F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Compartilhe

Rasabino
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 1266
Data de inscrição : 03/01/2014

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Rasabino em Qui 31 Jul 2014, 20:54

Dannilo Stelio escreveu:
Em primeiro lugar, a Grande Tribulação não se iniciou.

Por misericórdia de Deus também espero que não!
Dannilo Stelio escreveu:Em segundo lugar, a Igreja do Senhor não recebe a marca do Anticristo.

Apocalipse diz "SINAL da BESTA" e não de Anticristo.

Dannilo Stelio escreveu:Em terceiro lugar, não temos base para afirmar que chip algum (não sei qual, vc poderia esclarecer) seja a marca do Anticristo.

Posso lhe mandar um estudo completo para o chip como sinal da besta. Só pedir!

Dannilo Stelio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 774
Data de inscrição : 10/07/2014

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Dannilo Stelio em Qui 31 Jul 2014, 23:16

RASABINO (REF.MENSAGENS N.S 74, 75, 76)

1 – Transformação é a palavra de ordem a toda pessoa que se resolve a fazer parte da Igreja CORPO DE CRISTO, nisso você está correto. Mas daí a aplicar a ideia de transformação à Igreja LOCAL / DENOMINAÇÃO, é bem diferente.

2 – Sua argumentação apresenta uma falha inicial que compromete todo o trabalho, ao entender que o protestantismo veio do cristianismo. É que tanto protestantismo, quanto o evangelicalismo e o pentecostalismo FAZEM PARTE DO CRISTIANISMO, podemos dizer que são facções do mesmo.

3 - Além disso, a ideia de eclésia não é dos que “saíram para fora”, mas sim dos que foram CHAMADOS para fora.

4 – Não podemos entender que os desigrejados saíram do neo-pentecostalismo, pois também existem aqueles que saíram do protestantismo histórico, como também das denominações evangélicas e pentecostais.

5 – Seu entendimento que joio e trigo são doutrinas/ensinos entra em rota de colisão com o próprio texto bíblico (Mateus 13.38).

6 – Não estamos comparando o proselitismo de Lutero ou de outros ramos pentecostais. Estamos tratando do proselitismo dos desigrejados. Aliás, pela sua fala, você indiretamente concorda que isso é uma realidade. Sendo assim, fica patente que não é um movimento natural, contradizendo seu argumento anterior.

7 - Além disso, você se equivoca ao aplicar o comportamento de Lutero ao pentecostalismo, pois não foi o que se observou. Muito menos do Cristianismo em relação ao judaísmo. Abraão saiu do meio dos deuses pagãos por ordem divina, mas não vemos esse comportamento proselitista nele.

8 – Se você ainda espera que a Grande Tribulação não tenha começado, é porque não sabe o suficiente para reconhecer quando ela iniciar. Digo-lhe, pela Bíblia, que ela ainda não começou. Não podemos confundir as tribulações do tempo do fim (Mateus 24.4-13) com a Grande Tribulação (Mt 24. 14-21).

9 – A Besta é o mesmo Anticristo (2 Ts 2.3-4)

10 – Se você acha que essa chipagem é a marca do Anticristo, lhe pergunto: as pessoas que a receberam sabem disso ? Essa marca está relacionada diretamente à pessoa do Anticristo ?

11 – Que bom você concordar que o Arrebatamento será o fim da era da Igreja, marcando também o fim da plenitude dos gentios. Respeitando as posições méso e pós-tribulacionistas, verifica-se que a posição pré-tribulacionista é a mais coerente, por diversas razões, destacando inicialmente que é a única que pode ser conciliada com Rm 5.9; 1ª Ts 1.10; Ap 3.10.
avatar
Célio Saldanha
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : asetimatrombeta.blogspot.com
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 781
Idade : 46
Cidade/Estado : Brasília-DF
Religião : cristão
Igreja : Tabernáculo de Cristo
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -56
Pontos de participação : 878
Data de inscrição : 02/07/2014

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Célio Saldanha em Sex 01 Ago 2014, 13:05

Os evangélicos conseguem até mesmo pintar um mundo bonito na grande tribulação, mas esse curto período de tempo será tão aterrador, que por pior que tenha havido genocídeos, destruições, ou mesmo o dilúvio, será mil vezes pior. Se os demônios estão pintando e bordando na vida das pessoas, imagina quando o Espírito Santo for tirado da terra? No dilúvio mesmo, o povão ficou extasiado vendo as águas vindo sobre eles, com suas criancinhas no colo chorando e implorando pra Noé abrir a porta. Em sodoma, os pervertidos puderam presenciar seus entes queridos sendo queimados vivos e seus bens pessoais sendo consumido diante dos seus olhos.. Jesus disse que seria um evento muito pior do que já aconteceu na história.
 
Agora, o arrebatamento é naturalmente a TERCEIRA PUXADA, onde o corpo será transformado, mesmo dos que morreram em Cristo e ressuscitado e todos serão revertidos da imortalidade, para ser como JESUS é. O corpo mortal de dores, que não enxerga nem um palmo diante do nariz, será totalmente transformado ao concluir o toque da sétima trombeta, justamente no fim do tempo da era cristã.
 
A segunda vinda será apenas para os eleitos escolhidos de todas as eras, onde os céus se abrirão para os transformados e todos verão Jesus Cristo como ele é. Essa segunda vinda é o troféu para o vencedor, quando os céus se abrirão e o tempo já não será mais um empecilho.. a morte será uma piada e o mal um pesadelo superado. Não é para qualquer um, mas somente para quem Deus chama e elege para tal.

