F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


SOBRE A SEGUNDA MORTE.

Compartilhe

Vasuilvan
MODERADOR
MODERADOR

Número de Mensagens : 3166
Data de inscrição : 17/11/2011

Re: SOBRE A SEGUNDA MORTE.

Mensagem por Vasuilvan em Qui 10 Ago 2017, 14:10

Rudi escreveu:
Vasuilvan escreveu:
  Rudi diz, Como já disse antes, este termo " tudo o que a meu respeito estava escrito na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos" significa todo o Antigo Testamento. Não deves se reportar somente a lei de Moisés, mas sim a todo o AT


Cristo diz. tudo o que a meu respeito estava escrito na Lei de Moisés


 Rudi, precisamos fazer uma leitura mais coerente.  Cristo esta dizendo que veio pra CUMPRIR tudo o que estava predito sobre Ele. Tanto no livro da lei(Pentateuco), como nos livros dos profetas.

  No verso não está dizendo que Ele veio CUMPRIR o primeiro testamento. Nem tudo que está escrito ali se refere a algo que Cristo precise CUMPRIR.


Sim, precisamos de leitura mais atenta. Diz o verso " " tudo o que a meu respeito estava escrito na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos"

Claro que não se refere ao Antigo Testamento inteiro, mas tudo o que diz a Seu respeito, em todo o Antigo Testamento.



Sim, o que tem a ver a Lei dos Dez mandamentos com o que Cristo realizou na cruz?
Aonde que essa Lei está dizendo alguma coisa que Cristo precisa fazer.
A lei de Deus não é sombra de nada. A lei de rituais, essa sim, prefigurava Cristo, o verdadeiro cordeiro.

Vasuilvan
MODERADOR
MODERADOR

Número de Mensagens : 3166
Data de inscrição : 17/11/2011

Re: SOBRE A SEGUNDA MORTE.

Mensagem por Vasuilvan em Qui 10 Ago 2017, 14:19

Rudi escreveu:
Vasuilvan escreveu:
Rudi, vc diz:

Concordo, salvação é pela graça somente, jamais por obras ou obediência. Mas em Cristo houve o cumprimento da lei, e somente Nele!

 O que tem a ver essa parte sublinhada? ela por acaso muda a primeira parte da tua mensagem?
 O que que muda, o fato de Cristo ter sido fiel e imaculado até o fim?

 Será que vc está querendo dizer que a obediência de Cristo substitui a minha obediência e por isso não preciso mais evitar o pecado?

Jesus morreu por nós? Se sim, sua morte é substitutiva. Sua obediência, levou sobre si nossos pecados, isto é nossas transgressões da lei.

Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro,
1 Pedro 2:24


Então, com essa declaração, você passa a defender o Universalismo?!
Ninguém se perderá, pois Cristo morreu por todos, independentemente da vida que levamos?!
Posso te afirmar! Isso não provém de Deus.



vc diz: Jesus morreu por nós? Se sim, sua morte é substitutiva. Sua obediência, levou sobre si nossos pecados, isto é nossas transgressões da lei.

Qual o verdadeiro significado de Cristo ter levado sobre si, os nossos pecados?
Esse verso estaria querendo dizer que não podemos mais pecar?, seria isso?
Veja:, para Cristo levar sobre si, nossas transgressões da lei, necessário se faz, que haja uma lei para ser transgredida, não acha?


Só existe pecado, se a lei apontar aquela atitude como sendo pecado.


Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1683
Idade : 54
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 37
Pontos de participação : 4048
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: SOBRE A SEGUNDA MORTE.

Mensagem por Jefté em Qui 10 Ago 2017, 19:40

Rudi escreveu:
Jefté escreveu:
Jesus em Mateus 5:18 diz sobre a condenação da lei.
A condenação do inferno de fogo se dará ATÉ QUE SE PAGUE O ÚLTIMO CEITIL.
Por quê?????
Porque a condenação da lei exige que se pague somente por aquilo que se fez: "olho por olho, dente por dente, pé por pé, mão por mão, vida por vida, quebradura por quebradura, e como alguém

Levitico 24:19-20
"Quando também alguém desfigurar o seu próximo, como ele fez, assim lhe será feito: Quebradura por quebradura, olho por olho, dente por dente; como ele tiver desfigurado a algum homem, assim se lhe fará."

E Deus é um JUSTO JUIZ.
Jamais que o homem ou os homens pagarão por aquilo que não fizeram.
E jamais que os homens pagarão eternamente por uma vida que tiveram de 70 anos, ou de 100 anos ou até de 20 anos, ou 1 mês de vida.
Antes devemos lembrar que estes ensinos de Levítico não se aplicam mais. Jesus disse:

Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo.
Mateus 5:43

Por isso este raciocínio não faz sentido, ainda mais que está a comparar pecados cometidos de homens pecadores contra homens pecadores. Muitos procuram dizer que Deus é amor, justo, compassivo, por isto não há punição eterna. Mas se esquecem que não devemos 'moldar' a Deus conforme nossos sentimentos e desejos, mas sim aceitar exclusivamente o que nos ensina a Palavra.
Ademais, qual deveria ser a punição para quem não aceita o sacrifício de Jesus, o justo que sem pecado algum levou sobre si todos nossos pecados?

Para Deus santo, santo, santo, é  punição eterna.

Rudi
Embora Jesus tenha dito assim: "Ouviste o que foi dito aos antigos... Eu porém vos digo..."
Isso se refere ao que crê; a quem crê; aos da fé; da qual fé, jamais será imposta.
E, se em Romanos 10:4 diz assim:
"Porque o fim da lei é Cristo para a justiça de todo aquele que crê."
Cristo é o fim da lei para a justiça de todo aquele que crê.
Mas, e quanto ao que não crê?!
Acaso Cristo também é o fim da lei para a justiça daquele que NÃO CRÊ??!!
- Certamente não!

Por isso diz São Paulo:
Romanos 2.12
"Porque todos os que sem lei pecaram, sem lei também perecerão; e todos os que sob a lei pecaram, pela lei serão julgados."

Salmos 9.19
"Levanta-te, SENHOR; não prevaleça o homem; sejam julgados os gentios diante da tua face."

Jesus também diz:
-Mateus 7.1-2
"NÃO julgueis, para que não sejais julgados. Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós."

Ezequiel 7.27
"O rei lamentará, e o príncipe se vestirá de desolação, e as mãos do povo da terra se conturbarão; conforme o seu caminho lhes farei, e conforme os seus merecimentos os julgarei; e saberão que eu sou o SENHOR."



Rudi escreveu:
Ora, se aqueles que não nascem espiritalmente, não são salvos, "ele é unicamente CARNE", então como haverá corpo e alma no inferno? Animais não tem alma, mas o homem natural sim, conforme o próprio versículo que postou; Mt 10.28.

Rudi
Na morte, a alma morre e o corpo humano volta ao pó e vira pó!
Porém, no inferno não, lá haverá corpo e alma - mesmo que o corpo tenha se desfeito no pó.
Porque Deus tem poder!
Porque morte é morte e inferno é inferno; não são sinônimos!!!!!!!
E não se cumprem conjuntamente!!!!
Ou cumpre um ou cumpre-se outro, e cada qual no seu respectivo tempo!



