F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Jesus pregou aos espíritos em prisão para salvação? Descida de Jesus ao Hades!

Compartilhe

Gleison Elias
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 3108
Data de inscrição : 24/11/2012

Re: Jesus pregou aos espíritos em prisão para salvação? Descida de Jesus ao Hades!

Mensagem por Gleison Elias em Seg 23 Set 2013, 16:08

Lucio escreveu:a Bíblia diz que eles “abandonaram sua habitação” ou morada e vieram coabitar com as filhas dos homens.
Onde diz isso?

Lúcio Monteiro
(in memorian)

Número de Mensagens : 254
Data de inscrição : 18/08/2012

Re: Jesus pregou aos espíritos em prisão para salvação? Descida de Jesus ao Hades!

Mensagem por Lúcio Monteiro em Seg 23 Set 2013, 21:15

Caro Gleison Elias

A afirmação e seu "corolário" decorre do texto abaixo: 
 
Judas 1:6 diz: “E a anjos, os que não guardaram o seu estado original, mas ("deixaram sua própria habitação" - Almeida Revista e Corrigida; "abandonaram sua morada" –A Bíblia de "abandonaram sua morada” – A Bíblia do Peregrino;  “abandonaram sua própria morada” – Nova Versão Internacional)  abandonaram seu próprio domicílio, ele tem guardado sob trevas, em algemas eternas, para o juízo do grande Dia; (Versão Almeida Atualizada).
 
A inferência de que os anjos que abandonaram sua morada no céu foram morar em outro lugar é óbvia. Que eles fixaram residência por algum tempo aqui na terra e não em outro lugar, se depreende do próprio texto de Gênesis 6:1-4, conforme Nota ao pé da página da Bíblia de Estudos de Genebra, que escreveu:
"Os anjos que deixaram seu principado provavelmente sejam os lascivos "filhos de Deus" mencionados em Gn 6:1-4. De acordo com a doutrina judaica do séc. I, especialmente no livro apócrifo de 1Enoque, os anjos desceram e coabitaram com as mulheres que viveram antes do dilúvio. Sendo assim, o pecado desses anjos caídos é comparado com a "imoralidade sexual" associada a Sodoma e Gomorra (v. 7) - Bíblia de Estudos de Genebra. (O grifo em vermelho é nosso).
 
Estabelecer este ponto é importante, caro Gleison, porque, do contrário, teríamos que fazer inferências biblicamente  indefensáveis, como a presunção extrabíblica de que os anjos que pecaram são anteriores ao pecado do primeiro anjo rebelde, que ocorreu no Éden.
 
Sei que é difícil abrir mão de uma explicação que já tínhamos assumido, mas pense com carinho nessa versão, pois é muito mais sólida e gozou de generalizada aceitação até o quarto século, quando os Padres propuseram outra explicação por causa do conceito mais espiritual sobre os anjos – isto segundo a Bíblia de Jerusalém.
 
Abraço 

Lúcio
avatar
Thiago Novais
- Iniciante -
- Iniciante -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 14
Idade : 34
Cidade/Estado : Bahia
Religião : Cristão SUD
Igreja : A Igreja De Jesus Cristo Dos Santos Dos Ultimos Dias
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 2
Pontos de participação : 18
Data de inscrição : 22/10/2010

Mundo dos espíritos

Mensagem por Thiago Novais em Ter 24 Set 2013, 12:15

Vamos entender um pouco sobre o que significa "paraíso".

É uma expressão moderna que não corresponde ao à palavra original que Jesus Cristo empregou. No original, nada aponta para a tradução "paraíso". A tradução correta sobre o que Cristo disse ao ladrão que estava ao lado dele na cruz foi: Hoje estarás comigo no "mundo dos espíritos".

Sobre a palavra "hades" e "sheol" no hebraico, significa também "mundo dos espíritos".

Logo, as palavras "hades, sheol, paraíso e também, espíritos em prisão", todos esses termos significa a mesma coisa: O mundo dos espíritos!

Então quando Jesus Cristo foi pregar "no mundo dos espíritos", não foi somente anunciar sua vitória, Ele pregou o evangelho aos espíritos para que pudessem ter uma oportunidade justa de ouvir a salvação ou seja:

Aqueles que viveram na terra e "não tiveram oportunidade de ouvir o evangelho da salvação" e que se tivessem ouvido teriam acreditado, más por causa que morreram sem ouvir, terão essa oportunidade.

Lembrando que não é uma nova chance ou uma nova oportunidade. Só poderão crer no evangelho aqueles espíritos de pessoas que não tiveram a oportunidade de ouvir o evangelho enquanto estava no seu tabernáculo de carne.

Um bom exemplo que costumo usar é sobre a salvação dos índios. Eles nunca ouviram falar de Jesus Cristo, o que acontece quando morrem? As escrituras ensina que a salvação só pode vim por meio de Jesus Cristo, más se eles nunca ouviram falar sobre esse evangelho, é justo que ao morrer serão condenados eternamente? Ou por não ouvir serão salvos? Não pode haver contradição nas escrituras, se a salvação vem por meio de da fé em Jesus Cristo então digo:

Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.
Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue?
E como pregarão, se não forem enviados? como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas.
Mas nem todos têm obedecido ao evangelho; pois Isaías diz: Senhor, quem creu na nossa pregação?
De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.
Romanos 10:13-17

Como cremos que Deus seja justo, não seria injustiça condenar os que morrem sem ouvir o evangelho? Hoje em dia muitos ainda morrem sem saber quem é Jesus Cristo, essas almas estão indo para o "mundo dos espíritos" onde terão uma oportunidade justa de ouvirem o evangelho da salvação.