Rasabino
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1266
Idade : 50
Cidade/Estado : Cianorte
Religião : não tem
Igreja : eu
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 14
Pontos de participação : 2761
Data de inscrição : 03/01/2014

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Rasabino em Sex 01 Ago 2014, 14:15

Dannilo Stelio escreveu:Seu entendimento que joio e trigo são doutrinas/ensinos entra em rota de colisão com o próprio texto bíblico (Mateus 13.38).

Explique!

Dannilo Stelio escreveu:Não estamos comparando o proselitismo de Lutero ou de outros ramos pentecostais. Estamos tratando do proselitismo dos desigrejados. Aliás, pela sua fala, você indiretamente concorda que isso é uma realidade. Sendo assim, fica patente que não é um movimento natural, contradizendo seu argumento anterior.

Não falei em "proselitismo". Igreja não é um proselitismo:

Fazer um prosélito significa o intento, zelo, diligência, empenho ativista de converter uma ou várias pessoas, ou determinados grupos, a uma determinada causa, ideia ou religião.

A igreja não se consolida por proselitismos mas por iluminação/revelãção do Espirito Santo! Você encontra proselitismo no cristianismo, no adventismo, nos TJ"s, nos mórmons, mas nunca encontrará no Evangelho, pois tudo que passamos a crer é feito por obra e convencimento do Espirito Santo a partir de quem seja JESUS.

Disse-lhes ele: E vós, quem dizeis que eu sou? E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. E Jesus, respondendo, disse-lhe: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque to não revelou a carne e o sangue, mas meu Pai, que está nos céus. Mateus 16:15-17

Você não vê Jesus pregando sobre si mesmo, certo? Como quem diz: "Ouçam, eu sou Jesus, Filho do Deus altíssimo, quem quer me aceitar?"  Smile
 
Dannilo Stelio escreveu:A Besta é o mesmo Anticristo (2 Ts 2.3-4)

Que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o dia de Cristo estivesse já perto. Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, o qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus. 2 Tessalonicenses 2:2-4

Com este texto você quer provar que a besta e o "anticristo" são a mesma "PESSOA"?

Dannilo Stelio escreveu:Se você acha que essa chipagem é a marca do Anticristo, lhe pergunto: as pessoas que a receberam sabem disso ? Essa marca está relacionada diretamente à pessoa do Anticristo ?

Anticristo não é a besta e vice-versa. Besta não é pessoa! Portanto o chip é a marca da besta, e não a marca de uma pessoa. O número é de homem, mas a besta não é um homem! O homem é representado pelo número 6, e sua trilogia (corpo, alma e espirito) compõem os três "6" (666), mas o sinal/marca não é apenas um número, mas foi criado por um homem!

As pessoas que quiserem continuar a "compra e a vender", ou terem sua identificação junta a besta terão que necessariamente portar o sinal/marca da mesma. Sem esta marca não se pode ter acesso ao governo da besta.

Não creio que "anticristo" se trate de uma pessoa, mas de um espirito (mentalidade) que influência o mundo, as pessoas , os governos, a igreja... enfim, tudo que seja humano é influenciado pelo espirito do anticristo.

Dannilo Stelio escreveu:Que bom você concordar que o Arrebatamento será o fim da era da Igreja, marcando também o fim da plenitude dos gentios. Respeitando as posições méso e pós-tribulacionistas, verifica-se que a posição pré-tribulacionista é a mais coerente, por diversas razões, destacando inicialmente que é a única que pode ser conciliada com Rm 5.9; 1ª Ts 1.10; Ap 3.10.

Vamos supor que você esteja certo, e que o arrebatamento da igreja se faça antes da grande tribulação e encerre o tempo da graça para os gentios, isto significa que nenhum gentio poderá ser selado para o dia da redenção depois do arrebatamento, correto? Se o Espirito Santo for retirado da terra junto com a igreja, quem vai convencer as pessoas sobre o pecado, a justiça e o juízo? Não haverá mais a pregação do Evangelho?
avatar
Dannilo Stelio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Evangélico, pastor, funcionário público
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 774
Idade : 43
Cidade/Estado : MACAPÁ
Religião : Evangélico
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -7
Pontos de participação : 1305
Data de inscrição : 10/07/2014

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Dannilo Stelio em Sex 01 Ago 2014, 22:53

RASABINO

1 – Não entendeu Mateus 13.38 ? o texto bíblico é claríssimo ! “a boa semente são os filhos do reino, e o joio são os filhos do maligno”. Portanto, sua ideia que joio e trigo são doutrinas / ensinos mostrou-se uma rematada falácia. Estude mais um pouco a Hermenêutica e você chegará onde eu cheguei.

2 – Para refrescar sua memória, quem iniciou a falar de proselitismo fui eu. E falei aplicando a alguns desigrejados, que procuram “pescar em aquário” tirando membros e congregados das denominações evangélicas. Você retrucou que protestantismo & cia faziam o mesmo, eu respondi que a comparação não era válida nem correta.

2.1 - E agora, você tenta fazer crer que no Evangelho/Cristianismo não existe proselitismo ? Só se for no seu universo religioso, e se for assim, está em franca contradição com a Grande Comissão (Mateus 28.19-20; Marcos 16.15) e com o que os discípulos faziam (Atos 2.38 e 40).

3 – RASABINO, o texto de 2 Ts 2.3-4 é apenas um dos muitos que falam sobre o Anticristo. Pena que você não os conheça tão bem quanto eu, daí sua conclusão equivocada de que Anticristo e a Besta não são o mesmo personagem.

