F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Ai das Gravidas

Compartilhe

Samuel Matos
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 371
Idade : 34
Cidade/Estado : SP
Religião : Cristão
Igreja : Assembléia
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 0
Pontos de participação : 388
Data de inscrição : 10/02/2009

Ai das Gravidas

Mensagem por Samuel Matos em Ter 28 Abr 2009, 15:59

Lucas 21:23 "Mas ai das grávidas, e das que criarem naqueles dias! porque haverá grande aperto na terra, e ira sobre este povo."

A que se refere esse texto?

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1738
Idade : 55
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 39
Pontos de participação : 4204
Data de inscrição : 27/12/2008

Ai das Gravidas

Mensagem por Jefté em Ter 28 Abr 2009, 22:18

Olá Samuel

Esse texto se refere à Grande Tribulação e a fuga que ela vai nos acarretar (a começar por Jerusalém e Israel e alcançando o mundo todo).

E o Senhor cita as grávidas devido a sua dificuldade e encômodo em se locomoverem.
Imagina uma mulher grávida ou que amamenta tendo que fugir as pressas?
Conforme diz o próprio contexto:

Mateus 24:16-21

"Então, os que estiverem na Judéia, fujam para os montes;
E quem estiver sobre o telhado não desça a tirar alguma coisa de sua casa;
E quem estiver no campo não volte atrás a buscar as suas vestes.
Mas ai das grávidas e das que amamentarem naqueles dias!
E orai para que a vossa fuga não aconteça no inverno nem no sábado;
Porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco há de haver.


Ou seja, imagine você Samuel tendo que fugir de casa de súbito para um lugar deserto só c/ a roupa do corpo?
- Já é muito penoso!
Agora imagina uma mulher c/ 8 meses de gravidêz?

Por isso o Senhor disse: Ai das grávidas e das que amamentarem naqueles dias.
Também disse pra orar para que nossa fuga não seja no inverno.
avatar
Pereira
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1100
Idade : 55
Cidade/Estado : Japeri/Rio de Janeiro
Religião : Evangelico
Igreja : Nao tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 2
Pontos de participação : 3856
Data de inscrição : 18/04/2009

Re: Ai das Gravidas

Mensagem por Pereira em Sab 09 Maio 2009, 14:15

É verdade amadospor isso mesmo o Mestre utiliza-se deste termo para mostrar como serão terríveis estes tempo.

Porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tão pouco haverá jamais”. (Mt 24:21)

Dia de trevas e de tristeza; dia de nuvens espessas, como a alva espalhada sobre os montes”. (Jl 2:2) (Dn 12:1)

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2321
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5975
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Ai das Gravidas

Mensagem por Edison em Seg 18 Maio 2009, 11:36

Isso já aconteceu na invasão de Jerusalem pelo General Tito no ano 70 DC
avatar
Eliane
- Adão / Eva -
- Adão / Eva -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Feminino
Número de Mensagens : 49
Idade : 44
Cidade/Estado : SP
Religião : Evangélica
Igreja : Primeira Igreja Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 0
Pontos de participação : 40
Data de inscrição : 17/01/2009

Re: Ai das Gravidas

Mensagem por Eliane em Seg 18 Maio 2009, 11:38

Concordo com o Edison.

Samuel Matos
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 371
Idade : 34
Cidade/Estado : SP
Religião : Cristão
Igreja : Assembléia
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 0
Pontos de participação : 388
Data de inscrição : 10/02/2009

Re: Ai das Gravidas

Mensagem por Samuel Matos em Seg 18 Maio 2009, 14:19

Parece que há 2 opiniões distintas, uma que já ocorreu e a outra que está para ocorrer.

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1738
Idade : 55
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 39
Pontos de participação : 4204
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: Ai das Gravidas

Mensagem por Jefté em Ter 19 Maio 2009, 15:32

Irmãos

Estudemos Mateus 24 (capítulo similar a Marcos 13 e Lucas 21) sobre a grande tribulação e a vinda de Cristo, vejamos se ainda está para acontecer, veremos no próprio capítulo:

Está dividido em partes como segue:

Mateus 24:1-5
1. E, QUANDO Jesus ia saindo do templo, aproximaram-se dele os seus discípulos para lhe mostrarem a estrutura do templo.
2 Jesus, porém, lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derrubada.
3 E, estando assentado no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos em particular, dizendo: Dize-nos, quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo?
4 E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane;
5 Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.


