F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Estudo sobre a criação

Compartilhe

Adauto
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 851
Data de inscrição : 13/04/2015

Re: Estudo sobre a criação

Mensagem por Adauto em Dom 14 Ago 2016, 07:38

Estava lendo este tópico, quando vi...

É a própria ciência que defende que o ESPAÇO tem de ter sido criado antes da MATÉRIA, antes da existência dos elementos químicos, pois disse: toda matéria ocupa um lugar no espaço (Newton), e eu, irmãos, estou defendendo que Deus e a ciência estão de mãos dadas quanto a isso.

Não sei não, visto que o espaço só existem em função da matéria. Um subproduto.

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Número de Mensagens : 597
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Estudo sobre a criação

Mensagem por Washington Ruiz em Dom 14 Ago 2016, 12:06

Olá, Adauto,

É Newton (a ciência) quem diz que toda matéria ocupa um lugar no espaço, por isso, o espaço tem de ter sido criado antes da matéria, ou melhor, é a ciência (Newton) que está também defendendo que o espaço veio antes da matéria.

Se fosse ao contrário, se eu estivesse defendendo que Deus tivesse criado a matéria antes do espaço, que Deus chamou de ABISMO, aí, então, eu estaria me colocando contra o que defende a ciência, no entanto, como estou defendendo que o espaço foi criado antes de Deus criar toda matéria, então, está havendo coerência entre o que estou defendendo e o que a ciência crê.

A ciência defende (alguns cientistas) que o ESPAÇO/TEMPO tenha tido início depois do big-bang, porém, isso é uma afirmação que contraria o dito de Newton que diz que toda matéria, por ocupar um lugar no espaço, já ocupava um lugar no espaço, por isso, o espaço já tinha de existir antes do big-bang, e não somente depois.

O TEMPO, sim, só deve ser contado a partir do big-bang, evento esse que está SUTILMENTE narrado nos escritos de Deus, isto é,

Quando Deus disse (Gn 1.9 Ajuntem-se as águas debaixo dos céus num lugar; e apareça a porção seca) estava dando ordem para que toda matéria existente no espaço se ajuntasse num só lugar.

Se Deus não tivesse dado a ordem para as águas se ajuntarem num só lugar, a formação do ovo cósmico não poderia ter havido.
=
Você não vai acreditar, mas eu também vejo indícios de que os escritos de Deus também fazem referência à criação da MATÉRIA ESCURA e da ENERGIA ESCURA, que a ciência defende tal existência.

Até mais!
avatar
Adauto
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 851
Idade : 55
Cidade/Estado : São Paulo
Religião : Cristão
Igreja : Católica
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 16
Pontos de participação : 1681
Data de inscrição : 13/04/2015

Re: Estudo sobre a criação

Mensagem por Adauto em Dom 14 Ago 2016, 19:50

O foco não é mais Newton. É Einstein.

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 597
Idade : 68
Cidade/Estado : Manaus/Amazonas
Religião : Cristã
Igreja : Igreja do CRENTE
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -40
Pontos de participação : 1420
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Estudo sobre a criação

Mensagem por Washington Ruiz em Dom 14 Ago 2016, 21:36

Olá, Adauto,

Não foi Einstein quem disse que toda matéria ocupa um lugar no espaço, mas Newton.
=
Gostaria que você me fizesse alguma pergunta sobre o que escrevi, pode ser?

Até mais!
avatar
Adauto
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 851
Idade : 55
Cidade/Estado : São Paulo
Religião : Cristão
Igreja : Católica
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 16
Pontos de participação : 1681
Data de inscrição : 13/04/2015

Re: Estudo sobre a criação

Mensagem por Adauto em Dom 14 Ago 2016, 22:34

Exatamente, Ruiz... foi Newton e a visão mecanicista de Newton está (apesar de toda a sua importância) meio que ultrapassada. Se você quiser falar de matéria, energia, espaço e tempo... Einstein é o cara do momento, embora ele mesmo tenha nascido no século retrasado.

Sua declaração:

Quando Deus disse (Gn 1.9 Ajuntem-se as águas debaixo dos céus num lugar; e apareça a porção seca) estava dando ordem para que toda matéria existente no espaço se ajuntasse num só lugar.
Se Deus não tivesse dado a ordem para as águas se ajuntarem num só lugar, a formação do ovo cósmico não poderia ter havido.

Minhas perguntas: se Deus não tivesse dado ordem para a matéria já existente se juntasse para a formação do "ovo cósmico", o universo anterior à ação divina, continuaria existindo em que estado?
E quem criou o universo anterior ou quando Deus criou o universo anterior? Ou ele sempre existiu?
avatar
Tzaruch
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Na Paz.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 5958
Idade : 46
Cidade/Estado : Ilha
Religião : DEUS
Igreja : As 7 Igrejas
País : Na Terra.
Mensagens Curtidas : 126
Pontos de participação : 12804
Data de inscrição : 04/11/2014

Re: Estudo sobre a criação

Mensagem por Tzaruch em Dom 14 Ago 2016, 23:31

.
Resposta à Mensagem Nº47

Olá Ruiz.

Ruiz escreveu: Pedido feito ao Adauto.

Ruiz-
Gostaria que você me fizesse alguma pergunta sobre o que escrevi, pode ser?

Tendo em conta que você "gosta" que lhe façam perguntas acerca do que escreve....

Tente lá explicar e responder às seguintes questões sobre as suas afirmações.

Ruiz escreveu:Quando Deus disse (Gn 1.9 Ajuntem-se as águas debaixo dos céus num lugar; e apareça a porção seca)
estava dando ordem para que toda matéria existente no espaço se ajuntasse num só lugar.

E em qual texto os leitores podem confirmar que DEUS estava a dar ordem
para toda a matéria se DEUS falou só para as águas ? "H2O"

                                
Uma molécula de água são dois átomos de hidrogênio e um átomo de oxigênio,,
por acaso hidrogênio e oxigênio é toda a matéria existente ?