3.1 - O que ocorre é que você confunde o “espírito do anticristo” (1ª João 4.3) e “os anticristos” (1ª João 2.18, parte “b”) com o Anticristo (1ª João 2.18, parte “a”).

3.2 -Se Anticristo não fosse uma pessoa, o apóstolo João não usaria artigo definido no texto bíblico acima...

3.3 - Quanto ao chip que você mencionou, ele somente será a marca da Besta a partir do momento em que for ligado à pessoa do Anticristo (que ainda não se revelou) e as pessoas o coloquem de forma voluntária, cientes dessa ligação. Portanto, ninguém vai ser “marcado por engano” pelo Anticristo....

4 – SOBRE O ARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULACIONAL.
4.1 - Incorreta sua ideia de que nenhum gentio poderá ser selado para o dia da redenção depois do arrebatamento, pois o Espírito Santo não será retirado da terra. Simplesmente não há suporte bíblico para isso, é uma espécie de “lenda gospel” que se desenvolveu com o passar dos tempos, baseada numa interpretação equivocada.
4.2 - Na Grande Tribulação, haverá pregação do evangelho pelas duas testemunhas, pelos 144 mil judeus selados (Ap 7.4), e até por anjos (Ap 14.6). E haverá conversões (Apoc. 7.9 e 14; 11.13), portanto, o Espírito Santo continuará na terra convencendo as pessoas do pecado, da justiça e do juízo.



Rasabino
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1266
Idade : 50
Cidade/Estado : Cianorte
Religião : não tem
Igreja : eu
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 14
Pontos de participação : 2761
Data de inscrição : 03/01/2014

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Rasabino em Sab 02 Ago 2014, 19:30

Dannilo Stelio escreveu:Não entendeu Mateus 13.38 ? o texto bíblico é claríssimo ! “a boa semente são os filhos do reino, e o joio são os filhos do maligno”. Portanto, sua ideia que joio e trigo são doutrinas / ensinos mostrou-se uma rematada falácia. Estude mais um pouco a Hermenêutica e você chegará onde eu cheguei.

Esta "ensino" de se pensar que as sementes (joio e trigo) são pessoas boas e más, ou pessoas salvas e não salvas, ou puros e impuros, ou santos e profanos é bem do legalismo que vem do cristianismo, mas nunca no evangelho.

Me mostre o texto que o diabo gerou filhos ou que existam pessoas geradas pelo mal (maligno)!


Dannilo Stelio escreveu:Para refrescar sua memória, quem iniciou a falar de proselitismo fui eu. E falei aplicando a alguns desigrejados, que procuram “pescar em aquário” tirando membros e congregados  das denominações evangélicas. Você retrucou que protestantismo & cia faziam o mesmo, eu respondi que a comparação não era válida nem correta.

Se alguém abandonou a sua denominação e voltou nela para "pescar em aquário", não foi um desigrejado, mas alguém com sérios problemas espirituais. Um "desigrejado" encontra outro desigrajado e na simplicidade do encontro há Evangelho, há alegria, há comunhão e há edificação, de modo, que não se pode aplicar remendo novo em tecido velho, nem colocar vinho novo num odre velho. Não conheço desigrejados que estejam invertendo o Evangelho.


avatar
Dannilo Stelio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Evangélico, pastor, funcionário público
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 774
Idade : 43
Cidade/Estado : MACAPÁ
Religião : Evangélico
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -7
Pontos de participação : 1305
Data de inscrição : 10/07/2014

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Dannilo Stelio em Seg 04 Ago 2014, 10:30

Caro RASABINO


"Esta "ensino" de se pensar que as sementes (joio e trigo) são pessoas boas e más, ou pessoas salvas e não salvas, ou puros e impuros, ou santos e profanos é bem do legalismo que vem do
cristianismo, mas nunca no evangelho." (SIC)
Opinião sua. Qual o embasamento bíblico/teológico da mesma ?

"Me mostre o texto que o diabo gerou filhos ou que existam pessoas geradas pelo mal (maligno)!"
Vós tendes por pai ao Diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai (João 8.44), disse Jesus aos religiosos de sua época. Ora, se Jesus os chamou de "filhos do diabo", quer dizer que são gerados pelo maligno. Veja ainda outro exemplo em Atos 13.10.
- Ao contrário disso, veja os filhos de Deus. Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo, é o nascido de Deus (1ª João 5.1), E AINDA, João 1.12.


"Se alguém abandonou a sua denominação e voltou nela para "pescar em aquário", não foi um desigrejado, mas alguém com sérios problemas espirituais."
Concordo que esse tipo de pessoa tem sérios problemas espirituais, o problema é que muitas delas se identificam como desigrejados.

"Um "desigrejado" encontra outro desigrajado e na simplicidade do encontro há Evangelho, há alegria, há comunhão e há edificação, de modo, que não se pode aplicar remendo novo em tecido velho, nem colocar vinho novo num odre velho." (SIC)

Bela utopia. Mas a realidade, na maioria dos casos, é bem diferente.

"Não conheço desigrejados que estejam invertendo o Evangelho."
Realmente, há algumas coisas que vc desconhece e eu conheço. Como dizia o poeta, "há mais coisas entre o céu e a terra do que supõe a nossa vã filosofia".
avatar
Célio Saldanha
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : asetimatrombeta.blogspot.com
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 781
Idade : 46
Cidade/Estado : Brasília-DF
Religião : cristão
Igreja : Tabernáculo de Cristo
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -56
Pontos de participação : 878
Data de inscrição : 02/07/2014

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Célio Saldanha em Seg 04 Ago 2014, 12:36

Claud.CJJ escreveu:Ef. 2 fala da salvação e não de Israel e o que está destina desde o V.T à esse povo. Ainda há em torno de 25% de profecias não cumpridas, inclusive em grande parte ao povo Israel.

