F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Se Jesus tira "o pecado" do mundo, onde permanece o pecado?

Compartilhe

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Número de Mensagens : 474
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Se Jesus tira "o pecado" do mundo, onde permanece o pecado?

Mensagem por Washington Ruiz em Ter 21 Out 2014, 11:22

Olá, Diephe, como vai?

Acho que toda interpretação de um determinado termo depende do contexto em que o termo estiver inserido.

Como, porém, a sua pergunta, feita na mensagem 18, está se referindo ao termo mundo de Jo 1.29, então:

Eu interpreto que esses escritos estão fazendo referência ao fim do tempo de vigência da Lei de Moisés (o Antigo Testamento) e o início do tempo de vigência do Evangelho de Jesus (o Novo Testamento), isto é,

Quando o Evangelho começou a ser pregado, estava sendo decretado o fim do tempo de vigência da Lei de Moisés e, consequentemente, o início do tempo de vigência EXCLUSIVA do Evangelho de Jesus.

Em outras palavras: O Evangelho tirou a Lei.

Essa interpretação encontra apoio em Rm 5.13 (Porque até ao regime da lei havia pecado no mundo, mas o pecado não é levado em conta quando não há lei), se interpretado assim:

(Porque até ao regime da lei (até quando a Lei de Moisés, que é o Antigo Testamento, estava vigente) havia pecado no mundo, mas o pecado não é levado em conta quando não há Lei (o pecado morre quando tivermos aceitado o Evangelho com exclusividade de obediência).  


Jesus, tirando a lei e estabelecendo o Evangelho, tirou o pecado do mundo.

Até mais!

Clébio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 964
Data de inscrição : 11/02/2014

Re: Se Jesus tira "o pecado" do mundo, onde permanece o pecado?

Mensagem por Clébio em Ter 21 Out 2014, 11:30

Caro Washington,

Se Jesus tirou a Lei, então por que ele a obedeceu?

Ademais, como explicar o que ele mesmo disse: "É mais fácil passar o céu e a Terra do que cair um til sequer da Lei (lucas 16:17)???????

Sem mais...

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 474
Idade : 66
Cidade/Estado : Manaus/Amazonas
Religião : Cristã
Igreja : Igreja do CRENTE
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -41
Pontos de participação : 1050
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Se Jesus tira "o pecado" do mundo, onde permanece o pecado?

Mensagem por Washington Ruiz em Ter 21 Out 2014, 13:14

Olá, Clébio,

Sobre Mt 5.17

Jesus pregava para seus discípulos (os da exclusividade de obediência ao Evangelho) o fim do tempo de vigência da Lei de Moisés (A Lei e os Profetas) e o início do tempo de vigência eterna do Evangelho, quer dizer, se quisermos ser discípulos de Jesus todos temos de considerar que o tempo da Lei já terminou (Lc 16.16) e que já começou o tempo de vigência exclusiva do Evangelho, porém,

Quando Jesus disse (Mt 5.17): Não penseis que vim revogar a lei ou os profetas, não vim revogar, vim para cumprir, estava ele falando exclusivamente de si a seus discípulos, quer dizer,

Foi Jesus que veio para cumprir o que estava escrito na lei a seu respeito, e, naquele momento, ele ainda não tinha cumprido tudo, posto que nada da sua missão sacrificial tinha começado.

Jesus precisava deixar acontecer tudo o que estava escrito na lei a seu respeito.

Já os escritos de Mt 5.18-19 não estão se referindo aos discípulos de Jesus, mas aos discípulos de Moisés, aos homens que tinham de estar em obediência exclusiva e irrestrita a todas as ordenanças da lei.

homem, mas exclusivamente a Jesus, isto é, era Jesus que não podia tirar nem um i ou um til da Lei, quer dizer, se Jesus não cumprisse os ditos da Lei, seria como se ele estivesse se comportando desobedientemente ao Pai, que foi quem o enviou para cumprir aquilo tudo.

Até mais!
avatar
Clébio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 964
Idade : 41
Cidade/Estado : Belo Horizonte - MG
Religião : Cristã
Igreja : Adventista do 7º Dia
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 101
Pontos de participação : 1797
Data de inscrição : 11/02/2014

Re: Se Jesus tira "o pecado" do mundo, onde permanece o pecado?

Mensagem por Clébio em Ter 21 Out 2014, 14:15

Washington,

Seguindo então o teu raciocínio, havia diferença de cumprimento de Lei de Jesus para conosco ou da profecia que ele deveria se submeter?

A parte de cumprimento da Lei era somente para ele?

Qual era a Lei que ele tinha que cumprir e nós não?