Ruiz escreveu:Se Deus não tivesse dado a ordem para as águas se ajuntarem num só lugar,
a formação do ovo cósmico não poderia ter havido.

Em qual texto você leu essas conversas que está a dizer ?

Essa sua afirmação está totalmente fora da realidade bíblica.

E chamou Deus à expansão Céus, e foi a tarde e a manhã, o dia segundo.
E disse Deus: Ajuntem-se as águas debaixo dos céus num lugar;
e apareça a porção seca; e assim foi.

-Gênesis 1:8-9-


Primeiro, DEUS estava a dar forma à terra e não a ovos cósmicos.

Segundo, era o 2º dia da criação, já existia terra, céus e luz,
e se fosse como diz tudo perderia o sentido e a lógica.

Então porque motivo as suas afirmações não condizem com a Bíblia ?




.

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 597
Idade : 68
Cidade/Estado : Manaus/Amazonas
Religião : Cristã
Igreja : Igreja do CRENTE
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -40
Pontos de participação : 1420
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Estudo sobre a criação

Mensagem por Washington Ruiz em Seg 15 Ago 2016, 10:01

Olá, Adauto,

Eu, fundamentado no que está escrito, creio que Deus, o que é somente o Pai, seja o criador de todas as coisas (Ef 3.9) e de todos os seres (Ap 10.6) que existem.

No 2º dia, Deus criou o ESPAÇO INFINITO, que ele chamou parabolicamente de ABISMO, espaço esse que precisava ser criado para ele poder colocar todos os lugares (Céu, Terra e Inferno) e todos os seres (anjos, animais irracionais e, por fim, o homem) que ele ainda tinha de criar.

Depois Deus criou toda a matéria-prima que ele precisava ter para poder criar todas as coisas, matéria-prima essa que ele chamou de ÁGUAS, águas essas que são os elementos químicos que formam todos os corpos que existem, inclusive os corpos (espirituais) dos anjos.

Observe, irmão, que não teria sido inteligente Deus chamar o ABISMO de espaço infinito nem de elementos químicos à água, que é a matéria-prima que forma todos os corpos, aliás, que nome melhor que águas Deus poderia usar para designar os elementos?

Depois Deus SEPAROU os elementos químicos espirituais dos materiais. Os espirituais ele usou para criar o Universo Espiritual, que ele chamou de Céu, e os corpos dos anjos, enquanto que os materiais, já no 3º dia, ele usou para criar o nosso universo material, físico, e os corpos dos seres materiais.

Agora, respondendo à sua pergunta (se Deus não tivesse dado ordem para que a matéria já existente se juntasse para a formação do "ovo cósmico", o universo anterior à ação divina, continuaria existindo em que estado?)

A ordem de ajuntamento foi dada EXCLUSIVAMENTE para as águas que iriam formar o nosso universo, isto é, as águas que formaram o universo espiritual, no 2º dia, não receberam essa ordem, por isso, não participaram desse ajuntamento.

Observe, irmão, que o espaço infinito (ABISMO) é um só, porém, Deus criou três lugares (Céu, Terra e Inferno) dentro desse único espaço.

Deus deu a ordem de ajuntamento no 3º dia, por isso, se ele não tivesse dado essa ordem às águas, o big-bang não poderia ter acontecido, no entanto, o Céu, que Deus fez no 2º dia, continuaria existindo (os anjos só foram criados no 4º dia).

Se as águas que ficaram abaixo da expansão não tivessem sido ajuntadas num só lugar para formar o big-bang, elas AINDA estariam DISPERSAS dentro do abismo, isto é, continuariam existindo dentro do espaço, porém, dispersas e sem sentido de criação, e foi antes desse ajuntamento, DURANTE essa dispersão, que Deus disse que a terra era sem forma e vazia (Gn 1.2).
=
Sobre a sua outra pergunta: E quem criou o universo anterior ou quando Deus criou o universo anterior?

O universo anterior a que você se refere é o abismo, o espaço infinito, que foi criado no 2º dia.

Até mais!
avatar
Tzaruch
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Na Paz.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 5958
Idade : 46
Cidade/Estado : Ilha
Religião : DEUS
Igreja : As 7 Igrejas
País : Na Terra.
Mensagens Curtidas : 126
Pontos de participação : 12804
Data de inscrição : 04/11/2014

Re: Estudo sobre a criação

Mensagem por Tzaruch em Ter 23 Ago 2016, 09:13

.

Olá Ruiz.

Ruiz escreveu:Depois Deus criou toda a matéria-prima que ele precisava ter para poder criar todas as coisas, matéria-prima
essa que ele chamou de ÁGUAS, águas essas que são os elementos químicos que formam todos os corpos 
que existem, inclusive os corpos (espirituais) dos anjos.

É muito sem sentido essa sua conversa, ainda o ano passado você andava a afirmar
que os anjos só tinham Espírito e alma,, ou seja, sem corpo.


Ruiz escreveu:

Re: Nas Escrituras, alma e espírito podem ter mais de um significado

por Washington Ruiz em Seg 24 Ago 2015

Os homens têm três elementos de composição de vida: Espírito, alma e corpo, nessa ordem, conforme 1Ts 5.23.

Os anjos têm apenas dois elementos de composição de vida: Espírito e alma,
sendo que é o espírito que dá vida à alma de qualquer anjo.

Será que a cada ano você muda de opinião ?,, ou será que esqueceu aquilo que escreve ?

Não se preocupe por não responder,, é só mesmo para que todos vejam
as incoerências daquilo que você escreve
,, e ainda diz que "ensina" os outros.


.

