( isto é, oito ) almas se salvaram pela água;"


Jesus diz assim:
Na lei se ordena: morrerem uma vez vindo depois disso o juízo!
Obviamente está implícita a necessidade da ressurreição.

Essa é uma conclusão sua; não diz isso na lei! 
Isso é óbvio. Não tem sentido alguém morto ir a juízo.

Certa vez Jesus disse assim:
Digo-vos que se esses se calarem, as próprias pedras clamarão. 
Pergunta: como seria isso? as pedras receberiam vida para poder clamar ?
!


Então Jefté, estaria Jesus se referindo realmente à pedras ? Óbvio que não.


É óbvio que sim.
Salmos 148 diz sobre isso!

E também Apocalipse:
Apocalipse 5.13
"E ouvi toda a criatura que está no céu, e na terra, e debaixo da terra, e que está no mar, e a todas as coisas que neles há, dizer: Ao que está assentado sobre o trono, e ao Cordeiro, sejam dadas ações de graças, e honra, e glória, e poder para todo o sempre."

Um abraço!


Pires
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 259
Idade : 55
Cidade/Estado : Angra dos Reis - rj
Religião : Cristianismo
Igreja : Deus é Amor
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 10
Pontos de participação : 622
Data de inscrição : 18/11/2014

Re: O amor de Deus contraria o ensino da condenação dos incrédulos ?

Mensagem por Pires em Sex 07 Set 2018, 22:44

Jefté diz :

Pires escreveu:
Disse Jesus:
"Portanto, eu vos digo: Todo o pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada aos homens. E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro."  (Mat.  12:31-32)

Não vejo como estes versos respondem minha pergunta. 

Poderia me dizer por que o Senhor afirma poder haver perdão a todo o pecado e blasfêmia no futuro, porém, não p/ a blasfêmia contra o Espírito ?!!!

Essa pergunta foge ao assunto. Se você puder associar ao que estamos
discutindo, explique por favor .

Por favor, que século futuro é esse no qual ainda se pode haver perdão a todo pecado e blasfêmias, não porém, a blasfêmia contra o Espírito ???

Caro Jefté,  essa pergunta está relacionada ao assunto ? exponha suas idéias .
Paz .

Irmão
Sim, haverá um perdão em século futuro a todo o pecado e blasfêmia cometidos debaixo do céu.

Meu irmão, o perdão existe  enquanto se está vivo e pode-se
arrepender.

É por isso que após o milênio (século futuro) os outros mortos todos revivem numa ressurreição da carne.

Essa ressurreição , apoc. 20.5 ,não é para o perdão, mas para julgamento dos  
dos que negarão (negaram) Jesus.

Justamente para se praticar o perdão a quem não blasfemar contra o Espírito Santo.


Depois da morte segue o juízo , de acordo com Hb. 9.27 . 

E como aos homens está ordenado morrem uma vez, vindo depois
disso o juízo.

Depois da morte, não existirá perdão . Cada um será julgado
conforme suas obras, com mostra João 5.28,29 :

Não voz  maravilheis disto ; porque vem a hora em que todos
os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz .

E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida;
e os que fizeram o mal para a ressurreição da condenação.


Paz irmão.

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1766
Idade : 55
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 39
Pontos de participação : 4287
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: O amor de Deus contraria o ensino da condenação dos incrédulos ?

Mensagem por Jefté em Sab 08 Set 2018, 12:37

Pires escreveu:Essa ressurreição , apoc. 20.5 ,não é para o perdão, mas para julgamento dos dos que negarão (negaram) Jesus.
Jefté escreveu:Justamente para se praticar o perdão a quem não blasfemar contra o Espírito Santo.
Depois da morte segue o juízo , de acordo com Hb. 9.27 . 
E como aos homens está ordenado morrem uma vez, vindo depois disso o juízo.