Esse é o motivo pelo qual Jesus Cristo foi ao mundo dos espíritos anunciar as boas novas do evangelho da salvação.

O assunto pode se estender muito.

Abraço

Thiago Novais

Lúcio Monteiro
(in memorian)

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 254
Idade : 64
Cidade/Estado : Recife - PE
Religião : Testemunha de Jeová
Igreja : Testemunha de Jeová
País : Brasil.
Mensagens Curtidas : 56
Pontos de participação : 448
Data de inscrição : 18/08/2012

Re: Jesus pregou aos espíritos em prisão para salvação? Descida de Jesus ao Hades!

Mensagem por Lúcio Monteiro em Ter 24 Set 2013, 22:38

Caro Thiago
 
Você fez algumas reflexões corretas sobre alguns assuntos, mas elas não têm uma conexão entre si. O segredo de se entender a Bíblia não são as verdades que podem às vezes emanar de um ou outro versículo isolado, mas o encadeamento lógico entre todos os versículos que aludem ao mesmo assunto (2Pedro 1:20).
 
Outro obstáculo sério a se entender a Bíblia é o alguém se fundamentar  no “altamente complexo universo do eu-acho-que”.  Quando as informações em que o achismo se baseia são precárias  é impossível se tirar conclusões verdadeiras.
 
Por exemplo, você quis ensinar que paraíso” significa “mundo dos espíritos”, e que “as palavras “hades” e “sheoll” no hebraico, significam também “mundo dos espíritos”.  E teve a candura de afirmar que “a tradução correta sobre o que Cristo disse ao ladrão que estava ao lado dele na cruz foi: “Hoje estarás comigo no “mundo dos espíritos”. No entanto, as palavras “hades”, “sheol”  e  “paraíso”  - cujo significado você pesquisou em fonte não confiável -  não aparecem em nenhum dos textos em discussão, relacionados aos  “espíritos em prisão” (1 Pedro 3:18; 2 Pedro 2:4; Judas 1:7). O termo grego que aparece apenas em  2 Pedro 2:4 - sobre os anjos que pecaram - é “tar-ta-ró-sas” , do verbo grego “tar-ta-ró-o”. originando a expressão “lançando-os no Tártaro".   Que lá não se encontram  pessoas falecidas, mas apenas “os anjos que pecaram”  é esclarecido no link abaixo (vale a pena abri-lo), do qual transcrevo alguns parágrafos:


 http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/1001060091#h=0:0-11:0

Sobre a expressão "Lançando-os no Tártaro" (2 Pedro 2:4), o Apêndice 4D escreveu:

“Na Ilíada, do antigo poeta Homero, a palavra tár·ta·ros denota uma prisão subterrânea tanto abaixo do Hades, como a terra está abaixo do céu. Os detidos nele não eram almas humanas, mas os deuses inferiores, espíritos, a saber, Cronos e os outros titãs que se haviam rebelado contra Zeus (Júpiter). Era a prisão estabelecida pelos deuses míticos para os espíritos que haviam expulsado das regiões celestiais, e encontrava-se abaixo do Hades, no qual se pensava que as almas humanas eram confinadas na morte. Na mitologia, tár·ta·ros era a mais baixa das regiões inferiores e um lugar de escuridão. Envolvia todo o submundo, assim como os céus envolviam tudo o que havia por cima da terra. Portanto, na mitologia grega pagã, tár·ta·ros representava um lugar de confinamento, não de almas humanas, mas de espíritos titânicos, e um lugar de escuridão e de rebaixamento.

Em
Jó 40:20, na LXX, lemos a respeito do beemote: “E depois de subir a um monte íngreme, deu alegria às criaturas quadrúpedes na profundeza [ἐν τῷ ταρτάρῳ (“no tártaro”)].” Em Jó 41:31, 32 (41:23, 24, LXX) lemos a respeito do leviatã: “Ele faz a profundeza ferver como um caldeirão de latão; e considera o mar como pote de ungüento, e a parte mais baixa da profundeza [τὸν δὲ τάρταρον τῆς ἀβύσσου (“o tártaro do abismo”)] como cativa: ele encara a profundeza como seu território.” O uso de tár·ta·ros nestes versículos, na LXX, torna claro que esta palavra foi usada para indicar um lugar inferior, sim, a “parte mais baixa” do abismo.

As Escrituras Sagradas não consignam nenhuma alma humana ao tár·ta·ros, mas consignam ali apenas criaturas espirituais, a saber, “os anjos que pecaram”. Serem estes lançados no tár·ta·ros denota o mais profundo rebaixamento deles enquanto ainda estão vivos. Isto serve de punição pelo seu pecado de rebelião contra o Deus Altíssimo. O apóstolo Pedro associa a escuridão com a condição rebaixada deles, dizendo que Deus “entregou-os a covas de profunda escuridão, reservando-os para o julgamento”. —
2Pe 2:4.

