F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Compartilhe

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Número de Mensagens : 597
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Washington Ruiz em Ter 20 Mar 2018, 13:23

Olá, Vasuilvan,

Sobre a sua pergunta: Havia salvação em Moisés?

Sim, meu irmão, HOUVE salvação em Moisés, isto é, todos os JUDEUS que nasceram durante o tempo de vigência da Lei de Moisés, que foi de Moisés até João, e que cumpriram fielmente o que lhes estava escrito, serão salvos por JESUS, no JULGAMENTO DE JUSTIFICAÇÃO, por essa EXCLUSIVA OBEDIÊNCIA, porém,

Hoje, a obediência que nos garante a salvação (tanto a nós, gentios, como aos judeus de hoje) não é mais a obediência exclusiva à Lei de Moisés, mas a OBEDIÊNCIA EXCLUSIVA AO EVANGELHO, à Lei de Cristo, que entrou em vigor depois que a Lei de Moisés perdeu a sua vigência, por isso,

Quem estiver em obediência simultânea aos dois testamentos de Deus, conforme a minha visão, que é como estão os irmãos católicos e evangélicos, de maneira nenhuma poderão merecer a sua justificação.

O que nos garante a salvação da ALMA é a nossa OBEDIÊNCIA, pois o que caracteriza a fé é a nossa obediência ao que nos estiver sendo mandado obedecer.

Como você acha que serão salvos ou condenados os que nasceram antes da Lei de Moisés? Pela obediência à Lei de Cristo (que é o Evangelho) ou pela obediência à Lei de Moisés? Eu lhe respondo: Por nenhuma dessas duas leis.

Não tem lógica nenhuma pensarmos que os que nasceram antes da EXISTÊNCIA da lei possam ser acusados de uma desobediência que eles não conheciam, por isso é que está escrito que todos os que pecaram sem lei sem lei perecerão (Rm 2.12), ou seja,

Os que nasceram antes da lei não serão julgados por Jesus nem pela obediência à Lei de Moisés nem pela obediência ao Evangelho, mas pela presciência de Deus, o Pai, posto que nenhum desses irmãos, nascidos nesses tempos, chegou a conhecer essas leis, aliás,

É isso que está escrito em Rm 2.12 (Assim, pois, todos os que pecaram sem lei também sem lei pere-cerão; e todos os que com lei pecaram mediante lei serão julgados).
=
Eu interpreto, irmão, que o único instrumento de salvação que está vigente, dos dois que Deus deu aos homens, seja o NOVO TESTAMENTO, pois a obediência à lei de Moisés de nada nos adianta, por isso,

Quem estiver considerando que os escritos da lei ainda têm de ser hoje obedecidos será considerado como em DESOBEDIÊNCIA a Deus, pois estará desobedecendo aos escritos de Cl 2.14, que rezam que temos de considerar cancelada de nossa obediência aqueles escritos, aliás,

Como imitadores de Cristo, também temos de cancelar da nossa obediência os escritos da lei de Moisés, que foi o que Jesus fez, lei essa que constava de ordenanças (Não matarás, não adulterarás, não....), lei essa que tem de ser removida completamente da nossa obediência (Cl 2.14) tendo cancelado o escrito da dívida, que era contra nós e que constava de ordenanças, o qual nos era prejudicial, removeu-o inteiramente, encravando-o na cruz).

Até mais!

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Número de Mensagens : 597
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Washington Ruiz em Ter 20 Mar 2018, 13:28

Olá, Edison,

Pensamos diferentes, irmão.

Assim como você me acha em desobediência eu também o acho, mas espero que essa desavença não nos torne inimigos, ok?
=
Eu creio que o ser que devemos ter por Deus seja somente o Pai, que criou (trouxe à existência) o Filho, no primeiro dia, no HAJA LUZ, e criou (trouxe à existência) o Espírito Santo, que é um anjo, no quarto dia, no HAJA LUMINARES.

Creio também que o único instrumento de Deus que temos de nos subordinar a crer seja somente o Evangelho de Jesus, pois a Lei de Moisés não nos tem mais serventia nenhuma, não tem mais VALOR DE JUSTIFICAÇÃO.

Creio que simultaneidade de obediência aos dois testamentos é o que caracteriza o ADULTÉRIO ESPIRITUAL da noiva/igreja, por isso, considero que as igrejas católica/evangélicas estão sendo enganadas a crerem no ensino incorreto, que é a apostasia.

Até mais!

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2344
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 6036
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Edison em Ter 20 Mar 2018, 14:34

Washington Ruiz,

Washington Ruiz escreveu:Olá, Edison,

Pensamos diferentes, irmão.

Assim como você me acha em desobediência eu também o acho, mas espero que essa desavença não nos torne inimigos, ok?

Não há motivos para sermos inimigos e nem adversário. Tudo o que pode acontecer é não andarmos juntos porque não estamos de acordo (Amos 3:3).



Eu creio que o ser que devemos ter por Deus seja somente o Pai, que criou (trouxe à existência) o Filho, no primeiro dia, no HAJA LUZ, e criou (trouxe à existência) o Espírito Santo, que é um anjo, no quarto dia, no HAJA LUMINARES.

Você se entrincheirou nessa teoria anti bíblica do "haja luz". A Bíblia diz que quem disse "haja luz" foi o Filho. O Espírito Santo é o próprio Deus, o existente de Si mesmo.

"Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por ele e para ele. E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele" (Colossenses 1:16,17).

Existe algum outro Espírito Santo que não seja o Espírito de Deus, ou o Deus que é Espírito?

Percebi que você bebe em outras fontes além da Palavra de Deus e omite.

Leia João 14 detidamente e perceba quem é o Espírito Santo.


Creio também que o único instrumento de Deus que temos de nos subordinar a crer seja somente o Evangelho de Jesus, pois a Lei de Moisés não nos tem mais serventia nenhuma, não tem mais VALOR DE JUSTIFICAÇÃO.

Creio que simultaneidade de obediência aos dois testamentos é o que caracteriza o ADULTÉRIO ESPIRITUAL da noiva/igreja, por isso, considero que as igrejas católica/evangélicas estão sendo enganadas a crerem no ensino incorreto, que é a apostasia.

Até mais!

A Bíblia diz que só depois que o primeiro marido morre é que a mulher (igreja) pode se casar de novo (Rom. 7:1-4).


Washington Ruiz, qual é a importância do calvário para você? E sendo mais especifico, qual é a importância do sangue de Cristo para você?

Inté.