Rudi escreveu:Mas como tu disseste, no inferno há lembrança, ou seja consciência. Por que não pode haver depois da segunda morte? Então poucos ficarão milhares de anos no inferno, e muitos alguns anos, e até poucas horas??

Toda a condenação da lei tem que se cumprir ATÉ QUE O CÉU E TERRA PASSEM!
Ela não pode ultrapassar a durabilidade da terra (desta terra) tampouco do céu (que agora existe).
A lei é um aio, é um freio!
A lei foi dada devido ao pecador!
E ela foi feita para ele.
Como ele não é eterno, tampouco a lei o seja.
Por isso mesmo Jesus disse que ATÉ QUE O CÉU E A TERRA PASSEM, nem um JOTA ou TIL se omitirá da lei sem que seja cumprido.
E, assim como a lei não poderia PERPETUAR a vida da carne aqui na terra, devido à morte que entrara no mundo; tampouco tem ela PODER de PERPETUAR o castigo aos homens, seja aqui seja em outro qualquer lugar.
Por isso mesmo Jesus disse que o fogo eterno foi criado para o Diabo e seus anjos - e não para o homem.
Porquanto o homem é mortal; temporário, e não precisa que haja um fogo eterno p/ ele, porquanto o fogo o mata!
E, embora o homem possa ir ao fogo eterno - devido a punição da lei - que demanda que o homem PAGUE por tudo o que cometera. Mas esta paga é temporária.
É PAGA pelo que CADA qual cometera. Ninguém pagará pelo que não fez.
E, como disse Jesus: Não sairás dali enquanto não pagares o DERRADEIRO CEITIL.
Ou seja, pagando-se, sai!
Essa é a lei!
Deus jamais requererá do homem aquilo que Ele não o tenha advertido!
E quem faz toda a advertência aos homens é a lei!
Por isso mesmo, São Paulo diz: que pela lei os homens serão julgados.
Lembrando que, ele também diz que as obras da lei testificam em nossa consciência, quer nos defendendo, quer nos acusando.
Porque o ser humano sabe quando faz mal a outro. Porque temos essa noção.
Uma boa prova disso se ocorreu com Hitler.
Enquanto ele estava no poder, ele submetia a outros seres humanos as mais penosas barbáries... não estando nem aí.... ok...
Foi só ele perder seu poder, e deu cabo a própria vida para não ficar nas mesmas condições que ele submeteu a outros...
O que isso quer dizer????
Quer dizer que ele sabia muito bem do mal que estava a fazer.....!!!




Rudi escreveu:
Jefté escreveu:Acontece que quando o homem pecou, e se tornou mau e mortal, quando ele perde sua vida e volta ao pó, e é sepultado, então não mais tem ele vida, nem sentimento, nem memória, nem lembrança e muito menos corpo e dores ou angústia... isso é morte... Eclesiastes 9:5-6 - Salmos 6:5.[/size]
Idêntico aos animais....

Não entendi, acabaste de afirmar que: "Porque no inferno sim, lá há consciência e há lembrança... e também dor, e há corpo e alma (Mateus 10:28 - Lucas 12:4-5)" "Mas no inferno de fogo, Cristo diz que há CORPO e há ALMA. "

Como pode ser idêntica aos animais?

Rudi
O inferno de fogo é o inferno de fogo!
E nele há tormento; há lembrança; e há corpo e alma! e dor e pranto...
Já na morte, é só lembrarmos dos animais; eles também morrem.
E, conforme a palavra de Deus: Na morte não há lembrança, não há louvor... não há ciência... não há ódio, nem amor. Em suma: a morte é idêntica p/ homens e animais!!!!!!!
E o inferno existe para homens; e no inferno há corpo, há alma; há consciência, lembrança, dor, pranto..  e fogo que não se apaga.....

Por enquanto é só ....


avatar
Rudi
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : Salvo por Cristo.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 127
Idade : 56
Cidade/Estado : São Paulo
Religião : Cristão
Igreja : Betel
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 372
Data de inscrição : 15/12/2014

Re: SOBRE A SEGUNDA MORTE.

Mensagem por Rudi em Sab 12 Ago 2017, 23:38

Olá a todos, graça e paz.

Respondendo a mensagem 42.

Caro Ernesto, como esperava, não responde aos textos que citei, simplesmente os ignora.
Pior ainda é que em sua resposta tão contraditória que não vale a pena responder, disseste:

Ernesto escreveu:O fogo é eterno porque não tem nada que o possa apagar, ele queima até tudo virar cinzas, depois deixa de existir porque não tem mais nada para queimar.

Se o fogo é eterno, como depois deixa de existir? Acaso sabes o que é eteno?

O fogo e enxofre que destruiu o lugar das cidades não existe mais, há alguma dúvida disso? Não, se for para ti. Então este fogo não é eterno, assim como o que destruiu Pompéia, por exemplo.

Mas os habitantes, estão em tormento, e continuarão atormentados " de dia e de noite ".

Fico perplexo como não entendes coisa simples, ou melhor, tenta distorcer o texto desta maneira.

Perplexo também por Vasuilvan concordar com sua resposta e definição de eterno...

Vasuilvan escreveu:Rudi, tá muito clara essa resposta do Ernesto.
Creio que tua insistência é por decisão própria, não de forma racional.

Então, Vasuilvan, o fogo eterno vai acabar?

Ernesto, quando citar um texto, queira ter a decência de colar na resposta.

Pelo jeito, o que queres é ver se não consigo explicar algum texto, sobre sua óptica, e vai pulando de um para outro...

Não irei mais responder-lhe até me expliques os textos que citei, se que o podes fazer.

Vamos ver então quem "não presta atenção ao que a Bíblia diz, ou se é pretexto de ignorar as verdades Bíblicas"!!!

avatar
Rudi
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : Salvo por Cristo.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 127
Idade : 56
Cidade/Estado : São Paulo
Religião : Cristão
Igreja : Betel
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 372
Data de inscrição : 15/12/2014

Re: SOBRE A SEGUNDA MORTE.

Mensagem por Rudi em Dom 13 Ago 2017, 00:16

Graça e paz a todos.

Respondendo a mensagem 44

Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê.
Romanos 10:4

Vasiulvan escreveu:Porque que vc insiste em condicionar exclusivamente a ideia de TÉRMINO, à palavra FIM?. isso não é sábio da sua parte. ( A FINALIDADE DA LEI É CRISTO/ O ALVO DA LEI É CRISTO/ O OBJETIVO DA LEI É CRISTO/ A LEI NOS CONDUZ A CRISTO).
Veja, o verso que vc postou aí embaixo, gálatas 3.24, já te dá essa dica. percebe o quanto contraditória é tua posição?

Dicionário de Strong diz o seguinte:

5056 τελος telos
da palavra primária tello (estabelecer um ponto definitivo ou objetivo); TDNT -
8:49,1161; n n
1) fim
1a) término, o limite no qual algo deixa de ser (sempre do fim de um ato ou estado, mas não
do fim de um período de tempo)
1b) fim

Então fim é término. Não finalidade ou alvo. Isso sim é não ser sábio, mudar a tradução para endossar uma doutrina. Muitos seitas são especialistas nisto.

Então, expliques o texto sem mudar-lhe o sentido!