Romanos 11 desfaz a "união" no sentido preendido pelos amilenistas e suas doutrinas correlatas [para quem CRÊ naquilo que Deus DIZ], além de grande quantidade de passagens do V.T. que são dirigidas somente aos Judeus e que aguardam cumprimento literal.

Assim, você fica dando voltas e me parece que apenas quer ter a "última palavra" ao invés de considerar o que foi exposto como um todo, o que você naturalmte não tem condições de rebater ponto por ponto, então, não espere que eu "o siga" nesse redemoninho de mistura e confusões doutrinárias pois isso pertence ao amilenismo e suas doutrinas.

Tudo o que você afirma está respondido acima, a 7ª Trombeta também, e nas matérias dos outros links que não consegui postar por problemas de formatação, inclusive, de forma excepcional por excelentes teólogos e pastores com larga tradição, a qual não conhecida aqui no Brasil por sermos "herança" do chamado "protestantismo" [eu não sou protestante nem "evangélico", mas Batista Fundamentalista daquela Igreja fundada por Cristo e pelos Apóstolos que não tinha "nome", que foi perseguida de morte pelos chamados "protestantes",  mas que era Apostólica e continua sendo até a consumação da Dispensação da Graça].

Se ficar mais claro, lhe repito: não estou tentando lhe convencer de nada e minhas respostas às suas considerações terminam aqui.

Sou batista, sou de Paulo, de Apolo, de Cristo.. esse é um problema sério que o sistema religioso gera. Se sou de tal, então tenho que pensar como tal.. e com isso a Bíblia vai sendo tirada das mãos dos crentes. Irmão, esse seu pensamento é tudo que interessa ao sistema denominacional, já que esse personalismo clientelista perpetua em várias gerações. Temos que ser ortodoxos por profissão e Cristãos por devoção.
João Batista levou seus seguidores a ficarem com Cristo - a palavra de Deus  - mas os sistemas religiosos levam as pessoas a serem partidários, como se placa de igreja salvasse alguém. Não pude acessar os links ainda, mas seria interessante se aprofundássemos o debate sobre a SÉTIMA TROMBETA se for possível.
avatar
David
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 180
Idade : 46
Cidade/Estado : João Pessoa - PB
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 7
Pontos de participação : 285
Data de inscrição : 11/02/2009

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por David em Seg 04 Ago 2014, 13:17

Olá, irmãos e amigos do fórum,

Pz do Senhor Jesus esteja convosco!


Por outro lado, observo que vc já apresenta um determinado preconceito a tudo que eu possa apresentar, o que me parece que irá impedir uma análise detida dos meus argumentos.

Não é “preconceito”, Danilo: Eu fui pré-tribulacionista por muitos anos! Por isso, sei que você fará exatamente o que eu fazia, para tentar defender o pré-tribulacionismo: Irá pegar pequeninos textos, completamente arrancados de seu contexto, e impor a eles um conceito completamente novo e estranho, como veremos, um pouco mais abaixo!

Me causa estranheza ainda sua insistência sobre Darby e as revelações de Margaret, pois já vimos anteriormente que essa não é a base sobre a qual o arrebatamento secreto é ensinado na esmagadora maioria das igrejas evangélicas. No que me diz respeito, pode tranquilamente excluir esses dois elementos que não faz a mínima diferença no que creio, pois não se apóia neles, e sim em textos bíblicos.

Se ensinam ou não, que o “arrebatamento secreto” veio de Darby, é indiferente: Isso não muda os fatos. Até 1840 ninguém conhecia, nem sabia, nem ensinava sobre o “arrebatamento secreto”. Só após Darby, e a jovem Margaret, somados a propaganda da Bíblia de Scofield, é que esse ensinamento tornou-se conhecido no meio cristão! Mas mesmo nessa época, em que o ensinamento foi difundido, não houve alusão àqueles, como idealizadores de toda a fantasia: Simplesmente fabricaram a Bíblia de Scofield com toda a doutrina, como se a mesma fosse bíblica.

Quanto ao ensino de Irineu, não vi em que parte dos textos dele consta o ensino de que estamos vivendo um período de tempo indefinido até o começo da 70a semana, muito menos qual seria o marco inicial da mesma. Talvez vc possa me esclarecer nisso, trazendo até, se o caso, o testemunho de outros Pais da Igreja, como vc sugeriu.

Como já disse e mostrei, para Irineu, parece faltar o cumprimento de uma semana de anos. Isso está muito bem subtendido no texto de sua obra.

Danilo, voce não encontrará um compêndio da doutrina dispensacionalista, em nenhum “Pai da igreja”! Pois essa doutrina, embora possua algumas questões verdadeiras, e que podemos ver nos “pais”, como a questão do milênio, a questão da tribulação que o antecederá, e a questão da última ressurreição após o milênio, possui muitos equívocos doutrinários e é completamente nova!


"Os “sábios” do texto acima não são as “virgens loucas”, por vários motivos, mas citarei apenas um:(...)"
Segundo você disse, os sábios de Dn 12.10 não são as virgens loucas porque não existe arrebatamento secreto (o que ainda não foi devidamente provado), e não existe arrebatamento secreto porque os sábios de Dn 12.10 não são as virgens loucas. Isso está parecendo um RACIOCÍNIO CIRCULAR, e não leva a parte alguma.