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 597
Idade : 68
Cidade/Estado : Manaus/Amazonas
Religião : Cristã
Igreja : Igreja do CRENTE
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -40
Pontos de participação : 1420
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Washington Ruiz em Qua 21 Mar 2018, 11:01

Olá, Edison,

Enquanto eu achar que ainda posso convencê-lo a aceitar a ver os escritos de Deus como eu vejo, não me “afastarei” de você, porém, é o que me aconselha os escritos de Rm 16.17 (Rogo-vos, irmãos, que noteis bem aqueles que provocam divisões e escândalos, em desacordo com a doutrina que aprendestes; AFASTAI-VOS deles).
=
Considero que Jesus seja a LUZ do HAJA LUZ porque os escritos de Ap 3.14 dizem que foi trazendo Jesus à existência que o PRINCÍPIO de  toda a criação de Deus começou, porém, como você nega essa interpretação, nega que a pessoa de Jesus exista, então, lhe pergunto: como você interpreta esses escritos, quer dizer, se não a Jesus, a quem esses escritos estão se referindo (Ap 3.14 Ao anjo da igreja em Laodiceia escreve: Estas cousas diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus)?
=
Já lhe expliquei trezentas vezes que a pessoa de Jesus, que você nega que exista, participou de tudo o que precisava ser criado (Cl 1.16) exceto da sua própria criação.
=
O Espírito Santo Consolador é um ANJO, meu irmão, um ser criado (trazido à existência) no quarto dia da criação, criado tanto pela pessoa do Filho como pela do Pai, um ENVIADO de Deus, isto é, assim como o Pai nos enviou a pessoa do Filho, a pessoa do Espírito Santo Consolador também nos foi enviada.
=
Está escrito que há DOIS CONSOLADORES, isto é, dois espíritos santos já nos foram enviados, sendo que o primeiro Consolador foi enviado para ditar aos profetas escreverem o Antigo Testamento, enquanto que o segundo, que foi chamado de OUTRO CONSOLADOR, foi enviado para ditar a outros profetas escreverem o Novo Testamento (Jo 14.16 E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará (enviará) outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco).
=
Enquanto você diz que creio em ensinos extra-lei (Percebi que você bebe em outras fontes além da Palavra de Deus), eu tenho a certeza que você crê no que a católica ensina, pois não consegue se libertar da lei, isto é,

Os que se dizem católicos e/ou evangélicos, por não conseguirem se libertar da lei, por não conseguirem sair de debaixo da lei, estão formando o corpo da IGREJA PROSTITUTA, pois estão se preparando para ser esposa de dois maridos, Jesus e Moisés. Que pena!!
=
Os escritos de Rm 7.2, com referência à “mulher casada”, estão se referindo ao corpo da NOIVA de Moisés, corpo esse que foi formado pelos judeus da obediência EXCLUSIVA à lei, corpo esse que foi formado enquanto durou o tempo de vigência da lei, NOIVA essa que já se casou com Moisés, que era o noivo da lei (Jr 31.32), NOIVO esse, porém, que já morreu quando terminou o tempo de vigência da sua lei, quer dizer,

Como já começou o tempo de formação do corpo da noiva de Jesus (de João até o fim), então, isso significa que os membros que formavam o corpo da noiva de Moisés ficaram livres para se unir a outro homem,  a OUTRO NOIVO. que é Jesus, ou seja,

Os escritos de Rm 7.1-4, que você citou, estão se referindo ao adultério espiritual, caracterizado pela pregação simultânea dos dois testamentos.

Até mais!

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2344
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 6036
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Edison em Qua 21 Mar 2018, 14:15

Washington Ruiz,

Washington Ruiz escreveu:Olá, Edison,

Enquanto eu achar que ainda posso convencê-lo a aceitar a ver os escritos de Deus como eu vejo, não me “afastarei” de você, porém, é o que me aconselha os escritos de Rm 16.17 (Rogo-vos, irmãos, que noteis bem aqueles que provocam divisões e escândalos, em desacordo com a doutrina que aprendestes; AFASTAI-VOS deles).


Como você sabe os cristãos se pautam pela Bíblia Sagrada. O cristão sabe que a resposta de tudo está na Palavra de Deus. As respostas estão na letra, estão nas entrelinhas das letras e também por detrás das letras. Existem entendimentos que olhando para a letra propriamente dita nada se vê, mas o Espírito nos revela o que está por detrás daquilo.
Agora, as revelações do Espírito Santo seguem uma regra do próprio Espírito santo, ou seja, elas não conflitam com a Palavra. A Bíblia não contradiz a Bíblia. O que provoca contradições são as INTERPRETAÇÕES humanas da Bíblia.

Quando você afirma que o homem num primeiro momento era um ser irracional, isso contradiz a Palavra de Deus pois ela afirma que Deus criou o homem à Sua imagem e à Sua semelhança. Então perguntamos: Desde quando Deus é irracional?
Quando você afirma que as almas do homem foram criadas no quarto dia e eram os luminares, isso contradiz a Palavra de Deus que diz que o homem foi criado ao final do sexto dia.


Considero que Jesus seja a LUZ do HAJA LUZ porque os escritos de Ap 3.14 dizem que foi trazendo Jesus à existência que o PRINCÍPIO de  toda a criação de Deus começou, porém, como você nega essa interpretação, nega que a pessoa de Jesus exista, então, lhe pergunto: como você interpreta esses escritos, quer dizer, se não a Jesus, a quem esses escritos estão se referindo (Ap 3.14 Ao anjo da igreja em Laodiceia escreve: Estas cousas diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus)?
=
Já lhe expliquei trezentas vezes que a pessoa de Jesus, que você nega que exista, participou de tudo o que precisava ser criado (Cl 1.16) exceto da sua própria criação.

Bem, eu não sei de onde você tirou essa de que eu nego a existência de Jesus. Eu creio em Jesus na medida exata como temos de crer Nele. A "parte anterior" de Jesus homem, ou seja, a Sua alma, era o próprio Deus assumindo um estado visível. Mesmo que visível dentro da esfera espiritual, mas já era visível. A criação das coisas visíveis e invisíveis sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por ele e para ele (Col. 1:16).
Deus criou Nele. Nele quem? Uma segunda pessoa? Uma primeira criatura?
Não, Deus criou em Sí mesmo na forma de pensamentos. Deus pensou na luz. Definiu a luz. O que seria a luz. Qual seria a amplitude do sentido luz. Do que seria constituída. Para que serviria. Onde a colocaria. Quais gazes seriam necessários para ela ser materializada, ser visível, etc. etc. etc.

Então quando essa luz sai da forma de pensamento, surge do nada um pequenino halo de luz, uma luz que não dependia de gazes para ser visível. Ela surge no âmbito espiritual. Era o Logos de Deus, os pensamentos de Deus se fazendo Palavra, era Deus saindo da invisibilidade e entrando na visibilidade ainda dimensão espiritual. Então aquele pequenino halo lá de trás se faz uma Teofania (Théos, " Deus" e phanei, " aparecer").

Essa Teofania era uma alma que um dia atingiria o ápice da visibilidade de Deus, na pessoa de Jesus Cristo homem.

E Jesus Cristo como homem, também é composto de corpo, espírito e alma. Essa alma de Jesus era aquela Teofania que saiu de Deus no princípio da criação.

A tua alma Washington é uma teofania ("t" minúsculo para diferenciar do "T" maiúsculo atribuído a Deus). O teu corpo teofânico, ou corpo celestial, é a tua alma, é o teu anjo, que pode assistir diante de Deus ou diante de satanás. Depende de que lado ficou lá na rebelião do querubim lançado fora do Reino de Deus.

Então creio piamente no Senhor Jesus Cristo e principalmente no Seu Nome, que é o Nome de Deus que está em vigência atualmente quer no céu, na Terra e debaixo da terra.

Aliás, esse Nome é rejeitado pela igreja tanto da ala romana quanto da ala protestante, quando o pecador arrependido busca dar o primeiro passo para a redenção.