Comentário:
No verso 1-4: Os discípulos mostram a Jesus as estruturas do templo. O Senhor diz que tudo seria derribado. Eles perguntam quando e que sinal haveria da Sua vinda e do fim do mundo. Jesus diz: Que ninguém vos engane.
No verso 5: Ora, para que muitos viessem enganando no nome de Jesus, primeiramente o nome de Jesus precisava ser pregado e conhecido no mundo. Na destruição de Jerusalém (ano 70) o evangelho ainda estava por ser conhecido no mundo.
(Até aqui o Senhor falou sobre engano mas não falou de destruição)

Mateus 24:6-9
6 E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.
7 Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares.
8 Mas todas estas coisas são o princípio de dores.
9 Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.


Comentário:
Verso 6: Hoje, no Século 20 e 21, é que se tem ouvido de guerras e rumores de guerras. Tais rumores não aconteceram no ano 70, pois a supremacia do império romano no seu auge mantinha tudo sobre controle, e Jerusalém só foi destruída por causa da insurreição dos judeus.
Verso 7: Se levantará nação contra nação: tivemos a 1ª e 2ª guerras mundiais; fomes (em países inteiros) e pestes por todo o mundo; terremotos em vários lugares.
Verso 8: Tudo isso ainda é o princípio de dores. O que não ocorreu no ano 70, pois era apenas 37 anos depois da morte e ressurreição de Cristo.
Verso 9: Após as dores, diz: sereis entregues p/ ser atormentados, ou mortos e odiados por todos por causa do nome de Cristo.
(tampouco até aqui se menciona a destruição em questão)

Mateus 24:10-14
10 Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarão.
11 E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos.
12 E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará.
13 Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo.
14 E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.

(aqui o Senhor diz: depois da pregação do evangelho em testemunho a todos então virá o fim)

Comentário:
Verso 10: Nesse tempo muitos escândalos e traição uns c/ os outros.
Verso 11: Muitos falsos profetas
Verso 12: Iniqüidade multiplicada e o amor de muitos esfriado.
Verso 13: O que perseverar até o fim será salvo.
Verso 14: O evangelho sendo pregado a todo o mundo em testemunho a todos para que o fim venha.


Mateus 24:15-21
15 Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo; quem lê, atenda;
16 Então, os que estiverem na Judéia, fujam para os montes;
17 E quem estiver sobre o telhado não desça a tirar alguma coisa de sua casa;
18 E quem estiver no campo não volte atrás a buscar as suas vestes.
19 Mas ai das grávidas e das que amamentarem naqueles dias!
20 E orai para que a vossa fuga não aconteça no inverno nem no sábado;
21 Porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco há de haver.


Comentário: No verso 14, Jesus disse que após todos ouvirem o evangelho viria o fim. No verso 15, Ele começa a descrever o fim:
Verso 15: Abominação da desolação (no lugar santo) - A manifestação do anticristo como Deus no templo de Deus em Jerusalém: começa a Grande Tribulação.
Verso 16 a 20: Descreve a fuga dos cristãos devido a perseguição imposta.
Verso 21: E o Senhor define dizendo: haverá aflição como nunca houve.


Cristo volta ao fim da aflição daqueles dias: (Mateus 24:29-31)
Todo olho o verá – (Mateus 24:27 – Apc. 1:7)
Ao ressoar a última trombeta (I Cor. 15:51-52 – Apc. 11:15-19)
Na última trombeta do Apocalipse Jesus volta.

Em suma: tudo isso ainda virá; por isso, Jerusalém depois de deixar de existir por 1900 anos, voltou novamente a ser construída. E o templo dos judeus também o será.
E o anticristo (o "messias" que os judeus tanto esperam e hão de receber) profanará o santuário se assentando no Templo de Deus como se fora Deus – (II Tes. 2:4 – Daniel 11:31-35 etc.)

Espero que possa ter esclarecido.
A paz

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2321
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5975
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Ai das Gravidas

Mensagem por Edison em Sex 22 Maio 2009, 17:06

Jefté disse:

Irmãos

Estudemos Mateus 24 (capítulo similar a Marcos 13 e Lucas 21) sobre a grande tribulação e a vinda de Cristo, vejamos se ainda está para acontecer, veremos no próprio capítulo:

Está dividido em partes como segue:

Mateus 24:1-5
1. E, QUANDO Jesus ia saindo do templo, aproximaram-se dele os seus discípulos para lhe mostrarem a estrutura do templo.
2 Jesus, porém, lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derrubada.
3 E, estando assentado no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos em particular, dizendo: Dize-nos, quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo?
4 E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane;
5 Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.