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 597
Idade : 68
Cidade/Estado : Manaus/Amazonas
Religião : Cristã
Igreja : Igreja do CRENTE
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -40
Pontos de participação : 1420
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Estudo sobre a criação

Mensagem por Washington Ruiz em Ter 23 Ago 2016, 10:19

Olá, Tzaruch,

Eu não devia responder nada a você porque considero que você mesmo lhe colocou ANTOLHOS para não ver nem querer compreender determinados assuntos, mas, como muitos de meus irmãos (na minha “comunidade”) me pediram que eu lhes falasse desse assunto aqui mesmo e lá, vou lhes atender o pedido.
=
APRENDA, irmão, que a alma é que é o CORPO espiritual dos anjos, alma essa que é formada de elementos químicos de uma tabela periódica que não conhecemos, posto que os elementos espirituais foram separados dos elementos materiais quando Deus disse (Gn 1.6): Haja separação entre águas e águas.

Assim como Deus moldou os corpos físicos de cada ser criado no 6º dia, assim também moldou os corpos espirituais de cada anjo, criados no 4º dia, para habitar os céus.
=
Nunca discuta com pessoas incoerentes. Elas vão te arrastar ao nível delas e ganhar de você por terem mais experiência e por serem como são.

Até mais!
avatar
Tzaruch
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Na Paz.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 5958
Idade : 46
Cidade/Estado : Ilha
Religião : DEUS
Igreja : As 7 Igrejas
País : Na Terra.
Mensagens Curtidas : 126
Pontos de participação : 12804
Data de inscrição : 04/11/2014

Re: Estudo sobre a criação

Mensagem por Tzaruch em Ter 23 Ago 2016, 11:15

.
Olá Ruiz.

Ruiz escreveu:Eu não devia responder nada a você

Você não devia mesmo ter tentado responder,, só veio foi inventar mais coisas,
e assim mais incoerências acrescentou às afirmações que faz.


Ruiz escreveu:porque considero que você mesmo lhe colocou ANTOLHOS para não ver nem querer compreender determinados assuntos,

As suas considerações se aplicam a você mesmo,, não quer ver nem aprender,,
e ainda diz que ensina os outros.



Ruiz escreveu:mas, como muitos de meus irmãos (na minha “comunidade”) me pediram

É mesmo para esses que as suas incoerência são mostradas,, para que eles
vejam que você não diz coisa com coisa.

E nem é preciso eles pedirem,, pois eles merecem ver os erros que você fala.


Ruiz escreveu:que eu lhes falasse desse assunto aqui mesmo e lá, vou lhes atender o pedido.

Você deve ter muitos "seguidores",,, o que eles pensarão cada vez que ficam
apresentados os seus erros ?


Como é que você "lá" faz para se explicar das coisas erradas que ficam mostradas
aqui no fórum e das contradições entre escritos ?


Ruiz escreveu:
=
APRENDA, irmão,

Como é que alguém pode aprender de uma pessoa que fala de si mesmo
e diz coisas que não estão escritas na Bíblia ?


Ruiz escreveu:que a alma é que é o CORPO espiritual dos anjos,

Isso é o que agora está a dizer, dai a incoerência com o que tinha
falado o ano passado.



___Ruiz___

Os homens têm três elementos de composição de vida: Espírito, alma e corpo, nessa ordem, conforme 1Ts 5.23.

Os anjos têm apenas dois elementos de composição de vida: Espírito e alma,
sendo que é o espírito que dá vida à alma de qualquer anjo.




Ruiz, está ai bem claro a sua explicação,, homens 3 elementos, anjos APENAS DOIS ELEMENTOS.







E agora só se você colocar ANTOLHOS em todos os seus seguidores para eles
não verem nem querem entender as contradições que você FALA.








Ruiz escreveu:alma essa que é formada de elementos químicos de uma tabela periódica que não conhecemos,

De fato você nem sabe o que está a dizer,,, isso são invenções suas e que
não estão escritas em nenhuma bíblia.


E pior ainda é que antes você dizia que anjos não tinham corpo sequer,
quanto mais que tinham elementos.

Portanto, quem acreditar naquilo que você diz,, já foi induzido antes por você.


Ruiz escreveu:posto que os elementos espirituais foram separados dos elementos
materiais quando Deus disse (Gn 1.6): Haja separação entre águas e águas.

Quanto invenção sobre a Bíblia,,,, inclusive isso já foi refutado em
outra mensagem,, mas você não quer ver os erros que fala.


Ruiz escreveu:Assim como Deus moldou os corpos físicos de cada ser criado no 6º dia, assim também
moldou os corpos espirituais de cada anjo
, criados no 4º dia, para habitar os céus.

Não pode,, você NEGOU que os anjos tinham corpo....

__Ruiz__

Os anjos têm apenas dois elementos de composição de vida: Espírito e alma,
sendo que é o espírito que dá vida à alma de qualquer anjo.




Vai ver que tem um RUIZ que está a refutar o outro Ruiz ?

Ou é você mesmo que não consegue ver as incoerências que fala ?



Ruiz escreveu:
=
Nunca discuta com pessoas incoerentes.

Achou mesmo que alguém estava a discutir com você ?

Enganou-se,, é só para que os seus seguidores vejam que você é mesmo
incoerente nas coisas que diz e quer ensinar a eles.


Ruiz escreveu:Elas vão te arrastar ao nível delas e ganhar de você por terem mais experiência e por serem como são.

E você vai mesmo tentar arrastar o Tzaruch para o seu nível de incoerência ?

Então tente, e depois ganhe a ele em incoerência, tal como já ficou mostrado.

.
avatar
Tzaruch
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Na Paz.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 5958
Idade : 46
Cidade/Estado : Ilha
Religião : DEUS
Igreja : As 7 Igrejas
País : Na Terra.
Mensagens Curtidas : 126
Pontos de participação : 12804
Data de inscrição : 04/11/2014

Re: Estudo sobre a criação

Mensagem por Tzaruch em Sex 09 Jun 2017, 22:13

.
Olá a todos.





5) Os tópicos que não receberem nova resposta por 360 dias, terão sua exclusão automática pelo sistema.