Os pagãos, nas suas tradições mitológicas a respeito de Cronos e os rebeldes deuses titãs, apresentavam um conceito deturpado sobre o rebaixamento de espíritos rebeldes. Em contraste com isso, o uso que Pedro faz do verbo tar·ta··o, “lançar no Tártaro”, não significa que “os anjos que pecaram” tenham sido lançados no mitológico Tártaro pagão, mas que eles foram rebaixados pelo Deus Altíssimo do lugar celestial que ocupavam e dos seus privilégios ali, e foram entregues a uma condição de mais profunda escuridão mental quanto aos luminosos propósitos de Deus. Tinham também apenas uma perspectiva lúgubre quanto ao que finalmente lhes iria acontecer, que, segundo mostram as Escrituras, é a destruição eterna, junto com seu governante, Satanás, o Diabo. Portanto, o Tártaro denota a condição mais inferior de rebaixamento desses anjos rebeldes.
Verbete “Tártaro” da Obra “Estudo Perspicaz das Escrituras" http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/1200004329
A Obra \"Estudo Perspicaz das Escrituras", sob o verbete Tártaro, escreveu:"O Tártaro não é, pois, a mesma coisa que o termo hebraico Seol, ou o grego Hades, os quais se referem à sepultura terrestre comum de toda a humanidade. Isto se torna evidente do fato de que, ao passo que o apóstolo Pedro mostra que Jesus Cristo pregou a estes “espíritos em prisão”, ele também indica que Jesus o fez, não durante os três dias em que se achava sepultado no Hades (Seol), mas depois de ser ressuscitado do Hades. — 1Pe 3:18-20.
 
Semelhantemente, a condição degradada que é representada pelo Tártaro não deve ser confundida com o “abismo” em que Satanás e seus demônios serão por fim lançados durante os mil anos do reinado de Cristo. (Re 20:1-3) Pelo visto, os anjos desobedientes foram lançados no Tártaro nos “dias de Noé” (1Pe 3:20), mas, uns 2.000 anos depois, encontramo-los suplicando a Jesus que “não lhes ordenasse que se afastassem para o abismo”. — Lu 8:26-31; veja ABISMO.
 
A condição de total degradação, representada pelo Tártaro, é precursora do abismar que Satanás e seus demônios sofrerão antes do início do Reinado Milenar de Cristo. A isso se seguirá, por sua vez, após o fim dos mil anos, a completa destruição deles na “segunda morte”. — Mt 25:41; Re 20:1-3, 7-10, 14.
 
Portanto, caro Thiago Novais, sugiro processar a informação acima e postar um comentário reformulado sobre o assunto. Não se sinta constrangido, pois, aqui no forum, todos nós aprendemos porque ninguém sabe tudo.
 
Abraço
 
Lúcio
avatar
Thiago Novais
- Iniciante -
- Iniciante -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 14
Idade : 34
Cidade/Estado : Bahia
Religião : Cristão SUD
Igreja : A Igreja De Jesus Cristo Dos Santos Dos Ultimos Dias
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 2
Pontos de participação : 18
Data de inscrição : 22/10/2010

Re: Jesus pregou aos espíritos em prisão para salvação? Descida de Jesus ao Hades!

Mensagem por Thiago Novais em Ter 24 Set 2013, 23:57

Opa Lúcio Monteiro

De tudo que você escreveu, o que mais me chamou a atenção foi quando disse para eu não ficar constrangido! Isso foi hilario e revelou um pouco sobre sua personalidade.

Sim... já estou indo dormir e queria poder responder com mais calma. Também não poderia ir para minha cama sem deixar claro algo para você.

A sua forma de estudar a Bíblia, os meios, os fatos e as demais coisas que você usa, ira levar você a um entendimento correto? Correto! Logo, esse entendimento vai cair no mesmo argumento que fui levemente acusado por você, o famoso "achismo".

Tudo que você escreveu sobre a interpretação dessa escritura que estamos debatendo não passa de sua opinião! Simplesmente o que foi escrito por você, é o que você "acha". Pode dizer que estudou anos de teologia, horas de hermenêutica tempos de apologéticas más toda conclusão que você chegará será um "achismo". Agora vamos entender porque estou dizendo isso ok?!

Seria uma resposta 100% correta sobre o assunto se o "autor" que escreveu, estivesse vivo para nos informar qual a verdade escrita ali certo? Isso é obvio. Infelizmente não temos alguém que pelo menos viveu com o "autor" para poder ter testemunhado o que ele quis dizer. Logo, todo o seu entendimento, o meu entendimento o entendimento de outros não passa de verdades particulares e achismos ok?

Não se ensoberbeça pelo seu dizer sobre achismo, porque no fundo todo seu conhecimento é achismo. Jamais você pode dizer que a verdade esta com você, pois sua verdade é a forma e o meio pelo qual você interpreta certo?

É triste ver tantas "igrejas" evangélicas unidas em alguns fundamentos e completamente inimigas em outro. Porque isso acontece? Simplesmente pela astucia humana de achar que sua interpretação é verdadeira e a do irmão é falsa. É triste? É lamentável? Sim, e agora? Vamos pegar nossos diplomas e defender a verdade? Ou vamos ser humildes em reconhecer que a verdade morreu com os apóstolos e profetas que guiavam o povo de Deus.

Bom, posso dizer que meu conhecimento e minhas respostas não vem de particular interpretação ou de longas datas de estudo e exageros. Más sim, afirmo que meu entendimento vem por meio de revelação atual ou seja, revelação moderna dado a liderança da Igreja de Jesus Cristo. Não quero entrar em detalhes, más o que posso deixar claro para você querido Lúcio Monteiro, é que seu cristianismo não é o mesmo que o meu! No decorrer dessa jornada aqui, abrirei alguns tópicos que podem levantar polemicas e trazer muitas verdades ocultas.