O Espírito Santo Consolador é um ANJO, meu irmão, um ser criado (trazido à existência) no quarto dia da criação, criado tanto pela pessoa do Filho como pela do Pai, um ENVIADO de Deus, isto é, assim como o Pai nos enviou a pessoa do Filho, a pessoa do Espírito Santo Consolador também nos foi enviada.
=
Está escrito que há DOIS CONSOLADORES, isto é, dois espíritos santos já nos foram enviados, sendo que o primeiro Consolador foi enviado para ditar aos profetas escreverem o Antigo Testamento, enquanto que o segundo, que foi chamado de OUTRO CONSOLADOR, foi enviado para ditar a outros profetas escreverem o Novo Testamento (Jo 14.16 E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará (enviará) outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco).


Isso que você escreveu está a milhões de anos luz da Verdade.

Veja:
"E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre;
O Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós" (João 14:16,17).

Aquilo que você chama de "segundo Consolador" já estava com os discípulos. E Jesus disse que os discípulos já O conhecia porque habitava com eles.

Onde estava esse "outro Consolador"??? Como pedir "outro Consolador" se ele já estava habitando com eles???

O Espírito da Verdade que o mundo não vê e nem O conhece, habitava com os discípulos como Emanuel.

O Espírito da Verdade era Emanuel em quem???

Onde estava o "Deus conosco"???

Jesus disse: "Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe?" (Jo 14:9).

Jesus disse: "O Pai que está em Mim é quem faz as obras" (Jo 14:10).

Na verdade esse "outro" (outro Consolador) não é outro ser, mas sim a "outra" maneira de estar com eles que era estar neles.

É o que eu insisto dizer..........são máscaras de Deus. São pessoas/personas, através das quais Deus vai agindo e consumando a redenção.

E Jesus disse mais: "Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que eu vá; porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós;........." (Jo 16:7).

Deus dá um nó na cabeça daqueles que querem entender a Deus intelectualmente que no capítulo 15 Jesus diz categoricamente que quem enviaria o "outro Consolador" era Ele mesmo (Jo 15:26).

E, em João 16:7 ele confirma "mas, quando eu for, vo-lo enviarei".

O grande erro dos judeus e o da igreja gentio é não ver o Pai no Filho e o Filho no Pai. A
A diferença é que quem cegou os judeus foi o próprio Deus para que pudesse alcançar sua Esposa gentia. Mas, os gentios, quem tem cegado é satanás.



Enquanto você diz que creio em ensinos extra-lei (Percebi que você bebe em outras fontes além da Palavra de Deus), eu tenho a certeza que você crê no que a católica ensina, pois não consegue se libertar da lei, isto é,

Não sou eu que está sob um pedobatismo trino. Se você tem interesse em fazer parte do Plano da Reconciliação essa sua situação tem de ser revista.


Os que se dizem católicos e/ou evangélicos, por não conseguirem se libertar da lei, por não conseguirem sair de debaixo da lei, estão formando o corpo da IGREJA PROSTITUTA, pois estão se preparando para ser esposa de dois maridos, Jesus e Moisés. Que pena!!
=
Os escritos de Rm 7.2, com referência à “mulher casada”, estão se referindo ao corpo da NOIVA de Moisés, corpo esse que foi formado pelos judeus da obediência EXCLUSIVA à lei, corpo esse que foi formado enquanto durou o tempo de vigência da lei, NOIVA essa que já se casou com Moisés, que era o noivo da lei (Jr 31.32), NOIVO esse, porém, que já morreu quando terminou o tempo de vigência da sua lei, quer dizer,

Como já começou o tempo de formação do corpo da noiva de Jesus (de João até o fim), então, isso significa que os membros que formavam o corpo da noiva de Moisés ficaram livres para se unir a outro homem,  a OUTRO NOIVO. que é Jesus, ou seja,

Os escritos de Rm 7.1-4, que você citou, estão se referindo ao adultério espiritual, caracterizado pela pregação simultânea dos dois testamentos.

Até mais!

O marido morto é a Lei. Se a Lei não está morta em nós não podemos casar com Cristo. É isso o que Paulo quis dizer.

Jesus disse que remendo novo em pano velho não funciona (Mat. 9:16).

Outra coisa Washington, não tem Noiva judia. Já que você também gosta de tipologias bíblicas como eu, perceba que todos os antitipos de Cristo no AT se casaram com gentias.

Inté.






Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2344
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 6036
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Edison em Qua 21 Mar 2018, 15:17

Edison disse:

Na verdade esse "outro" (outro Consolador) não é outro ser, mas sim a "outra" maneira de estar com eles que era estar neles.

É o que eu insisto dizer..........são máscaras de Deus. São pessoas/personas, através das quais Deus vai agindo e consumando a redenção.

E Jesus disse mais: "Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que eu vá; porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós;........." (Jo 16:7).

Nas entrelinhas Jesus está dizendo que Ele precisava ir para que o Pai trocasse de máscara.

Deus estava prestes a trocar de máscara. O Jesus Cristo homem é uma máscara.

O Espírito da Verdade deixaria de ser Deus conosco (Emanuel) para ser Deus em nós.

Veja o Pai falando no Filho:

"Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós.
(Veja, a orfandade só é caracterizada se morre o pai/mãe. Então quem é que estava falando não vos deixarei órfãos?)
Ainda um pouco, e o mundo não me verá mais, mas vós me vereis; porque eu vivo, e vós vivereis.
Naquele dia conhecereis que estou em meu Pai, e vós em mim, e eu em vós"
(João 14:18-20).

Voltarei para vós e naquele dia (no dia que Eu voltar) conhecereis que estou em meu Pai, e vós em mim, e eu em vós

Então Ele, o Pai, que não nos deixaria órfãos, voltou no dia de Pentecostes e agora não é mais "Deus conosco", mas hoje é "Deus em nós".

Ontem foi um homem ungido, mas hoje é um povo ungido; A sua Igreja, Seu Corpo Místico.

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 597
Idade : 68
Cidade/Estado : Manaus/Amazonas
Religião : Cristã
Igreja : Igreja do CRENTE
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -40
Pontos de participação : 1420
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Washington Ruiz em Qui 22 Mar 2018, 12:20

Olá, Edison,

Eu compreendo você não ter me entendido quando disse (e repito) que antes da criação do homem RACIONAL houve a criação do homem IRRACIONAL, do homem animal, SEM ALMA, afinal, é do ensino que ESTÁ ESCRITO que cheguei a essa conclusão, que vou tentar lhe explicar.
=
Observe que todos os animais IRRACIONAIS (predador e presa, que não têm alma, apenas corpo e fôlego) que foram criados (macho e fêmea) SIMULTANEAMENTE, numa só ordem, no QUINTO DIA, foram chamados de ALMAS VIVENTES (GN 1.20 E disse Deus: Produzam as águas abundantemente répteis de ALMA VIVENTE; e voem as aves sobre a face da expansão dos céus);

Observe também que os animais IRRACIONAIS do sexto dia também foram chamados de ALMAS VIVENTES, e não só o homem (GN 1.24 E disse Deus: Produza a terra ALMA VIVENTE conforme a sua espécie; gado, e répteis e feras da terra conforme a sua espécie; e assim foi), quer dizer,

O nome ALMA VIVENTE não foi dado ESPECIFICAMENTE ao homem, mas, também (e primeiramente) aos animais IRRACIONAIS, por isso,

Entendo que a criação da raça humana IRRACIONAL, macho e fêmea (não Adão e Eva), foi criada simultaneamente quando todas as raças animais também foram criadas, afinal, só existe uma ordem para a criação dos seres (almas viventes) do sexto dia, que é em Gn 1.24, significando, para mim, que a criação do HOMEM IRRACIONAL se deu na mesma ordem onde Deus criou os animais irracionais, que foram chamados de ALMAS VIVENTES.