Comentário:
No verso 1-4: Os discípulos mostram a Jesus as estruturas do templo. O Senhor diz que tudo seria derribado. Eles perguntam quando e que sinal haveria da Sua vinda e do fim do mundo. Jesus diz: Que ninguém vos engane.
No verso 5: Ora, para que muitos viessem enganando no nome de Jesus, primeiramente o nome de Jesus precisava ser pregado e conhecido no mundo. Na destruição de Jerusalém (ano 70) o evangelho ainda estava por ser conhecido no mundo. (Até aqui o Senhor falou sobre engano mas não falou de destruição)


Jefté,

Na minha opinião temos de olhar a coisa mais "mastigada".

Os discípulos fizeram três perguntas ao Senhor Jesus, veja:
"Dize-nos, (1)quando serão essas coisas, e (2)que sinal haverá da tua vinda e (3)do fim do mundo?"

Quando serão estas coisas? Ou seja, quando é que este templo será derrubado e não ficará pedra sobre pedra?

Quais são os sinais que antecederão a Sua vinda?

E, quais sinais antecederão o fim do mundo?

Então a "pedra sobre pedra que não seja derribada" aconteceu exatamente com a invasão romana através o general Tito no ano 70DC.

A cidade foi sitiada por vários anos e a aflição que se instalou na cidade nunca tinha havido igual.
Na invasão de Tito com 100.000 soldados houve uma carnificina. Segundo o historiador judeu, chamado Flávio Josefo, o local parecia que nunca fora antes ocupado. Derrubaram tudo em busca de ouro. Segundo historiadores morreram 1.000.000 de judeus.
Então quem estivesse no campo não deveria voltar. Tinha de fugir.
O “ai! da grávidas e das que amamentarem” seria por causa do infanticídio muito grande que aconteceu.
A fuga no inverno muito severo na região seria um grande obstáculo e o sábado era o dia de estarem nas sinagogas em oração o que facilitaria a matança.

Afora isso vemos Mat. 24 se cumprindo durante as eras da Igreja até o dia de hoje, principalmente na abertura os sete selos.

Edison

Edison

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1738
Idade : 55
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 39
Pontos de participação : 4204
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: Ai das Gravidas

Mensagem por Jefté em Sex 22 Maio 2009, 18:21

Edison

Jerusalém foi destruída no ano 70, mas onde o Senhor cita alguma destruição em Mateus 24, senão a partir do final do verso 14?
Na verdade, a destruição de Jerusalém ocorrida no ano 70 está profetizado em Daniel 9:26 quando diz: "E o povo do príncipe que há de vir destruirá a cidade e o santuário..."
Em Mateus 24 desde o verso 1 até o 14, quando diz que o evangelho há que ser pregado a toda a criatura, o Senhor em momento algum falou sobre destruição do templo ou de Jerusalém.
Portanto, no verso 15 quando diz: "Quando pois virdes a abominação da desolação de que falou o profeta Daniel..." Mat. 24:15
Quem conhece um pouco de história (digo, um pouco) sabe muito bem que no ano 70 jamais houve guerras e rumores de guerras, fomes em vários lugares, pestes e terremotos. Tampouco era o período de dores descrito no verso 8.

Agora hoje, só não vê quem não quer!
Será que os cristãos não percebem que o mundo todo está em dores? Pois até a incrédula ciência já percebeu. É só olharmos para os alarmantes e destrutivos terremotos, tsunamis, enchentes, tufãos e furacões nos últimos anos. Afora as guerras, fomes, pestes e muitos ensinando e enganando no nome de Jesus.

Então, meu irmão, quem quiser acreditar de outra forma, pode acreditar, mas repito, a destruição da qual o Senhor falou no final do verso 14 (Mateus 24), que diz: "... então virá o fim", ainda está por vir, pois nenhum dos sinais preditos tampouco o período de dores que o Senhor mencionou aconteceu naquela época.
Aliás, naquela época Atos dos Apóstolos estavam sendo escritos não com tinta, mas com a vida dos irmãos.

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2321
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5975
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Ai das Gravidas

Mensagem por Edison em Sex 22 Maio 2009, 23:06

Edison

Jerusalém foi destruída no ano 70, mas onde o Senhor cita alguma destruição em Mateus 24, senão a partir do final do verso 14?
Na verdade, a destruição de Jerusalém ocorrida no ano 70 está profetizado em Daniel 9:26 quando diz: "E o povo do príncipe que há de vir destruirá a cidade e o santuário..."