Enfim... o assunto é "espíritos em prisão", então vamos focar nele ok? Gostaria que sua resposta fosse menos enfeitada e mais simples para saber o que você "acha"? São anjos caídos que estão presos? Espíritos de pessoas mortas? O que você "acha" meu amigo Lúcio Monteiro?

Uma boa noite e um abraço.

Thiago Novais

Wagner Aparecido
- Adão / Eva -
- Adão / Eva -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 28
Idade : 41
Cidade/Estado : santo andré - sp
Religião : evangelico não praticante
Igreja : nenhuma atualmente
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 0
Pontos de participação : 28
Data de inscrição : 23/09/2013

Re: Jesus pregou aos espíritos em prisão para salvação? Descida de Jesus ao Hades!

Mensagem por Wagner Aparecido em Seg 07 Out 2013, 23:40

A mensagem 30, eu acho mais coerente e alias temos a mesma opinião, mas não somos donos da verdade, a saber, Cristo é senhor, e todos nós reconhecemos isso. Divergirmos-nos sobre citações bíblicas, mas todos nós temos o nosso ponto de vista, e respeitar o direito, é o principio para um bom entendimento.
Eu só acho o seguinte: Todos os anjos do Céu sabiam e sabem que Jesus veio a nós, nascer de mulher, também o Diabo e seus demônios.
Os homens souberam por que a muito fora anunciado, e se viu cumprir, testificamos isso pela fé.
Se, abrangermos que também ao longo do tempo,os homens viveram,vivem e viverão e morrem no seu tempo, e nunca ouvirem jamais, falar de Deus, em algum dia de suas vidas, sejam esses julgados pela obra que fizerem em vida, inocentes é de nunca terem ouvido sobre o verdadeiro Deus, mas não escaparão do justo juízo sobre o que fizerem de bom ou mal em suas vidas.E,isso será a balança pra se estar escrito no livro da vida, no dia do juízo.
Os que viveram, vivem e viverão, e há seu tempo morrem. Ao aceitarem a esse Deus pela fé na palavra, a ele já os pertencem.
Os que viveram, vivem e viverão não o aceitando, inocentes não são, em nenhum tempo.
A meu ver, não caberia Jesus descer e pregar aos espíritos em prisão, ou seja, os que negaram em vida a palavra, quando a longanimidade de Deus esperava pela construção da arca.
O que foi dito, ouvido e não ouvido, o que se fez ou deixou de se fazer, num outro tempo já foi.
Pela desobediência ouve o pecado, dando o direito ao Diabo sobre o homem, mas por nosso senhor Jesus Cristo é resgatado. Como filho do homem pagou em si mesmo, preço de resgate, nos trazendo todos sem exceção a novo juízo, ora, por quê? Por que antes já estávamos todos condenados.
Satanás poderia alegar a Deus, serem seus aqueles que morreram servindo Deus? Sim poderia!Por consequência do pecado se originar em adão e abranger a todos, ora, todos para condenação.
Mas como alegar agora? Se Jesus vive, morre e ressuscita por não ter pecado! Traz sobre si todos os nossos erros, todos por causa dele para juízo de salvação. Antes de cristo Jesus, seria impossível, nega-lhe esse direito.
Bem, se o diabo e seus demônios e todos os anjos, o viram vencer sua morte em cruz, o homem esteve presente em sua morte!Quem na criação de Deus não soube de nenhum desses eventos?Se a quem morre se espera apenas o Juízo, por mais nada saberem!Se Enoque, Moises, Melquisedeque e Elias, eu acredito que não viram a morte, conscientes até estariam desse evento, creio eu, no céu!Quem seria então?
 
Gênesis 6:1-3
 
 
E aconteceu que, como os homens começaram a multiplicar-se sobre a face da terra, e lhes nasceram filhas,
Viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram.


Judas 1:6-7
 
E aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, reservou na escuridão e em prisões eternas até ao juízo daquele grande dia;
Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se entregue à fornicação como aqueles, e ido após outra carne, foram postas, por exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno.

Ele foi apresentar-se como vencedor, a aqueles anjos que nos tempos que antecederam o dilúvio, deixaram por vontade própria sua habitação no céu. Estes que foram as filhas dos homens na forma humana, que se relacionou com elas, tal como Sodoma e Gomorra que iam à outra carne. Ora, Os habitantes dessas cidades corrompiam a ordem natural, do homem coabitar com a mulher apenas. Assim fizeram esses anjos, não respeitaram seus princípios, de serem apenas seres espirituais, e quiseram também se tornar homens. A estes foi Jesus pregar sim, que ele venceu as tentações humanas, que dele se tinha profetizado os profetas em outros tempos. Estes anjos que não tinham conhecimento de nada que se ocorre, a estes, por estarem presos.
                                                                                                                       
O diabo e seus demônios não estão presos cito: "E num dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o Senhor, veio também Satanás entre eles. Então o Senhor disse a Satanás: Donde vens? E Satanás respondeu ao Senhor, e disse: De rodear a terra, e passear por ela." [Jó 1:6-7].

Esse é o meu ponto de vista.
avatar
Gleison Elias
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Bíblia NV: goo.gl/7gC7Ih
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3108
Idade : 21
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : Corpo de Cristo
País : .
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 9583
Data de inscrição : 24/11/2012

Re: Jesus pregou aos espíritos em prisão para salvação? Descida de Jesus ao Hades!