De maneira que a lei nos serviu de aio, para nos conduzir a Cristo, para que pela fé fôssemos justificados.
Gálatas 3:24

Vasuilvan escreveu:Veja: A estrada que liga São Paulo ao Rio de janeiro, não deixa de existir depois que a viagem termina. O fato de a Lei nos conduzir a Cristo, que é o nosso redentor, não indica que ela deixe de existir. E o fato de eu fugir do pecado, não quer dizer que os guardadores da lei não estão esperando a justificação em Cristo.

Pois o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça.
E então? Havemos de pecar porque não estamos debaixo da lei, mas debaixo da graça? De modo nenhum.

Romanos 6.14,15

A estrada continua e existir, mas não preciso mais dela após chegar ao meu destino, por isso a lei serviu de aio, para nos levar a Cristo.


Porque eu, pela lei, estou morto para a lei, para viver para Deus.
Gálatas 2:19

Vasuilvan escreveu:Sim, o salvo não deve mais andar nos mesmos caminho dos ímpios. Viver para Deus, significa não viver mais debaixo da lei, ou seja infringindo-a, de forma sistemática.

Quando alguém comete um crime que exige pena de morte, e esta é executada, então a lei não tem mais direito sobre ele.
Assim é com o cristão, que morreu me Cristo, o qual pagou integralmente o castigo pelos pecadores, a justiça foi satisfeita, e para sempre, não há mais condenação, estamos libertos de qualquer castigo.

Quem anda nos mesmos caminhos dos impios não nasceu de novo.

E fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da lei, como se estivesse debaixo da lei, para ganhar os que estão debaixo da lei.
1 Coríntios 9:20

A lei e os profetas duraram até João; desde então é anunciado o reino de Deus, e todo o homem emprega força para entrar nele.
Lucas 16:16

Vasuilvan escreveu:Esse verso possui um tópico sobre ele. foi exaustivamente debatido. É muito fácil perceber que a LEI e os profetas não cessaram em João. não é isso que o verso está querendo dizer, se não contradiria muitos outros versos da bíblia.

Se for mudando completamente a tradução do texto como fez acima, até acredito... mas são muito versículos que é impossível fugir da verdade.


avatar
Rudi
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : Salvo por Cristo.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 127
Idade : 56
Cidade/Estado : São Paulo
Religião : Cristão
Igreja : Betel
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 372
Data de inscrição : 15/12/2014

Re: SOBRE A SEGUNDA MORTE.

Mensagem por Rudi em Dom 13 Ago 2017, 00:42

Graça e paz a todos.

Respondendo mensagem 45

Vasuilvan escreveu:Diz sim meu irmão: Efésio 2.15 aboliu, na sua carne, a lei dos mandamentos na forma de ordenanças, para que dos dois criasse, em si mesmo, um novo homem, fazendo a paz,

colossenses 2.14 e cancelou a escrita de dívida, que consistia em ordenanças, e que nos era contrária. Ele a removeu, pregando-a na cruz,

Irmão, ordenanças, são rituais. Foi justamente essa Lei de rituais que consistia na matança de cordeiros, que foi substituída pelo sacrifício de Cristo na cruz.

O texto:

12 estáveis naquele tempo sem Cristo, separados da comunidade de Israel, estranhos às alianças da promessa, sem esperança e sem Deus no mundo.
13 Mas agora, em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, viestes para perto pelo sangue de Cristo,
14 pois ele é a nossa paz. De ambos os povos fez um só e, derrubando a parede de separação, em seu corpo desfez a inimizade,
15 isto é, a lei dos mandamentos contidos em ordenanças, para em si mesmo criar dos dois um novo homem, fazendo assim a paz,
16 e pela cruz reconciliar ambos com Deus em um só corpo, tendo por ela destruído a inimizade.

Este não diz nada em relação que Cristo cumpriu os RITUAIS SOMENTE. " a lei dos mandamentos na forma de ordenanças" não é rituais, como deseja, mas a lei.

Na verdade este texto deixa claro, que Cristo "aboliu na sua carne", por meio da morte, as leis, as festas e os sacrifícios cerimoniais do AT. que separavam os judeus dos gentios, por isso " reconciliar ambos com Deus".

Vasuilvan escreveu:Sim, o que tem a ver a Lei dos Dez mandamentos com o que Cristo realizou na cruz?

Colossenses 2:
13E a vós, quando ainda estáveis mortos nos vossos pecados e na incircuncisão da vossa carne, Deus vos deu vida juntamente com ele, perdoando todos os nossos pecados;
14e, apagando a escrita de dívida, que nos era contrária e constava contra nós em seus mandamentos, removeu-a do nosso meio, cravando-a na cruz;


É isto que tem haver. "Escrito de divida", o mesmo que certificado de dívida. Todos temos uma dívida impagável para com Deus por termos violado sua lei, estando portanto debaixo da sentença de morte.

Por meio de sua morte. Cristo pagou esta dívida, da lei, não dos rituais, gentios não tinham rituais naquela época, nem hoje, ( Colossenses ). Esta é uma prova que Cristo não veio abolir os rituais. Os rituais foram dados aos Judeus somente.



avatar
Rudi
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : Salvo por Cristo.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 127
Idade : 56
Cidade/Estado : São Paulo
Religião : Cristão
Igreja : Betel
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 372
Data de inscrição : 15/12/2014

Re: SOBRE A SEGUNDA MORTE.

Mensagem por Rudi em Dom 13 Ago 2017, 00:51

Respondendo a mensagem 47

Graça e paz a todos.

Vasuilvan escreveu:
Então, com essa declaração, você passa a defender o Universalismo?!

Estou afirmando, comprovas Bíblicas, que o castigo do impio dura para sempre, e tu vens me dizer que defendo o universalismo??

De onde tirou tal ideia?

Vasuilvan escreveu:Só existe pecado, se a lei apontar aquela atitude como sendo pecado.

Tem certeza disso?

Não meu caro, podemos cumprir todos os mandamentos e ainda pecar. Por exemplo, qual lei fala do pecado de omissão? Sabes que deixar de fazer o bem é pecado? Pensamentos maus... etc.

avatar
Vasuilvan
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3166
Idade : 47
Cidade/Estado : BRASÍLIA
Religião : CRISTÄO
Igreja : ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 145
Pontos de participação : 10408
Data de inscrição : 17/11/2011

Re: SOBRE A SEGUNDA MORTE.

Mensagem por Vasuilvan em Dom 13 Ago 2017, 08:54


Rudi, diz: Então, Vasuilvan, o fogo eterno vai acabar?

Rudi, entendo que o nome fogo eterno, seja dado a aquele fogo que destroi algo para toda a eternidade. Ele é eterno em suas consequências, pois tudo que ele queima deixa de existir, ou seja é aniquilado.

Náo existe qualquer ser capaz de resistir eternamente ao fogo, sem ser consumido.
O salário do pecado não é tormento eterno. isso não é bíblico.
avatar
Vasuilvan
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3166
Idade : 47
Cidade/Estado : BRASÍLIA
Religião : CRISTÄO
Igreja : ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 145
Pontos de participação : 10408
Data de inscrição : 17/11/2011

Re: SOBRE A SEGUNDA MORTE.

Mensagem por Vasuilvan em Dom 13 Ago 2017, 09:56

[quote="Rudi"]Graça e paz a todos.