Duas coisas a dizer:

1 – Eu não gostaria de dizer isso, mas o amigo parece mostrar má vontade de crescer, de uma forma honesta e séria, juntamente comigo e com outros colegas do fórum, no conhecimento da Palavra de Deus: Em nenhum momento eu afirmei que “não existe arrebatamento secreto porque os sábios de Dn 12.10 não são as virgens loucas”. O que afirmei foi tão somente o contrário! Sua maneira de agir parece ser falta de argumento.

2 – É completamente lógico e salutar que, para que eu e outros amigos possamos aceitar que as “virgens loucas” sejam os “sábios” de Daniel 12:10, você precise primeiramentemostrar nas Escrituras o “arrebatamento secreto”. Afinal, se não existe “arrebatamento secreto”, e ele não existe nas Escrituras mesmo, como podemos afirmar algo, mais exatamente, dizer que as “virgens loucas” são os “sábios” de Daniel 12:10? Como podemos basear essa afirmação em algo, em um evento que não existe, que não se pode provar biblicamente? Se não existe “arrebatamento secreto”, logicamente que o entendimento da parábola das virgens néscias será outro, que não é aquele, que o “pré-tribulacionismo” quer dar!

Mas a maior prova, de que as “virgens loucas” não são os sábios de Daniel 12:10, está nas palavras do Messias, se referindo a elas:

Mateus 25:12
E depois chegaram também as outras virgens, dizendo: Senhor, Senhor, abre-nos. E ele, respondendo, disse: Em verdade vos digo que não vos conheço.


A porta da graça foi fechada para aquelas pessoas (as virgens néscias), pois o Senhor Jesus disse-lhes que sequer as conhecia! Essas pessoas são precisamente aquelas que o Senhor citou, ao dizer: “Nem todo aquele que diz Senhor, Senhor, entrará no reino dos céus...”

Mateus 7:21-23
Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?
23  E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.

Essas pessoas acima, de Mateus 7:21-23, são exatamente a “virgens loucas”, Danilo!

As Escrituras são muito claras: O Senhor voltará após o período de tribulação que acontecerá sobre a terra!"
1 - Correto, mas de onde podemos concluir que os cristãos passarão pela Grande Tribulação ?

Antes de postar qualquer argumento, só posso dizer que não há como concluirmos que eles não passarão! Afinal, não existe nenhum texto, nenhuma frase, nenhum registro seja bíblico ou extra-bíblico, disciplinando uma outra vinda do Senhor Jesus, que não seja aquela, em glória, que está registrada por toda as Escrituras e que será antecedida por um momento de grande tribulação! As Escrituras só ensina mais uma, e apenas mais uma, vinda do Messias.

Porque os crentes passarão pela grande tribulação? Por vários motivos: AS Escrituras nos mostram por várias passagens que isso acontecerá!

O texto de Mateus 24 é bastante claro!

Mateus 24:21-22,29-31
Porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco há de haver.
E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias.
E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas.
Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.
E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus.


O Evangelho escrito por Mateus registra um período de tempo em que haverá uma grande aflição, que nunca houve desde o princípio, mas que ele será abreviado, devido aos escolhidos do Senhor! Mateus ainda registra na fala do Senhor que “logo depois da aflição daqueles dias” o Senhor Jesus virá e ajuntará os seus escolhidos! Sabemos que nesse momento dar-se-á a primeira ressurreição! Isso está em perfeita harmonia com os escritos de Daniel, que diz:

Daniel 12:1-2
E naquele tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta a favor dos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que for achado escrito no livro. E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno.


Paulo também é claro sobre a questão, quando nos informa sobre a vinda do Senhor:

2 Tessalonicenses 2:3
Irmãos, quanto à vinda de nosso Senhor Jesus Cristo e à nossa reunião com ele, rogamos a vocês que não se deixem abalar nem alarmar tão facilmente, quer por profecia (não acreditem na Margaret nem no Darby, diria ele se estivesse vivo), quer por palavra, quer por carta supostamente vinda de nós, como se o dia do Senhor estivesse próximo.
Não deixem que ninguém os engane de modo algum. Pois antes daquele dia virá a apostasia e, então, será revelado o homem do pecado, o filho da perdição.


Paulo é bem direto, inclusive para quem acredita em Darby e em Margaret: Não acreditem neles, pois primeiro precisa vir a apostasia e a revelação do homem do pecado...

2 Tessalonicenses 2:8
...a quem o Senhor Jesus matará com o sopro de sua boca e destruirá pela manifestação de sua vinda!


O Senhor Jesus só virá mais uma vez, mas antes disso é necessário que aconteça uma grande apostasia e se revele o anticristo. A João, escritor do Apocalipse, foi revelado que será permitido ao anticristo fazer guerra aos santos e mata-los:

Apocalipse 13:7
E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los


É claro que esses “santos”, da passagem acima registrada por João, não são pessoas a quem o Senhor Jesus disse que “não conhecia”. Muito pelo contrário são, como o próprio texto diz, santos, de tal forma, que foi preciso que fosse dada permissão ao anticristo para fazer guerra contra eles!

Como já disse várias vezes, a doutrina do “arrebatamento secreto” é secreto apenas nas Escrituras: É um evento completamente estranho na Bíblia! A Esperança dos discípulos, registrado por todas as Escrituras, não é um evento secreto, mas o aparecimento visível da glória de Deus, no retorno do Senhor Jesus Cristo, quando ele vier com seus anjos com poder e glória.