Mensagem por Gleison Elias em Ter 08 Out 2013, 03:12

Lucio escreveu:Estabelecer este ponto é importante, caro Gleison, porque, do contrário, teríamos que fazer inferências biblicamente indefensáveis, como a presunção extrabíblica de que os anjos que pecaram são anteriores ao pecado do primeiro anjo rebelde, que ocorreu no Éden.
Não acredito em anjos pecadores.

Sei que é difícil abrir mão de uma explicação que já tínhamos assumido, mas pense com carinho nessa versão, pois é muito mais sólida e gozou de generalizada aceitação até o quarto século, quando os Padres propuseram outra explicação por causa do conceito mais espiritual sobre os anjos – isto segundo a Bíblia de Jerusalém.
Já acreditei assim, e vc, já acreditou como nós? Eis a questão.

Gleison.
avatar
Diephe
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : Dispenseiro
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 450
Idade : 43
Cidade/Estado : RS
Religião : Adocionista
Igreja : Cristo
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -57
Pontos de participação : 1098
Data de inscrição : 25/03/2013

Re: Jesus pregou aos espíritos em prisão para salvação? Descida de Jesus ao Hades!

Mensagem por Diephe em Sex 11 Out 2013, 14:32

1 Coríntios 7:21 e 22
"Foste chamado sendo escravo? não te dê cuidado; e, se ainda podes ser livre, aproveita a ocasião.
Porque o que é chamado pelo Senhor, sendo escravo, é liberto do Senhor; e da mesma maneira também o que é chamado sendo livre, escravo é de Cristo.
Fostes comprados por bom preço; não vos façais servos dos homens".


Os presos são judeus circuncidados que se convertem a Cristo aceitam que o preço foi pago por Ele. A prisão é a Casa de Israel.

Gentios não circuncisos são os livres que aceita Jesus Cristo por livre vontade.

Mas e o ministério de Jesus era para gentios ou para os judeus?
Mateus 15:24 "E ele, respondendo, disse: Eu não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel".

Obs.: Saliento que o texto fala de ministério. Adventistas não aceitam isto porque acham que se concordarem com isto Jesus estaria abolindo a lei. Evangélicos em geral defendem isto com unhas e dentes porque assim os ensinos (lei) de Cristo seria só para os judeus. Como já disse no outro post: Ninguém quer a Verdade, o que querem é estarem certos e serem "doutores".

Como gentios se tornariam escravos de Cristo se não fosse através de ordens? Se as palavras de Cristo, no seu ministério focado no povo judeu, valem somente para eles, então os gentios não tem Senhor. Porque escravo é aquele que tem a obrigação no cumprimento de ordens e livre aquele que não tem. Se Evangélicos são livres "de lei" então assumem publicamente que não são escravos de Cristo e não cumprem as suas palavras. Adventistas defendem que os ensinos de Cristo valem para todos, pensando que com isto Cristo estarias conduzindo todos a forma legislativa do povo de Israel.

Cristo é Senhor e tem o seu próprio sistema legislativo. Sim, Ele pode usar as mesmas leis mas, o sistema legal para obedecer seguem outras e novas regras.

Entendeu porque as igrejas citam teorias esdrúxulas para torcer as Escrituras naquilo que pregam? Para defenderem teorias mais esdrúxulas ainda em outros pontos.

Ou com Moisés ou sem Cristo dá na mesma; tudo é ensino anti (contra) Cristo.

Não há necessidade de se criar um outro evangelho para explicar isso. study
Jesus no inferno? Só faltava essa...

Lúcio Monteiro
(in memorian)

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 254
Idade : 64
Cidade/Estado : Recife - PE
Religião : Testemunha de Jeová
Igreja : Testemunha de Jeová
País : Brasil.
Mensagens Curtidas : 56
Pontos de participação : 448
Data de inscrição : 18/08/2012

Re: Jesus pregou aos espíritos em prisão para salvação? Descida de Jesus ao Hades!

Mensagem por Lúcio Monteiro em Seg 14 Out 2013, 10:52

Que Jesus "desceu aos infernos" e a "ao terceiro dia ressurgiu dos mortos", está no Credo católico desde seus primórdios,  que o Papa João XXIII substituiu por "desceu à mansão dos mortos".
avatar
Gerson Witezak
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 575
Idade : 38
Cidade/Estado : Varzea Grande MT
Religião : Cristão
Igreja : Congregação Cristã no Brasil CCB
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 1108
Data de inscrição : 01/06/2010

Resposta ao ínicio do tópico!

Mensagem por Gerson Witezak em Qui 24 Out 2013, 03:22

A paz de Deus a todos...

" 1) Nesta descida ao Hades Cristo efetuou uma grande e permanente mudança na região dos salvos, isto é, nas condições dos justos mortos. Ele “anunciou” a sua vitória aos espíritos ali retidos. É o que significa a expressão de Pedro, que “Cristo ... pregou aos espíritos em prisão ....” (1Pe 3.18-20). A palavra “pregou” usada no original implica em anunciar, comunicar, não exatamente pregar como se entende em homilética. Portanto não foi para salvação e sim para proclamar sua vitória. "

Que sentido há em proclamar vitória à espíritos presos???

Poderia concordar em uma proclamação de vitória aos espíritos que aprisionaram os que estão em prisões...Mais proclamar vitória a espíritos presos, não faz sentido em Cristo!

