F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Como você entende a doutrina da eleição?

Compartilhe

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 2012
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Como você entende a doutrina da eleição?

Mensagem por Edison em Sex 29 Maio 2015, 17:14

Tá agressivo atoa sargento.

Presciência não é adivinhação. Presciência aqui neste caso é conhecimento que tem Deus de tudo o que há de acontecer.

Quando você diz "o que dante conheceu", esse dante é lá na presciência.

Na verdade é presciência para nós, pois para Deus tudo é ciência. Deus tem ciência de tudo independente de, para nós, ser passado, presente ou futuro.

Quanto às etapas saiba que um nascimento natural consiste em água, sangue e vida, os três que testificam na terra.
Primeiro rompe a bolsa d'água, depois aparece sangue e finalmente o bebê nasce. Este é natural.

No espiritual isso significa justificação (água), santificação (sangue) e batismo no Espírito Santo (vida).

Isso também é Mar Vermelho, 40 anos de deserto e por fim Canaã.

Ou ainda Diluvio, Calvário e Batismo com fogo depois do milênio.

Quanto a não conhecer o Judas num primeiro momento, lembre-se de que Jesus era um homem. Ele se fez homem (a Palavra se fez carne), para que na qualidade de parente (como Boáz) pudesse pagar o preço da redenção da Noemi (judeus) e da Rute (gentios).

Lembre-se que Jesus disse que Ele não fazia nada sem antes vir o Pai fazer, ou seja, antes de Lhe mostrar. (Jo 5:19-20).

Concluindo, o eleito não faz nada de si mesmo. O que o leva à Cristo é a semente predestinada que está nele. Paulo tinha semente predestina, portanto de nada adiantou ele querer trilhar outro caminho. A eleição o colocou no Caminho do alto.

Stanley K
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 757
Data de inscrição : 19/02/2015

Re: Como você entende a doutrina da eleição?

Mensagem por Stanley K em Sab 30 Maio 2015, 11:35

Sargento a paz do Senhor Jesus!

Não, Cristo não morreu por todos!

Ainda mais agora irmão, que estou querendo focar em apenas um ponto nos meus posts, não vou entrar neste ponto, até porque como já disse não é o do tópico.

Não citei eu um verso em que Pedro fala de destinados à perdição?? Não o viste?? Tenho muitos mais... tenho toda a Bíblia para te mostrar o mesmo Stanley!

O texto diz que há uma consequência gerada aos que não creem. É o que está escrito.
Explico: A todos que não crerem em Cristo, estão destinados a condenação. Simples assim.

Agora sobre João 3:16. Logo este verso irmão, você quer mudar por causa do calvinismo?

Não é por todos mas sim por "todo aquele que nele crê"! Ao dizer que é para "todo aquele que nele crê" fez acepção do que não crê!
Se fosse realmente por todos o incrédulo também seria salvo!

está escrito "para que todo aquele que Nele crê", você está modificando o texto irmão.

Se é para todo aquele que Nele crê, é condicional ou incondicional?

Deus envia Jesus fazendo um paralelo com a serpente do deserto Sargento. É condicional. Todo aquele que olhar pra Ele e Nele crer viverá.

Só existem duas doutrinas, o livre-arbítrio ou a soberania de Deus! O que passa disso é dissimulação e vem do maligno!

Então, a soberania supervalorizada de Deus no calvinismo é distorcida só isso.
Pense no seguinte:

Deus se revela à Moisés no Egito, liberta o povo por meio de um monte de milagres, abre o mar no meio de todo aquele povo, enfim, ELE se manifestou ao povo de Israel, a todo aquele povo. Ai a maioria daquele povo endureceu o coração dando mais valor á vontade da carne do que pra Deus e você vem me dizer que o endurecimento surgiu em uma vontade imputada na vida daqueles homens pela vontade de Deus? E não que Deus os entregou ao que eles realmente queriam?

Ora, Deus afirma que a maior parte de Israel obstinou a pecar contra ELE. Se Deus os critica e condena severamente porque estão obstinados a pecar e esta obstinação em pecar tem origem no próprio Deus que os conduziu a isso, este deus precisa de um tratamento irmão. Ainda bem que não é o Deus que eu sirvo.

Quanto a soberania divina, não é nestes termos que você sugeriu. Deus é soberano porque o homem não pode fazer nada além do que ele já determinou, estes limites não estão vinculados a salvação de uns e condenação de outros, nada a ver. Ao contrário são limites do tipo, até quantos anos o homem pode viver, até onde o homem pode ir, o que o homem pode fazer aqui na terra etc e etc.

Tudo está interligado... se negas um ponto da verdade perverteste toda a verdade! Se dizes ter livre-arbítrio corrompeste a graça de Cristo!

Livre arbítrio corrompe a graça de Cristo? Quando é que começa esta graça pra você irmão? Eu como arminiano wesleyano, lhe afirmo que a graça de Deus vem desde o nascimento do homem. Então não há problemas no livre arbítrio que identificamos pelas narrativas bíblicas que nós temos sim.
O seu problema ai, é que você como calvinista precisa dizer que a graça de Deus é irresistível em um momento na vida do homem para um chamado, e isso automaticamente exclui livre arbítrio, mas isso não é o tema.

Quanto à tua pergunta de ser um "verdadeiro adorador":
Um verdadeiro carnívoro é aquele que decide ser carnívoro ou aquele que é criado carnívoro pelo seu criador?


Perspicaz a pergunta. Mas não difícil de responder: O verdadeiro carnívoro é aquele que no decorrer de sua vida aqui na terra age conforme o título, vive comendo carne.

Não acho ideal comparar coisas dos animais com nós seres humanos, mesmo assim você não conhece histórias de animais que cismaram biólogos porque agem em desacordo com a natureza deles? Dentre eles um caso não muito antigo dos hipopótamos que intrigou muita gente (estudiosos) por estarem comendo carniça.

O interessante desta história, é que pra alguns estudiosos isso foi classificado como aberração. Repito, não quero comparar homens com animais, todavia sobre este comentário da aberração, eu faço ligação com o homem, foi criado para adorar a Deus, mas livremente rejeita fazer isso e segue o seu próprio "caminho" pensando que no fim sairá sem prestar contas.
Ora irmão, o homem é criado para adorar a Deus, rejeita, e logo comparando com os animais é uma aberração tal comportamento, TODAVIA no calvinismo, FOI FOMENTADO PELO PRÓPRIO deus a agir assim. bounce
Não existindo livre arbítrio, o homem não rejeitou adorar a Deus, mas sim aqueles que não adoram foram induzidos por deus a não fazerem isso. Percebe?