Vamos analisar com calma.
Primeiro, você concorda que os discípulos fizeram três perguntas?
A primeira era sobre a destruição do templo e da cidade.
Eles estavam saindo do templo e estavam mostrando-Lhe a estrutura do templo. O foco da conversa era o templo.
Então Jesus disse: "Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derrubada"

Concordo que Dan 9:26 está falando do povo romano (o povo do príncipe). O fato de Daniel ter profetizado não impede que Jesus também profetizasse sobre a mesma coisa. Aliás, Jesus profetizou com base nas Escrituras, creio eu.


Em Mateus 24 desde o verso 1 até o 14, quando diz que o evangelho há que ser pregado a toda a criatura, o Senhor em momento algum falou sobre destruição do templo ou de Jerusalém.

O verso 14 já está falando do fim do mundo. Aqui Ele já está se referindo à 3a pergunta.


Portanto, no verso 15 quando diz: "Quando pois virdes a abominação da desolação de que falou o profeta Daniel..." Mat. 24:15

Isto já é sinal da 2a vinda. A abominação da desolação que está no lugar santo é exatamente hoje.
Veja o que está edificado no lugar do templo. Uma mesquita muçulmana. Se não bastasse isso veja quantas igrejas católicas romanas estão edificadas ali em Jerusalem com todas as classes de imagens, rezas, credos e dogmas. Principalmente com a fé mais abominável diante de Deus que é o politeismo da doutrina da santíssima trindade.


Quem conhece um pouco de história (digo, um pouco) sabe muito bem que no ano 70 jamais houve guerras e rumores de guerras, fomes em vários lugares, pestes e terremotos. Tampouco era o período de dores descrito no verso 8.

Que é isso? Só haviam guerras.
Flavio Josefos, um judeu, que viveu e foi preso na época, escreve com muitos detalhes os acontecimentos entre 66 AD a 73 AD quando por fim derrubaram Massadas a última fortaleza judaica.
Para você ter idéia da desolação que se instalou em Jerusalem, há relatos de que mães judias comiam seus filhos de tanbta fome.


Agora hoje, só não vê quem não quer!
Será que os cristãos não percebem que o mundo todo está em dores? Pois até a incrédula ciência já percebeu. É só olharmos para os alarmantes e destrutivos terremotos, tsunamis, enchentes, tufãos e furacões nos últimos anos. Afora as guerras, fomes, pestes e muitos ensinando e enganando no nome de Jesus.

Sim não restam dúvidas, porem guerras e rumores de guerras são sinais que respondem à segunda pergunta.

Então, meu irmão, quem quiser acreditar de outra forma, pode acreditar, mas repito, a destruição da qual o Senhor falou no final do verso 14 (Mateus 24), que diz: "... então virá o fim", ainda está por vir, pois nenhum dos sinais preditos tampouco o período de dores que o Senhor mencionou aconteceu naquela época.
Aliás, naquela época Atos dos Apóstolos estavam sendo escritos não com tinta, mas com a vida dos irmãos.

O que o irmão não está considerando é que o "sermão profético de Mat. 24 vem se cumprindo desde o primeiro século.
Na fala de Jesus estão as respostas para as três perguntas. Ele simplesmente foi falando e somente a Bíblia é que nos identifica cada fala daquela à qual pergunta Eles estava respondendo.

Vou citar um exemplo:

Veja a relação de Mat. 24 com Apoc.6 quando foram abertos os selos.

Mateus 24:4-5 - “Acautelai-vos que ninguém vos engane; porque virão muitos em meu nome, dizendo: Eu sou o cristo e enganarão a muitos”.

1o. selo Apoc. 6:1-2 “E havendo o Cordeiro aberto um dos selos, olhei e ouvi um dos quatro animais que dizia como em voz de trovão: Vem e vê. E olhei e eis um cavalo branco e o que estava assentado sobre ele tinha um arco; e foi lhe dada uma coroa e saiu vitorioso, e para vencer”.

Este cavaleiro é satanás que lá no início das eras, em Éfeso, de uma maneira bastante sutil e aparentemente verdadeiro e inocente (um cavalo branco) começa a introduzir na igreja a doutrina dos nicolaítas que a principio era apenas uma obra (Apoc. 2:6) mas que depois se transformou numa doutrina (Apoc. 2:15) já na era de Pérgamo (ano 312).
Nicolaitas quer dizer conquista do laico ou conquistando o laico. É uma doutrina anti-bíblica, pois ela lançou base para se instalar o sistema hierárquico papal e católico.
Aquele cavaleiro que a principio tinha apenas um arco sobre si, tem agora uma coroa, uma coroa papal tríplice.
Esse nicolaismo era anti-bíblico, portanto anti-Cristo, pois Cristo é a Palavra. E como disse Jesus esse anti-Cristo, esse falso Cristo, enganou muitos e o faz até hoje,
O animal que saiu para combate-lo foi um semelhante ao Leão, representando o Leão da tribo de Judá que é o evangelho puro original dos dias apostólicos.