Esta mensagem é só para evitar que o sistema apague o tópico após os 360 dias.





avatar
Tzaruch
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Na Paz.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 5958
Idade : 46
Cidade/Estado : Ilha
Religião : DEUS
Igreja : As 7 Igrejas
País : Na Terra.
Mensagens Curtidas : 126
Pontos de participação : 12804
Data de inscrição : 04/11/2014

Re: Estudo sobre a criação

Mensagem por Tzaruch em Seg 30 Abr 2018, 00:38





Olá a todos.








5) Os tópicos que não receberem nova resposta por 360 dias, terão sua exclusão automática pelo sistema.



Esta mensagem é só para evitar que o sistema apague o tópico após os 360 dias.








avatar
Aldo Maro Ferraro
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status : engenheiro mecânico, professor de física e de matemática
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 303
Idade : 77
Cidade/Estado : Florianópolis/ Santa Catarina
Religião : ecumenico
Igreja : consciência interior
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 18
Pontos de participação : 616
Data de inscrição : 27/08/2013

Re: Estudo sobre a criação

Mensagem por Aldo Maro Ferraro em Qua 18 Jul 2018, 20:01

Prezado Ernesto

A fim de não abrir um novo tópico, aproveito que este ainda está ativo para abordar uma frase por ti escrita no tópico “que motivo o levam a crer que sua religião é verdadeira?”, no qual eu disse que gostaria de apresentar um comentário, mas impertinente naquele.

Trata-se do “relógio/relojoeiro”.


Sinto dizer que essa comparação não é argumento válido, pois quando aplicado ao binômio “Criador/criação”, incide em um paralogismo, pois é uma das premissas do raciocínio lógico que:

= Uma relação de causa e efeito somente pode ser validada por um argumento externo à própria relação =

Assim, este é um relógio, portanto existe um relojoeiro. Causa: o relojoeiro; efeito: o relógio é uma relação válida.
pois podemos constatar a existência de uma máquina destinada a informar as horas chamada relógio sem considerar ainda a relação com o relojoeiro. Podemos então constatar uma pessoa, o relojoeiro, montando uma máquina chamada relógio. Chegamos a uma conclusão válida: o relógio foi criado por um relojoeiro.


Na relação: causa: Criador, efeito: criação, não podemos dizer: Esta é a criação, portanto existe um Criador, pois cairíamos em um tautologismo: a causa explica o efeito e o efeito explica a causa.

Para que a relação fosse válida, teríamos que constatar que o mundo material tivesse sido efeito de uma criação, tal como fizemos com o relógio; mas como essa constatação é impossível, essa afirmação é um pressuposto. Vamos ao outro polo, como fizemos com o relojoeiro: constatar Deus criando, como essa constatação também é impossível, Deus criador também é um pressuposto. Temos então que Criador e criação é pressuposto um do outro, aí está o tautologismo.

Eis pois que, na impossibilidade de constatarmos, seja pela ciência ou por raciocínio lógico, que o mundo material tenha sido criado por Deus, cremos neste fato como profissão de Fé.

Deus Pai nos abençôe, Aldo
avatar
Tzaruch
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Na Paz.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 5958
Idade : 46
Cidade/Estado : Ilha
Religião : DEUS
Igreja : As 7 Igrejas
País : Na Terra.
Mensagens Curtidas : 126
Pontos de participação : 12804
Data de inscrição : 04/11/2014

Re: Estudo sobre a criação

Mensagem por Tzaruch em Qui 19 Jul 2018, 01:46



Olá Aldo.



Ernesto escreveu:Ernesto responde:

Então tu pões em duvida a sua existência, pense um pouco, pode existir um relógio sem um relojoeiro?

Essa foi a pergunta do Ernesto no outro tópico.


Aldo escreveu:Sinto dizer que essa comparação não é argumento válido,

O que não é válido é essa "argumentação" que você veio apresentar,
e de seguida vai poder verificar.

Aldo escreveu:pois quando aplicado ao binômio “Criador/criação”,


bi·nó·mi·o
(latim bis, duas vezes + latim nomen, -inis, nome)

substantivo masculino

1. [Álgebra]  Expressão algébrica composta de dois membros unidos por sinal positivo ou negativo.

2. [Biologia]  Nome científico formado por dois termos, o primeiro indicando o género e o segundo a espécie.

• Grafia no Brasil: binômio.
https://www.priberam.pt/dlpo/bin%C3%B4mio





Significado de Binômio

substantivo masculino Expressão algébrica formada pela soma

ou pela diferença de dois termos ou monômios.Ex.: a + b; b2 - 4ac.

[Biologia] Designação científica de uma espécie, tanto animal quanto vegetal,
constituída por dois nomes de origem latina: Giraffa camelopardalis (girafa).

expressão Binômio de Newton.
Fórmula através da qual Newton desenvolveu as potências de um binômio em qualquer exponenciação.

Etimologia (origem da palavra binômio). Do grego bi + do grego nomus + io.
https://www.dicio.com.br/binomio/





Conceito de binômio.

Binómio é uma noção cujo termo é composto pelo prefixo bi
e por um vocábulo grego que se pode traduzir como “parte” ou “porção”.

Isto significa que um binómio é formado por duas partes.

Na linguagem corrente, costuma chamar-se binómio ao conjunto de duas personalidades
que cumprem uma função de relevo em algum âmbito da vida social, política, artística, etc.
https://conceito.de/binomio



E por qual motivo você está a dizer que criador/criação é um binômio ?

Ou melhor, qual é o dicionário que está a usar para fazer tal afirmação ?


Notou que está a apontar um substantivo a outro substantivo,
qual é a lógica de definir outra definição ?


Aldo escreveu:incide em um paralogismo,

Se criador/criação é um paralogismo (falso raciocínio) então também terá
que aplicar o mesmo a relojoeiro/relógio.

Porque a analogia existente é uniforme em todos os sentidos, principalmente
na parte da causa efeito, onde uma não existe sem a outra.

Portanto, não existe nenhum paralogismo como está por ai a dizer,
nem sequer você apresentou um raciocínio errado.