Graça e paz!
avatar
Sargento
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 419
Idade : 35
Cidade/Estado : faro
Religião : Cristão
Igreja : Igreja Dos Eleitos
País : Portugal
Mensagens Curtidas : -20
Pontos de participação : 1036
Data de inscrição : 09/05/2012

Re: Como você entende a doutrina da eleição?

Mensagem por Sargento em Sab 30 Maio 2015, 17:17

Stanley K...


Não citei eu um verso em que Pedro fala de destinados à perdição?? Não o viste?? Tenho muitos mais... tenho toda a Bíblia para te mostrar o mesmo Stanley!

O texto diz que há uma consequência gerada aos que não creem. É o que está escrito.
Explico: A todos que não crerem em Cristo, estão destinados a condenação. Simples assim.

Agora sobre João 3:16. Logo este verso irmão, você quer mudar por causa do calvinismo?

Errado Stanley:

"E assim para vòs, os que credes, é preciosa, mas, para os rebeldes,a pedra que os edificadores reprovaram,essa foi a principal da esquina,
E uma pedra de tropeço e rocha de escândalo,para aqueles que tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para o que também foram destinados."

1 Pedro 2:7,8


Foram destinados a ser desobedientes! O que fizeste aqui foi dissimular, não endureças a tua consciência porque tens diante dos olhos que Deus destina à desobediência!
Basta este texto para refutar tudo o que dizes seguidamente...



Stanley K escreveu:Não é por todos mas sim por "todo aquele que nele crê"! Ao dizer que é para "todo aquele que nele crê" fez acepção do que não crê!
Se fosse realmente por todos o incrédulo também seria salvo!

está escrito "para que todo aquele que Nele crê", você está modificando o texto irmão.

Se é para todo aquele que Nele crê, é condicional ou incondicional?

Deus envia Jesus fazendo um paralelo com a serpente do deserto Sargento. É condicional. Todo aquele que olhar pra Ele e Nele crer viverá.

Modificar o texto foi o que tu fizeste acima!
ELE veio somente para o crente! O incrédulo está excluído por Deus! João 3:16 mostra a acepção de Deus! Utilizares esta passagem para provar que Jesus veio para todos é dar um tiro no pé Stanley!


Stanley K escreveu:Só existem duas doutrinas, o livre-arbítrio ou a soberania de Deus! O que passa disso é dissimulação e vem do maligno!

Então, a soberania supervalorizada de Deus no calvinismo é distorcida só isso.
Pense no seguinte:

Deus se revela à Moisés no Egito, liberta o povo por meio de um monte de milagres, abre o mar no meio de todo aquele povo, enfim, ELE se manifestou ao povo de Israel, a todo aquele povo. Ai a maioria daquele povo endureceu o coração dando mais valor á vontade da carne do que pra Deus e você vem me dizer que o endurecimento surgiu em uma vontade imputada na vida daqueles homens pela vontade de Deus? E não que Deus os entregou ao que eles realmente queriam?

Ora, Deus afirma que a maior parte de Israel obstinou a pecar contra ELE. Se Deus os critica e condena severamente porque estão obstinados a pecar e esta obstinação em pecar tem origem no próprio Deus que os conduziu a isso, este deus precisa de um tratamento irmão. Ainda bem que não é o Deus que eu sirvo.

Quanto a soberania divina, não é nestes termos que você sugeriu. Deus é soberano porque o homem não pode fazer nada além do que ele já determinou, estes limites não estão vinculados a salvação de uns e condenação de outros, nada a ver. Ao contrário são limites do tipo, até quantos anos o homem pode viver, até onde o homem pode ir, o que o homem pode fazer aqui na terra etc e etc.

Não disseste que não queres dissipar os assuntos?? Não me parece!! Pelo contrário, estás sempre a desviar assunto e a divagar!
No entanto aqui não tens nada senão rejeição à soberania de Deus baseada em ti mesmo, no que pensas ser justo e não pelo que está escrito, e assim nem é necessária refutação mais da que já foi feita com 1Pedro 2:8 onde fechaste os olhos para não ver!


Tudo está interligado... se negas um ponto da verdade perverteste toda a verdade! Se dizes ter livre-arbítrio corrompeste a graça de Cristo!

Livre arbítrio corrompe a graça de Cristo? Quando é que começa esta graça pra você irmão? Eu como arminiano wesleyano, lhe afirmo que a graça de Deus vem desde o nascimento do homem. Então não há problemas no livre arbítrio que identificamos pelas narrativas bíblicas que nós temos sim.
O seu problema ai, é que você como calvinista precisa dizer que a graça de Deus é irresistível em um momento na vida do homem para um chamado, e isso automaticamente exclui livre arbítrio, mas isso não é o tema.

Novamente o mesmo...


Quanto à tua pergunta de ser um "verdadeiro adorador":
Um verdadeiro carnívoro é aquele que decide ser carnívoro ou aquele que é criado carnívoro pelo seu criador?


Perspicaz a pergunta. Mas não difícil de responder: O verdadeiro carnívoro é aquele que no decorrer de sua vida aqui na terra age conforme o título, vive comendo carne.

Não acho ideal comparar coisas dos animais com nós seres humanos, mesmo assim você não conhece histórias de animais que cismaram biólogos porque agem em desacordo com a natureza deles? Dentre eles um caso não muito antigo dos hipopótamos que intrigou muita gente (estudiosos) por estarem comendo carniça.

O interessante desta história, é que pra alguns estudiosos isso foi classificado como aberração. Repito, não quero comparar homens com animais, todavia sobre este comentário da aberração, eu faço ligação com o homem, foi criado para adorar a Deus, mas livremente rejeita fazer isso e segue o seu próprio "caminho" pensando que no fim sairá sem prestar contas.
Ora irmão, o homem é criado para adorar a Deus, rejeita, e logo comparando com os animais é uma aberração tal comportamento, TODAVIA no calvinismo, FOI FOMENTADO PELO PRÓPRIO deus a agir assim.  
Não existindo livre arbítrio, o homem não rejeitou adorar a Deus, mas sim aqueles que não adoram foram induzidos por deus a não fazerem isso. Percebe?

Erradíssimo!
O carnívoro não é o que AGE conforme o título, é o que o É de natureza! 
Se um carnívoro por algum motivo for privado de carne, nem por isso deixa de ser carnívoro!
Se um predador for privado de caçar nem por isso deixa de ser predador!
Se um animal doméstico por aflição atacar o homem nem por isso deixa de ser doméstico!
Se um animal selvagem for subjugado toda a vida para que nunca se levante contra o seu dono nem por isso deixa de ser selvagem!!

Se um hipopótamo comeu carniça foi porque o apetite por carniça existia na sua natureza e não porque decidiu gostar de carniça!!! Está complicado??