O homem que foi criado nos escritos de Gn 2.7 foi o HOMEM IRRACIONAL, enquanto que o que foi criado nos escritos de Gn 1.27 é que foi o HOMEM RACIONAL, que, este sim, foi criado não à semelhança animal (alma vivente), mas à semelhança de Deus, porém, não à semelhança física, mas à semelhança espiritual.
=
Você defende que Deus veio à Terra mascarado de Jesus, significando, para mim, que os homens, mesmo sem saber, viram Deus, porém, essa sua interpretação fere os escritos de 1Jo 4.12 (Ninguém jamais viu a Deus), que rezam que ninguém viu a Deus.
=
Entendo que se o seu Deus é UMA SÓ PESSOA, que pode se transformar em três (mas uma pessoa só por vez), então, só existe uma pessoa, por isso, como só há uma pessoa, tem de ser ou a pessoa do Pai ou a do Filho ou a do Espírito Santo que existe.
=
Sim, irmão, pensamos diferentes com relação a Deus, porém, só um de nós pode estar certo. Ou nenhum, pois os católicos também acham que estão certos, no entanto, quem estiver crendo no Deus errado, de maneira nenhuma poderá entrar no reino de Deus.
=
Eu creio que o Filho foi um enviado pelo Pai, assim como os anjos também foram, tanto o primeiro consolador como o OUTRO, o segundo, isto é, pensamos diferentes, mas tudo bem.
=
Quer dizer que o outro consolador é outro, mas não é outro, né? “Entendi...”
=
Quer dizer que Deus estava na terra usando, ao mesmo tempo, quando Maria foi visitar Isabel, duas máscaras, a do Filho e a do Espírito Santo, não é? Porém, se assim fosse, por que que você disse que se o Filho não tivesse subido ao Céu o Pai não poderia "trocar" de máscara?
=
O Pai não está só na pessoa do Filho, mas presente em todos os outros filhos que estiverem em fiel obediência a ele, obediência essa que é a EXCLUSIVA ao único testamento que está em vigor, que é o Novo, pois o Velho já perdeu a sua vigência, ensino esse que você rejeita (Jo 17.21 a fim de que TODOS SEJAM UM; e como és tu, ó Pai, em mim e eu em ti, também sejam eles em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste).
=
Você quase acerta ao dizer: O marido morto é a Lei, mas, se fosse assim, vocês, evangélicos que creem no que a católica ensina, teriam de riscar de suas vidas a Lei, já que você está dizendo que ela está morta, no entanto, como você mesmo disse que a lei não perdeu a sua vigência, então, meu irmão, a lei pra você não está morta. Ou está morta sem estar morta?
=
Aprenda, meu irmão, que os escritos de Jr 31.32 estão se referindo à NOIVA JUDIA de Moisés que você está dizendo que não existe, isto é, está escrito que existe a NOIVA JUDIA (JR 31.32 Não conforme a aliança que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; porque eles invalidaram a minha aliança APESAR DE EU OS HAVER DESPOSADO, diz o SENHOR).

O corpo da NOIVA de Moisés começou a ser formado pelos milhares de seus discípulos desde o dia em que Moisés os libertou do Egito. É o que está escrito.
=
Não gosto de tipologia não, irmão. Eu considero que os dois testamentos de Deus, tanto o Velho quanto o Novo, ditados pelos dois anjos consoladores aos homens escreverem, foram escritos PARABOLICAMENTE e não tipologicamente, se é que você me entende.

Até mais!

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 597
Idade : 68
Cidade/Estado : Manaus/Amazonas
Religião : Cristã
Igreja : Igreja do CRENTE
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -40
Pontos de participação : 1420
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Washington Ruiz em Qui 22 Mar 2018, 12:22

Olá, Edison (Espero que outras pessoas daqui estejam lendo essa nossa conversação),

Antes você disse que o seu deus era uma só pessoa (o deus um em três), que se apresentava aos homens de três maneiras diferentes, mas uma pessoa de cada vez (não foi?), porém,

Se Deus subiu ao Céu para poder trocar de máscara, a fim de que ele pudesse descer (de novo) à Terra, mas, dessa vez, com a máscara do Consolador, então, a máscara da pessoa do Filho deixou de existir quando foi feita essa “troca”, não é? Ou não?

Se Deus é uma só pessoa, e se Jesus na Terra era Deus com outra máscara (que é a interpretação que você defende), então, quando Jesus esteve na Terra, quem ficou no Céu, comandando todas as coisas de Deus?

Se Deus estava na Terra usando a máscara de Jesus, quem foi que dos céus falou com a máscara de Deus aqui na Terra?

Até mais!

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2344
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 6036
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Edison em Qui 22 Mar 2018, 14:40

Washington Ruiz,

Washington Ruiz escreveu:Olá, Edison,

Eu compreendo você não ter me entendido quando disse (e repito) que antes da criação do homem RACIONAL houve a criação do homem IRRACIONAL, do homem animal, SEM ALMA, afinal, é do ensino que ESTÁ ESCRITO que cheguei a essa conclusão, que vou tentar lhe explicar.
=
Observe que todos os animais IRRACIONAIS (predador e presa, que não têm alma, apenas corpo e fôlego) que foram criados (macho e fêmea) SIMULTANEAMENTE, numa só ordem, no QUINTO DIA, foram chamados de ALMAS VIVENTES (GN 1.20 E disse Deus: Produzam as águas abundantemente répteis de ALMA VIVENTE; e voem as aves sobre a face da expansão dos céus);

Observe também que os animais IRRACIONAIS do sexto dia também foram chamados de ALMAS VIVENTES, e não só o homem (GN 1.24 E disse Deus: Produza a terra ALMA VIVENTE conforme a sua espécie; gado, e répteis e feras da terra conforme a sua espécie; e assim foi), quer dizer,

O nome ALMA VIVENTE não foi dado ESPECIFICAMENTE ao homem, mas, também (e primeiramente) aos animais IRRACIONAIS, por isso,

Entendo que a criação da raça humana IRRACIONAL, macho e fêmea (não Adão e Eva), foi criada simultaneamente quando todas as raças animais também foram criadas, afinal, só existe uma ordem para a criação dos seres (almas viventes) do sexto dia, que é em Gn 1.24, significando, para mim, que a criação do HOMEM IRRACIONAL se deu na mesma ordem onde Deus criou os animais irracionais, que foram chamados de ALMAS VIVENTES.

O homem que foi criado nos escritos de Gn 2.7 foi o HOMEM IRRACIONAL, enquanto que o que foi criado nos escritos de Gn 1.27 é que foi o HOMEM RACIONAL, que, este sim, foi criado não à semelhança animal (alma vivente), mas à semelhança de Deus, porém, não à semelhança física, mas à semelhança espiritual.