Aldo escreveu:pois é uma das premissas do raciocínio lógico que:

= Uma relação de causa e efeito somente pode ser validada por um argumento externo à própria relação =

Essa deve ser uma novidade na lógica,, ou pelo menos na "lógica" que tenta apresentar.

Explique lá, na lógica relojoeiro/relógio qual seria esse tal ARGUMENTO externo
à própria relação que validaria a relação existente ?

É que se existe algum você ainda não o apresentou, embora tenha feito a validação
dessa relação mais abaixo na sua resposta.

Aldo escreveu:Assim, este é um relógio, portanto existe um relojoeiro.
Causa: o relojoeiro; efeito: o relógio é uma relação válida.

Se essa for a argumentação externa, então a mesma pode ser apresentada
em relação à criação,, pois as premissas são as mesmas.

Esta é uma criação, portanto existe um criador.

Causa: o criador; efeito: a criação é uma relação válida e LÓGICA.

Aldo escreveu:pois podemos constatar a existência de uma máquina destinada a informar as horas
chamada relógio sem considerar ainda a relação com o relojoeiro.

Você está a confundir assuntos.

Aldo, a questão não é a função do relógio, mas sim o que está feito
e quem foi que fez,, é a dita relação CAUSA/EFEITO.

Aldo escreveu:Podemos então constatar uma pessoa, o relojoeiro, montando uma máquina chamada relógio.

Você na verdade não está a constatar nada, está a sim a concluir pelas premissas
invariáveis de que quem faz relógios chama-se relojoeiro.

Ou seja, torna-se impossível negar a existência do relojoeiro
porque sabe perfeitamente que os relógios não se fazem sozinhos.

Aldo escreveu:Chegamos a uma conclusão válida: o relógio foi criado por um relojoeiro.

Essa conclusão válida não vem da função do relógio, mas sim de que
para existir um relógio tem de haver uma pessoa que o fez, e o tal
tem como nome de profissão relojoeiro.

E essa mesma conclusão é válida para qualquer outro objeto que seja
criado por alguém em outra profissão.


Ou ainda válida para quando existe um efeito é lógico que existe uma causa.


Aldo escreveu:Na relação: causa: Criador, efeito: criação, não podemos dizer: Esta é a criação,

Por acaso o "ESTA" não está já a indicar algo existente ?

Assim, como pode você dizer ESTA não é a criação ?

Por acaso ela não existe ou você não consegue constatar a mesma ?

Aldo escreveu:portanto existe um Criador,

Se de fato conseguir provar a não existência da criação (efeito)
então é claro que descartará um criador.


Mas não esqueça, ao remover a causa também não pode existir efeito.

Aldo escreveu:pois cairíamos em um tautologismo: a causa explica o efeito e o efeito explica a causa.

E onde ou em qual dicionário está escrito que tautologia é isso
de a causa explicar o efeito e o efeito explicar a causa ?

Causa efeito é um principio (lei) irrevogável.




https://pt.wikipedia.org/wiki/Tautologia_(l%C3%B3gica)

História

A palavra tautologia foi usada na Grécia antiga para descrever um enunciado que era verdadeiro meramente
pelo fato de dizer a mesma coisa duas vezes, um significado pejorativo que ainda é usado para tautologias retóricas.

Entre 1800 e 1940, a palavra ganhou novo significado na lógica, e é corriqueiramente usada para denotar
um certo tipo de fórmula proposicional, sem as conotações pejorativas que possuía anteriormente.


Este é o significado/sentido original da palavra "tautologia",
descrevia UM ENUNCIADO que se "tornava verdadeiro" somente
pelo fato de algo ser dito da mesma forma duas vezes.

Que não é o caso da relação criado/criação,, pois não está a ser repetido nada,
nem essas duas palavras ligadas estão a tornar um outro enunciado verdadeiro.


As mesmas em si é que se justificam uma à outra, assim como acontece com
o  relógio/relojoeiro, e a partir do momento que seja impossível de verificar
um efeito, igualmente não poderá ser identificada a causa.

Ou seja, um nunca poderá existir sem o outro, a ligação entre os dois é tão
"enraizada" que o existir ou não existir acontece sempre paralelamente.



https://www.significados.com.br/tautologia/

O que é Tautologia:


Tautologia é a repetição desnecessária de uma mesma ideia usando termos diferentes.

É aplicado à linguagem e às normas de redação como algo a ser evitado na escrita formal.

A tautologia é uma redundância, como a expressão "círculo vicioso".

Se é circular, é evidente que deve voltar ao ponto inicial, e portanto se repete como algo vicioso,
sendo desnecessário o uso do outro termo para definir.

Também é chamada de plenoasmo vicioso, enquanto figura de linguagem.

Saiba mais sobre o significado de pleonasmo.
A palavra tautologia vem do grego tautologos, que une os termos tautos,
que significa mesmo ou idêntico, e logos, que é palavra, ou o que foi dito.

A tautologia também é utilizada pela retórica filosófica quando se faz uso
do mesmo argumento repetidamente na manifestação do pensamento.

Exemplos de Tautologia


  • Elo de Ligação - A ligação aqui é desnecessária, pois só a palavra elo já pressupõe a existência de uma relação.
  • Surpresa inesperada - Toda surpresa é inesperada, de outra forma não seria surpresa.
  • Encarar de Frente - encarar já é estar à frente, cara a cara.
  • Há anos atrás - o uso do "há" já demarca que se trata de tempo passado, não sendo necessária a inclusão do "atrás".
  • Expressamente proibido - se é proibido, não há forma de ser permitido. Portando o "expressamente" para demarcar o modo não é preciso.
  • Empréstimo temporário - se é emprestado, já demonstra que não é definitivo, do contrário seria dado e não emprestado.



Também pode confirmar no que fica acima apresentado, onde o significado da palavra
tem um outro sentido e diferente daquele que existe na relação entre criador/criação.