Amigo, a Lei de Deus da Antiga Aliança é a mesma Lei da Nova Aliança nos dias de hoje, permanece a mesma e permanecerá para sempre. Com a Nova Aliança os Dez Mandamentos, a Suprema Lei de Deus, é guardada e gravada na mente daqueles que O buscam, é selada no coração dos Seus discípulos (Isaías 8:16; Hebreus 8:10 a 13; Jeremias 31:31 a 35).

Todos são agora justificados na presença do Pai, através da fé em Jesus, e somente a parti dEle, somos aptos a guardar os Seus mandamentos (Romanos 2:13; Romanos 5:1 e 2; Romanos 16:25 a 27; João 15:9 e 10; Apocalipse 14:12).

Firmando assim a Nova Aliança, superior, perfeita e eterna (Hebreus 9:11 a 15).

Segundo Paulo - “Porque a Lei suscita a ira; mas onde não há Lei, também não há transgressão.” – “Porque até ao regime da Lei havia pecado, mas o pecado não é levado em conta quando não há Lei.”(Rom 4:15 e 5:13)

Aqueles que pregam que, a Lei de Deus foi abolida, forçosamente também terão de crer que não existe pecado, e se assim é, todos são justos, e todos se salvarão, creiam ou não em Cristo, tenham ou não nascido de novo. Sim, porque Deus não pode condenar nem destruir aqueles que não pecaram. Aceitando-se que a Lei Moral foi abolida por Cristo, não há mais necessidade de fé e muito menos angustiar-se por causa da perdição eterna, em chamas crepitantes.

Mais três textos claros definem, se houver dúvidas, que a Lei é imprescindível na dispensação cristã para que possamos apresentar ao mundo que o pecado ainda impera, e, portanto, há necessidade do Salvador Jesus.

• Romanos 3:19 e 20: “… porque pela lei vem o pleno conhecimento do pecado.”
• Romanos 4:15: “… mas onde não há lei, também não há transgressão.”
• Romanos 5:13: “… mas o pecado não é levado em conta não havendo lei.”

É bastante claro o ensino de Paulo. Ele não tem dúvida. A Lei permanece em vigor, enquanto existir pecado. Quando porém este chegar ao fim, a vigência da Lei cessa.

Romanos 7:8 - “Mas o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, despertou em mim toda a sorte de concupiscência; porque, sem Lei, está morto o pecado.“

O apóstolo Paulo descobriu e ensinou que não teria conhecido o pecado se não fosse a Lei (Romanos 7:7). Disse que o pecado não teria valor, estaria morto, se não existisse a Lei (Romanos 5:13). A Lei lhe revelou a hediondez do pecado; por isso afirmou: “… o pecado reviveu e eu morri.” (Romanos 7:9). Mas Paulo não permaneceu morto. Observando a Lei, o pecado desapareceu, ele reviveu para uma vida nova, e quem “morreu” agora foi o pecado, enquanto ele vivia em obediência, livre da penalidade da Lei.

Assim sendo amado, não há no que falar da lei ser revogada...

Meditemos nisso...

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 474
Idade : 66
Cidade/Estado : Manaus/Amazonas
Religião : Cristã
Igreja : Igreja do CRENTE
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -41
Pontos de participação : 1050
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Se Jesus tira "o pecado" do mundo, onde permanece o pecado?

Mensagem por Washington Ruiz em Ter 21 Out 2014, 19:42

Olá, Clébio,

Em primeiro lugar, irmão, discípulos de Jesus são apenas os que estiverem em obediência EXCLUSIVA ao Evangelho. Qualquer outra obediência que não essa, (...), não tem valor nenhum diante de Deus.
=
Jesus nunca obedeceu à Lei como os judeus tinham de obedecer, irmão, posto que se ele a tivesse obedecido como os judeus a obedeciam, com irrestrita exclusividade de obediência, ele teria sido um discípulo de Moisés, como eram todos os da obediência à Lei, no entanto, Jesus ser um discípulo de Moisés é uma tremenda incoerência, não é?
=  
Em Jo 9.16 (Por isso, alguns dos fariseus diziam: Este homem não é de Deus, PORQUE NÃO GUARDA O SÁBADO), está literalmente comprovado que Jesus não era um discípulo de Moisés, posto que ele não guardava o sábado como todos os judeus guardavam, e os escritos deste versículo comprovam que o Evangelho não veio para confirmar a Lei.

Os escritos de Jo 9.22 (Isto disseram seus pais porque estavam com medo dos judeus; pois estes já haviam assentado que, se alguém confessasse ser Jesus o Cristo, fosse expulso da sinagoga), também comprovam que o Evangelho não veio para confirmar a Lei, já que a pregação de Jesus não podia ser aceita por nenhum judeu, discípulo de Moisés, e, se qualquer daqueles discípulos aceitasse qualquer coisa vindo de Jesus, até mesmo um milagre, tinha de ser expulso da sinagoga.