Então é isso, Mat. 24 vem se cumprindo desde o primeiro século.

Edison

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1738
Idade : 55
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 39
Pontos de participação : 4204
Data de inscrição : 27/12/2008

Ai das Gravidas

Mensagem por Jefté em Sab 23 Maio 2009, 08:29

Olá Edison

Bom, entre nós paira grande contradição, creio que o cavalo branco não é Satanás, mas sim Jesus!
Primeiro que não há figura de Satanás em cavalo branco;
Segundo não saiu vitorioso nem para vencer;
Terceiro, que Jesus vem em cavalo branco na batalha do armagedom e vence o mal.

Outra coisa, as 70 semanas que Deus estabeleceu sobre Jerusalém e os judeus - Daniel 9:24 - 69 delas se cumpriu literalmente desde a orde p/ recontruir até a morte do Messias.
A partir da morte de Cristo, Jerusalém já não representa para Deus mais nada.
Quando os judeus negaram ao Senhor, Jerusalém já não era santa, nem pertencia ao povo de Deus.
Ela não deixou de ser apreciável para Deus quando foi destruida, mas quando Jesus, o grande rei, foi morto.
Podemos ver pela história, quantas e quantas batalhas já não ocorreram em Jerusalém antes e depois das cruzadas?
Portanto a profecia a que Jesus refere-se é quando da vinda do anticristo, por isso o Senhor diz: Quando pois virdes a abominação da desolação de que falou o profeta Daniel no lugar santo - Templo - ... então começou o fim.
O fim de Jerusalém e o fim do mundo.
Jerusalém é santa p/ Deus dentro das 70 semanas; tanto que hoje ela não é santa.
O anticristo vai surgir no cenário mundial c/ o pacto de Daniel 9:27: "E ele firmará um concerto com muitos por 1 semana, na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares..."
Quando o anticristo surgir com o pacto c/os judeus para constrirem o templo e voltem aos seus sacrifícios, daí então restam a esta geração 7 anos - a última semana de Daniel, ou seja, o fim!
A partir desse pacto, Jerusalém passa a ser novamente santa (Apc. 11:1-2) então por isso Mateus 24 fala dessa época, da Jerusalém santa.

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2321
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5975
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Ai das Gravidas

Mensagem por Edison em Sab 23 Maio 2009, 11:42

Jefté,

Olá Edison

Bom, entre nós paira grande contradição, creio que o cavalo branco não é Satanás, mas sim Jesus!
Primeiro que não há figura de Satanás em cavalo branco;
Segundo não saiu vitorioso nem para vencer;
Terceiro, que Jesus vem em cavalo branco na batalha do armagedom e vence o mal.


Então, assim que Jesus começou a responder as três perguntas, Ele disse que muitos viriam em Seu nome dizendo eu Sou o Cristo e enganariam a muitos.
Você é um dos que está sendo enganado por esse cavaleiro do cavalo branco pensando se tratar de Jesus.
Muitos pensam que é Jesus tão somente por causa da cor do cavalo. Este é o objetivo de satanás. Eu também pensava. Porem esse cavalo branco não tem nada a ver com o cavalo branco de Apoc. 19, muito menos com o cavaleiro.

Esse cavaleiro do cavalo branco tem um arco, porem note que não tem flexa. Mas foi coroado (um papa) e saiu vitorioso e para vencer.
Então depois, o mesmo cavaleiro, vem num cavalo vermelho. Aí ele não tem mais um arco sem flexa. Agora ele tem espada e saiu para matar, jogando os crentes nas arenas para serem mortos por gladiadores, leões, tigres. Saiu matando com a sua "santa inquisição", com seus cavaleiros templários, com suas milícias "santas" queimando pessoas em fogueiras, etc.

Então veja, como ele enganaria a muitos dizendo-se "eu sou o Cristo" se não viesse semelhante a Ele?
Aquele cavalo branco era realmente para enganar as pessoas como faz até hoje.