Isto é o que tenho dito sempre neste fórum. Em Gen 1:27 Deus CRIOU o homem à Sua imagem e semelhança. O que significa isso? Significa que num primeiro momento Deus criou o homem-espírito (uma alma) semelhante a Ele que é Espírito.
Mas não foi só isso. Deus criou o homem-espírito à Sua imagem.
Na criação Deus tinha uma imagem, essa imagem estava expressa numa TEOFANIA e era uma TEOFANIA na forma de um homem.
Então em Gen. 1:27 o homem criado era um homem "teofânico" com uma imagem semelhante a Deus.
Diferentemente dos animais, o homem já era uma alma antes de ser alma vivente. Na dimensão espiritual ele era apenas uma alma. Quando ele foi colocado na dimensão terrestre ele TORNOU-SE, ou PASSOU A SER (diz o texto sagrado) alma vivente.
A "irracionalidade" não pertencia ao homem criado em Gen. 1:27 e sim ao tabernáculo, à casa, ao corpo terreno preparado para ele, enquanto ele o homem-espírito não entrou naquele "boneco" de barro.
Alma vivente foi uma terminologia para todos os seres viventes na terra. Antes de o homem ser encarnado ele era apenas uma alma à imagem e semelhança de Deus.


Você defende que Deus veio à Terra mascarado de Jesus, significando, para mim, que os homens, mesmo sem saber, viram Deus, porém, essa sua interpretação fere os escritos de 1Jo 4.12 (Ninguém jamais viu a Deus), que rezam que ninguém viu a Deus.

Sim, Deus é Espírito. Jesus disse que um espírito não tem ossos e nem carne (Luc. 24:39). Deus era visto somente em TEOFANIAS. Moisés O viu várias vezes e de diversas formas teofânicas. O viu como Coluna de Fogo, como Nuvem, Como Chama de Fogo na sarça e também como um homem (Ex. 33:20-23).
"O qual (Jesus Cristo) é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação" (Colossenses 1:15).
"Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito (Jesus Cristo), que está no seio do Pai, esse o revelou" (João 1:18).
A Bíblia diz que a Palavra, que estava com Deus (na forma de pensamento), que consequentemente era Deus, se fez carne e habitou entre nós (Jo 1:1-14).



Entendo que se o seu Deus é UMA SÓ PESSOA, que pode se transformar em três (mas uma pessoa só por vez), então, só existe uma pessoa, por isso, como só há uma pessoa, tem de ser ou a pessoa do Pai ou a do Filho ou a do Espírito Santo que existe.

Você faz uma ideia muito pequena de Deus. Sabe o que Deus disse para Jeremias a Seu respeito? Veja:
"Esconder-se-ia alguém em esconderijos, de modo que eu não o veja? diz o Senhor. Porventura não encho eu os céus e a terra? diz o Senhor" (Jeremias 23:24).
Deus se manifesta de dezenas ou centenas de maneiras além de Pai, Filho e Espírito Santo.
Hoje por exemplo Ele está se manifestando através de milhares de filhos almas viventes aqui na terra.
A diferença é que em Jesus Ele está em Sua totalidade, em Sua total plenitude. Plenitude da Divindade. Sabe lá o que é isso comprimido em um homem e respeitando os limites impostos a um homem? Deus não ia além do que estava determinado para o papel do Filho. Ele Se fez homem.
Em Jesus o Espírito não foi dado por medida como é dado por medida a todos os demais.
"Porque aquele que Deus enviou fala as palavras de Deus; pois não lhe dá Deus o Espírito por medida" (João 3:34).

Aí está a grandeza incompreendida de Deus. Satanás também não acreditou nisso. Satanás conhecia a grandeza infinita de Deus e quando O encontrou ali no deserto, ele disse: Espera aí, Tu és mesmo o Filho de Deus Aquele que me despejou lá de cima? Se és Tu mesmo então crie pão dessas pedras, ou Te lança-TE daqui do pináculo que eu quero ver, ou faça isso, ou faça aquilo.
Satanás estava atônito como o Deus infinito, o Eterno, O Existente de Si mesmo, o Seu criador, pudesse estar ali comprimido em um homem, sofrendo todas as suas potentes armas espirituais e psicológicas e se mantendo fiel lhe resistindo apenas com a Palavra.

"E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: Deus se manifestou em carne, foi justificado no Espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo, recebido acima na glória" (1 Timóteo 3:16).

Não era uma manifestação ocasional, ou como fazia nos profetas e patriarcas. Foi a plenitude da Divindade que se manifestou em carne (Col. 1:19, 2:9).



Sim, irmão, pensamos diferentes com relação a Deus, porém, só um de nós pode estar certo. Ou nenhum, pois os católicos também acham que estão certos, no entanto, quem estiver crendo no Deus errado, de maneira nenhuma poderá entrar no reino de Deus.
=
Eu creio que o Filho foi um enviado pelo Pai, assim como os anjos também foram, tanto o primeiro consolador como o OUTRO, o segundo, isto é, pensamos diferentes, mas tudo bem.
=
Quer dizer que o outro consolador é outro, mas não é outro, né? “Entendi...”
=
Quer dizer que Deus estava na terra usando, ao mesmo tempo, quando Maria foi visitar Isabel, duas máscaras, a do Filho e a do Espírito Santo, não é? Porém, se assim fosse, por que que você disse que se o Filho não tivesse subido ao Céu o Pai não poderia "trocar" de máscara?

Deus desceu no Filho lá no rio Jordão por ocasião do batismo Dele.
Foi Jesus quem disse que se Ele não fosse o Consolador não viria (Jo 16:7).
Consolador é ouro ministério ou máscara. Por isso eu disse "trocar de máscara".
Deus iria deixar de ser "Deus Conosco" em Jesus (Emanuel) e passaria a ser "Deus Em Nós" através do "outro" Consolador a partir do dia de Pentecostes.



O Pai não está só na pessoa do Filho, mas presente em todos os outros filhos que estiverem em fiel obediência a ele, obediência essa que é a EXCLUSIVA ao único testamento que está em vigor, que é o Novo, pois o Velho já perdeu a sua vigência, ensino esse que você rejeita (Jo 17.21 a fim de que TODOS SEJAM UM; e como és tu, ó Pai, em mim e eu em ti, também sejam eles em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste).
=
Você quase acerta ao dizer: O marido morto é a Lei, mas, se fosse assim, vocês, evangélicos que creem no que a católica ensina, teriam de riscar de suas vidas a Lei, já que você está dizendo que ela está morta, no entanto, como você mesmo disse que a lei não perdeu a sua vigência, então, meu irmão, a lei pra você não está morta. Ou está morta sem estar morta?
=
Aprenda, meu irmão, que os escritos de Jr 31.32 estão se referindo à NOIVA JUDIA de Moisés que você está dizendo que não existe, isto é, está escrito que existe a NOIVA JUDIA (JR 31.32 Não conforme a aliança que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; porque eles invalidaram a minha aliança APESAR DE EU OS HAVER DESPOSADO, diz o SENHOR).

O corpo da NOIVA de Moisés começou a ser formado pelos milhares de seus discípulos desde o dia em que Moisés os libertou do Egito. É o que está escrito.
=
Não gosto de tipologia não, irmão. Eu considero que os dois testamentos de Deus, tanto o Velho quanto o Novo, ditados pelos dois anjos consoladores aos homens escreverem, foram escritos PARABOLICAMENTE e não tipologicamente, se é que você me entende.

Até mais!