Respondendo a mensagem 44

Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê.
Romanos 10:4

Vasiulvan escreveu:Porque que vc insiste em condicionar exclusivamente a ideia de TÉRMINO, à palavra FIM?. isso não é sábio da sua parte. ( A FINALIDADE DA LEI É CRISTO/ O ALVO DA LEI É CRISTO/ O OBJETIVO DA LEI É CRISTO/ A LEI NOS CONDUZ A CRISTO).
Veja, o verso que vc postou aí embaixo, gálatas 3.24, já te dá essa dica. percebe o quanto contraditória é tua posição?

Dicionário de Strong diz o seguinte:

5056 τελος telos
da palavra primária tello (estabelecer um ponto definitivo ou objetivo); TDNT -
8:49,1161; n n
1) fim
1a) término, o limite no qual algo deixa de ser (sempre do fim de um ato ou estado, mas não
do fim de um período de tempo)
1b) fim

Então fim é término. Não finalidade ou alvo. Isso sim é não ser sábio, mudar a tradução para endossar uma doutrina. Muitos seitas são especialistas nisto.

Então, expliques o texto sem mudar-lhe o sentido!



1- Grego: τελος [telos] (Substantivo neutro). Fim. Terminação, consumação, conclusão. Meta, alvo, finalidade, propósito, objetivo. Taxa, tributo, imposto.(http://dicionariobiblico.blogspot.com.br/2008/03/fim.html).



2- Tradução de Telos (filosofia) em Outra Língua:
Português
O Telos (filosofia) em Português
A teleologia (do grego τέλος, finalidade, e -logía, estudo) é o estudo filosófico dos fins, isto é, do propósito, objetivo ou finalidade.

Embora o estudo dos objetivos possa ser entendido como se referindo aos objetivos que os homens se colocam em suas ações, em seu sentido filosófico, teleologia refere-se ao estudo das finalidades do universo e, por isso, a teleologia é inseparável da teologia (a afirmação de que um ser superior, Deus, realiza seus propósitos no universo). Suas origens remontam aos mitos e à religião, com sua noção de que todo acontecimento e todas as coisas são causadas pela vontade de alguma entidade sobrenatural (deuses, Deus, espíritos). Platão e Aristóteles elaboraram essa noção do ponto de vista filosófico.
(http://tradutor.babylon-software.com/portugues/Telos+(filosofia)/)



Rudi diz. Então fim é término. Não finalidade ou alvo. Isso sim é não ser sábio, mudar a tradução para endossar uma doutrina. Muitos seitas são especialistas nisto.

Então, expliques o texto sem mudar-lhe o sentido!


Aqui vc me acusa de fraudar a tradução do texto para defender um ponto de doutrina. Também entendo que isso não é ser sábio, por isso mesmo que não o faço.
Por outro lado, eu não te acusei de fazer isso, mas te sugeri que vc analisasse a palavra, TELOS, sob outros adjetivos claramente expressos nos dois textos acima.
perceba que não estou inventado nada. vc sim, foi tendencioso ao apresentar somente os significados que abonem o teu entendimento. talvez isso não seja sábio.



Rudi, veja esse outro verso que também apresenta a palavra TELOS. Perceberá que essa palavra contextualiza de forma coerente os adjetivos de FINALIDADE, ALVO, OBJETIVO PROPÓSITO.
Eu não estou inventando nem fraudando a tradução bíblica para te mostrar meu ponto de vista.

1pedro 1.9 obtendo o fim da vossa fé: a salvação da vossa alma. (ARA)

1pedro 1.9 pois vocês estão alcançando o alvo da sua fé, a salvação das suas almas.(bíblia on line)

1pedro 1.9  à medida que alcançam o alvo da sua fé: a sua salvação.(TNM)







De maneira que a lei nos serviu de aio, para nos conduzir a Cristo, para que pela fé fôssemos justificados.
Gálatas 3:24

Vasuilvan escreveu:Veja: A estrada que liga São Paulo ao Rio de janeiro, não deixa de existir depois que a viagem termina. O fato de a Lei nos conduzir a Cristo, que é o nosso redentor, não indica que ela deixe de existir. E o fato de eu fugir do pecado, não quer dizer que os guardadores da lei não estão esperando a justificação em Cristo.



Pois o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça.
E então? Havemos de pecar porque não estamos debaixo da lei, mas debaixo da graça? De modo nenhum.

Romanos 6.14,15

Rudi, todas as vezes que desobedecermos algum mandamento de Deus, estaremos debaixo da Lei. Ou vc vai desmentir Paulo e dizer que não peca mais?
VEJA o quanto esse verso de Romanos náo atende as tuas expectativas. O verso é claro em afirmar que não devemos pecar, mas como vc saberá distinguir entre o certo e o errado, sem a existência da Lei?



A estrada continua e existir, mas não preciso mais dela após chegar ao meu destino, por isso a lei serviu de aio, para nos levar a Cristo.

Não Rudi, a estrada permance porque ainda temos a possibilidade de pecar. se vc interromper essa estrada, vc não consegue mais chegar ao ALVO, OBJETIVO, FINALIDADE  da Lei.
É a lei que precisa te conduzir ao perdão. Esse perdão só reside em Cristo jesus. somente Ele pode te perdoar e te purificar dos pecados.
Se vc me diz que não precisa mais dessa estrada, vc está me dizendo que não precisa mais ir a Cristo.
Creio que não seja essa sua verdadeira intenção. Enquanto estivermos na carne, existirá a possibilidade de pecarmos e isso significa a necessidade de um justificador para nós.




Porque eu, pela lei, estou morto para a lei, para viver para Deus.
Gálatas 2:19

Vasuilvan escreveu:Sim, o salvo não deve mais andar nos mesmos caminho dos ímpios. Viver para Deus, significa não viver mais debaixo da lei, ou seja infringindo-a, de forma sistemática.

Quando alguém comete um crime que exige pena de morte, e esta é executada, então a lei não tem mais direito sobre ele.
Assim é com o cristão, que morreu me Cristo, o qual pagou integralmente o castigo pelos pecadores, a justiça foi satisfeita, e para sempre, não há mais condenação, estamos libertos de qualquer castigo.

Não Rudi, a exortação de perseverança, existente em toda a bíblia, não condiz com esse teu entendimento.

Mateus 24.13 mas aquele que perseverar até o fim será salvo.

Veja, não existe perdão sem confissão de pecados. Eu não posso ser perdoado por um pecado que ainda nem cometi. Então, os pecados perdoados por Cristo acontece no momento da nossa conversão e também se estende ao longo da nossa vida, à medida que que pecamos e somos constrangidos pelo Espírito Santo para nos arrepender. Bem, mas se a Lei, não me mostrar o pecado, então o Espírito Santo não consegue fazer o trabalho de forma eficiente.




Quem anda nos mesmos caminhos dos impios não nasceu de novo.

E fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da lei, como se estivesse debaixo da lei, para ganhar os que estão debaixo da lei.
1 Coríntios 9:20

A lei e os profetas duraram até João; desde então é anunciado o reino de Deus, e todo o homem emprega força para entrar nele.
Lucas 16:16

Vasuilvan escreveu:Esse verso possui um tópico sobre ele. foi exaustivamente debatido. É muito fácil perceber que a LEI e os profetas não cessaram em João. não é isso que o verso está querendo dizer, se não contradiria muitos outros versos da bíblia.

Se for mudando completamente a tradução do texto como fez acima, até acredito... mas são muito versículos que é impossível fugir da verdade.