Aquele cavaleiro do cavalo branco de Apoc. 19:11 sim é Jesus porem este de Apoc. 6:2 não o é. Este é satanás se introduzindo sutilmente na Igreja, com seu espírito anti-Cristo ou anti-Palavra, a doutrina dos nicolaítas que significa "conquista do laico".

Estes quatro cavaleiros, (cavalos branco, vermelho, preto e amarelo), são satanás.


Outra coisa, as 70 semanas que Deus estabeleceu sobre Jerusalém e os judeus - Daniel 9:24 - 69 delas se cumpriu literalmente desde a orde p/ recontruir até a morte do Messias.
A partir da morte de Cristo, Jerusalém já não representa para Deus mais nada.
Quando os judeus negaram ao Senhor, Jerusalém já não era santa, nem pertencia ao povo de Deus.
Ela não deixou de ser apreciável para Deus quando foi destruida, mas quando Jesus, o grande rei, foi morto.
Podemos ver pela história, quantas e quantas batalhas já não ocorreram em Jerusalém antes e depois das cruzadas?
Portanto a profecia a que Jesus refere-se é quando da vinda do anticristo, por isso o Senhor diz: Quando pois virdes a abominação da desolação de que falou o profeta Daniel no lugar santo - Templo - ... então começou o fim.
O fim de Jerusalém e o fim do mundo.
Jerusalém é santa p/ Deus dentro das 70 semanas; tanto que hoje ela não é santa.


Quanto a Jerusalem não representar nada para Deus é por sua conta.
Você tem Escritura para isso?

Veja como você se contradiz. Você disse: "Jerusalém é santa p/ Deus dentro das 70 semanas; tanto que hoje ela não é santa"

Então, se na sua opinião se cumpriram somente 69 semanas, faltando ainda 1 semana, significa que ela continua santa.

Na verdade já se cumpriram 69,5 semanas. Faltam apenas os 1260 dias das duas testemunhas de Apoc. 11 que é quando Deus se volta para os judeus e assim encerrar as 70 semanas.

Outra coisa, a profecia diz que: "quando vires a abominação da desolação no lugar santo". O lugar santo é onde estava o templo. Hoje nem existe mais templo. Há até uma autorização do governo Israelense para se construir o 3o Templo. Creio que isso acontecerá, mas a demanda política e militar que isso provocará é incalculável.



O anticristo vai surgir no cenário mundial c/ o pacto de Daniel 9:27: "E ele firmará um concerto com muitos por 1 semana, na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares..."
Quando o anticristo surgir com o pacto c/os judeus para constrirem o templo e voltem aos seus sacrifícios, daí então restam a esta geração 7 anos - a última semana de Daniel, ou seja, o fim!
A partir desse pacto, Jerusalém passa a ser novamente santa (Apc. 11:1-2) então por isso Mateus 24 fala dessa época, da Jerusalém santa.

Bem, aqui o assunto já descambou para as 70 Semanas, mas vamos lá porque faz parte do "Ai das grávidas".
Esta semana do anti-Cristo não faz parte das 70 semanas. As 70 semanas são determinadas por Deus. Satanás não tem nada a ver com isso.

As 69 semanas vão até o Messias (Jesus) (9:25).
"E depois das 69 semanas (9:26) o Messias é cortado".
Bem, depois da 69a semana já é a 70a semana. Então o Messias é tirado na 70a semana.
Todos sabemos que o mnistério de Jesus, do Jordão até o Calvário, durou 3,5 anos, ou seja, metade da 70a semana.

Quando o Messias é tirado, Deus se volta para os gentios e se estabelece o tempo dos gentios, que são as Sete Eras da Igreja (Apoc. 2 e 3).
O tempo dos gentios não é contado, há apenas sinais que indicam o seu fim, porem não é contado como foi contado o tempo dos judeus (70 semanas).

Assim que suceder o arrebatamento da Igreja-Noiva gentia, Deus volta a tratar com os judeus (um tempo, tempos e metado do tempo - Dan. 12:7) e conclui as 70 semanas.

Nesse ínterim da última metade da última semana, se desenrola também a semana do anti-Cristo. Tanto é que, as duas testemunhas de Apoc. 11 pregarão os 3,5 anos e serão mortos em Jerusalem pela besta.
Ora o que é uma besta? Uma besta é um poder.
É um poder que tem um príncipe, que firmou aliança com muitos por uma semana, inclusive com os judeus.

Ao mesmo tempo estará se cumprindo também Mat. 24.