Depois da morte, não existirá perdão . Cada um será julgado
conforme suas obras, com mostra João 5.28,29 :
Não voz  maravilheis disto ; porque vem a hora em que todos
os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz .
E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida;
e os que fizeram o mal para a ressurreição da condenação.[/color]

Olá irmão Pires

Eu sei que muitas vezes é bem complexo de entender, principalmente que somos carnais enquanto a palavra de Deus é espiritual!
Há uma coisa que muitas vezes não nos damos conta!
O Evangelho, o Novo Testamento é uma Nova Aliança feita no sangue de Cristo!
E a Lei é uma lei que vigora sobre os pecadores todos!

Vou dar um exemplo:
Está determinado na lei o que a carta aos hebreus declara:
"E como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo." (Heb. 9:27) ( como eu e você já havíamos dito em postagens anteriores )
Minha pergunta: Se está determinado assim na lei, por que os cristãos aguardam o arrebatamento e a ressurreição para a vida eterna se na lei determina a morte vindo depois disso o juízo?
- Ora, é por causa do sangue de Cristo, de sua salvação, de seu evangelho e do Novo Testamento, é claro.

Assim também, irmão, acontece a primeira ressurreição (dos santos) e também a segunda ressurreição (a dos outros mortos todos que revivem todos a término do milênio).
E ambas é devido ao nascimento, vida e morte do Filho de Deus em prol dos pecadores todos em todas as Eras, desde Adão até a última alma vivente nascida neste mundo.
Simplesmente porque Jesus Cristo é o único Salvador do mundo todo!
E, embora Ele nascesse a apenas 2 mil anos atrás, isso não impedirá que Ele seja o Salvador do mundo! entende?!!!!

Pois Deus é um Deus justo!
E, se a Graça de Deus se manifestou trazendo salvação a todos os homens - como então fica a condição de todos os homens que haviam nascido, vivido e morrido ANTES do Senhor nascer entre os homens para salvá-los?????!!!!!

Ora, afinal, o Senhor Deus não é um Justo Juiz?
- Sim, claro que é?!
E todas as almas não lhe são igualmente importantes ?
- Claro!

Pois assim é: a segunda ressurreição é para dar vida a todos os homens e por isso Satanás é aprisionado mil anos, e solto por pouco tempo após os mil anos.
E por isso mesmo, os outros mortos revivem a término dos mesmos mil anos.
Justamente para se dar aquilo que você diz: a saber: só existe possibilidade de arrependimento em vida, e também de perdão.
Aliás, a segunda ressurreição serve para quê?
Jesus disse que todo o pecado e blasfêmia serão perdoados aos homens.
E também disse que a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada nem neste século nem no vindouro.
Ora, está claro: se a Blasfêmia contra o Espírito não pode ser perdoada nem neste século nem no vindouro, é claro que os outros pecados e blasfêmia podem ser perdoados tanto neste século quanto no vindouro.
Do contrário não haveria essa observação!
Pois é, a segunda ressurreição é para se dar este perdão.

Outra observação:
Se está ordenado aos homens morrerem uma vez vindo depois disso o juízo.
Por que houveram ressurreições de pessoas ainda no Velho Testamento ? Elias ressuscitou um, e Eliseu ressuscitou também.
E até um cadáver que lançaram numa cova em que estava os ossos do profeta Eliseu, e tocara em seus ossos, reviveu.
E também Cristo ressuscitou vários durante o evangelho e até Pedro a Dorcas, e Paulo a Êutico...
Tudo isso aconteceu, embora esteja determinado na lei aos homens morrerem uma vez vindo depois disso o juízo.
Isso é devido ao Novo Testamento (e a toda a obra do Senhor em prol dos homens).
A segunda ressurreição, repito, é para cumprir unicamente cláusulas do Novo Testamento!
Jamais para se dar o juízo da lei!

Tanto a primeira ressurreição quanto a segunda ressurreição como também a ressurreição para a vergonha e desprezo eterno são cláusulas do Novo Testamento de Cristo a cumprir-se.

1 - Uma dessas cláusulas é a ressurreição para vida eterna em Cristo Jesus! (Jo. 6:47 - Jo. 3:16 - Jo. 11:25 - I Cor. 15:51-52 - I Tes. 4:16-17 etc.)