E isso porque não existe uma repetição nem um ciclo vicioso entre essas duas palavras,
nem sequer elas querem dizer a mesma coisa para justificar um "outro" enunciado.

Se assim fosse o mesmo teria que ser OBRIGATORIAMENTE aplicado ao relojoeiro/relógio,
e assim sucessivamente a todo e qualquer assunto de causa/efeito.


Aldo escreveu:Para que a relação fosse válida, teríamos que constatar que o mundo material tivesse
sido efeito de uma criação, tal como fizemos com o relógio;

Antes de tudo, tenha em conta que nesse mundo material está a incluir a humanidade..


Mas então, você vai negar uma relação por não conseguir constatar a causa
ou a existência de uma criação ?

Não se esqueça de um detalhe, quanto ao relógio/efeito ele ao existir já está
diretamente a provar a existência do relojoeiro/causa, já a criação (nós por exemplo),
ao existirmos estamos a provar a existência de um criador/causa.

Ainda em relação à constatação que é feita com o relógio, este é sempre um efeito,
como a criação que existe (material) é um efeito, portanto sempre existirá uma causa.


Agora quanto à "causa", para você REMOVER a causa que levou à criação, logo você
terá que remover da existência essa própria criação "efeito", e isso porque um
nunca poderá existir sem o outro.

Aldo escreveu:mas como essa constatação é impossível, essa afirmação é um pressuposto.

Na verdade ninguém consegue constatar seja o que for acerca da criação,
a não ser constatar a existência da mesma.

Por isso Aldo, a partir do momento que você constata algo que existe (efeito) ,
vem a causa atrelada, e quanto à criação, se não foi um criador, você teria que
admitir ser um acaso aleatório, e o ACASO não existe.


Ainda assim, esse "acaso" que é aquilo que não sabe explicar seria sempre a causa do efeito.


O PRINCÍPIO DE CAUSA E EFEITO:

O Princípio de Causa e Efeito contém a verdade que nada acontece por acaso,
que este é simplesmente um termo para indicar a causa existente, porém,
não reconhecida ou percebida; os fenômenos são contínuos, sem interrupção, sem exceção.

Significa que em tudo há esse princípio, às vezes oculto a ponto de não nos apercebermos.

O Princípio de Causa e Efeito está oculto em todas as idéias científicas, antigas e modernas,
e foi anunciado há milênios pelos hermetistas, e que apesar de oculto,

nada existe sem sua influência, nada é por puro acaso no universo.


Nada há fora do Todo, e se dentro, segue suas leis, seus ordenamentos, pois o Todo é a própria lei.

Não há lugar no universo para uma coisa fora e independente da Lei.

Acaso é o que não conseguimos compreender, e é empregado como a queda de pedras num jogo de azar,
fato considerado simplesmente casual, o que se analisado analiticamente pela razão,
veremos que também não é verdade, nada é por acaso na caída de dados num jogo, por exemplo.

https://osegredo.com.br/o-principio-de-causa-e-efeito/


Por isso, mesmo que tente remover a relação entre CRIADOR/CRIAÇÃO,
você não irá conseguir fazer tal coisa.

A não ser que ignore os dicionários e significados das palavras, ai sim,
com novos significados já poderá fazer como bem entender.

avatar
Aldo Maro Ferraro
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status : engenheiro mecânico, professor de física e de matemática
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 303
Idade : 77
Cidade/Estado : Florianópolis/ Santa Catarina
Religião : ecumenico
Igreja : consciência interior
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 18
Pontos de participação : 616
Data de inscrição : 27/08/2013

Re: Estudo sobre a criação

Mensagem por Aldo Maro Ferraro em Ter 24 Jul 2018, 00:00

Olá amigo Ernesto, espero que estejas acompanhando este tópico.
 


Retomando minha mensagem anterior (no. 58 ), irei aqui expressar minha convicção de forma mais simples, como o tema requer, sem elucubrações filosóficas.

Devo, logo em princípio, declarar minha fé em Deus Pai, único Deus, Criador do universo, pelo qual tudo existe e sem o qual nada existiria.

Com efeito, a comparação do binômio relojoeiro/relógio não é comparável ao binômio Criador(Deus)/Criação (universo), porque são verdades expressas em contextos diferentes.

A relação relógio/relojoeiro está inserida totalmente em um contexto físico, ambos os elementos podem ser conhecidos e comprováveis pelos nossos sentidos. Do relógio podemos conhecer sua história desde a clessidra, seu surgimento até a alta tecnologia atual. Do relojoeiro podemos adentrar à relojoaria que o produziu e conhecer as etapas de sua produção. 

Conhecemos e nos certificamos da existência dos dois polos do binômio, o que constitui atividade externa à relação entre eles; podemos assim relacionar os dois polos e afirmar a relação “o relógio foi fabricado pelo relojoeiro”.

Esta afirmação pode ser apresentada a qualquer pessoa, de qualquer nacionalidade, cultura, religião, credo, até mesmo a materialistas ateus sem receio de ser contestada.

Já a relação “Criador/criação” envolve o mundo metafísico. Da história do mundo físico, estamos limitados a conhece-lo, vagamente, retrocedendo apenas alguns milhões de anos; do homem, apenas alguns milhares de anos.

Quanto a Deus, Ele pertence ao mundo metafísico, conhecível apenas pela fé e pelas lições teológicas, mas não podemos sequer perguntar a Ele se é o Criador.

Esta proposta não é amplamente aceita, não podemos convencer um materialista ateu a aceita-la.

Do exposto entendo eu que o binômio Criador/criação somente pode ser aceito pela fé.

Deus Pai nos abençôe, Aldo
avatar
Tzaruch
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Na Paz.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 5958
Idade : 46
Cidade/Estado : Ilha
Religião : DEUS
Igreja : As 7 Igrejas
País : Na Terra.
Mensagens Curtidas : 126
Pontos de participação : 12804
Data de inscrição : 04/11/2014

Re: Estudo sobre a criação

Mensagem por Tzaruch em Ter 24 Jul 2018, 03:44


Olá Aldo.