Edison

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1738
Idade : 55
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 39
Pontos de participação : 4204
Data de inscrição : 27/12/2008

Ai das Gravidas

Mensagem por Jefté em Sab 23 Maio 2009, 22:42

Edison

Realmente, a contradição entre nosso entendimento é grande.
Creio que sua doutrina deriva da adventista.
Irmão, a morte do Messias findou exatamente a 69ª semana - como diz: "E depois da 62 semanas será tirado o messias.."
Conforme a profecia "depois das 7 + 62 semanas" o messias seria morto e a cidade e o santuário destruidos.
Veja bem, a cidade e o santuário seriam destruidos depois das 62 semanas.
E não após as 69,5 semanas - essa interpretação é por conta de vocês.
Eu fico com o que diz a Bíblia.
Repito: veja como diz o verso: "E depois das sessenta e duas semanas será tirado o Messias, e não será mais e o povo do príncipe, que há de vir, destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será com uma inundação e até ao fim haverá guerra estão determinadas assolações.". (Dan. 9:26)

Portanto se a destruíção da cidade deveria acontecer depois da 62 semanas, e a cidade só foi destruída no ano 70 mostra claramente que a contagem cessou na morte do Messias.

Tanto que o verso 27 diz: "E ele firmará um concerto com muitos por uma semana e na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares..."

Esse que firma o acordo por 1 semana não é Jesus. O Senhor jamais fez acordo temporal com alguém. Tudo que o Senhor faz é para sempre!
E tampouco o Senhor cessou o sacrifício, esse só cessou na destruição ano 70.

Que vai firmar o concerto é o anticristo, e na metade da semana cessará o sacrifício.
Por isso Israel voltou a existir depois de 1900 anos.
Por isso Jerusalém foi conquistada em 1967.
Somente o local do templo ainda não pertence aos judeus.
Mas a palavra de Deus afirma, o templo será construido, os judeus voltarão ao sacrifício e o anticristo (o messias que eles receberão) vai profaná-lo (o templo) Dan. 11:31 - II Tes. 2:4)

Uma coisa para meditar:
Satanás caiu como um raio do céu. (Luc. 10:18)
Satanás é um tição tirado do fogo: (Zac. 3:2)
Satanás governará pessoalmente este mundo no seu fim, depois será preso mil anos, solto pouco tempo, e lançado eternamente no lago de fogo e enxofre.
Você interpreta isso como: "saiu vitorioso e para vencer"?
Se "saiu vitorioso e para vencer é ir para o lago de fogo, não sei mais o que representam as palavras.

Exemplo: a grande Babilônia destruida em uma hora.
Satanás atormentado dia e noite para sempre.
Isto jamais combina com o que a palavra de Deus diz do cavalo branco:
"E olhei, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele tinha um arco; e foi-lhe dada uma coroa, e saiu vitorioso, e para vencer". (Apc. 6:2)
avatar
Pereira
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1100
Idade : 55
Cidade/Estado : Japeri/Rio de Janeiro
Religião : Evangelico
Igreja : Nao tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 2
Pontos de participação : 3856
Data de inscrição : 18/04/2009

Re: Ai das Gravidas

Mensagem por Pereira em Dom 24 Maio 2009, 11:31

Na realidade tanto na evasão de Tito, quanto na Grande Tribulação às grávidas passarão por maus momentos.

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2321
Idade : 66
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5975
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Ai das Gravidas

Mensagem por Edison em Dom 24 Maio 2009, 20:40

Jefté,

Edison

Realmente, a contradição entre nosso entendimento é grande.
Creio que sua doutrina deriva da adventista.

Não, não tem nada com os adventistas.


Irmão, a morte do Messias findou exatamente a 69ª semana - como diz: "E depois da 62 semanas será tirado o messias.."
Conforme a profecia "depois das 7 + 62 semanas" o messias seria morto e a cidade e o santuário destruidos.
Veja bem, a cidade e o santuário seriam destruidos depois das 62 semanas.
E não após as 69,5 semanas - essa interpretação é por conta de vocês.
Eu fico com o que diz a Bíblia.
Repito: veja como diz o verso: "E depois das sessenta e duas semanas será tirado o Messias, e não será mais e o povo do príncipe, que há de vir, destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será com uma inundação e até ao fim haverá guerra estão determinadas assolações.". (Dan. 9:26)

Irmão atente para as Escrituras.
"Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar, e para edificar a Jerusalém, até ao Messias, o Príncipe, haverá sete semanas, e sessenta e duas semanas" (v.25).

Veja, quando saiu a ordem até a edificação da cidade e do templo estavam determinadas 69 semanas (7+62).