2 - A outra clásula também referente a fé em Cristo, mesmo que pequena fé (é para a ressurreição para a vergonha e desprezo eterno - Dan. 12:2b).
Alguns exemplos de sua premissa:

Lucas 11.31
"A rainha do sul se levantará no juízo com os homens desta geração, e os condenará; pois até dos confins da terra veio ouvir a sabedoria de Salomão; e eis aqui está quem é maior do que Salomão."
Lucas 11.32
"Os homens de Nínive se levantarão no juízo com esta geração, e a condenarão; pois se converteram com a pregação de Jonas; e eis aqui está quem é maior do que Jonas."
Mateus 10:42
"E qualquer que tiver dado só que seja um copo de água fria a um destes pequenos, em nome de discípulo, em verdade vos digo que de modo algum perderá o seu galardão."
Marcos 9.41
"Porquanto, qualquer que vos der a beber um copo de água em meu nome, porque sois discípulos de Cristo, em verdade vos digo que não perderá o seu galardão."

Ou seja, tudo o que se fizer pelo Nome de Cristo terá o seu galardão no Seu Reino!

II Tim. 2:20-21
"Ora, numa grande casa não somente há vasos de ouro e de prata, mas também de pau e de barro; uns para honra, outros, porém, para desonra. De sorte que, se alguém se purificar destas coisas, será vaso para honra, santificado e idôneo para uso do Senhor, e preparado para toda a boa obra."

3 - E a outra cláusula é a segunda ressurreição (ressurreição da carne, a cumprir-se em término do milênio) também é para cumprir cláusulas do Novo Testamento de Cristo, que é aquilo que declara Cristo no evangelho, a saber:
"Portanto, eu vos digo: Todo o pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada aos homens. E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro." (Mat. 12:31-32)

Pois há um perdão em futuro a sobrevir!

Esses são os que habitarão em Nova Terra!
Na qual terra haverá nações e reis.
E são também aqueles a participarem das folhas da árvore da vida:
Apc. 22:2b
"No meio da sua praça, e de um e de outro lado do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de mês em mês; e as folhas da árvore são para a saúde das nações.
Apocalipse 21.24
"E as nações dos salvos andarão à sua luz; e os reis da terra trarão para ela a sua glória e honra.


Já os santos, os remidos por Cristo, os seus, provam dos frutos:
Apocalipse 2.7
"Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no meio do paraíso de Deus."
Um abraço


Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1766
Idade : 55
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 39
Pontos de participação : 4287
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: O amor de Deus contraria o ensino da condenação dos incrédulos ?

Mensagem por Jefté em Dom 09 Set 2018, 08:45

Olá

Falta completar uma informação:
O perdão vindouro não se dá automaticamente e não é generalizado, é mediante a fé:
Fé em Cristo, a saber: aquele que lhe crê há de receber perdão; já ao que não O crê é impossível!

João 3.15
"Para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna."
João 3.16
"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna."
João 6.47
"Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim tem a vida eterna."
João 3.18
"Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus."
Apocalipse 21.8
"Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte."
II Coríntios 4.4
"Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus."

Por isso, no dia do juízo final são abertos os livros e o livro da vida, e todo o que nele se achar inscrito, revive! Portanto, denominado livro da vida!

Já os ausentes, segunda morte!
Apocalipse 20:15
"E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo."


Pires
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 259
Idade : 55
Cidade/Estado : Angra dos Reis - rj
Religião : Cristianismo
Igreja : Deus é Amor
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 10
Pontos de participação : 622
Data de inscrição : 18/11/2014

Re: O amor de Deus contraria o ensino da condenação dos incrédulos ?

Mensagem por Pires em Dom 09 Set 2018, 17:27

Olá Jefté ,

Resposta msn 27.

:Essa ressurreição , apoc. 20.5 ,não é para o perdão, mas para julgamento dos dos que negarão (negaram) Jesus.
Jefté escreveu:Justamente para se praticar o perdão a quem não blasfemar contra o Espírito Santo.
Depois da morte segue o juízo , de acordo com Hb. 9.27 . 
E como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo.