Todo aquele que é verdadeiro discípulo do Senhor Jesus, deve ter conhecimento do que virá pela frente e não temer, pois...

Fp 1.29
vos foi concedida a graça de padecerdes por Cristo, e não somente de crerdes nEle.


2 - O termo "consumação dos séculos" em Mt 13.49, 24.13 e 28.29 refere-se ao tempo final da História humana, e não a um dia específico, abrangendo um período maior. Mas não percebo o quê isso tem a ver com o arrebatamento secreto...

O Senhor Jesus prometeu que estaria conosco todos os dias, até a consumação dos séculos, ou até o fim do mundo, como em algumas traduções. A grande tribulação ocorrerá no “fim do mundo” ou “consumação dos séculos”. Se houvesse arrebatamento secreto, o Senhor teria dito que nos levaria antes do “fim do mundo”, ou antes da “consumação dos séculos”, mas ao invés disso disse que estaria conosco, e que não devemos temer!

Vc confunde ortodoxia cristã com antiguidade doutrinária (o chamado ARGUMENTO DE AUTORIDADE). Já debatemos anteriormente que apenas a recenticidade de uma doutrina não é motivo suficiente para classificá-la como heresia, e vc não conseguiu refutar adequadamente esse argumento - tiro no pé....

Danilo, a palavra “ortodoxo” vem do grego “ortho+doksa”, e significa:

Ortho – direito, em linha reta, que segue exatamente a regra, justo, exato.

Doksa -  Conjunto de .ideias e juízos generalizados, tidos como naturais  pela maioria.

Resumindo bem claramente, “ortodoxo” é aquela regra ou doutrina, “seguida a risca”, e reconhecidamente como correta, que é aceita pela grande maioria! Como o “arrebatamento secreto” tem menos de 180 anos, e sequer está nas Escrituras, não se pode falar de ortodoxia! Como já disse, na história do cristianismo, ele estaria mais para heresia do que para “ortodoxia”.
Quanto ao fato de igrejas protestantes/evangélicas mais antigas abraçarem essas teses, não faz diferença alguma, a não ser que queiramos aceitar o ARGUMENTO DE AUTORIDADE; a Igreja Luterana, pelo que me consta, não aceita a ideia de inferno, mas nem por sua antiguidade podemos considerá-la correta nesse ponto.

A doutrina pos tribulacionista se inicia com as declarações do Messias, passou aos apóstolos e chegou aos pais da igreja e dai veio até nós! É por isso que é chamada de “histórica”. Isso é completamente diferente do que acontece com o “Pre tribulacionismo”: Até 1840 ninguem nunca ouvira falar de mais duas vindas do messias: uma secreta e uma pública, assim como de três ressurreições gerais de pessoas e sete anos de festas nos céus... Isso tudo é muito fantasioso!
avatar
David
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 180
Idade : 46
Cidade/Estado : João Pessoa - PB
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 7
Pontos de participação : 285
Data de inscrição : 11/02/2009

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por David em Seg 04 Ago 2014, 14:07

CARO DAVID

Vamos ao primeiro ponto acerca do arrebatamento secreto.


Até que enfim, irmão...

Se ele não acontecerá, como vc defende, significa que a Igreja passará pela Grande Tribulação, no todo (pós-tribulacionismo) ou parte dela (méso-tribulacionismo).

Estaremos todos aqui, durante toda a Grande Tribulação. Todos os discípulos do Senhor Jesus, mesmo os personagens das Escrituras, são esperançosos não num evento completamente secreto, que nenhum leitor sem influencia pre-tribulacionista, consegue perceber, ao ler as Escrituras!

Como conciliar isso com a seguintes passagens bíblicas: Romanos 5.9; 1 Tessalonicenses 1:10;  e Apocalipse 3:10 ?

Será um imenso prazer poder refletir juntamente com o irmão nessas passagens. Mas gostaria de convidá-lo para meditar nesses textos dentro de seus respectivos contextos, para podermos tirar algumas conclusões. Assim vamos ao primeiro texto:

Romanos 9:6-9,18
6  Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios.
7  Porque apenas alguém morrerá por um justo; pois poderá ser que pelo bom alguém ouse morrer.
8  Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.
9  Logo muito mais agora, tendo sido justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira.
18  Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos os homens para justificação de vida.


Perceba, irmão, que o contexto é claro demais: Todos estão sob juízo para a condenação, e assim, “sob a ira” de Deus, mas pelo único ato de justiça do Senhor Jesus Cristo, pode o homem salvar-se dessa ira! O apóstolo João, e toda a Escritura, afirmam o mesmo assunto:

João 3:36
Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, pois a ira de Deus sobre ele permanece.


A passagem é de fácil entendimento: Todo aquele que aceita verdadeiramente ao Senhor Jesus, tem a vida eterna, mas quem não O aceita, a ira de Deus sobre ele permanece. Esta é mensagem principal do Evangelho do Senhor Jesus, Danilo:

João 3:16
Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça (não sofra a ira de Deus), mas tenha a vida eterna.


O amigo impõe conceito novo as passagens devido a estar completamente influenciado pela doutrina pré-tribulacionista. Mas qualquer leitor que leia essas passagens perceberá a mensagem que o escritor bíblico está a passar.

Em 1 Tes. 1:10 lemos:

1 Tes 1:10
E esperar dos céus a seu Filho, a quem ressuscitou dentre os mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira futura.


Essa passagem está completamente de acordo com o registro de João e todos os outros da Escritura: Quem aceita verdadeiramente ao Senhor Jesus Cristo tem a vida eterna, mas quem não tem irá para a perdição eterna (ira de Deus). Não há nenhuma dificuldade nessa passagem, assim como na passada.