"2) Cristo, através do Espírito Santo, na vida de Noé, pregou àqueles que foram referidos como "espíritos em prisão" em 1Pe 3.19, ou seja, aos que, em outro tempo, foram rebeldes, ... nos dias de Noé."

Nem Cristo, nem Espírito Santo, nem Graça de Deus estava na Terra nos dias de Noé...Não havia evangelho de salvação Eterna nos dias de Noé...
Cristo é a Vida Eterna, por isso Ele anunciou aos espíritos em prisões...Pois a eles também foi dado o direito de ouvir a voz do evangelho, porque a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.


"Algumas considerações finais:

1) Os "espíritos em prisão" são os contemporâneos de Noé pelo contexto de 1 Pedro 3, não podendo ser relacionados aos anjos ou demônios.
"


Correto!

"2) Que pregação nem podia ser para segunda oportunidade de salvação aos perdidos depois da morte, pois depois da morte vem o juízo (Hb 9.27) e com ele o destino eterno da pessoa, sem qualquer mudança no seu estado (Lc 16.26). "

Se não houvesse Salvação depois da Morte usando esse argumento, que sentido faz Deus enviar Jesus Cristo (A VIDA ETERNA) na Terra???
Não se esqueça que ainda que os homens estivem vivos na carne, contudo todos estavam mortos para Deus, pelo pecado!
Tanto os vivos, como os mortos carnalmente, Todos estavam mortos espiritualmente....
Jesus Cristo é a própria Vida Eterna, por isso ele pregou a vivos e a mortos (que foram antes dele).Porque tanto uns, como outros, Todos estavam mortos para Deus! Todos estavam presos...

A Vida eterna veio anunciar aos mortos, e isso implica desde Adão, o primeiro homem até nos dias da morte de Jesus Cristo na cruz! Todos ouviram a voz da Salvação!



"3) Ratificando: Cristo, através do Espírito Santo, na vida de Noé, pregou aos contemporâneos deste, que são referidos como "espíritos em prisão" em 1Pe 3.19, ou seja, aos que, em outro tempo, foram rebeldes, ... nos dias de Noé.

Então Jesus esteve no inferno? Sim, mas não para pregar com fins para salvação!
"


Discordo plenamente!
Jesus Cristo esteve no inferno, e anunciou aos cativos a salvação eterna!



"Ratificando:

Cristo pregou, através da pessoa de Noé (quando em vida), uma mensagem de advertência àqueles que (contemporâneos de Noé), por terem rejeitado a sua mensagem, são agora espíritos em prisão.

Veja que 1Pe 1.11 diz que o Espírito de Cristo falou através dos profetas do Antigo Testamento. Mantendo esse entendimento, 2Pe 2.5 no informa que Noé era um "pregoeiro da justiça". Portanto, o Espírito de Cristo pregou através de Noé para aqueles que não tinham Deus, e agora aguardam o juízo final no Hades, pois depois da morte vem o juízo (Hb 9.27) - sem segunda chance nem para poucos nem para todos que se encontram no Hades.
"



Noé não pregou Salvação eterna...Mais Salvação do dilúvio!


Conclusão:

Entendo que Jesus Cristo veio trazer Vida Eterna aos que estavam mortos para Deus.
E nisso não há diferença, entre os que estavam no hades, e entre os que estavam na Terra, pois Todos, desde Adão, estavam mortos para Deus!


Gerson Witezak
avatar
Norberto
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Status : "Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )" (Oséias 6.3)
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 4295
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : .
País : .
Mensagens Curtidas : 154
Pontos de participação : 17339
Data de inscrição : 17/11/2008

Re: Jesus pregou aos espíritos em prisão para salvação? Descida de Jesus ao Hades!

Mensagem por Norberto em Qui 24 Out 2013, 09:10

.
Gerson Witezak,

Gerson Witezak escreveu:Conclusão:

Entendo que Jesus Cristo veio trazer Vida Eterna aos que estavam mortos para Deus.
E nisso não há diferença, entre os que estavam no hades, e entre os que estavam na Terra, pois Todos, desde Adão, estavam mortos para Deus!
O seu entendimento é que todos que viveram antes de Cristo, e morreram fisicamente crendo nas promessas de Deus ou não crendo, necessitavam de Jesus ir proclamar sobre a vida eterna, mediante o sacrifício vicário?
.
avatar
Gerson Witezak
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 575
Idade : 38
Cidade/Estado : Varzea Grande MT
Religião : Cristão
Igreja : Congregação Cristã no Brasil CCB
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 1108
Data de inscrição : 01/06/2010

Re: Jesus pregou aos espíritos em prisão para salvação? Descida de Jesus ao Hades!

Mensagem por Gerson Witezak em Qui 24 Out 2013, 14:39

Norberto!

Norberto escreveu:Gerson Witezak,

Gerson Witezak escreveu:
Conclusão:

Entendo que Jesus Cristo veio trazer Vida Eterna aos que estavam mortos para Deus.
E nisso não há diferença, entre os que estavam no hades, e entre os que estavam na Terra, pois Todos, desde Adão, estavam mortos para Deus!
O seu entendimento é que todos que viveram antes de Cristo, e morreram fisicamente crendo nas promessas de Deus ou não crendo, necessitavam de Jesus ir proclamar sobre a vida eterna, mediante o sacrifício vicário?

Entendo que Jesus Cristo é a Vida Eterna, e a ressurreição.