[/quote
avatar
Vasuilvan
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3166
Idade : 47
Cidade/Estado : BRASÍLIA
Religião : CRISTÄO
Igreja : ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 145
Pontos de participação : 10408
Data de inscrição : 17/11/2011

Re: SOBRE A SEGUNDA MORTE.

Mensagem por Vasuilvan em Dom 13 Ago 2017, 10:11

Rudi escreveu:Respondendo a mensagem 47

Graça e paz a todos.

Vasuilvan escreveu:
Então, com essa declaração, você passa a defender o Universalismo?!

Estou afirmando, comprovas Bíblicas, que o castigo do impio dura para sempre, e tu vens me dizer que defendo o universalismo??

De onde tirou tal ideia?

Vasuilvan escreveu:Só existe pecado, se a lei apontar aquela atitude como sendo pecado.

Tem certeza disso?

Não meu caro, podemos cumprir todos os mandamentos e ainda pecar. Por exemplo, qual lei fala do pecado de omissão? Sabes que deixar de fazer o bem é pecado? Pensamentos maus... etc.

Tu perguntas e tu mesmo responde....

Tiago 4.17 Pensem nisto, pois: Quem sabe que deve fazer o bem e não o faz, comete pecado.


Vc parece muito contraditório nas tuas postagens.
Num momento vc parece saber que pecado não se restringe ao decálogo. já num outro momento vc afirma que que podemos CUMPRIR os mandamentos e ainda pecar, dando a entender que pecado é só o decálogo.

avatar
Rudi
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : Salvo por Cristo.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 127
Idade : 56
Cidade/Estado : São Paulo
Religião : Cristão
Igreja : Betel
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 372
Data de inscrição : 15/12/2014

Re: SOBRE A SEGUNDA MORTE.

Mensagem por Rudi em Ter 22 Ago 2017, 23:28

Olá a todos, graça e paz.

Respondendo mensagem 48

Jefté escreveu:Na morte, a alma morre e o corpo humano volta ao pó e vira pó!

Onde diz que a alma morre? Pelo contrário meu caro, a alma não morre, morte física é separação da alma do corpo.

"enquanto estamos no corpo, vivemos ausentes do Senhor; mas temos confiança e desejamos, antes, deixar este corpo, para habitar com o Senhor" (2 Co 5.6,8 )

Então, deixamos o corpo, e continuamos vivos, os que são salvos, para habitar com o Senhor, os impios, longo da face do Senhor, em tormentos ( Lc 16 )

Tu mesmo disseste, na mensagem 15:

Jefté escreveu:E também creio de forma totalmente disforme da crença deles, por exemplo, creio e sei que existe o inferno de fogo, um lugar de tormento impensável, como paga da lei aos transgressores da lei. Ok?!

Jefté escreveu:Porém, no inferno não, lá haverá corpo e alma - mesmo que o corpo tenha se desfeito no pó.
Porque Deus tem poder!
Porque morte é morte e inferno é inferno; não são sinônimos!!!!!!!

Agora precisa esclarecer, se no inferno haverá corpo e alma, mas o corpo virá pó e alma morre, como pode ser isto,e quando isto será? Pois escreveste:

Jefté escreveu:E não se cumprem conjuntamente!!!!
Ou cumpre um ou cumpre-se outro, e cada qual no seu respectivo tempo!

O tempo...

Porém Paulo diz que deixar o corpo e habitar com o Senhor.

“lago de fogo e enxofre” onde os ímpios “de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre” (Apocalipse 20:10).

Mateus 25 diz:
34 Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai. Possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo;

41 Então ele dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Malditos, afastai-vos de mim para o fogo eterno, preparado para o Diabo e seus anjos;

46 E eles irão para o castigo eterno, mas os justos irão para a vida eterna.


A mesma palavra descreve castigo e a vida eterna. Se vida eterna é estar para sempre com o Senhor, o castigo também é para sempre.

Não vamos esquecer que inferno não é  “lago de fogo e enxofreonde os ímpios “de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre” (Apocalipse 20:10).

APOCALIPSE:14:11
A fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso, nem de dia nem de noite, os que adoram a besta e a sua imagem, nem aquele que recebe o sinal do seu nome.

São passagens muita claras, falando sobre a questão.

Jefté escreveu:E, assim como a lei não poderia PERPETUAR a vida da carne aqui na terra, devido à morte que entrara no mundo; tampouco tem ela PODER de PERPETUAR o castigo aos homens, seja aqui seja em outro qualquer lugar.
Por isso mesmo Jesus disse que o fogo eterno foi criado para o Diabo e seus anjos - e não para o homem.

Conclusão interessante, mas não fundamento bíblico. A Bíblia não diz assim, como as passagens que postei acima, Mateus 25 diz:

41 Então ele dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Malditos, afastai-vos de mim para o fogo eterno, preparado para o Diabo e seus anjos;

Então estarão todos, homens, Diabo e seus anjos no mesmo lugar.

Jefté escreveu:E, embora o homem possa ir ao fogo eterno - devido a punição da lei - que demanda que o homem PAGUE por tudo o que cometera. Mas esta paga é temporária.
É PAGA pelo que CADA qual cometera. Ninguém pagará pelo que não fez.
E, como disse Jesus: Não sairás dali enquanto não pagares o DERRADEIRO CEITIL.

Como já afirmei anteriormente, esta passagens fala de homens devedores a homens. São se trata homem e Deus. Pois sabemos que há pecados que não perdão, nem nesta vida, nem na vindoura:


Marcos 3
28 Em verdade vos digo: Todos os pecados serão perdoados aos filhos dos homens, bem como todas as blasfêmias que proferirem,
29 mas quem blasfemar contra o Espírito Santo nunca mais terá perdão; mas será culpado de pecado eterno.


Não se trata pagar dinheiro pelos pecados, mas de blasfemar contra o Espírito Santo.

Qual lei fala do pecado contra o Espírito Santo?

Jefté escreveu:Deus jamais requererá do homem aquilo que Ele não o tenha advertido!

Todos estão advertidos, está na Bíblia. Não se trata de opiniões, claramente está escrito.

Qualquer opinião deve levar em conta os versículos postados.

avatar
Rudi
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : Salvo por Cristo.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 127
Idade : 56
Cidade/Estado : São Paulo
Religião : Cristão
Igreja : Betel
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 372
Data de inscrição : 15/12/2014

Re: SOBRE A SEGUNDA MORTE.

Mensagem por Rudi em Dom 27 Ago 2017, 23:24

Olá a todos, graça e paz.

Resposta a mensagem 53.

Vasuilvan escreveu:
 Rudi, diz: Então, Vasuilvan, o fogo eterno vai acabar?

 Rudi, entendo que o nome fogo eterno, seja dado a aquele fogo que destroi algo para toda a eternidade. Ele é eterno em suas consequências, pois tudo que ele queima deixa de existir, ou seja é aniquilado.

 Náo existe qualquer ser capaz de resistir eternamente ao fogo, sem ser consumido.
 O salário do pecado não é tormento eterno. isso não é bíblico.

Não respondeu, o fogo vai acabar, ou apagar?

Mas vajamos se é Bíblico, como já expus acima.