Do mesmo modo, o verdadeiro adorador não é o que decide ser mas sim o que o é de natureza! 
O homem não tem poder para decidir ser justo ou pecador mais do que um animal tem para se tornar carnívoro ou herbívoro! Cada um é aquilo que o criados o designou!

Tu amas a tua família porque decidiste ama-la ou é um sentimento que existe involuntariamente em ti?

Tu escolhes o que hás-de odiar ou amar?
Tens poder para decidir o que é que te dá prazer ou que te repugna???

Se alguém te perguntar porque gostas de tal prato e tu responderes "porque decidi" achas que alguém te leva a sério sequer??

O Ti Martins é que diz que se tu jogares um cão do 10º andar ele se torna em animal aéreo até que chegue ao chão! 
Ou que se um tubarão for trazido para terra torna-se em animal terrestre!! kkkk

A inteligência do teu argumento é semelhante!!

Aprende Stanley...
Como é que o homem natural, que não entende as coisas de Deus e que as acha de loucura pode decidir adorar Deus de coração?

"Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente."
1 Coríntios 2:14

Mostrei-te a refutação ao teu livre-arbítrio nas palavras de Pedro, Paulo e de Jesus... quanto mais precisas tu, que dizes ser seguidor da Bíblia, para rejeitar isso que a Bíblia nem menciona?
avatar
Sargento
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 419
Idade : 35
Cidade/Estado : faro
Religião : Cristão
Igreja : Igreja Dos Eleitos
País : Portugal
Mensagens Curtidas : -20
Pontos de participação : 1036
Data de inscrição : 09/05/2012

Re: Como você entende a doutrina da eleição?

Mensagem por Sargento em Sab 30 Maio 2015, 17:17

Edison...

Não fiz por ser agressivo contigo, apenas te quis mostrar que a eleição não é segundo o que nós faríamos mas o que nós faríamos é que é segundo a eleição!
Porque Deus não "providenciou" a eleição baseado em ter visto que nós creríamos porque a causa de nós crermos é ELE mesmo! ELE não agiu conforme viu que aconteceria, ELE executou o seu plano guiando os nossos passos!

E neste teu segundo texto encontro teorias vagas mas nada em concreto! Não te vejo assumir claramente um lado ou outro! 

Porque ora dizes que o crente só vai a Cristo porque tem uma semente predestinada, ora dizes que Deus elegeu porque viu que o crente creria!!! 
Ora fazes da eleição a causa da crença, ora fazes da eleição um resultado da crença!
Afinal qual é?

Stanley K
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 757
Idade : 37
Cidade/Estado : Uberlândia - MG
Religião : Cristão
Igreja : Maranata
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 14
Pontos de participação : 1815
Data de inscrição : 19/02/2015

Re: Como você entende a doutrina da eleição?

Mensagem por Stanley K em Dom 31 Maio 2015, 12:54

Sargento a paz do Senhor Jesus!

Primeiramente gostaria de dizer que você praticamente ignorou os meus argumentos em relação aos seus questionamentos. Comentou pouquíssimo sobre elementos bíblicos e preferiu levar o debate para o racional. Em ambos eu fico feliz em lhe mostrar a inconsistência calvinista, pois tanto pela bíblia como por uma análise racional o calvinismo não se sustenta, me referindo ao proposto no tópico, a eleição.

"E assim para vòs, os que credes, é preciosa, mas, para os rebeldes,a pedra que os edificadores reprovaram,essa foi a principal da esquina,
E uma pedra de tropeço e rocha de escândalo,para aqueles que tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para o que também foram destinados."
1 Pedro 2:7,8

Você está a afirmar que este texto está nos trazendo uma afirmação de que algumas pessoas estão destinadas a perdição, com isso tem insistentemente grifado o final como se isso fosse uma prova.

Você diz:

Foram destinados a ser desobedientes! O que fizeste aqui foi dissimular, não endureças a tua consciência porque tens diante dos olhos que Deus destina à desobediência!
Basta este texto para refutar tudo o que dizes seguidamente...

E sobre João 3:16 vc havia dito:

Não é por todos mas sim por "todo aquele que nele crê"! Ao dizer que é para "todo aquele que nele crê" fez acepção do que não crê!
Se fosse realmente por todos o incrédulo também seria salvo!

Eu havia respondido:

está escrito "para que todo aquele que Nele crê", você está modificando o texto irmão.
Se é para todo aquele que Nele crê, é condicional ou incondicional?
Deus envia Jesus fazendo um paralelo com a serpente do deserto Sargento. É condicional. Todo aquele que olhar pra Ele e Nele crer viverá.

Nota-se que em seguida você faz um comentário vazio sobre João 3:16. Mas tudo bem, gostaria de comentar outra coisa:

Se em uma passagem se tratando de perdição, está dito que estão destinados a isso (conforme a sua interpretação) porque então no outro em que você com sua interpretação calvinista em que diz que Jesus não veio por todos e sim só pelos eleitos, não temos também uma confirmação narrativa de que Jesus veio para os que estão destinados à salvação?
Definitivamente a sua exegese do verso está distorcida, e ao fazermos um paralelo de um texto que se refere hipoteticamente a expiação pelos eleitos, não seria necessário ter isso no verso? Algo que viesse a possibilitar destino certo só dos eleitos?

Depois eu disse:

Deus se revela à Moisés no Egito, liberta o povo por meio de um monte de milagres, abre o mar no meio de todo aquele povo, enfim, ELE se manifestou ao povo de Israel, a todo aquele povo. Ai a maioria daquele povo endureceu o coração dando mais valor á vontade da carne do que pra Deus e você vem me dizer que o endurecimento surgiu em uma vontade imputada na vida daqueles homens pela vontade de Deus? E não que Deus os entregou ao que eles realmente queriam?

Ora, Deus afirma que a maior parte de Israel obstinou a pecar contra ELE. Se Deus os critica e condena severamente porque estão obstinados a pecar e esta obstinação em pecar tem origem no próprio Deus que os conduziu a isso, este deus precisa de um tratamento irmão. Ainda bem que não é o Deus que eu sirvo.
Você respondeu:

Não disseste que não queres dissipar os assuntos?? Não me parece!! Pelo contrário, estás sempre a desviar assunto e a divagar!

Então você não está interpretando mesmo o que lê. Tem tudo a ver com eleição o que eu escrevi. Na concepção calvinista de Deus eleger na eternidade para perdição e para salvação, é ELE quem está agindo soberanamente para manter os salvos e os réprobos, ou não?

Agora os argumentos racionais:

Erradíssimo!
O carnívoro não é o que AGE conforme o título, é o que o É de natureza!