Aldo escreveu:Retomando minha mensagem anterior (no. 58 ), irei aqui expressar minha convicção de forma mais simples,

E por qual motivo não responde à contestação acerca da sua convicção já antes expressada ?

Aldo escreveu:como o tema requer, sem elucubrações filosóficas.

Pois, primeiro começou com as "afirmações" filosóficas, agora que ficou
exposto cada afirmação errada já desvia das "filosofias".

Aldo escreveu:Devo, logo em princípio, declarar minha fé em Deus Pai, único Deus,
Criador do universo, pelo qual tudo existe e sem o qual nada existiria.

IRRELEVANTE.

Aldo escreveu:Com efeito, a comparação do binômio

"Filosofias" à parte,, e cadê a resposta à pergunta feita anteriormente
sobre você ter apontado que criador/criação é um "binômio" ?


Qual é afinal o dicionário que contem os significados
que lhe permitem fazer essa afirmação ?

Aldo escreveu:relojoeiro/relógio não é comparável ao binômio Criador(Deus)/Criação (universo),

Você por acaso esqueceu que está a querer anular a lei da causa/efeito ?

Aldo escreveu:porque são verdades expressas em contextos diferentes.

ERRADO....

O contexto é o mesmo porque ambos os casos são REGIDOS pelos mesmos princípios,
e até agora você não conseguiu provar o contrário do que já ficou antes respondido.


Entretanto diga lá, se são as duas "VERDADES EXPRESSAS" porque motivo
iria algum contexto anular uma dessas VERDADES ?


Aldo escreveu:A relação relógio/relojoeiro está inserida totalmente em um contexto físico,

O contexto não são os elementos, mas sim que qualquer efeito tem uma causa.

E você está a tentar desviar do assunto para distorcer coisas básicas e imutáveis.

Aldo escreveu:ambos os elementos podem ser conhecidos e comprováveis pelos nossos sentidos.

E quem lhe disse que por você não poder conhecer ou comprovar algo
isso já é prova de não existência ?



__Citação da Msn Anterior__

O PRINCÍPIO DE CAUSA E EFEITO:

O Princípio de Causa e Efeito contém a verdade que nada acontece por acaso,
que este é simplesmente um termo para indicar a causa existente, porém,
não reconhecida ou percebida
; os fenômenos são contínuos, sem interrupção, sem exceção.

Significa que em tudo há esse princípio, às vezes oculto a ponto de não nos apercebermos.






Aldo escreveu:Do relógio podemos conhecer sua história desde a clessidra, seu surgimento até a alta tecnologia atual.

E da criação, você não consegue constatar que existe ?

Aldo escreveu:Do relojoeiro podemos adentrar à relojoaria que o produziu e conhecer as etapas de sua produção. 

__Aldo__
Assim, este é um relógio, portanto existe um relojoeiro.
Causa: o relojoeiro; efeito: o relógio é uma relação válida.



Antes você mesmo constatou a existência de um relojoeiro somente pela
existência de um relógio, e fez disso uma relação válida sem sequer
ver ou saber quem seria esse relojoeiro..


E nesse contexto e na mesma analogia igual afirmação poderá ser feita
para outros objetos,, ou ainda para qualquer efeito que sem dúvidas
teve uma causa,, mesmo que essa não possa ser constatada.

Aldo escreveu:Conhecemos e nos certificamos da existência dos dois polos do binômio,

Você sem conhecer o relojoeiro saberá sempre que ele existiu,
e isso é valido a partir do momento que ver o relógio.

É o efeito que estará a confirmar a causa..., e isso não pode negar.

Aldo escreveu:o que constitui atividade externa à relação entre eles;

Mas qual atividade externa ?

O que você conhece ou deixa de conhecer não interfere na relação
entre relógio/relojoeiro ou sequer na existência.

Você é um "elemento" exterior, apenas está a constatar o mesmo
que qualquer outro igualmente poderá constatar..

Aldo escreveu:podemos assim relacionar os dois polos e afirmar a relação “o relógio foi fabricado pelo relojoeiro”.

Na mesma relação de premissas (causa/efeito) qualquer um poderá fazer a mesma relação
entre qualquer outro objeto que tenha sido criado,, ou então que um efeito teve uma causa.

Aldo escreveu:Esta afirmação pode ser apresentada a qualquer pessoa, de qualquer nacionalidade, cultura, religião,
credo, até mesmo a materialistas ateus sem receio de ser contestada.

Claro que sim, qual seria o ateu capaz de negar haver uma causa para um efeito ?


Aldo escreveu:Já a relação “Criador/criação” envolve o mundo metafísico.

__Citação__
Significa que em tudo há esse princípio, às vezes oculto a ponto de não nos apercebermos.



O fato de você não conhecer ou entender a causa isso não faz
com que essa causa não exista, nem altera a relação dos dois.

O princípio existente entre causa efeito é uma realidade.

Aldo escreveu:Da história do mundo físico, estamos limitados a conhece-lo, vagamente,
retrocedendo apenas alguns milhões de anos; do homem, apenas alguns milhares de anos.

IRRELEVANTE, a sua falta de conhecimento e limitações nunca irá anular
a relação existente entre efeito/causa.

Aldo escreveu:Quanto a Deus, Ele pertence ao mundo metafísico,

E dai ?,,, "mundo metafísico" é apenas a sua designação para o que
não sabe nem entende, o que nada justifica.

Na relação entre causa/efeito acerca da criação é lógico que exista um criador,
que neste caso é sem dúvidas a causa.

Por isso, ainda que você não possa ver, confirmar, verificar etc etc que causa
gerou o efeito (criação), essa causa EXISTIU.


Aldo escreveu:conhecível apenas pela fé e pelas lições teológicas,

Você está diretamente a relacionar criador com DEUS,, que eventualmente
vem da fé e das lições teológicas...