Henrique escreveu:Mateus 25 diz:
34 Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai. Possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo;

41 Então ele dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Malditos, afastai-vos de mim para o fogo eterno, preparado para o Diabo e seus anjos;

46 E eles irão para o castigo eterno, mas os justos irão para a vida eterna.


A mesma palavra descreve castigo e a vida eterna. Se vida eterna é estar para sempre com o Senhor, o castigo também é para sempre.

Não vamos esquecer que inferno não é  “lago de fogo e enxofre” onde os ímpios “de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre” (Apocalipse 20:10). 

APOCALIPSE:14:11
A fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso, nem de dia nem de noite, os que adoram a besta e a sua imagem, nem aquele que recebe o sinal do seu nome.

São passagens muita claras, falando sobre a questão.

Castigo eterno não é aniquilação, doutra forma não seria vida eterna também.

Serão atormentados de dia e de noite para todo o sempre não é aniquilação, não tem repouso de dia e de noite também não é.

Lucas 16 também deixa isto muito claro...

Isto é Bíblico.
avatar
Rudi
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : Salvo por Cristo.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 127
Idade : 56
Cidade/Estado : São Paulo
Religião : Cristão
Igreja : Betel
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 372
Data de inscrição : 15/12/2014

Re: SOBRE A SEGUNDA MORTE.

Mensagem por Rudi em Seg 28 Ago 2017, 01:17

Respondendo a mensagem 54.

Graça e paz a todos.

Vasuilvan escreveu:1- Grego: τελος [telos] (Substantivo neutro). Fim. Terminação, consumação, conclusão. Meta, alvo, finalidade, propósito, objetivo.Taxa, tributo, imposto.(http://dicionariobiblico.blogspot.com.br/2008/03/fim.html).



2- Tradução de Telos (filosofia) em Outra Língua:
Português
O Telos (filosofia) em Português
A teleologia (do grego τέλος, finalidade, e -logía, estudo) é o estudo filosófico dos fins, isto é, do propósito, objetivo ou finalidade. 

No primeiro caso, dicionáriobíblico, colocaste em negrito a parte que lhe é favorável, mas deves notar que o sentido primeiro é " Fim. Terminação, consumação, conclusão".

Note também que no próprio link que deixou, a palavra usada em Rm10.4 é fim.

Não conheço nenhuma tradução séria que faz uso de outra palavra neste versículo.

No segundo caso, quanto a tradução filosófica, realmente não merece crédito. O que Platão e Aristóteles elaboraram não vem ao caso.

E com certeza, a meta da lei não é Cristo, ou alvo da lei seria Cristo? A finalidade da lei é Cristo? De modo algum.

Vasuilvan escreveu:Aqui vc me acusa de fraudar a tradução do texto para defender um ponto de doutrina. Também entendo que isso não é ser sábio, por isso mesmo que não o faço.
Por outro lado, eu não te acusei de fazer isso, mas te sugeri que vc analisasse a palavra, TELOS, sob outros adjetivos claramente expressos nos dois textos acima. 
perceba que não estou inventado nada. vc sim, foi tendencioso ao apresentar somente os significados que abonem o teu entendimento. talvez isso não seja sábio. 

Caro Vasuilvan, não sou eu a estar tendencioso. Veja, Strong é o léxico grego mais respeitado nas questões de tradução Bíblica, (ao menos é que sei ) foi esta a tradução que encontrei. Veja se encontra outra no dicionário de Strong.

Ademais, o restante do versículo assim pede a tradução:

Rm 10.3
Pois Cristo é o fim da lei para a justificação de todo aquele que crê.

doutra forma...

O objetivo da lei é Cristo  para justificação..  isto é totalmente sem sentido.

Ora, a justificação esta condicionada ao término da lei. A lei constitui um impedimento a justificação. 

Galatas 3.10
Pois todos os que são das obras da lei estão debaixo de maldição. Porque está escrito: Maldito todo aquele que não permanece na prática de todas as coisas escritas no livro da lei.

Para a justificação, não podemos estar debaixo da lei. Se alguém for julgado pela lei, será condenado, pois todos pecam. e Tiago diz:

Tiago 2.10
Pois qualquer um que guarda toda a lei, mas tropeça em um só ponto, torna-se culpado de todos.

Então como seremos justificados perante a lei? Por isso o fim da lei é Cristo.

Também, este texto de Gálatas nos deixa claro o sentido de Rm 10.4

Logo, para que é a lei? Foi ordenada por causa das transgressões, até que viesse a posteridade a quem a promessa tinha sido feita; e foi posta pelos anjos na mão de um medianeiro.
Ora, o medianeiro não o é de um só, mas Deus é um.
Logo, a lei é contra as promessas de Deus? De nenhuma sorte; porque, se fosse dada uma lei que pudesse vivificar, a justiça, na verdade, teria sido pela lei.
Mas a Escritura encerrou tudo debaixo do pecado, para que a promessa pela fé em Jesus Cristo fosse dada aos crentes.
Mas, antes que a fé viesse, estávamos guardados debaixo da lei, e encerrados para aquela fé que se havia de manifestar.
De maneira que a lei nos serviu de aio, para nos conduzir a Cristo, para que pela fé fôssemos justificados.
Mas, depois que veio a fé, já não estamos debaixo de aio.

Gálatas 3:19-25

“Mas AGORA QUE CHEGOU A FÉ [representando Cristo], NÃO ESTAMOS MAIS DEBAIXO DE AIO ( OU TUTOR) [a Lei].” (Gál 3:25) A comparação da Lei como sendo um “AIO” ( ou TUTOR, ou GUIA) também aponta para o término dela, pois um tutor não mantém a tutela de uma criança para sempre, ou não precisamos mais de guia depois que estamos em Cristo.

Assim, para que os servos de Deus pudessem ser justificados, ou declarados justos, a Lei precisa findar.

Vasuilvan escreveu:Pois o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça.
E então? Havemos de pecar porque não estamos debaixo da lei, mas debaixo da graça? De modo nenhum.

Romanos 6.14,15

Rudi, todas as vezes que desobedecermos algum mandamento de Deus, estaremos debaixo da Lei. Ou vc vai desmentir Paulo e dizer que não peca mais?
VEJA o quanto esse verso de Romanos náo atende as tuas expectativas. O verso é claro em afirmar que não devemos pecar, mas como vc saberá distinguir entre o certo e o errado, sem a existência da Lei?

Sim o verso é claro que não devemos pecar, porém também é muito claro em afirmar que não estamos debaixo da lei, pois se assim for, somos malditos!

Como já afirmei, não é só desobedecendo a lei que pecamos, mais abaixo explicarei isto novamente.

SE podemos fazer o bem, e não fazemos, pecamos...

Vasuilvan escreveu:Não Rudi, a estrada permance porque ainda temos a possibilidade de pecar. se vc interromper essa estrada, vc não consegue mais chegar ao ALVO, OBJETIVO, FINALIDADE  da Lei. 
É a lei que precisa te conduzir ao perdão. Esse perdão só reside em Cristo jesus. somente Ele pode te perdoar e te purificar dos pecados.
Se vc me diz que não precisa mais dessa estrada, vc está me dizendo que não precisa mais ir a Cristo.
Creio que não seja essa sua verdadeira intenção. Enquanto estivermos na carne, existirá a possibilidade de pecarmos e isso significa a necessidade de um justificador para nós.