Você não entendeu mesmo. Faça o paralelo irmão. Quando falamos em hipopótamo por ex. as classificações tais como ser carnívoro ou herbívoro, foram resultados do estudo comportamental deles. Ora, se todos os hipopótamos começassem a agir desta maneira em certo momento, comendo carniça obviamente passariam de herbívoros para necrófagos. Mas este não é o ponto, a mudança generalizada porque alguns da espécie tem este comportamento, isto também acontece com o homem, o mundo já não está distorcendo dizendo que alguém nasce homossexual? Então, pra você ver.
A natureza do homem também não vai mudar, foi criado conforme a imagem e semelhança de Deus, e para adorar a Deus. E ai? A maioria gritante não faz isso (pelo menos do modo certo e ao Deus certo), e se perguntar pra eles porque existem, irão dizer um monte de coisa, pra viver a vida, aproveitar a vida, ser feliz etc mas não que foram criados para adorar a Deus. E o que isso muda em relação à verdade? Nada, por mais que não façam, (e ser uma aberração como disse antes) e também neguem ser assim, a verdade continua, são seres humanos criados por Deus para adorar a Deus. O hipopótamo não deixa de ser hipopótamo por se transformar em um necrófago, todavia se vive comendo carniça dizer que este é herbívoro e não necrófago, é ficar na teoria e negar a prática, na prática aquele não é herbívoro, somente na teoria.

Se um carnívoro por algum motivo for privado de carne, nem por isso deixa de ser carnívoro!
Se um predador for privado de caçar nem por isso deixa de ser predador!
Se um animal doméstico por aflição atacar o homem nem por isso deixa de ser doméstico!
Se um animal selvagem for subjugado toda a vida para que nunca se levante contra o seu dono nem por isso deixa de ser selvagem!!

Observe que você está mudando o raciocínio. Você está adicionando privação e subjugar. A minha comparação homem e animal como você sugeriu, está no âmbito do comportamento. Quando você adiciona privar e subjugar, isso infere influências externas. A sua maneira de pensar é mesmo calvinista, Deus está a todo momento brincando com os homens. Estes aqui vão fazer o mal que desejam, eu os subjugarei assim e os destinarei ao inferno, aqueles outros eu vou fazer diferente pra minha glória e eu os salvarei do mal que desejam e herdarão a vida eterna. Chega ser triste pensar assim.

Se um hipopótamo comeu carniça foi porque o apetite por carniça existia na sua natureza e não porque decidiu gostar de carniça!!! Está complicado??

Tá mesmo complicado. Você precisa passar sua teoria exata para os especialistas, porque conforme eles é uma aberração. Eles não deveriam agir daquela maneira mas agem.

Do mesmo modo, o verdadeiro adorador não é o que decide ser mas sim o que o é de natureza!

Quer dizer que do mesmo modo Deus criou apenas um grupo de homens para adorá-lo, o resto ele criou para rejeitá-lo e o mesmo podemos dizer dos hipopótamos? Alguns deus criou para serem herbívoros e outros para serem necrófagos? Razz

Tu amas a tua família porque decidiste ama-la ou é um sentimento que existe involuntariamente em ti?

Respondendo por mim eu decidi amá-los assim como posso decidir odiá-los. As tragédias familiares que envolvem homicídios as quais ouvimos muitas histórias, sempre começam como um mar de rosas, é amor pra cá, "amor" pra lá, no fim tudo aquilo que parecia ser perfeito e amoroso se transforma em ódio a ponto de terminar em tragédia. Na sua teologia é Deus que manipulou isso, tanto o momento de afeto e carinho quanto o momento de ódio e morte. Ora na descrição de amor bíblico, já começa como benigno, como pode alguém ser amor como este deus (calvinista) transformar um ambiente de paz e amor em um ambiente de ódio? Por isso tenho convicção de que este não é o Deus da bíblia, o Deus da bíblia apenas permite que tais coisas aconteçam, mas a responsabilidade das atitudes são todas do próprio homem.

Tu escolhes o que hás-de odiar ou amar?

Sim, você não?

Tens poder para decidir o que é que te dá prazer ou que te repugna???

No seu mundo não existe preferências? No meu existe. Já vi pessoas terem prazer por coisas que não faz sentido, ao contrário são repugnantes, e vice versa.

Se alguém te perguntar porque gostas de tal prato e tu responderes "porque decidi" achas que alguém te leva a sério sequer??

?!

Como é que o homem natural, que não entende as coisas de Deus e que as acha de loucura pode decidir adorar Deus de coração?

Quando foi que eu disse que o homem decide?
A resposta do homem é nos desígnios de Deus, que foram de forma magnífica projetados. Na minha teologia, toda resposta do homem vem depois da providência de Deus em manifestar a Sua graça, que é desde o nascimento, ela está ai, não somente para alguns como você prega, e sim pra todos.

Graça e paz!

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2012
Idade : 65
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5084
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Como você entende a doutrina da eleição?

Mensagem por Edison em Dom 31 Maio 2015, 13:09

Sargento,

Edison disse:
Quanto a não conhecer o Judas num primeiro momento, lembre-se de que Jesus era um homem. Ele se fez homem (a Palavra se fez carne), para que na qualidade de parente (como Boáz) pudesse pagar o preço da redenção da Noemi (judeus) e da Rute (gentios).

Lembre-se que Jesus disse que Ele não fazia nada sem antes vir o Pai fazer, ou seja, antes de Lhe mostrar. (Jo 5:19-20).

No caso específico de Judas, preciso corrigir algo que eu disse.
Lendo as Escrituras hoje de manhã (João 6), me deparei com um versículo que esclarece bem a ciência de Jesus em relação a Judas Iscariotes.

64 - Mas há alguns de vós que não crêem. Porque bem sabia Jesus, desde o princípio, quem eram os que não criam, e quem era o que o havia de entregar.
70 - Respondeu-lhe Jesus: Não vos escolhi a vós os doze? e um de vós é um diabo.
71 - E isto dizia ele de Judas Iscariotes, filho de Simão; porque este o havia de entregar, sendo um dos doze.

O "desde o princípio" não sei a que momento se refere, mas o fato é que pelo menos na época da convocação dos doze, Ele sabia quem era Judas.


Quan to a eleição, reitero que ela se dá (ou se deu) segundo a presciência de Deus. É isso que está escrito.
Desde antes da fundação do mundo Ele viu, elegeu e predestinou para salvação.

"E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo;
Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe, a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar"
(At. 2:38-39).


"Porque os que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos.
E aos que predestinou a estes também chamou; e aos que chamou a estes também justificou; e aos que justificou a estes também glorificou"
(Rom. 8:29-30).

"Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor;
E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade"
(Ef 1:4-5).

"Eleitos segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do sangue de Jesus Cristo: Graça e paz vos sejam multiplicadas" (I Pe 1:2).

avatar
Sargento
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 419
Idade : 35
Cidade/Estado : faro
Religião : Cristão
Igreja : Igreja Dos Eleitos
País : Portugal
Mensagens Curtidas : -20
Pontos de participação : 1036
Data de inscrição : 09/05/2012

Re: Como você entende a doutrina da eleição?