Eu não disse que a Lei não perdeu a vigência. Acho que você está me confundindo com o irmão Vasuilvan que é adventista.

Você não vê Noiva judia para Jesus na Bíblia.

Quer ver outro antitpo? Livro de Rute.

Noemi - "igreja" judia.

Rute - igreja gentia Verdadeira

Orfa - igreja falsa ligada a deuses a exemplo da fé romana da trindade: Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito santo.

Boaz - Cristo, o parente redentor que quita as dividas da Noemi e toma a Rute por esposa.

Jesus pagou o preço do pecado judeu (crucificação) porque Ele tinha "outras" ovelhas de outro aprisco, o aprisco gentio. Ele tinha uma Ruter, uma igreja gentia para tomar por esposa.

"Ainda tenho outras ovelhas que não são deste aprisco; também me convém agregar estas, e elas ouvirão a minha voz, e haverá um rebanho e um Pastor" (João 10:16).


Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 597
Idade : 68
Cidade/Estado : Manaus/Amazonas
Religião : Cristã
Igreja : Igreja do CRENTE
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -40
Pontos de participação : 1420
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Washington Ruiz em Sex 23 Mar 2018, 11:01

Olá, Edison,

TEOFANIA, meu irmão, é uma termo criado pela católica para ela poder ter argumentos para fundamentar o deus trino, que a ninguém pode salvar.
=
Eu entendo que “ALVA VIVENTE” designa qualquer animal irracional criado no quinto ou no sexto dia (ESTÁ ESCRITO), isto é, assim como o homem foi criado sendo uma ALMA VIVENTE, assim também as outras raças de animais também foram criadas, macho e fêmea, quer dizer,

Existe base literal para crermos assim, porém, ainda não consegui ver a base literal para crermos no “homem-espírito” que você citou, por exemplo, a não ser que esse “homem-espírito” tenha sido criado como sendo um anjo, e tenha sido colocado no Céu, no quarto dia. Aí, sim.
=
O ser que Moisés viu na sarça ardente, meu irmão, foi um ANJO, e não Deus, (Êx 3.2 E apareceu-lhe o ANJO do SENHOR em uma chama de fogo do meio duma sarça; e olhou, e eis que a sarça ardia no fogo, e a sarça não se consumia), isto é, ANJO É ANJO, e não uma “teofania” de Deus.

Quando o anjo do Senhor falou a Moisés as palavras (Êx 3.6): Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó, estava ele repetindo, ao pé da letra, as palavras que o Pai o mandara dizer a Moisés, isto é,

Me perdoe a sinceridade, mas você estar defendendo que um anjo seja uma “teofania” de Deus é o mesmo que estar crendo no que a católica ensina. Credo!!!
=
Sim, meu irmão, é pequena a ideia que tenho de seu deus, me compreenda, por favor.
=
Eu creio que o Pai sempre esteve no Filho, desde o haja luz, que foi quando o primeiro ser espiritual foi trazido à existência, assim como creio que o Pai esteve no Filho carnal desde a sua concepção, ainda no ventre de Maria, e não somente como você disse: Deus desceu no Filho lá no rio Jordão por ocasião do batismo Dele, mas, tudo bem.
=
Você está negando que Deus, não o deus um em três (1x3), mas o que é somente o Pai, o Deus um em um (1X1), tenha realizado o casamento de Moisés com a sua noiva, apesar disso estar escrito em Jr 31.32. Que pena, irmão.

De que adianta eu lhe mostrar outro versículo onde está literalmente escrito que os judeus discípulos de Moisés formaram o corpo espiritual da NOIVA de Moisés? Não adianta nada, pois você vai negar também, mas tudo bem.
=
Quer dizer que você considera a lei morta (O marido morto é a Lei), mas não a considera invigente, não é (Eu não disse que a Lei não perdeu a vigência)? Entendi...

Até mais!

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2344
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 6036
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Edison em Sex 23 Mar 2018, 13:37

Washington Ruiz escreveu:Olá, Edison,

TEOFANIA, meu irmão, é uma termo criado pela católica para ela poder ter argumentos para fundamentar o deus trino, que a ninguém pode salvar.
=
Eu entendo que “ALVA VIVENTE” designa qualquer animal irracional criado no quinto ou no sexto dia (ESTÁ ESCRITO), isto é, assim como o homem foi criado sendo uma ALMA VIVENTE, assim também as outras raças de animais também foram criadas, macho e fêmea, quer dizer,

Existe base literal para crermos assim, porém, ainda não consegui ver a base literal para crermos no “homem-espírito” que você citou, por exemplo, a não ser que esse “homem-espírito” tenha sido criado como sendo um anjo, e tenha sido colocado no Céu, no quarto dia. Aí, sim.
=
O ser que Moisés viu na sarça ardente, meu irmão, foi um ANJO, e não Deus, (Êx 3.2 E apareceu-lhe o ANJO do SENHOR em uma chama de fogo do meio duma sarça; e olhou, e eis que a sarça ardia no fogo, e a sarça não se consumia), isto é, ANJO É ANJO, e não uma “teofania” de Deus.

Quando o anjo do Senhor falou a Moisés as palavras (Êx 3.6): Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó, estava ele repetindo, ao pé da letra, as palavras que o Pai o mandara dizer a Moisés, isto é,

Me perdoe a sinceridade, mas você estar defendendo que um anjo seja uma “teofania” de Deus é o mesmo que estar crendo no que a católica ensina. Credo!!!
=
Sim, meu irmão, é pequena a ideia que tenho de seu deus, me compreenda, por favor.
=
Eu creio que o Pai sempre esteve no Filho, desde o haja luz, que foi quando o primeiro ser espiritual foi trazido à existência, assim como creio que o Pai esteve no Filho carnal desde a sua concepção, ainda no ventre de Maria, e não somente como você disse: Deus desceu no Filho lá no rio Jordão por ocasião do batismo Dele, mas, tudo bem.
=
Você está negando que Deus, não o deus um em três (1x3), mas o que é somente o Pai, o Deus um em um (1X1), tenha realizado o casamento de Moisés com a sua noiva, apesar disso estar escrito em Jr 31.32. Que pena, irmão.

De que adianta eu lhe mostrar outro versículo onde está literalmente escrito que os judeus discípulos de Moisés formaram o corpo espiritual da NOIVA de Moisés? Não adianta nada, pois você vai negar também, mas tudo bem.
=
Quer dizer que você considera a lei morta (O marido morto é a Lei), mas não a considera invigente, não é (Eu não disse que a Lei não perdeu a vigência)? Entendi...

Até mais!

Washington, precisamos tratar desse assunto sobre a Deidade lá no tópico sobre a trindade.

É muito provável que foi eu quem misturou o assunto aqui no tópico sobre arrebatamento.

Voltando ao tema;

O arrebatamento é a retirada da Igreja-Noiva para ir ao encontro do Noivo, nas nuvens, para então entramos nas bodas do Cordeiro.

Só há um Cordeiro e este é o Senhor Jesus Cristo.

O Moisés está fora deste casamento.

Por ocasião das bodas do Cordeiro, o Moisés e o Elias estarão em Israel anunciando o Evangelho e resgatando 144.000 israelitas sendo 12.000 de cada tribo (Apoc. 11).

Quer parábola a respeito???