O outro texto mencionado pelo irmão é:

Apocalipse 3:10
Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra.


Danilo, o Senhor Jesus, quando esteve aqui foi bastante direto:

Joao 17:15
Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal.


As sete igrejas do Apocalipse foram igreja reais e é interessante notar que, das sete igrejas mencionadas, Filadélfia foi a única a ser poupada da perseguição que se deflagrou sobre todos os cristãos, nos primeiros séculos!

Amigo, em nenhum desses versículos, tirados de seu contexto, existe uma doutrina para um “arrebatamento secreto”. O amigo só o vê, porque está completamente envolvido com a doutrina “pré-tribulacionista”.

Segue um bom texto para o irmão lê, e refletir:


http://www.monergismo.com/textos/escatologia_reformada/4razoes.htm

Que o Senhor continue a nos abençoar


David
avatar
Dannilo Stelio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Evangélico, pastor, funcionário público
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 774
Idade : 43
Cidade/Estado : MACAPÁ
Religião : Evangélico
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -7
Pontos de participação : 1305
Data de inscrição : 10/07/2014

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Dannilo Stelio em Ter 05 Ago 2014, 10:08

CARO DAVID (MENSAGEM N. 85)
- Sobre Romanos 5.9 vc explicou o seguinte:
Todos estão sob juízo para a condenação, e assim, “sob a ira” de Deus, mas pelo único ato de justiça do Senhor Jesus Cristo, pode o homem salvar-se dessa ira!

- Corroborando esse entendimento, firmado em João 3.36, vc destacou que "Todo aquele que aceita verdadeiramente ao Senhor Jesus, tem a vida eterna, mas quem não O aceita, a ira de Deus sobre ele permanece.

As duas afirmativas estão corretas. CONTUDO, vc esqueceu que o termo "ira de Deus" significa, TAMBÉM, a Grande Tribulação.

A ira de Deus pode ser entendida como uma hostilidade santa contra o mal, é a manifestação da recusa divina em suportar ou compactuar com o pecado, é o justo julgamento divino contra o mal; essa ira se manifesta no presente, e se manifestará no futuro (Stott, S Mensagem de Romanos). Veja que Paulo usa o termo "SEREMOS SALVOS" em Rm 5.9.

E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus, que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da IRA FUTURA ? Mateus 3:7

Mas, segundo a tua dureza e teu coração impenitente, entesouras ira para ti NO DIA DA IRA E DA MANIFESTAÇÃO DO JUÍZO DE DEUS; Romanos 2:5

E que direis se Deus, querendo mostrar a sua ira, e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os VASOS DA IRA, PREPARADOS para a perdição; Romanos 9:22

Portanto, como disse antes, a IRA DE DEUS Também é a Grande Tribulação, como nos fala o Apóstolo João.

Porque é vindo o grande dia da sua ira; e quem poderá subsistir? Apocalipse 6:17

E diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós, e escondei-nos do rosto daquele que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro; Apocalipse 6:16

E o anjo lançou a sua foice à terra e vindimou as uvas da vinha da terra, e atirou-as no grande lagar da ira de Deus. Apocalipse 14:19

E vi outro grande e admirável sinal no céu: sete anjos, que tinham as sete últimas pragas; porque nelas é consumada a ira de Deus. Apocalipse 15:1

Portanto, como ficam as promessas divinas quanto a nos livrar da ira futura, se teremos que passar pela Grande Tribulação ? Esse é o primeiro ponto que falta vc explicar.

- Além disso, em João 3.16 a sua inferência está incorreta. A parte que diz "não sofra a ira de Deus" é a forma mais incompleta de entender o "não pereça". Ora, perecer é morrer. Cristo está falando da MORTE ETERNA.

- QUANTO À SUA INTERPRETAÇÃO DE APOCALIPSE 3.10:
- Vc entende que o texto refere-se apenas e tão somente à igreja de Filadélfia, ou seja, já teve sua aplicação no passado e não poderia ser aplicado à igreja atual.
- Muito bem. Nesse caso, A MESMA REGRA PODE SER APLICADA a João 17.15; então, o pedido de Jesus ao Pai recaía APENAS sobre os discípulos (vv 6, 11-14).

Consequentemente, NÃO VALE para a Igreja atual a restrição de não ser tirada do mundo.
avatar
Dannilo Stelio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Evangélico, pastor, funcionário público
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 774
Idade : 43
Cidade/Estado : MACAPÁ
Religião : Evangélico
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -7
Pontos de participação : 1305
Data de inscrição : 10/07/2014

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Dannilo Stelio em Ter 05 Ago 2014, 10:11

CARO DAVID (MENSAGEM N. 85)

QUANTO AO TEXTO DO SITE MONERGISMO, INDICADO POR VOCÊ.
- Ele elenca 4 razões para rejeitar o arrebatamento secreto:

1 - "Nenhuma das três palavras gregas usadas no Novo Testamento para descrever o Retorno de Cristo sugere um arrebatamento secreto pré-tribulacional". Esqueceu (?) outra palavra-chave: "harpazo", presente em 1 Ts 4.17, Atos 8.39, 2 Coríntios 12.2-4, Apocalipse 12.5 e que significa "agarrar, capturar, arrebatar, apanhar com rapidez". CURIOSAMENTE, o autor do texto passa ao largo desse termo; por que será ?