Depois da morte, não existirá perdão . Cada um será julgado
conforme suas obras, com mostra João 5.28,29 :
Não voz  maravilheis disto ; porque vem a hora em que todos
os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz .
E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida;
e os que fizeram o mal para a ressurreição da condenação.[/color]

Olá irmão Pires

Eu sei que muitas vezes é bem complexo de entender, principalmente que somos carnais enquanto a palavra de Deus é espiritual!
Há uma coisa que muitas vezes não nos damos conta!
O Evangelho, o Novo Testamento é uma Nova Aliança feita no sangue de Cristo!
E a Lei é uma lei que vigora sobre os pecadores todos!

Vou dar um exemplo: 
Está determinado na lei o que a carta aos hebreus declara:
"E como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo." (Heb. 9:27) ( como eu e você já havíamos dito em postagens anteriores )
Minha pergunta: Se está determinado assim na lei, por que os cristãos aguardam o arrebatamento e a ressurreição para a vida eterna se na lei determina a morte vindo depois disso o juízo?


Porquê é doutrina  das sagradas escrituras :
ARREBATAMENTO :
1ª Ts 4.17 :
 Depois nós os vivos seremos ARRREBATADOS
juntamente com ele nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim
estaremos sempre com o Senhor
RESSURREIÇÃO :
Jo 11:25 :
Disse-lhe Jesus : Eu sou a ressurreição e a vida, quem crer em mim,
ainda que esteja morto viverá .
assim também, irmão, acontece a primeira ressurreição (dos santos) e também a segunda ressurreição (a dos outros mortos todos que revivem todos a término do milênio).
E ambas é devido ao nascimento, vida e morte do Filho de Deus em prol dos pecadores todos em todas as Eras, desde Adão até a última alma vivente nascida neste mundo.
Simplesmente porque Jesus Cristo é o único Salvador do mundo todo!


João 3.16 :
Porque Deus amou o mundo de ta maneira, que deu seu filho unigênito,
para que todo aquele que  nele crê, não pereça, mas tenha a vida
eterna
E, embora Ele nascesse a apenas 2 mil anos atrás, isso não impedirá que Ele seja o Salvador do mundo! entende?!!!!
Entendo, porém a salvação está condicionada a necessidade de acreditar em Jesus 
como Salvador.

Pois Deus é um Deus justo!
E, se a Graça de Deus se manifestou trazendo salvação a todos os homens
-

A saber, aos que creem no seu nome, como diz João 3:36 :
Quem crê no Filho tem a vida eterna; já quem rejeita o Filho não verá a vida, mas a ira de Deus permanece sobre ele.


como então fica a condição de todos os homens que haviam nascido, vivido e morrido ANTES do Senhor nascer entre os homens para salvá-los?????!!!!!


Rm 4. 3 :
Pois, que diz as Escrituras ? Creu Abraão , e isso lhe foi imputado

como justiça.


E por isso mesmo, os outros mortos revivem a término dos mesmos mil anos.
Justamente para se dar aquilo que você diz: a saber: só existe possibilidade de arrependimento em vida, e também de perdão.



Você esquece de um detalhe : Depois da  morte vem o juízo ou seja, 
cada um  será julgado pelo que praticou enquanto vivo , por isso
o arrependimento  precisa ser aqui e agora, depois da morte não
existe perdão

Aliás, a segunda ressurreição serve para quê?

Para julgamento dos ímpios,  como mostra Apoc. 20:12,13,
aqueles que comparecerão diante do GRANDE TRONO BRANCO 

Jesus disse que todo o pecado e blasfêmia serão perdoados aos homens.
E também disse que a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada nem neste século nem no vindouro.
Ora, está claro: se a Blasfêmia contra o Espírito não pode ser perdoada nem neste século nem no vindouro, é claro que os outros pecados e blasfêmia podem ser perdoados tanto neste século quanto no vindouro.
Do contrário não haveria essa observação!


O problema é que você está associando, SÉCULO VINDOURO,  aos
acontecimentos pós ressurreição , o que é descartado quanto
a sua pretensão  de defender o perdão após a morte, tendo
em vista que depois desta, vem o juízo, o julgameto do 
GRANDE TRONO BRANCO, apoc, 20.11.

Pois é, a segunda ressurreição é para se dar este perdão.