José se dá a conhecer aos seus irmãos israelitas enquanto a sua esposa Azenate está recolhida em seu palácio. Em Gen. 45 o José já está casado.






Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 597
Idade : 68
Cidade/Estado : Manaus/Amazonas
Religião : Cristã
Igreja : Igreja do CRENTE
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -40
Pontos de participação : 1420
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Washington Ruiz em Sex 23 Mar 2018, 20:43

Olá, Edison,

São os MEMBROS da igreja de Jesus, que é a igreja onde o Evangelho estiver sendo pregado com EXCLUSIVIDADE de obediência e onde esses membros consideram O PAI como seu único Deus, que estão formando o corpo da NOIVA espiritual de Jesus, isto é,

Os membros das igrejas onde além do Evangelho de Jesus a Lei de Moisés também estiver sendo pregada e considerada como em vigência eterna, como é eterna a vigência do Evangelho, e onde esses irmãos não têm o Pai como seu único Deus, estão formando o corpo da igreja prostituta, pois estão se preparando para se entregar a dois noivos: Jesus e Moisés.
=
Está escrito, irmão, que os 600.000 judeus que foram libertados do Egito e que seguiram Moisés no deserto, deserto esse chamado de UMA TERRA EM QUE NÃO SE SEMEAVA, foram os MEMBROS que fizeram parte do NOIVADO do mediador da lei com eles (JR 2.2 Vai, e clama aos ouvidos de Jerusalém, dizendo: Assim diz o SENHOR: Lembro-me de ti, da piedade da tua mocidade, e do amor do TEU NOIVADO, quando me seguias no deserto, NUMA TERRA QUE NAO SE SEMEAVA), isto é,

Está escrito que os membros que formaram o corpo da NOIVA espiritual do mediador da lei, foram os 600 mil que fugiram do Egito com Moisés, porém, mesmo assim, MESMO ESTANDO ESCRITO você, que tem ciência desses escritos, ainda continua negando que Moisés tenha sido o noivo da lei e que os seus discípulos tenham formado o corpo da sua noiva espiritual.
=
Você disse: Moisés está fora deste casamento, e eu lhe digo:

Sim, irmão, Moisés não faz parte dos membros que estão formando o corpo da noiva do Cordeiro, nem Elias, nem nenhum homem que tenha nascido durante o tempo de vigência da lei, que foi de Moisés até João, isto é,

Somente os membros da obediência exclusiva ao Evangelho de Jesus, que nasceram ou viveram de João até o fim, até a consumação do século, é que podem fazer parte do corpo dessa noiva.

Até mais!

(Ah, estou indo me encontrar, como sempre faço, duas ou três vezes por semana, com irmãos, nas casas deles, que pensam como eu penso, com irmãos que só têm o Pai como nosso único Deus e que estão em obediência exclusiva ao Evangelho de Jesus: SÓ CRISTO SALVA!)

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2344
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 6036
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Edison em Sex 23 Mar 2018, 21:36

Washington Ruiz,

(Ah, estou indo me encontrar, como sempre faço, duas ou três vezes por semana, com irmãos, nas casas deles, que pensam como eu penso, com irmãos que só têm o Pai como nosso único Deus e que estão em obediência exclusiva ao Evangelho de Jesus: SÓ CRISTO SALVA!)

São todos batizados em Nome do Senhor Jesus Cristo?

Participam da Santa Ceia com pão ázimo, vinho e após lavam os pés uns dos outros? Lógico que homem com homem e mulher com mulher separadamente.

Todos creem no sangue de Jesus e que ele nos purifica de todos os pecados?

Washington, deixa-me te falar uma coisa; Denominação é mais que um CNPJ, é mais que uma organização estabelecida, etc. É um sistema que impõe hierarquia humana ao povo. Antes de tudo, denominação é um espírito maligno. É o espírito que dá sustentação aos sistema denominacional.

Esse espírito penetrou na Igreja lá na primeira era de Éfeso (53 a 170 DC) e se camuflou numa singela obra chamada obra dos nicolaitas, a quem Deus aborrecia e a Igreja Verdadeira da era também aborrecia (Apoc. 2:6).
Em Pérgamo (era de Pérgamo - 312 a 606 DC) aquela singela obra da primeira era agora era uma doutrina que Deus a odiava (Apoc. 2:15).

Etimologia de Nicolaitas:

nico = conquistar

laita = leigos, pessoas, povo.

Então temos - Nicolaísmo = conquista/domínio sobre o laico.

Assim, qualquer tipo de hierarquia na Igreja é nicolaísmo e Deus odeia isso.

Obs.- A obra dos nicolaítas se transformou em doutrina na era de Pérgamo exatamente no período quando foi fundada a ICAR (325 DC). A hierarquia da ICAR foi copiada pelas organizações protestantes que são filhas espirituais da ICAR.

O nicolaísmo, como é um espírito, se aloja nas pessoas. Não importa a quantidade do grupo. Um pequeno grupo pode ser uma denominação.
avatar
Ernesto
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1492
Idade : 89
Cidade/Estado : Limeira. SP
Religião : crista
Igreja : evangelica
País : brasil
Mensagens Curtidas : 199
Pontos de participação : 4213
Data de inscrição : 26/11/2014

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Ernesto em Sab 24 Mar 2018, 07:56

Washington Ruiz diz:


(Ah, estou indo me encontrar, como sempre faço, duas ou três vezes por semana, com irmãos, nas casas deles, que pensam como eu penso, com irmãos que só têm o Pai como nosso único Deus e que estão em obediência exclusiva ao Evangelho de Jesus: SÓ CRISTO SALVA!)

Ernesto responde

Meu irmão!!!!! eu fico abismado quando eu vejo uma incoerência dessas. Tu dizes: que vcs. tem o Pai
como o único Deus, mas logo adiante dizes que só Cristo salva.

Eu te pergunto: Se é só Cristo que salva, então para que serve o Deus Pai para vcs? Para mim os Dois, Pai e filho, ambos estão engajados na minha salvação.

Abraços Ernesto

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2344
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 6036
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Edison em Sab 24 Mar 2018, 10:46

Washington Ruiz,

Olá, Edison,

Os membros das igrejas onde além do Evangelho de Jesus a Lei de Moisés também estiver sendo pregada e considerada como em vigência eterna, como é eterna a vigência do Evangelho, e onde esses irmãos não têm o Pai como seu único Deus, estão formando o corpo da igreja prostituta, pois estão se preparando para se entregar a dois noivos: Jesus e Moisés.

NÃO HÁ DOIS NOIVOS, WASHINGTON.
Isso é interpretação errada das Escrituras.


Está escrito, irmão, que os 600.000 judeus que foram libertados do Egito e que seguiram Moisés no deserto, deserto esse chamado de UMA TERRA EM QUE NÃO SE SEMEAVA, foram os MEMBROS que fizeram parte do NOIVADO do mediador da lei com eles (JR 2.2 Vai, e clama aos ouvidos de Jerusalém, dizendo: Assim diz o SENHOR: Lembro-me de ti, da piedade da tua mocidade, e do amor do TEU NOIVADO, quando me seguias no deserto, NUMA TERRA QUE NAO SE SEMEAVA), isto é,

Comeram manah no deserto e morreram (João 6:49). Traga isso para o espiritual.