Mensagem por Sargento em Ter 02 Jun 2015, 16:02

Stanley...

Não sou calvinista nem aceito a doutrina calvinista como hoje é falada! Tudo o que eu digo é conforme o que está escrito e não conforme Calvino... falo segundo a doutrina dos eleitos tal como é anunciada desde o inicio do mundo e não segundo Calvino! 
Sou eleito, não calvinista! Disse-te isto para tua informação apenas, mas tens de me queres rotular de calvinista para sentires mais confortável é contigo!

Stanley K escreveu:Se em uma passagem se tratando de perdição, está dito que estão destinados a isso (conforme a sua interpretação) porque então no outro em que você com sua interpretação calvinista em que diz que Jesus não veio por todos e sim só pelos eleitos, não temos também uma confirmação narrativa de que Jesus veio para os que estão destinados à salvação? 
Definitivamente a sua exegese do verso está distorcida, e ao fazermos um paralelo de um texto que se refere hipoteticamente a expiação pelos eleitos, não seria necessário ter isso no verso? Algo que viesse a possibilitar destino certo só dos eleitos?

"E uma pedra de tropeço e rocha de escândalo,para aqueles que tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para o que também foram destinados."
1 Pedro 2:8

Esperneia o que quiseres, este é o verso que te refutou e tu sabes disso, e é esse conhecimento que te torna culpado!

Você não entendeu mesmo. Faça o paralelo irmão. Quando falamos em hipopótamo por ex. as classificações tais como ser carnívoro ou herbívoro, foram resultados do estudo comportamental deles. Ora, se todos os hipopótamos começassem a agir desta maneira em certo momento, comendo carniça obviamente passariam de herbívoros para necrófagos. Mas este não é o ponto, a mudança generalizada porque alguns da espécie tem este comportamento, isto também acontece com o homem, o mundo já não está distorcendo dizendo que alguém nasce homossexual? Então, pra você ver.
A natureza do homem também não vai mudar, foi criado conforme a imagem e semelhança de Deus, e para adorar a Deus. E ai? A maioria gritante não faz isso (pelo menos do modo certo e ao Deus certo), e se perguntar pra eles porque existem, irão dizer um monte de coisa, pra viver a vida, aproveitar a vida, ser feliz etc mas não que foram criados para adorar a Deus. E o que isso muda em relação à verdade? Nada, por mais que não façam, (e ser uma aberração como disse antes) e também neguem ser assim, a verdade continua, são seres humanos criados por Deus para adorar a Deus. O hipopótamo não deixa de ser hipopótamo por se transformar em um necrófago, todavia se vive comendo carniça dizer que este é herbívoro e não necrófago, é ficar na teoria e negar a prática, na prática aquele não é herbívoro, somente na teoria.

Parece que estou falando com uma criança... 

Homem, se um animal come algum tipo de alimento é porque existe nele desejo desse tipo de alimento, e esse desejo depende da sua natureza! 
A escolha vem do desejo e o desejo vem da natureza!! Não é a escolha que define a natureza, é a natureza que define a escolha!
Por isso é que os animais da mesma espécie têem todos a mesma inclinação, porque a sua vontade, desejos e repúdios são deliniados pela sua natureza conforme a sua espécie e não de modo aleatório ... ! Se o herbívoro comeu carniça é porque a sua natureza lhe fez nascer esse desejo sob algum estímulo! 
Isto não muda nada!! Continuas com um argumento vazio!!!

Tá mesmo complicado. Você precisa passar sua teoria exata para os especialistas, porque conforme eles é uma aberração. Eles não deveriam agir daquela maneira mas agem. 

Se um animal faz algo é porque esse algo lhe estava na natureza! 
Até a aberração do animal vem da natureza e não do animal decidir a sua própria natureza! 
Isto sem contar que muitas "aberrações" são denominadas de aberração não porque sejam realmente aberrações mas porque o homem não as entende!

Tens de ver menos televisão e raciocinar um pouquinho mais... pode ser que assim vás lá!

Quer dizer que do mesmo modo Deus criou apenas um grupo de homens para adorá-lo, o resto ele criou para rejeitá-lo e o mesmo podemos dizer dos hipopótamos? Alguns deus criou para serem herbívoros e outros para serem necrófagos? Razz

De Deus ter criado uns para vida e outros para morte já te mostrei... o teu problema é incredulidade, e nisso não te posso ajudar! É Deus quem concede ou não a fé!

Tu amas a tua família porque decidiste ama-la ou é um sentimento que existe involuntariamente em ti?

Respondendo por mim eu decidi amá-los assim como posso decidir odiá-los. As tragédias familiares que envolvem homicídios as quais ouvimos muitas histórias, sempre começam como um mar de rosas, é amor pra cá, "amor" pra lá, no fim tudo aquilo que parecia ser perfeito e amoroso se transforma em ódio a ponto de terminar em tragédia. Na sua teologia é Deus que manipulou isso, tanto o momento de afeto e carinho quanto o momento de ódio e morte. Ora na descrição de amor bíblico, já começa como benigno, como pode alguém ser amor como este deus (calvinista) transformar um ambiente de paz e amor em um ambiente de ódio? Por isso tenho convicção de que este não é o Deus da bíblia, o Deus da bíblia apenas permite que tais coisas aconteçam, mas a responsabilidade das atitudes são todas do próprio homem.

Tu escolhes o que hás-de odiar ou amar?

Sim, você não?

Tens poder para decidir o que é que te dá prazer ou que te repugna???

No seu mundo não existe preferências? No meu existe. Já vi pessoas terem prazer por coisas que não faz sentido, ao contrário são repugnantes, e vice versa.

Se alguém te perguntar porque gostas de tal prato e tu responderes "porque decidi" achas que alguém te leva a sério sequer??

?!

Então para ti um amor sincero é aquele que tu decides ter? Ok... que dureza de coração Stanley... assim até te estás a ridicularizar porque vives num mundo de ilusão!

Nisto até o provérbio popular tem razão quando diz "gostos não se discutem" ou "no coração não se manda"... mas enfim, tu deves ser a aberração porque escolhes os teus gostos e diriges o teu coração kkkk!

Espero que não digas estas coisas à tua família ... que o motivo de os amares é porque decidiste!
Tudo bem, vive lá a tua fantasia e decide o que amas e odeias! 


Quando foi que eu disse que o homem decide?
A resposta do homem é nos desígnios de Deus, que foram de forma magnífica projetados. Na minha teologia, toda resposta do homem vem depois da providência de Deus em manifestar a Sua graça, que é desde o nascimento, ela está ai, não somente para alguns como você prega, e sim pra todos.