Não irmão, depois da morte vem o juízo, por isso devemos

nos preocupar com nossa salvação agora; Veja o que
disse Paulo em Fl. 2.12 :

De sorte que, meus amados, assim como sempre obedecestes,
não só na minha presença, mas muito mais agora na minha
ausência, assim também operai vossa salvação com temor
e tremor.

Se fosse possível salvar-se após a morte, não  faria sentido
a preocupação de Paulo; Como  vemos, ele exorta aos
crentes Filipenses para zelar pela salvação deles.

 Veja Hebreus 10.35-39 :
“Não lanceis fora, pois, a vossa confiança, que tem uma grande recompensa. Porque necessitais de perseverança, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. Pois ainda em bem pouco tempo aquele que há de vir virá, e não tardará. Mas o meu justo viverá da fé; e se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. Nós, porém, não somos daqueles que recuam para a perdição, mas daqueles que crêem para a conservação da alma.
Veja que a promessa será alcançada depois de ser feita a vontade
de Deus, perseverando nos seus caminhos.                         

Outra observação:
Se está ordenado aos homens morrerem uma vez vindo depois disso o juízo.

Por que houveram ressurreições de pessoas ainda no Velho Testamento ? Elias ressuscitou um, e Eliseu ressuscitou também.

Uma das coisas que se pode dizer é que essas ressurreições serviram para mostrar
que a promessa de Deus é verdadeira., confirmando João 11.25 : Eu sou a ressurreição
e a vida, quem crer em mim ainda que esteja morto viverá.

O fato de algumas pessoas terem ressuscitadas, não invalida Hebreus 9:27, porque
tais ressurreições serviram para mostrar o poder de Deus. Invalidaria se
todas as pessoas ressuscitassem logo após morrerem.

A segunda ressurreição, repito, é para cumprir unicamente cláusulas do Novo Testamento!
Jamais para se dar o juízo da lei!


Não é o que diz as Sagradas Escrituras , elas mostram duas
ressurreições , dos justos e injustos, como deixa claro Atos
24:15 :
Tendo esperança em Deus , como estes mesmos também 
esperam, de que há de haver ressurreição de mortos, assim
dos JUSTOS COMO INJUSTOS

Veja a concordância com João 5.28,29

Não vos maravilheis disto; porque vem a hora em que todos
os que estão no sepulcro ouvirão s sua voz.
E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida,
e os que fizeram o mal para a ressurreição da condenação.

Tanto a primeira ressurreição quanto a segunda ressurreição como também a ressurreição para a vergonha e desprezo eterno são cláusulas do Novo Testamento de Cristo a cumprir-se
.
Existem apenas duas ressurreições : dos justos e injustos ,como
está escrito em Atos 24:15, acima citado.

2 - A outra clásula também referente a fé em Cristo, mesmo que pequena fé (é para a ressurreição para a vergonha e desprezo eterno - Dan. 12:2b).

Meu irmão, isso não se aplica para quem está em Cristo, a bíblia
afirma que quem está em Cristo JAMAIS SERÁ ENVERGONHADO.
Rm 9:33 : Como está escrito : Eis que eu ponho em sião uma pedra de tropeço,
e uma rocha de escândalo; e todo aquele que crer nela NÃO SERÁ ENVERGONHADO

"Portanto, eu vos digo: Todo o pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada aos homens. E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro." (Mat. 12:31-32)


Não há a menor dúvida que com exceção da blasfêmia contra o Espírito Santo,
qualquer pecado PODE ser perdoado, PARA ISSO ´BASTA O ARREPENDIMENTO..                                                                                              

Pois há um perdão em futuro a sobrevir!

Por vir não, é agora, depois da morte virá o julgamento,
como escrito em Hb 9.27 .

Esses são os que habitarão em Nova Terra!

Na qual terra haverá nações e reis.
E são também aqueles a participarem das folhas da árvore da vida:
Apc. 22:2b
"No meio da sua praça, e de um e de outro lado do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de mês em mês; e as folhas da árvore são para a saúde das nações
Apocalipse 21.24
E as nações dos salvos andarão à sua luz; e os reis da terra trarão para ela a sua glória e honra. 