Saíram do Egito, foram batizados no Mar Vermelho, entraram na santificação (separação do Egito) representada no deserto, caminharam sob a Coluna de Fogo de noite e sob a Nuvem durante o dia, comeram manah, comeram codornizes, beberam água da Rocha, eram curados pela serpente na haste, receberam os 10 Mandamentos, viram o monte fumegando, inclusive VIRAM E PROVARAM dos dons que havia na Promessa (uvas e romãs) mas morreram na santificação sentindo saudade do Egito.

Leia Números 13 e 14:1-4

Daquela geração nem Moisés entrou na promessa. Ele feriu a Rocha duas vezes. Somente Josué e Calebe alcançaram a Promessa prometida, Canaã.

Está vendo aí novamente as três etapas da Graça:

(1) JUSTIFICAÇÃO, (2) SANTIFICAÇÃO (3)BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO.

(1) Batismo no Mar Vermelho (2) Separação no deserto (3) Entrada na Promessa.

(1) Água (2) Sangue (3) Espírito) - I João 5:8

Mas dois entraram na Promessa, Josué e Calebe.

Dois entram na Canaã celestial; Cristo e a Igreja-Noiva.


Está escrito que os membros que formaram o corpo da NOIVA espiritual do mediador da lei, foram os 600 mil que fugiram do Egito com Moisés, porém, mesmo assim, MESMO ESTANDO ESCRITO você, que tem ciência desses escritos, ainda continua negando que Moisés tenha sido o noivo da lei e que os seus discípulos tenham formado o corpo da sua noiva espiritual.
=
Você disse: Moisés está fora deste casamento, e eu lhe digo:

Sim, irmão, Moisés não faz parte dos membros que estão formando o corpo da noiva do Cordeiro, nem Elias, nem nenhum homem que tenha nascido durante o tempo de vigência da lei, que foi de Moisés até João, isto é,

Somente os membros da obediência exclusiva ao Evangelho de Jesus, que nasceram ou viveram de João até o fim, até a consumação do século, é que podem fazer parte do corpo dessa noiva.

Até mais!

Daqueles 600 mil israelitas (se considerado mulheres e crianças o numero pode ultrapassar 2.000.000) que saíram do Egito somente dois alcançaram a Promessa.

Josué é o sucessor legítimo de Moisés. Jesus é o sucessor legítimo de Moisés.

E dentre aqueles 2.000.000 de pessoas somente 2 entraram na Promessa;

Assim será no arrebatamento. Dos milhões que saem do mundo, se batizam e até se santificam, somente um pequeno rebanho é que entra na Canaã celestial.

Apenas uma vida santificada não é o suficiente. Ela é imprescindível na vida cristã, mas há um passo a mais. Temos de entrar na Canaã de Deus, na Promessa de Deus que é o Espírito Santo.

Muitos morrem no deserto, muitos morrem na santificação, pois mesmo santificados sentem saudades do mundo.

Não adianta provar daquilo que tem em Canaã. Temos de entrar nela e conquista-la. O Espírito Santo tem de ser conquistado.

A Noiva de Cristo ultrapassa a etapa da santificação e vai adiante em direção a Canaã, o batismo com o Espírito Santo. Ela entra em Canaã e se estabelece em Canaã (I Cor. 12:13).

A igreja pentecostal morreu no deserto. A igreja pentecostal morreu na santificação. Receberam dons no deserto e se contentaram com os dons. Chegaram até a fronteira do real batismo com o Espírito Santo, provaram do Espírito Santo mas não entraram no Espírito Santo.

Para se estabelecer no Espírito Santo temos de vencer os gigantes, os amalequitas, os heteus, os heveus, jebuseus, amorreus, cananeus, etc., etc., etc.

Quais são meus gigantes a ser vencido? Quais são os meus heteus, jebuseus, amorreus, cananeus, amalequitas, que você tem de vencer.

O Espírito Santo não Se estabelece em nós enquanto estiverem em nós. Cada um sabe quais são os nossos gigantes, os nossos heteus, amorreus, amalequitas, adultério, prostituição, vícios, pornografia, internet sem controle, televisão sem controle, futebol, músicas mundanas, namoro promíscuo de abrasamentos e sexo, álcool, fumo, etc. etc. etc.

A igreja de laodiceiana desta última era tem se acovardado em entrar em Canaã (Espírito Santo). Ela provou de Canaã mas sem seu coração preferia o Egito (Num. 14:2).

A igreja laodiceiana em especial os pentecostais apenas provaram do Espírito Santo e não entraram no Espírito Santo.

"Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e PROVARAM o dom celestial, e se fizeram participantes do Espírito Santo;
E PROVARAM a boa palavra de Deus, e as virtudes do século futuro;
E recaíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim, quanto a eles, de novo crucificam o Filho de Deus, e o expõem ao vitupério"
(Hebreus 6:5,6).

MAS HÁ UM ARREBATAMENTO EM CURSO EXATAMENTE AGORA. HÁ UM PEQUENO REBANHO QUE DECIDIU ENTRAR EM CANAÃ E LUTA FEROZMENTE CONTRA GIGANTES CONTRAS AMALEQUITAS, HETEUS, HEVEUS, AMORREUS, JEBUZEUS, ETC. ETC. ETC.


Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 597
Idade : 68
Cidade/Estado : Manaus/Amazonas
Religião : Cristã
Igreja : Igreja do CRENTE
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -40
Pontos de participação : 1420
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Washington Ruiz em Sab 24 Mar 2018, 10:56

Olá, Edison,

É uma pena, meu irmão, você desacreditar no que está escrito para crer nas fantasias católicas que lhe foram ensinadas, afinal, está escrito que os 600.00 judeus é que formaram o corpo da noiva de Moisés.

Eu prefiro crer no que está escrito, e acho que é o que você deveria fazer, porém, tudo bem. Cada um crê como bem quiser.

Até mais!

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 597
Idade : 68
Cidade/Estado : Manaus/Amazonas
Religião : Cristã
Igreja : Igreja do CRENTE
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -40
Pontos de participação : 1420
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Washington Ruiz em Sab 24 Mar 2018, 10:59

Olá, Ernesto (Como você está? Estava preocupado com a sua recente não-participação nos tópicos. Está tudo bem?)

Sim, irmão, vocês creem num deus (o trino) e eu em Deus, o que é somente o Pai, e essa diferença de crença faz toda a diferença.

É o próprio Filho, Ernesto, quem nos está pedindo, em Jo 17.3, que se quisermos ter a vida eterna, que tenhamos, ou que reconheçamos o Pai como nosso único e verdadeiro Deus, (Jo 17.3 E a vida eterna é esta: Que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste), isto é,

Se você não tiver o mesmo Deus que Jesus tinha e ainda tem, de maneira nenhuma, meu irmão, infelizmente, você não conseguirá a sua justificação.

No entanto, você tem razão em ter dito: Para mim os Dois, Pai e filho, ambos estão engajados na minha salvação, quer dizer,

Só podemos conhecer o Pai, se formos levados até a ele por Jesus, pelo Filho, pelo seu ENVIADO, pelo seu SERVO, isto é, se você não considerar que o Pai seja o Deus de Jesus, de maneira nenhuma a sua salvação poderá ser alcançada.

Até mais!

Conteúdo patrocinado

Re: Arrebatamento e segunda vinda; dois eventos distintos?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Qua 26 Set 2018, 08:42