Bom ... mau mau Maria ... então se não é Deus que decide e não é o homem que decide como é que ficamos ??? As coisas calham a acontecer e Deus depois diz que eram parte do seu plano???
Acontecem sem ninguém decidir e Deus depois assume a autoria???

Oh Stanley, isto está a tornar-se cómico! Achas mesmo sinceramente que tens argumentos válidos?? Não vês que só te estás a enganar a ti mesmo?

Mas ok, vamos lá tirar isto a limpo...
Vamos lá ver esse poder de escolha... aqui tens como me podes convencer que tens livre-arbítrio:

Escolhe agora durante uma semana crer que Deus predestina quem se salva e quem se perde independentemente das obras ou da vontade do homem!
Mostra-me que tens livre-arbítrio e escolhe crer em tudo o que eu tenho dito!! ATENÇÃO, não é para fingires que acreditas nem para agires como se acreditasses porque isso seria falsidade, o desafio é para GENUINAMENTE ACREDITARES DE CORAÇÃO tal como também Deus exige!
Escolhe agora acreditar no que te disse por um pouco!

Enquanto não me mostrares que tens livre-arbítrio para crer no que eu digo ou refutares 1Pe 2:8 não volto a perder tempo com as tuas teorias porque refutado já tu foste sobejamente, apenas finges não ver!


Última edição por Sargento em Ter 02 Jun 2015, 16:06, editado 1 vez(es)
avatar
Sargento
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 419
Idade : 35
Cidade/Estado : faro
Religião : Cristão
Igreja : Igreja Dos Eleitos
País : Portugal
Mensagens Curtidas : -20
Pontos de participação : 1036
Data de inscrição : 09/05/2012

Re: Como você entende a doutrina da eleição?

Mensagem por Sargento em Ter 02 Jun 2015, 16:02

Edison escreveu:Sargento,

Edison disse:
Quanto a não conhecer o Judas num primeiro momento, lembre-se de que Jesus era um homem. Ele se fez homem (a Palavra se fez carne), para que na qualidade de parente (como Boáz) pudesse pagar o preço da redenção da Noemi (judeus) e da Rute (gentios).

Lembre-se que Jesus disse que Ele não fazia nada sem antes vir o Pai fazer, ou seja, antes de Lhe mostrar. (Jo 5:19-20).

No caso específico de Judas, preciso corrigir algo que eu disse.
Lendo as Escrituras hoje de manhã (João 6), me deparei com um versículo que esclarece bem a ciência de Jesus em relação a Judas Iscariotes.

64 - Mas há alguns de vós que não crêem. Porque bem sabia Jesus, desde o princípio, quem eram os que não criam, e quem era o que o havia de entregar.
70 - Respondeu-lhe Jesus: Não vos escolhi a vós os doze? e um de vós é um diabo.
71 - E isto dizia ele de Judas Iscariotes, filho de Simão; porque este o havia de entregar, sendo um dos doze.

O "desde o princípio" não sei a que momento se refere, mas o fato é que pelo menos na época da convocação dos doze, Ele sabia quem era Judas.


Edison... pois quanto a Judas se conhecesses Deus não precisarias de ver escrito para saber isto... mas ok, fazes bem a admitir o erro!


Quan to a eleição, reitero que ela se dá (ou se deu) segundo a presciência de Deus. É isso que está escrito.
Desde antes da fundação do mundo Ele viu, elegeu e predestinou para salvação.

Duas perguntas...

Viu o quê?

E predestinou como? O que significa predestinar? Descreve qual a acção de Deus ao predestinar?

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2012
Idade : 65
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5084
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Como você entende a doutrina da eleição?

Mensagem por Edison em Ter 02 Jun 2015, 17:03

Sargento,

Edison disse:
Quanto a eleição, reitero que ela se dá (ou se deu) segundo a presciência de Deus. É isso que está escrito.
Desde antes da fundação do mundo Ele viu, elegeu e predestinou para salvação.

Sargento diz:
Duas perguntas...

Viu o quê?

E predestinou como? O que significa predestinar? Descreve qual a acção de Deus ao predestinar?

Respondo:

Viu que creria.
Predestinou escrevendo o nome no Livro da Vida.




Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2012
Idade : 65
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5084
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Como você entende a doutrina da eleição?

Mensagem por Edison em Qua 03 Jun 2015, 10:30

Sargento disse:

Edison... pois quanto a Judas se conhecesses Deus não precisarias de ver escrito para saber isto... mas ok, fazes bem a admitir o erro!

Ok. Sargento, eu como recruta é provável que não conheço a Deus como você. É muito provável. E aliás, acho que nem faço questão disso.

Mas voltemos à questão envolvendo Jesus e Judas Iscariotes.

Jesus não era onisciente. Lembre-se disso.

Jesus enquanto filho do homem (profeta) dependia totalmente de Deus para saber o que falar e o que fazer.

Ele disse: "Mas Jesus respondeu, e disse-lhes: Na verdade, na verdade vos digo que o Filho por si mesmo não pode fazer coisa alguma, se o não vir fazer o Pai; porque tudo quanto ele faz, o Filho o faz igualmente. Porque o Pai ama o Filho, e mostra-lhe tudo o que faz......" (João 5:19-20).

O Filho por si mesmo não pode fazer coisa alguma, inclusive saber que Judas Iscariotes eram quem ele era.

Se o não vir o Pai fazer, ele era totalmente ignorante sobre o assunto. Se Ele não tivesse uma visão sobre a questão Ele não sabia de nada a respeito. Um profeta depende de revelação e uma revelação vem ao profeta em especial por visão.

Porque tudo quanto ele faz, o Filho o faz igualmente. Após a visão, a revelação do Pai é então que Ele fazia igualmente.

Então quanto ao ministério do Judas Iscariotes, Jesus ficou sabendo somente após o Pai lhe mostrar. E, o Pai lhe mostrou isso depois que o Seu ministério de Cristo se iniciou, creio eu.
Então o "desde o princípio", é na melhor das hipóteses "desde o princípio" do Seu ministério de Filho do Homem (profeta).

Está esclarecido minha posição a respeito do assunto.



avatar
Sargento
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 419
Idade : 35
Cidade/Estado : faro
Religião : Cristão
Igreja : Igreja Dos Eleitos
País : Portugal
Mensagens Curtidas : -20
Pontos de participação : 1036
Data de inscrição : 09/05/2012

Re: Como você entende a doutrina da eleição?

Mensagem por Sargento em Qua 03 Jun 2015, 11:53

Edison...

De Judas logo se fala depois se valer a pena para não dissipar o assunto principal!

Edison escreveu:Viu que creria.