Mas pense bem Aldo, e por instantes "desligue" essa relação que está a fazer.

Por acaso você ou alguém consegue apresentar argumentos a negar
que tenha existido uma causa para o efeito que é a criação ?

Nem você nem nenhum ateu poderá negar a relação existente, nem poderá
negar que o efeito teve uma causa...

O que os ateus poderão dizer é que essa CAUSA é algo desconhecido,
e logo apontar que os crentes chamam a "isso" de DEUS.

Mas eles entram em conflito nesses pontos, pois ao negar que a causa seja
chamada de DEUS, eles terão de aceitar essa causa na mesma, e nunca
poderão dizer que foi o acaso, PORQUE O ACASO NÃO EXISTE.

Nada é por puro acaso no universo,, isso seria o mesmo que dizer que
um efeito não teve uma causa.

Aldo escreveu:mas não podemos sequer perguntar a Ele se é o Criador.

Nada disso, você pode perguntar, apenas poderá é não ouvir a resposta dada.

Ainda assim, será que ainda não viu está a querer dizer que o efeito (criação)
não teve uma causa (criador) ?????

Qual é a lógica existente nisso que está a tentar dizer ?

Lembre-se, não faz muito tempo e o mundo "era" plano, e todos assim
acreditavam apenas por falta de conhecimento... mas mesmo sem eles
conhecerem o mundo continuava a ser redondo...


O mesmo acontece para o CRIADOR, mesmo que você ainda não o conheça,
não o consiga ver, ou sequer fazer perguntas, ELE continua a existir.

Aldo escreveu:Esta proposta não é amplamente aceita,

Provavelmente o que não conseguem aceitar é chamar à CAUSA (criador) de DEUS,
porque pode ter a certeza, ninguém tem argumentos para negar uma causa
para um efeito que eles mesmos podem constatar e fazem parte.

Aldo escreveu:não podemos convencer um materialista ateu a aceita-la.

Evidentemente que não, eles nessas conversas abandonam a lógica, e criam
coisas imaginárias para lhes servir de sustentação para a sua negação.

Alguns vão responder dizendo que é o acaso, e ai para eles esse "acaso"
não será mais do que aquilo que os próprios não sabem explicar,
até porque "ACASO" não existe acerca dos efeitos,, todos tem uma causa.

Aldo escreveu:Do exposto entendo eu que o binômio Criador/criação

Se você entende, até agora ainda não conseguiu se justificar, é que essa coisa
de criador/criação ser um binômio não consta do dicionários.

Aldo escreveu: somente pode ser aceito pela fé.

Aldo, você usa palavras sem relação de sentido para fugir ao verdadeiro
sentido das palavras que está a usar,, e isso é distorcer.


O que existe entre criador/criação é uma relação INQUEBRÁVEL, um não existe
sem o outro, o efeito depende sempre de haver antes uma causa.


E pode ter a certeza, essa relação não precisa de fé, precisa sim que os princípios
básicos de que nada é ao acaso e que tudo acontece em sequência não seja quebrado.

Agora, você chamar DEUS a essa causa que antecedeu a criação, isso sim,
é algo que só pode ser aceite pela fé.







Entretanto, você deixa muito por esclarecer das afirmações que faz, quando escreve
tudo parece estar certo, depois de contestado e mostrado os erros, já nada defende,
nem sequer justifica o que antes havia falado.


__Aldo__
pois quando aplicado ao binômio “Criador/criação”,


Qual seria afinal o dicionário que diz isso ?


__Aldo__
incide em um paralogismo,


E onde está o tal "paralogismo" que você estava a falar ?


__Aldo__
pois é uma das premissas do raciocínio lógico que:
= Uma relação de causa e efeito somente pode ser validada por um argumento externo à própria relação =


E onde é que está a explicação e justificação para essa afirmação ?


__Aldo__
pois cairíamos em um tautologismo: a causa explica o efeito e o efeito explica a causa.


E de novo, qual é o dicionário que dá esse significado para tautologismo ?



Aldo, você tenta parecer eloquente fazendo uso de palavras que 90% dos
leitores nem ouviu falar (quanto mais que significado tem), e "joga" essas
palavras no meio das respostas como que parecendo ter falado corretamente
e acertadamente em todas as coisas que falou,, mas tal não aconteceu..

A realidade é outra, você faz uso dessas palavras mas dá-lhe os significados
que mais lhe convém, e quando solicitado não consegue justificar nada das
afirmações feitas com base nessas mesmas palavras....

Certo é que fazendo uso das palavras você igualmente deveria fazer uso
do seu verdadeiro significado, e dessa forma se expressar corretamente.

Mas como tem vindo a fazer é complicado, pois só consegue "iludir"
os leitores que não sabem o significado das palavras ou acreditam
no sentido que você lhes der durante essas respostas "filosóficas".


Simplicidade, objetividade e verdade são pilares que sustentam
a mais simples das afirmações, se um "cair" irá comprometer
os restantes, e eventualmente a afirmação será posta em causa.


Resumindo, com algumas palavras e seus significados errados
você acabou de por em causa as afirmações feitas,
e o que parecia eloquência, acabou por ser "deficiência".





avatar
Aldo Maro Ferraro
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status : engenheiro mecânico, professor de física e de matemática
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 303
Idade : 77
Cidade/Estado : Florianópolis/ Santa Catarina
Religião : ecumenico
Igreja : consciência interior
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 18
Pontos de participação : 616
Data de inscrição : 27/08/2013

Re: Estudo sobre a criação

Mensagem por Aldo Maro Ferraro em Ter 24 Jul 2018, 15:09

Amigos do Forum


Somente dou atenção às mensagens que forem redigidas com educada cordialidade e que expressem claramente a intenção de estabelecer um profícuo diálogo, jamais uma estéril discussão ou debate.

Deus Pai nos ilumine e nos abençoe, Aldo

Conteúdo patrocinado

Re: Estudo sobre a criação

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Sex 14 Dez 2018, 11:47