Por que precisaria da estrada depois de chegar a Cristo, isto é um retrocesso. Se já estou em Cristo, justificado, não voltarei atraz. Estou dizendo que já estou em Cristo, ou Cristo vive em mim, já sou justificado, agora, não serei justificado no futuro, pois a lei não justifica ninguém, nem obras, apenas a graça de Cristo, somente ela.

Aqueles que julgam que precisam de obras, de obediência etc... para alcançarem salvação, estão afirmando que a graça não é suficiente, que o sacrifício de Cristo não é suficiente.

 
Vasuilvam escreveu:Não Rudi, a exortação de perseverança, existente em toda a bíblia, não condiz com esse teu entendimento. 

Mateus 24.13 mas aquele que perseverar até o fim será salvo.

Veja, não existe perdão sem confissão de pecados. Eu não posso ser perdoado por um pecado que ainda nem cometi. Então, os pecados perdoados por Cristo acontece no momento da nossa conversão e também se estende ao longo da nossa vida, à medida que que pecamos e somos constrangidos pelo Espírito Santo para nos arrepender. Bem, mas se a Lei, não me mostrar o pecado, então o Espírito Santo não consegue fazer o trabalho de forma eficiente.


Este verso de Mateus 24.13 só faz sentido no contexto, na parusia. Aqueles que perseguidos nos últimos dias não se dobrarem perante a besta.

Esta querendo dizer que se não confessarmos todos os pecados não seremos perdoados? Impossível de  se fazer tal façanha. Não tem ideia do quanto peadores somos? Na justificação somos perdoados de todos os pecados, de toda a vida, não somente dos passados e dos que confessamos.


Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus,
Romanos 8:1


Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.
Romanos 8:33

Devemos sim confessar nossos pecados, mas isto não significa estar sob a lei, pelo contrário, somos constrangidos pelo amor, pelo Espírito de Deus em nós. 

Quem nos separará do amor de Cristo? 


Já é tarde, continuarei a responder outro dia.
avatar
Rudi
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : Salvo por Cristo.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 127
Idade : 56
Cidade/Estado : São Paulo
Religião : Cristão
Igreja : Betel
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 372
Data de inscrição : 15/12/2014

Re: SOBRE A SEGUNDA MORTE.

Mensagem por Rudi em Seg 28 Ago 2017, 20:54

Vasuilvan escreveu:
Rudi escreveu:Respondendo a mensagem 47

Graça e paz a todos.

Vasuilvan escreveu:
Então, com essa declaração, você passa a defender o Universalismo?!

Estou afirmando, comprovas Bíblicas, que o castigo do impio dura para sempre, e tu vens me dizer que defendo o universalismo??

De onde tirou tal ideia?

Vasuilvan escreveu:Só existe pecado, se a lei apontar aquela atitude como sendo pecado.

Tem certeza disso?

Não meu caro, podemos cumprir todos os mandamentos e ainda pecar. Por exemplo, qual lei fala do pecado de omissão? Sabes que deixar de fazer o bem é pecado? Pensamentos maus... etc.

Tu perguntas e tu mesmo responde....

Tiago 4.17 Pensem nisto, pois: Quem sabe que deve fazer o bem e não o faz, comete pecado.


Vc parece muito contraditório nas tuas postagens.
Num momento vc parece saber que pecado não se restringe ao decálogo. já num outro momento vc afirma que que podemos CUMPRIR os mandamentos e ainda pecar, dando a entender que pecado é só o decálogo.


Caro Vasuilvan, graça e paz.

Eu pergunto e eu mesmo respondo??? Onde exatamente?

Tu afirmaste: Só existe pecado, se a lei apontar aquela atitude como sendo pecado.

Dai minha indagação: tem certeza disto?

Não sou o contraditório, e sim tu. Estou a lhe dizer que existem pecados, e muitos que cometemos e não estão descritos na lei, ao contrário de sua afirmação.

Não sei de onde tirou a ideia que defendo universalismo, que eu pergunto e eu mesmo respondo? Bom Paulo fez isto também, e creia, não ha contradição. 

Acredito que deve ler com mais calma e atenção.
avatar
Vasuilvan
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3166
Idade : 47
Cidade/Estado : BRASÍLIA
Religião : CRISTÄO
Igreja : ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 145
Pontos de participação : 10408
Data de inscrição : 17/11/2011

Re: SOBRE A SEGUNDA MORTE.

Mensagem por Vasuilvan em Ter 29 Ago 2017, 13:12

Rudi diz; A mesma palavra descreve castigo e a vida eterna. Se vida eterna é estar para sempre com o Senhor, o castigo também é para sempre.

 Meu amigo Rudi, pra defender esse formato de crença, você está tendo que que fazer um paralelo de oposição, entre coisas que não são opostas entre si.

 O contrário de vida eterna é perdição eterna.

 Você está criando um antônimo entre vida e sofrimento. uma coisa não é antônimo da outra.

 Mas, vida é oposta à não existência.
avatar
Vasuilvan
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3166
Idade : 47
Cidade/Estado : BRASÍLIA
Religião : CRISTÄO
Igreja : ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 145
Pontos de participação : 10408
Data de inscrição : 17/11/2011

Re: SOBRE A SEGUNDA MORTE.

Mensagem por Vasuilvan em Ter 29 Ago 2017, 13:22

Rudi escreveu:Respondendo a mensagem 54.

Graça e paz a todos.

Vasuilvan escreveu:1- Grego: τελος [telos] (Substantivo neutro). Fim. Terminação, consumação, conclusão. Meta, alvo, finalidade, propósito, objetivo.Taxa, tributo, imposto.(http://dicionariobiblico.blogspot.com.br/2008/03/fim.html).



2- Tradução de Telos (filosofia) em Outra Língua:
Português
O Telos (filosofia) em Português
A teleologia (do grego τέλος, finalidade, e -logía, estudo) é o estudo filosófico dos fins, isto é, do propósito, objetivo ou finalidade. 

No primeiro caso, dicionáriobíblico, colocaste em negrito a parte que lhe é favorável, mas deves notar que o sentido primeiro é " Fim. Terminação, consumação, conclusão".

Note também que no próprio link que deixou, a palavra usada em Rm10.4 é fim.

Não conheço nenhuma tradução séria que faz uso de outra palavra neste versículo.

No segundo caso, quanto a tradução filosófica, realmente não merece crédito. O que Platão e Aristóteles elaboraram não vem ao caso.

E com certeza, a meta da lei não é Cristo, ou alvo da lei seria Cristo? A finalidade da lei é Cristo? De modo algum.

Vasuilvan escreveu:Aqui vc me acusa de fraudar a tradução do texto para defender um ponto de doutrina. Também entendo que isso não é ser sábio, por isso mesmo que não o faço.
Por outro lado, eu não te acusei de fazer isso, mas te sugeri que vc analisasse a palavra, TELOS, sob outros adjetivos claramente expressos nos dois textos acima. 
perceba que não estou inventado nada. vc sim, foi tendencioso ao apresentar somente os significados que abonem o teu entendimento. talvez isso não seja sábio. 

Caro Vasuilvan, não sou eu a estar tendencioso. Veja, Strong é o léxico grego mais respeitado nas questões de tradução Bíblica, (ao menos é que sei ) foi esta a tradução que encontrei. Veja se encontra outra no dicionário de Strong.