Viu que creria? Então mas a fé não é dom de Deus assim como qualquer outra capacidade que exista no homem?


Predestinou escrevendo o nome no Livro da Vida.


Isso não é predestinar, isso é tomar nota! Se tu tomares nota da previsão do tempo não estás a predestinar o tempo! Predestinar é tomar acção e não ver o que acontece!

Qual é o efeito da predestinação?

Primeiro dizes que o crente só vai a Cristo PORQUE tem uma semente predestinada, mas depois dizes que Deus elegeu PORQUE viu que o crente creria!!! 

De quem é a decisão afinal?

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2012
Idade : 65
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5084
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Como você entende a doutrina da eleição?

Mensagem por Edison em Qua 03 Jun 2015, 16:40

Sargento,

Um dom você aceita ou não. Você o recebe ou não. Ele viu quem aceitaria o dom de crer e os que não aceitariam. Os que aceitariam foram eleitos, predestinados, alcançaram a Graça, se levantam na primeira ressurreição, fazem parte do Corpo Místico de Cristo, reinam com Ele o milênio, julgam com Ele o mundo e os anjos, e em Cristo seguem eternidade a dentro.

Predestinar é definir o destino antes. Neste caso foi antes da fundação do mundo.

A semente predestinada é a garantia que vem com a pessoa eleita.




Stanley K
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 757
Idade : 37
Cidade/Estado : Uberlândia - MG
Religião : Cristão
Igreja : Maranata
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 14
Pontos de participação : 1815
Data de inscrição : 19/02/2015

Re: Como você entende a doutrina da eleição?

Mensagem por Stanley K em Qui 04 Jun 2015, 22:37

Sargento a paz do Senhor Jesus!

Ao ler sua resposta me deu um certo desânimo. O debate contigo do meu ponto de vista não está rendendo irmão. Você responde com alguns argumentos que encerram sobre você mesmo, como se você desse a palavra final e pronto. Um debate não é assim. Você tem que trazer argumentos consistentes para apontar a falha do oponente.

Vamos lá!

Não sou calvinista nem aceito a doutrina calvinista como hoje é falada!

É que este é um dos pontos da TULIP calvinista por isso pensei que você fosse. Ok.

Esperneia o que quiseres, este é o verso que te refutou e tu sabes disso, e é esse conhecimento que te torna culpado!

Aqui, é este tipo de argumento que estou falando. Nunca vi um debatedor pegar um único verso que o anterior é suficiente pra mostrar que não dá respaldo ao sugerido, e ele colocar como se fosse um ponto final no debatido. Isso é o mesmo que fechar os olhos para opiniões diferentes, não faz sentido. Quando temos uma opinião diferente, nós a avaliamos contestamos e mostramos porque não faz sentido.

O verso anterior pra mim basta pra mostrar que não é destinados ao inferno como você diz, veja:

1 Pedro 2
7 E assim para vòs, os que credes, é preciosa, mas, para os rebeldes,a pedra que os edificadores reprovaram,essa foi a principal da esquina,


Mesmo eu achando que João 3:16 desmorona sua interpretação do verso, mais uma vez lhe digo que basta o anterior pra mostrar que não tem determinismo. Para o que crê é precioso, mas para quem rejeita e é desobediente, se torna pedra de tropeço, pois serão julgados por tal rejeição, rebeldia e desobediência.

Parece que estou falando com uma criança...

Petição de princípio.

Homem, se um animal come algum tipo de alimento é porque existe nele desejo desse tipo de alimento, e esse desejo depende da sua natureza!
A escolha vem do desejo e o desejo vem da natureza!! Não é a escolha que define a natureza, é a natureza que define a escolha!
Por isso é que os animais da mesma espécie têem todos a mesma inclinação, porque a sua vontade, desejos e repúdios são deliniados pela sua natureza conforme a sua espécie e não de modo aleatório
... ! Se o herbívoro comeu carniça é porque a sua natureza lhe fez nascer esse desejo sob algum estímulo!


Pra mim está claro a contradição no que grifei como que eu não grifei.

Até a aberração do animal vem da natureza e não do animal decidir a sua própria natureza!

Você tem certeza do significado de aberração? Porque sua afirmação ficou toda desajustada.
Se diz aberração, exatamente por estar totalmente fora dos padrões naturais. Ai você diz que o comportamento descomunal vem da própria natureza?! ?

Eu disse:
Quer dizer que do mesmo modo Deus criou apenas um grupo de homens para adorá-lo, o resto ele criou para rejeitá-lo e o mesmo podemos dizer dos hipopótamos? Alguns deus criou para serem herbívoros e outros para serem necrófagos? Razz
Você respondeu:
De Deus ter criado uns para vida e outros para morte já te mostrei... o teu problema é incredulidade, e nisso não te posso ajudar! É Deus quem concede ou não a fé!

O problema que vejo aqui é você pensando que diz e tudo para, e assim o debate não flui.
Sim, a fé é um dom de Deus, eu concordo com isso, mas de que maneira isso ocorre é o que vale afinal de contas. Mas isso não é o assunto do tópico.

Então para ti um amor sincero é aquele que tu decides ter? Ok... que dureza de coração Stanley... assim até te estás a ridicularizar porque vives num mundo de ilusão!

Primeiro que eu nunca vi ninguém sai dizendo que ama as pessoas sem ter chegado a uma convicção sobre isso, você pelo jeito é assim então, como um robô, programado. Eu não. Se eu digo que amo, é porque sinto que amo, mesmo não sabendo explicar com clareza. Mas a expressão do sentimento é algo que inclui com certeza minha decisão.
Não sei e não entendi que ilusão é esta que você sugeriu.

Espero que não digas estas coisas à tua família ... que o motivo de os amares é porque decidiste!

Ad hominem.

Tudo bem, vive lá a tua fantasia e decide o que amas e odeias!

Irmão, este argumento é tão inconsistente, que a maior expressão de ódio é o homicídio. Então quem é que vive na fantasia, eu ou você?
Ora no seu mundo as pessoas não decidem odiar, ela odeiam porque estavam predestinadas?! Mesmo a que ama está amando porque foi predestinada a isso. Volto no assunto do verdadeiro adorador, que verdadeiro é este que só está a obedecer a programação?

então se não é Deus que decide e não é o homem que decide como é que ficamos ?
Estávamos a falar de adorar a Deus e você comentou isso depois que eu disse que isso o homem não decide sozinho. Porque você precisa considerar a minha resposta, o que não está fazendo, do contrário não viria com este tipo de questionamento.
Eu expliquei que antes de chegar no ponto do homem se tornar um verdadeiro adorador, existe todo um processo da capacitação de Deus no homem que vem desde o nascimento. Sozinho o homem não pode chegar ao ponto de decidir isso, por isso nos relacionamos com Deus, até chegar no ponto em que o homem recebe o E.S. do Senhor e ai sim depois disso se torna um verdadeiro adorador, mesmo assim eu creio que o homem tem a função de permanecer no Espírito, em Cristo, o que também não é o nosso assunto do tópico.