Noé, Abraão, Isaque, Jacó, os profetas e todos quantos creram na promessa de Deus antes de Jesus, não alcançaram a Vida em seus dias, mas creram-na pela fé, esperando a promessa de Deus (o Cristo, a Vida eterna). Aos crentes na promessa de Deus, Jesus Cristo veio proclamar vitória; mais muitos nunca ouviram falar nessa promessa que Deus fez a Abraão, pois nos tempos de Noé nem promessa existia!

Jesus no hades, além de anunciar Salvação aos que estavam cativos, foi provar para a morte e para Satanás que ele é o filho Deus, o enviado; E tomou das mãos de Satanás a chave da morte e do inferno, levando o cativo em cativeiro, dando dons aos homens, e recebendo todo poder, no Céu, na terra e debaixo da terra!

Os que estavam no hades (os espíritos cativos), não teve segunda chance como alguns podem pensar; Porque tanto os que estavam vivos na carne nos dias de Jesus, como os que estavam mortos desde Adão, Todos tiveram a mesma oportunidade de ouvir a voz do evangelho de Cristo Jesus!

É assim que entendo Norberto!

Gerson Witezak
avatar
Norberto
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Status : "Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )" (Oséias 6.3)
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 4295
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : .
País : .
Mensagens Curtidas : 154
Pontos de participação : 17339
Data de inscrição : 17/11/2008

Re: Jesus pregou aos espíritos em prisão para salvação? Descida de Jesus ao Hades!

Mensagem por Norberto em Qui 24 Out 2013, 20:29

.
Gerson Witezak,

Não entendi bem duas citações suas. Estão contraditórias ou nao?

Veja as partes em negrito:

Gerson Witezak, na mensagem 40 escreveu:Nem Cristo, nem Espírito Santo, nem Graça de Deus estava na Terra nos dias de Noé... Não havia evangelho de salvação Eterna nos dias de Noé...
Gerson Witezak, na mensagem 42 escreveu:Os que estavam no hades (os espíritos cativos), não teve segunda chance como alguns podem pensar; Porque tanto os que estavam vivos na carne nos dias de Jesus, como os que estavam mortos desde Adão, Todos tiveram a mesma oportunidade de ouvir a voz do evangelho de Cristo Jesus!
No primeiro trecho você afirma que não havia evangelho. Já no segundo você afirma que todos tiveram a mesma oportunidade de ouvir a voz deste evangelho.
.

Lúcio Monteiro
(in memorian)

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 254
Idade : 64
Cidade/Estado : Recife - PE
Religião : Testemunha de Jeová
Igreja : Testemunha de Jeová
País : Brasil.
Mensagens Curtidas : 56
Pontos de participação : 448
Data de inscrição : 18/08/2012

Re: Jesus pregou aos espíritos em prisão para salvação? Descida de Jesus ao Hades!

Mensagem por Lúcio Monteiro em Qui 24 Out 2013, 23:33

Usando só a Bíblia, não há possibilidade de mais de um entendimento desse texto de 1 Pedro 3:19:

1) Jesus não foi pregar o evangelho, que quer dizer BOAS NOVAS. O texto 1 Pedro 3:19  diz que Jesus foi ANUNCIAR AS NOVAS, sem o adjetivo BOAS. Logo, não se destinava a salvar ninguém e sim a divulgar uma informação necessária.

2)O texto diz que Jesus foi INFORMAR AS NOVAS aos espíritos em prisão, e o próprio Pedro, em sua segunda carta, explica que esses espíritos são os anjos que pecaram e a prisão se chama Tártaro. ( 2 Pedro 2:4).

3) A forte similaridade que existe entre a carta de Judas e o segundo capítulo da segunda carta de Pedro indica que Judas escreveu depois de ler a segunda carta de Pedro. Judas 1:6 e 7 se refere também aos anjos que pecaram, e informa adicionalmente os pecados que os anjos cometeram: abandonaram o seu domicílio [onde tinham suas designações de serviço] no céu e vieram morar e se prostituir aqui na terra. Isto obrigatoriamente nos leva a Gênesis 6:2-4, fechando o ciclo desses quatro textos, que elucidam completamente o assunto, se só for usada a Bíblia para explicação.

4) As NOVAS que os espíritos em prisão (ou anjos que pecaram nos dias do Dilúvio) estavam ansiosos para saber era se JESUS FOI OU NÃO FIEL ATÉ O FIM DE SUA VIDA HUMANA. Se Jesus cometesse um único pecado após ser ele esvaziado de sua glória no céu e sofrer injustamente a mais ignominiosa das mortes na terra, os anjos que pecaram teriam que ser libertados do Tártaro visto que poderiam vindicar a isonomia de tratamento, já que o próprio Filho de Deus também teria pecado.

5) É bom lembrar que este era o ponto em questão no livro de Jó, quando o próprio Satanás afirmou diante d "os filhos de Deus" ali presentes que "tudo o que o homem tem dará em troca de sua alma (ou vida)". Embora ele se referisse especificamente a Jó, a acusação de que as criaturas de Deus só o servem por interesse, atingia principalmente o Homem Jesus.

6) Portanto, algum tempo depois de sua ressurreição em corpo espiritual  (não antes, como se cogita popularmente), Jesus desceu [não aos infernos, mas] ao Tártaro e os anjos lá aprisionados puderam vê-lo ressuscitado, indicando que ele morrera em total fidelidade ao Pai. Um dos principais objetivos de Jesus foi cumprido: "Para isso, nasci, e para isto vim ao mundo: a fim de dar testemunho da Verdade".  Ele provou, com sua fidelidade, muito mais do que Jó, que Jeová é verdadeiro e Satanás, mentiroso.