Ademais, o restante do versículo assim pede a tradução:

Rm 10.3
Pois Cristo é o fim da lei para a justificação de todo aquele que crê.

doutra forma...

O objetivo da lei é Cristo  para justificação..  isto é totalmente sem sentido.

Ora, a justificação esta condicionada ao término da lei. A lei constitui um impedimento a justificação. 

Galatas 3.10
Pois todos os que são das obras da lei estão debaixo de maldição. Porque está escrito: Maldito todo aquele que não permanece na prática de todas as coisas escritas no livro da lei.

Para a justificação, não podemos estar debaixo da lei. Se alguém for julgado pela lei, será condenado, pois todos pecam. e Tiago diz:

Tiago 2.10
Pois qualquer um que guarda toda a lei, mas tropeça em um só ponto, torna-se culpado de todos.

Então como seremos justificados perante a lei? Por isso o fim da lei é Cristo.

Também, este texto de Gálatas nos deixa claro o sentido de Rm 10.4

Logo, para que é a lei? Foi ordenada por causa das transgressões, até que viesse a posteridade a quem a promessa tinha sido feita; e foi posta pelos anjos na mão de um medianeiro.
Ora, o medianeiro não o é de um só, mas Deus é um.
Logo, a lei é contra as promessas de Deus? De nenhuma sorte; porque, se fosse dada uma lei que pudesse vivificar, a justiça, na verdade, teria sido pela lei.
Mas a Escritura encerrou tudo debaixo do pecado, para que a promessa pela fé em Jesus Cristo fosse dada aos crentes.
Mas, antes que a fé viesse, estávamos guardados debaixo da lei, e encerrados para aquela fé que se havia de manifestar.
De maneira que a lei nos serviu de aio, para nos conduzir a Cristo, para que pela fé fôssemos justificados.
Mas, depois que veio a fé, já não estamos debaixo de aio.

Gálatas 3:19-25

“Mas AGORA QUE CHEGOU A FÉ [representando Cristo], NÃO ESTAMOS MAIS DEBAIXO DE AIO ( OU TUTOR) [a Lei].” (Gál 3:25) A comparação da Lei como sendo um “AIO” ( ou TUTOR, ou GUIA) também aponta para o término dela, pois um tutor não mantém a tutela de uma criança para sempre, ou não precisamos mais de guia depois que estamos em Cristo.

Assim, para que os servos de Deus pudessem ser justificados, ou declarados justos, a Lei precisa findar.

Vasuilvan escreveu:Pois o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça.
E então? Havemos de pecar porque não estamos debaixo da lei, mas debaixo da graça? De modo nenhum.

Romanos 6.14,15

Rudi, todas as vezes que desobedecermos algum mandamento de Deus, estaremos debaixo da Lei. Ou vc vai desmentir Paulo e dizer que não peca mais?
VEJA o quanto esse verso de Romanos náo atende as tuas expectativas. O verso é claro em afirmar que não devemos pecar, mas como vc saberá distinguir entre o certo e o errado, sem a existência da Lei?

Sim o verso é claro que não devemos pecar, porém também é muito claro em afirmar que não estamos debaixo da lei, pois se assim for, somos malditos!

Como já afirmei, não é só desobedecendo a lei que pecamos, mais abaixo explicarei isto novamente.

SE podemos fazer o bem, e não fazemos, pecamos...

Vasuilvan escreveu:Não Rudi, a estrada permance porque ainda temos a possibilidade de pecar. se vc interromper essa estrada, vc não consegue mais chegar ao ALVO, OBJETIVO, FINALIDADE  da Lei. 
É a lei que precisa te conduzir ao perdão. Esse perdão só reside em Cristo jesus. somente Ele pode te perdoar e te purificar dos pecados.
Se vc me diz que não precisa mais dessa estrada, vc está me dizendo que não precisa mais ir a Cristo.
Creio que não seja essa sua verdadeira intenção. Enquanto estivermos na carne, existirá a possibilidade de pecarmos e isso significa a necessidade de um justificador para nós.

Por que precisaria da estrada depois de chegar a Cristo, isto é um retrocesso. Se já estou em Cristo, justificado, não voltarei atraz. Estou dizendo que já estou em Cristo, ou Cristo vive em mim, já sou justificado, agora, não serei justificado no futuro, pois a lei não justifica ninguém, nem obras, apenas a graça de Cristo, somente ela.

Aqueles que julgam que precisam de obras, de obediência etc... para alcançarem salvação, estão afirmando que a graça não é suficiente, que o sacrifício de Cristo não é suficiente.

 
Vasuilvam escreveu:Não Rudi, a exortação de perseverança, existente em toda a bíblia, não condiz com esse teu entendimento. 

Mateus 24.13 mas aquele que perseverar até o fim será salvo.

Veja, não existe perdão sem confissão de pecados. Eu não posso ser perdoado por um pecado que ainda nem cometi. Então, os pecados perdoados por Cristo acontece no momento da nossa conversão e também se estende ao longo da nossa vida, à medida que que pecamos e somos constrangidos pelo Espírito Santo para nos arrepender. Bem, mas se a Lei, não me mostrar o pecado, então o Espírito Santo não consegue fazer o trabalho de forma eficiente.


Este verso de Mateus 24.13 só faz sentido no contexto, na parusia. Aqueles que perseguidos nos últimos dias não se dobrarem perante a besta.

Esta querendo dizer que se não confessarmos todos os pecados não seremos perdoados? Impossível de  se fazer tal façanha. Não tem ideia do quanto peadores somos? Na justificação somos perdoados de todos os pecados, de toda a vida, não somente dos passados e dos que confessamos.


Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus,
Romanos 8:1


Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.
Romanos 8:33

Devemos sim confessar nossos pecados, mas isto não significa estar sob a lei, pelo contrário, somos constrangidos pelo amor, pelo Espírito de Deus em nós. 

Quem nos separará do amor de Cristo? 


Já é tarde, continuarei a responder outro dia.




Rudi, aqui só consigo te orientar a se aprofundar um pouco mais no que seja está debaixo da lei.

Está debaixo da lei, não é o que vc pensa ser. Está debaixo da lei, não é evitar o adultério e nem evitar a mentira. Pois tudo isso, na realidade é viver na graça, ou seja, resistir ao que é pecaminoso.

Quando vc se dispuser a investigar um pouco mais a fundo, sem a amarras, alcançará liberdade nestes conceitos.
avatar
Rudi
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : Salvo por Cristo.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 127
Idade : 56
Cidade/Estado : São Paulo
Religião : Cristão
Igreja : Betel
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 372
Data de inscrição : 15/12/2014

Re: SOBRE A SEGUNDA MORTE.

Mensagem por Rudi em Qua 30 Ago 2017, 23:31

Graça e paz a todos.

Romanos 7
5Pois quando éramos dominados pela natureza pecaminosa, as paixões dos pecados, instigadas pela própria Lei, agiam livremente em nosso corpo, de maneira que dávamos frutos para a morte. 6Mas, agora, fomos libertos da Lei, havendo morrido para aquilo que nos aprisionava, para servimos de acordo com a nova ministração do Espírito, e não conforme a velha forma da Lei escrita. A Lei condena, Jesus liberta

Liberdade só em Jesus!

Conteúdo patrocinado

Re: SOBRE A SEGUNDA MORTE.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Qui 21 Set 2017, 05:48