Acontecem sem ninguém decidir e Deus depois assume a autoria???

Acontece que eu não creio que tudo seja por meio de um decreto eterno como você irmão. Não penso que pra Deus saber Ele tenha que decretar.

No mais os seus comentários subsequentes pra mim foi sim algum tipo de fantasia.

Pra você eu digo que é preciso haver debate pra continuarmos o debate.

Graça e paz!
avatar
Sargento
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 419
Idade : 35
Cidade/Estado : faro
Religião : Cristão
Igreja : Igreja Dos Eleitos
País : Portugal
Mensagens Curtidas : -20
Pontos de participação : 1036
Data de inscrição : 09/05/2012

Re: Como você entende a doutrina da eleição?

Mensagem por Sargento em Sex 05 Jun 2015, 07:00

Stanley... 
Eu deixei-te um modo de me mostrares que tens livre-arbítrio sobre o teu coração! Não o viste?


"Mas ok, vamos lá tirar isto a limpo...
Vamos lá ver esse poder de escolha... aqui tens como me podes convencer que tens livre-arbítrio:

Escolhe agora durante uma semana crer que Deus predestina quem se salva e quem se perde independentemente das obras ou da vontade do homem! 
Mostra-me que tens livre-arbítrio e escolhe crer em tudo o que eu tenho dito!! ATENÇÃO, não é para fingires que acreditas nem para agires como se acreditasses porque isso seria falsidade, o desafio é para GENUINAMENTE ACREDITARES DE CORAÇÃO tal como também Deus exige!
Escolhe agora acreditar no que te disse por um pouco!"






Quanto a 1 Pe 2:8 ... continuas errado porque o verso 7 não apaga o 8! 

"E assim para vòs, os que credes, é preciosa, mas, para os rebeldes,a pedra que os edificadores reprovaram,essa foi a principal da esquina,
E uma pedra de tropeço e rocha de escândalo,para aqueles que tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para o que também foram destinados."
1 Pedro 2:7,8


Eu não me firmo num só verso, mas contigo nem preciso de sair daqui, e tu continuas refutado por muito que andes a tentar cavar teorias para invalidar que foi Deus que os destinou a serem desobedientes CONFORME ESTÁ ESCRITO!
avatar
Sargento
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 419
Idade : 35
Cidade/Estado : faro
Religião : Cristão
Igreja : Igreja Dos Eleitos
País : Portugal
Mensagens Curtidas : -20
Pontos de participação : 1036
Data de inscrição : 09/05/2012

Re: Como você entende a doutrina da eleição?

Mensagem por Sargento em Sex 05 Jun 2015, 07:03

Edison escreveu:Um dom você aceita ou não. Você o recebe ou não. 

Não...

Achas que dom de Deus (fé) é um objecto para que dependa da tua aceitação? 
Não sabes que a fé é uma alteração da tua natureza que te faz aceitável a Deus?

"Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente."
1 Coríntios 2:14

Como é que tu aceitas algo de coração se não creres nela primeiro? Não sabes que para te aproximares de Deus é necessário que creias nELE primeiro?

Não sabes que a própria escritura diz que os dons de Deus são irrevogáveis?

"Porque os dons e a vocação de Deus são irrevogáveis. "
Romanos 11:29

E só por isto a tua teoria foi refutada!!

Ok, diz-me lá Edison, como aceitas tu a fé? Com a boca? Com as mãos? Com um ritual?
Vamos ao fundamento das coisas, no que consiste aceitar a fé? Qual é a tua acção para aceitar a fé?

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2012
Idade : 65
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5084
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Como você entende a doutrina da eleição?

Mensagem por Edison em Sex 05 Jun 2015, 10:38

Edison diz:Um dom você aceita ou não. Você o recebe ou não. 

Sargento diz: Não...

Achas que dom de Deus (fé) é um objecto para que dependa da tua aceitação? 
Não sabes que a fé é uma alteração da tua natureza que te faz aceitável a Deus?

Ok, diz-me lá Edison, como aceitas tu a fé? Com a boca? Com as mãos? Com um ritual?
Vamos ao fundamento das coisas, no que consiste aceitar a fé? Qual é a tua acção para aceitar a fé?

Um dom é um presente, é uma dádiva, é uma doação.

O homem aceita ou não. Ele usa do seu livre arbítrio.

O homem que recebe e aceita o dom (fé), automaticamente crê.

Já a alteração da natureza, ou troca de natureza, é uma consequência por ter crido, após ter aceitado o dom da fé.

Suas perguntas (um tanto infantis, desculpa):

Como aceitas a fé?
R: Abraçando-a.

Com a boca?
R: Não, primeiro com o ouvido. Depois no coração (consciência) e por fim na alma.

Qual é a tua ação para aceitar a fé?
R: Como já disse, primeiro tem de ouvir. O segundo passo é a Palavra dar vida ao que ouviu. Em seguida cremos.

"De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus" (Rom. 10:17).

Aí está. A fé vem pelo ouvir. Não há outra entrada.

Agora, que "ouvir" é esse?

É "ouvir" no sentido de acatar, dar crédito. É "dar ouvidos", dar atenção, dar lugar, receber, etc. E esse tipo de "ouvir" Paulo disse que vem pela Palavra de Deus.

"De sorte que a fé vem pelo ouvir e o ouvir [vem] pela Palavra de Deus".

Percebeu? O artigo definido "o" dá o real sentido do versículo.

Não é como normalmente ouvimos dizer; A fé vem pelo ouvir e ouvir a Palavra de Deus.

Não é isso que está escrito.

Lembremo-nos que a Palavra é Espírito e Vida disse Jesus (Jo 6:63).








avatar
Maria Madalena
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Feminino
Número de Mensagens : 1771
Idade : 54
Cidade/Estado : Sorocaba/SP
Religião : Cristã
Igreja : Congregação Cristã no Brasil
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 8
Pontos de participação : 7050
Data de inscrição : 06/03/2009

Re: Como você entende a doutrina da eleição?

Mensagem por Maria Madalena em Sex 05 Jun 2015, 13:07

A Paz de Deus a todos

Depois que li o Livro de Enoque passei a crer em eleição. Porém é um crer "provisório", pois enquanto tenho perguntas que ainda não recebi resposta no meu espírito, não há como falar em convicção. Mas é complicado "engolir" que alguns foram predestinados ao tormento eterno.

Conteúdo patrocinado

Re: Como você entende a doutrina da eleição?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Dom 23 Jul 2017, 05:42