Agora o verso 26 " E depois das sessenta e duas semanas será cortado o Messias, mas não para si mesmo"

Eis aí. Depois da 69a semana....Por que 69a semana?
Porque antes das 62 semanas tiveram mais 7 semanas.
É por isso que o Messias é tirado D-E-P-O-I-S da 69a semana.
Isso deixa muito claro que Ele foi tirado em plena 70a semana.

Se veio um Messias depois de 62 semanas (como você diz), a contar da data da saída da ordem (445 A.C.)este não foi o Senhor Jesus Cristo, percebe?


Portanto se a destruíção da cidade deveria acontecer depois da 62 semanas, e a cidade só foi destruída no ano 70 mostra claramente que a contagem cessou na morte do Messias
.

Sim a contagem, para os judeus, cessou com a morte do Messias. Ele foi cortado "não por si mesmo" na 70a semana.
Ele não morreu de doença ou de velhice. Ele "não morreu por si mesmo". Ele foi morto, assassinado e também "não por Sí mesmo", mas sim pelos judeus e por nós.

O que aconteceu entre os anos 66 e 74 DC foi cumprimento do verso 26 "e o povo do príncipe, que há de vir, destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será com uma inundação; e até ao fim haverá guerra; estão determinadas as assolações."


Tanto que o verso 27 diz: "E ele firmará um concerto com muitos por uma semana e na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares..."

Esse que firma o acordo por 1 semana não é Jesus. O Senhor jamais fez acordo temporal com alguém. Tudo que o Senhor faz é para sempre!
E tampouco o Senhor cessou o sacrifício, esse só cessou na destruição ano 70.

Que vai firmar o concerto é o anticristo, e na metade da semana cessará o sacrifício.
Por isso Israel voltou a existir depois de 1900 anos.
Por isso Jerusalém foi conquistada em 1967.
Somente o local do templo ainda não pertence aos judeus.
Mas a palavra de Deus afirma, o templo será construido, os judeus voltarão ao sacrifício e o anticristo (o messias que eles receberão) vai profaná-lo (o templo) Dan. 11:31 - II Tes. 2:4)

É isso mesmo. O Príncipe do verso 25 não é o mesmo príncipe do verso 26. São "príncipes" distintos que se manfestam em tempos distintos.
A semana do príncipe do verso 27 não tem nada a ver com a 70a semana.
As 70 semanas foram determinadas por Deus.
A semana determinada pelo príncipe do verso 27 foi determinada por satanás.

Uma coisa para meditar:
Satanás caiu como um raio do céu. (Luc. 10:18)
Satanás é um tição tirado do fogo: (Zac. 3:2)
Satanás governará pessoalmente este mundo no seu fim, depois será preso mil anos, solto pouco tempo, e lançado eternamente no lago de fogo e enxofre.
Você interpreta isso como: "saiu vitorioso e para vencer"?
Se "saiu vitorioso e para vencer é ir para o lago de fogo, não sei mais o que representam as palavras.

Irmão, você está confundindo e fazendo uma farofa com as Escrituras (brincadeira - rsrsrs).
Você está misturando cavaleiros, está misturando os tempos, está misturando as semanas.
Satanás governa este mundo desde Genesis 3.
Milênio, é para depois do arrebatamento.
Trono Branco, Lago de Fogo são acontecimentos para depois do arrebatamento, salvação dos 144.000 judeus, 2a ressurreição, etc.


Exemplo: a grande Babilônia destruida em uma hora.
Satanás atormentado dia e noite para sempre.
Isto jamais combina com o que a palavra de Deus diz do cavalo branco:
"E olhei, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele tinha um arco; e foi-lhe dada uma coroa, e saiu vitorioso, e para vencer". (Apc. 6:2)

Irmão, sugiro conhecer o que são as Sete Eras da Igreja. Quando você se inteirar do que foram essas eras, você verá os quatro cavaleiros atuando contra a Igreja, mas verá também os quatro animais (Leão, Boi, Homem, e Águia) atuando em favor da Igreja durante esse tempo.

Veja como é poderoso satanás. Você está convencido de que ele é Jesus. A igreja de um modo geral acha que aquele cavaleiro de Apoc. 6:2 é Jesus.
Porem, a Palavra Revelada para esta última era o tem desmascarado.

Mas, o "ai das grávidas" foi para o ano 70 DC.

Conteúdo patrocinado

Re: Ai das Gravidas

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Qua 18 Jul 2018, 22:54