Os salvos, os bem-aventurados da 1ª ressurreição, apoc. 20.6 :
Bem-aventurado e santo é aquele que tem parte na 1ª ressurreição.


Não pode deixar de ser notada a distinção
entre as duas ressurreições . Os que tem
parte na 1ª ressurreição são bem-aventurados
e santos.

É óbvio que no ímpio não há santidade, por
isso fará parte da 2ª ressurreição, não
sendo bem-aventurado e comparecerá 
ao juízo do grande trono branco.

"Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no meio do paraíso de Deus." 


Não pode passar despercebido o detalhe : AO QUE VENCER . 
Os que não vencerão serão aqueles que comparecerão diante do
GRANDE TRONO BRANCO,  de apoc. 20.11-15, os da 2ª  ressurreição.

Paz.

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1766
Idade : 55
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 39
Pontos de participação : 4287
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: O amor de Deus contraria o ensino da condenação dos incrédulos ?

Mensagem por Jefté em Seg 10 Set 2018, 12:39

Pires escreveu:Os salvos, os bem-aventurados da 1ª ressurreição, apoc. 20.6 :
Bem-aventurado e santo é aquele que tem parte na 1ª ressurreição.

Não pode deixar de ser notada a distinção
entre as duas ressurreições . Os que tem
parte na 1ª ressurreição são bem-aventurados
e santos.
É óbvio que no ímpio não há santidade, por
isso fará parte da 2ª ressurreição, não
sendo bem-aventurado e comparecerá 
ao juízo do grande trono branco.
Olá irmão Pires
Creio que você não me compreendeu!
Eu jamais disse que os santos da primeira ressurreição seriam envergonhados.
Tampouco que não sejam bem-aventurados e não devam perseverar até o fim!
Não falei deles na postagem, exceto que ressuscitam em primeira ressurreição e herdam do Senhor a vida eterna e todas as coisas em Cristo!

"Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no meio do paraíso de Deus." 
Não pode passar despercebido o detalhe : AO QUE VENCER . 
Os que não vencerão serão aqueles que comparecerão diante do
GRANDE TRONO BRANCO,  de apoc. 20.11-15, os da 2ª  ressurreição.

Paz.

Meu principal foco foi que há um perdão futuro aos homens não participantes da primeira ressurreição!
Jesus claramente cita a ressurreição da rainha do sul no dia do juízo; e também dos de Nínive, os quais por sua fé hão de condenar essa geração, conforme o Senhor!
E também no juízo se abrirão livros, nos quais constam as obras todas dos homens todos quer sejam boas ou más:
Eclesiastes 12:13-14 diz:
"De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus, e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo o homem. Porque Deus há de trazer a juízo toda a obra, e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau."

E também no juízo se abre o Livro da Vida - e diz que: aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo.
Ora, por essa observação fica claro que nem todos no juízo serão ausentes ao Livro da Vida, porquanto por isso mesmo ele é aberto em tal juízo.
E o texto não diz que todos serão lançados ao lago de fogo, mas diz que todo aquele que não for achado inscrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo.

Assim, o que eu tentei demonstrar é que se haverá um perdão aos pecados cometidos pelos homens após o milênio!
E os tais hão de herdar Nova Terra.
Há dois concertos de Deus com Abraão; os quais são futuros! O apóstolo Paulo fala disso em Gálatas.
E ambos filhos de Abraão (o da livre e o da escrava) hão de herdar. Apesar de, o filho da escrava não herdar juntamente com o filho da livre.
Contudo ele também há de herdar. E o que ele herdará?
O Salmo 115:16 responde-nos:
"Os céus são os céus do SENHOR; mas a terra a deu aos filhos dos homens."
Os santos vão a Nova Jerusalém.
E os filhos da escrava naturalmente vão a Nova Terra.
Eu sei que é um pouco complexo de se entender, principalmente que tens uma forma de entender as coisas, assim como eu também a tenho...
Mas, embora tenhamos cada um de nós a própria compreensão, não podemos passar desapercebidos dessa realidade.

Um abraço e paz!

Conteúdo patrocinado

Re: O amor de Deus contraria o ensino da condenação dos incrédulos ?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Qua 26 Set 2018, 08:42