Os escritos de Jo 9.24 (Então, chamaram, pela segunda vez, o homem que fora cego e lhe disseram: Dá glória a Deus; nós sabemos que esse homem é pecador) também comprovam que o Evangelho não veio para confirmar a Lei, posto que aqueles discípulos de Moisés não consideravam Jesus como o filho de Deus, mas como um pecador, que ousava desconsiderar as ordenanças da Lei.

Quando o cego curado, cansado de repetir aos discípulos de Moisés como se deu a sua cura, disse (Jo 9.27): Porventura, quereis vós também tornar-vos seus discípulos(?), aqueles fariseus julgaram estar sendo acusados com a pior das ofensas que um judeu podia suportar: Deixar de ser discípulo EXCLUSIVO de Moisés.

A expressão: Então, o injuriaram, de Jo 9.28, significa que os judeus da Lei estavam proibindo (expulsando) aquele homem de frequentar o templo, mesmo porque aquela cura o classificava inequivocadamente como um discípulo de Jesus e não como um discípulo de Moisés, ou seja,

Quando os judeus disseram (Jo 9.28): Discípulo dele és tu; mas nós somos discípulos de Moisés, temos de entender que Deus nos deixou isso escrito para compreendermos que a DUPLA DISCIPULARIDADE não é uma obediência que deva ser louvada, posto que é condenada até pelos injustos.

Enfim, a expulsão do cego curado por Jesus também é uma prova de que o Evangelho não veio para confirmar a Lei.

Até mais!
avatar
Clébio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 964
Idade : 41
Cidade/Estado : Belo Horizonte - MG
Religião : Cristã
Igreja : Adventista do 7º Dia
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 101
Pontos de participação : 1797
Data de inscrição : 11/02/2014

Re: Se Jesus tira "o pecado" do mundo, onde permanece o pecado?

Mensagem por Clébio em Qua 22 Out 2014, 11:08

Washington,

(...)

(...)

Eu procuro ter prazer na lei de Deus como Paulo e temo viver ser guiado pelo pendor da carne que é inimizade contra Deus e que tem o efeito de produzir um comportamento de não ser sujeito à Lei de Deus.

Se isso é ter uma obediência diferente da que Cristo pede, ficaria estranho Paulo dizer que devemos imitar ele por ser ele imitador de Cristo...

Agora só existe duas situações: Você querido está errado ou Paulo mentiu ao pedir para imitá-lo...

Para eu crer que minha obediência é segundo você diz eu tenho que ignorar as falas de Paulo principalmente quando ele diz que é imitador de Cristo....Por isso tenho prazer na Lei de Deus e sei que o pendor da carne é de inimizade contra a Lei de Deus, segundo o próprio imitador de Cristo falou em Romanos 8:7

(...)

Sem mais...

Washington Ruiz
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 474
Idade : 66
Cidade/Estado : Manaus/Amazonas
Religião : Cristã
Igreja : Igreja do CRENTE
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -41
Pontos de participação : 1050
Data de inscrição : 15/10/2014

Re: Se Jesus tira "o pecado" do mundo, onde permanece o pecado?

Mensagem por Washington Ruiz em Qua 22 Out 2014, 21:51

Olá, Clébio,

Só há um caminho, meu irmão, você sabe disso.

Se estivermos tendo interpretações diferentes dos escritos de Deus, estaremos percorrendo caminhos diferentes, por isso, por estarmos caminhando em sentidos diferentes/opostos, só um de nós pode ser salvo, só um de nós pode estar em correta obediência, (...),

(...)

Se você puder, e fizer um estudo sobre o termo/expressão: Lei de Deus, vai descobrir que somente três vezes esse termo aparece escrito no Evangelho, e nessas três vezes esse termo Lei de Deus está se referindo ao Evangelho e não à Lei de Moisés, isto é,

A Lei de Deus não é mais a Lei de Moisés; não é mais a Escritura nem o Antigo Testamento, mas, sim, a Lei de Cristo, o Evangelho, o Novo Testamento, por isso,

Se você procura ter prazer na Lei de Deus como Paulo teve, você precisa sair dessa obediência em que está, que é a simultânea aos dois testamentos, e entrar para a EXCLUSIVIDADE de obediência ao Evangelho, e passar a ser mais um discípulo exclusivo de Jesus, e deixar de querer ter dois mestres: Moisés e Jesus.

Lembre-se, irmão: só temos um Mestre, por isso, ou somos discípulo de Moisés ou de Cristo. A decisão é sua.

Até mais!

Conteúdo patrocinado

Re: Se Jesus tira "o pecado" do mundo, onde permanece o pecado?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Dom 23 Jul 2017, 03:41