7) Assim, os "espíritos em prisão" ou "anjos que pecaram", que estavam presos no Tártaro, tomaram ciência também que sua prisão seria mantida até seu julgamento definitivo e final. Este só ocorreria quando os autos do processo fossem completados com a segunda parte da resposta de Jesus às acusações de Satanás: seu governo de mil anos terá de provar ser bem sucedido, em contraste ao governo de Satanás, por seis mil anos. Só lá no futuro, depois dos mil anos,  se completarão os autos do julgamento que proverá a base legal para o julgamento de Satanás e seus anjos e homens rebeldes e firmará a jurisprudência para aplicação a qualquer possível, mas inteiramente improvável, rebelião no futuro.


Lúcio
avatar
Gerson Witezak
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 575
Idade : 38
Cidade/Estado : Varzea Grande MT
Religião : Cristão
Igreja : Congregação Cristã no Brasil CCB
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 1108
Data de inscrição : 01/06/2010

Re: Jesus pregou aos espíritos em prisão para salvação? Descida de Jesus ao Hades!

Mensagem por Gerson Witezak em Sex 25 Out 2013, 01:46

Norberto escreveu:Gerson Witezak,

Não entendi bem duas citações suas. Estão contraditórias ou nao?

Veja as partes em negrito:

Gerson Witezak, na mensagem 40 escreveu:
Nem Cristo, nem Espírito Santo, nem Graça de Deus estava na Terra nos dias de Noé... Não havia evangelho de salvação Eterna nos dias de Noé...
Gerson Witezak, na mensagem 42 escreveu:
Os que estavam no hades (os espíritos cativos), não teve segunda chance como alguns podem pensar; Porque tanto os que estavam vivos na carne nos dias de Jesus, como os que estavam mortos desde Adão, Todos tiveram a mesma oportunidade de ouvir a voz do evangelho de Cristo Jesus!
No primeiro trecho você afirma que não havia evangelho. Já no segundo você afirma que todos tiveram a mesma oportunidade de ouvir a voz deste evangelho.

Oque eu quis dizer na mensagem 42: Os espíritos cativos não tiveram segunda chance, mais a mesma chance que os que estavam vivos nos dias de Jesus, é isso que eu quis dizer.

Porque tanto os que estavam vivos na carne nos dias de Jesus, como os espíritos cativos desde o tempo de Adão, todos tiveram a mesma oportunidade; De ouvir o evangelho do Senhor Jesus, pois Jesus anunciou Tanto a vivos durantes 3 anos, como aos mortos durante 3 dias!
É isso que eu quis dizer! Entendeu?
Desculpa o embaraço!
avatar
Norberto
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Status : "Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )" (Oséias 6.3)
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 4295
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : .
País : .
Mensagens Curtidas : 154
Pontos de participação : 17339
Data de inscrição : 17/11/2008

Re: Jesus pregou aos espíritos em prisão para salvação? Descida de Jesus ao Hades!

Mensagem por Norberto em Sex 25 Out 2013, 10:59

.
Gerson Witezak, agora entendi.

Tiveram a mesma chance porque de Evangelho eles não ouviram, os que morreram antes de Cristo. Então quando foi anunciado por Jesus após sua porte, o anúncio era a primeira chance e não segunda chance.

Se eu ainda etiver errado no entendimento me corrija.

No entanto, particularmente não creio assim, pois Abraão por exemplo, foi justificado pela sua fé que teve em Deus e suas promessas, quando foi pedido seu filho Isaque.
.
avatar
Gerson Witezak
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 575
Idade : 38
Cidade/Estado : Varzea Grande MT
Religião : Cristão
Igreja : Congregação Cristã no Brasil CCB
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 1108
Data de inscrição : 01/06/2010

Re: Jesus pregou aos espíritos em prisão para salvação? Descida de Jesus ao Hades!

Mensagem por Gerson Witezak em Sex 25 Out 2013, 13:21

Olá Norberto!

Norberto escreveu:Gerson Witezak, agora entendi.

Tiveram a mesma chance porque de Evangelho eles não ouviram, os que morreram antes de Cristo. Então quando foi anunciado por Jesus após sua porte, o anúncio era a primeira chance e não segunda chance.

Se eu ainda etiver errado no entendimento me corrija.
Isso mesmo...É isso que eu quis dizer.

Agora vamos falar sobre isso:
Norberto escreveu:No entanto, particularmente não creio assim, pois Abraão por exemplo, foi justificado pela sua fé que teve em Deus e suas promessas, quando foi pedido seu filho Isaque.
Correto! Abraão recebeu a "Promessa"...Ele foi considerado o "PAI" da fé!
Mais e antes de Abraão???

Deve ser por isso que Pedro disse em sua carta:
18 Porque também Cristo pade-ceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus; mortificado, na verdade, na carne, mas vivificado pelo Espírito;19 No qual também foi, e pregou aos espíritos em prisão;20 Os quais noutro tempo foram rebeldes, quando a longanimidade de Deus esperava nos dias de Noé, enquanto se preparava a arca; na qual poucas (isto é, oito) almas se salvaram pela água;

Conteúdo patrocinado

Re: Jesus pregou aos espíritos em prisão para salvação? Descida de Jesus ao Hades!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Ter 27 Jun 2017, 00:36