2 - Uma segunda razão para rejeitar um arrebatamento pré-tribulacional secreto da Igreja SERIA o fato de que não haveria qualquer indício no Novo Testamento de um arrebatamento instantâneo da Igreja.
- Pelo visto, o autor do texto não leu o NT por inteiro, pois esqueceu-se de 1 Coríntios 15.52: "Num momento, num ABRIR E FECHAR DE OLHOS, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados".
Se um abrir e fechar de olhos não é instantâneo, o que seria então ?
avatar
Dannilo Stelio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Evangélico, pastor, funcionário público
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 774
Idade : 43
Cidade/Estado : MACAPÁ
Religião : Evangélico
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -7
Pontos de participação : 1305
Data de inscrição : 10/07/2014

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Dannilo Stelio em Ter 05 Ago 2014, 10:12

CARO DAVID (REF. AINDA À MENSAGEM N. 85)
AINDA SOBRE O TEXTO DO SITE "MONERGISMO"

3 - Cristo nunca prometeu a Sua Igreja um arrebatamento pré-tribulação deste mundo. Este seria o terceiro motivo alegado pelo autor. Novamente, ele labora em grave equívoco ao não vislumbrar o sentido correto das expressões "livrar DO mal" e "guardar DA hora da provação", que expressam a ISENÇÃO de algo, não a proteção em meio a algo. Para que o autor do texto estivesse correto, a Bíblia deveria usar as expressões "livrar NO mal" e "guardar NA hora da provação".

4 - Alega por fim o autor a noção de que um arrebatamento secreto pré-tribulacional é negada por Paulo e pelo livro de Apocalipse.
- O fato de Paulo referir-se ao aparecimento do "homem da iniquidade" em 2 Ts 2.3 visa esclarecer os cristãos que a vinda de Cristo ainda não poderia ter ocorrido, pois essa manifestação ainda não tinha se concretizado.
- Se a intenção fosse alertar os crentes sobre o Anticristo, certamente Paulo teria deixado mais características de identificação do mesmo, a fim de que os cristãos pudessem saber, sem sombra de dúvidas, que esse personagem tinha chegado ao cenário mundial. Teria ainda deixado exortações perseverança específicas para o período da Tribulação. Nada disso encontramos nem nas cartas de Paulo, menos ainda no Apocalipse.
- Aliás, no Apocalipse, não encontramos sinal algum da Igreja no período da Tribulação (caps. 4 a 18). O relato de Ap 7.14 não se refere à Igreja, caso contrário o texto bíblico usaria explicitamente o termo "eclesia" - que só aparece no Apocalipse nos primeiros capítulos, referindo-se às igrejas da Ásia. "Isto surpreende muito, em vista de que o expresso propósito de João é instruir as Igrejas com respeito aos eventos finais".

Alega ainda o texto que "a Igreja em Apocalipse sofrerá perseguição por poderes satânicos durante a tribulação final, mas não sofrerá a ira divina", pois "A ira divina, que é retratada pelas sete pragas apocalípticas", será derramada apenas sobre os que tem a marca da Besta (Anticristo).

Novo equívoco do autor: a ira de Deus não é RETRATADA pelas sete TAÇAS, mas se CONSUMA (TERMINA) nelas. Então onde COMEÇA a ira divina ? o bom senso nos mostra que é no que aparece ANTES das taças, ou seja, OS 7 SELOS e AS 7 TROMBETAS.

Tem mais erros na argumentação, mas acho que apenas esses são o bastante para descartar o arrazoado do Paulo Fernandes.
avatar
Dannilo Stelio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Evangélico, pastor, funcionário público
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 774
Idade : 43
Cidade/Estado : MACAPÁ
Religião : Evangélico
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -7
Pontos de participação : 1305
Data de inscrição : 10/07/2014

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Dannilo Stelio em Ter 05 Ago 2014, 10:13

Célio Saldanha escreveu:Os evangélicos conseguem até mesmo pintar um mundo bonito na grande tribulação, mas esse curto período de tempo será tão aterrador, que por pior que tenha havido genocídeos, destruições, ou mesmo o dilúvio, será mil vezes pior.

Não generalize ! Quem pinta esse "quadro bonito" são os MÉSO-TRIBULACIONISTAS e os PÓS-TRIBULACIONISTAS !
avatar
David
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 180
Idade : 46
Cidade/Estado : João Pessoa - PB
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 7
Pontos de participação : 285
Data de inscrição : 11/02/2009

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por David em Qua 06 Ago 2014, 15:56

Olá Danilo, Paz do Senhor Jesus esteja convosco...


Percebo que nossa conversa não vai “para frente”, pois o amigo procura ler os textos bíblicos com o pressuposto pre-tribulacionista em mente: se apossa de todo e qualquer pequeno texto, ou mesmo aqueles que são apresentado, e o liga a teologia que tem na cabeça, desprezando todo o contexto em que o versículo está inserido.

Apesar disso, vamos tentar um último comentário, afinal, creio que alguns amigos leitores podem ler e fazer um juízo honesto dessas questões.

As duas afirmativas estão corretas. CONTUDO, vc esqueceu que o termo "ira de Deus" significa, TAMBÉM, a Grande Tribulação.

A “Ira de Deus” se refere a “segunda morte”. Mas o amigo parece fazer uma certa confusão com o "dia do Senhor", que é apresentado nas Escrituras como um dia de catástrofes, de densas nuvens, de furor e de ira:

Isaías 13:9-11
9  Eis que vem o dia do Senhor, horrendo, com furor e ira ardente, para pôr a terra em assolação, e dela destruir os pecadores.
10  Porque as estrelas dos céus e as suas constelações não darão a sua luz; o sol se escurecerá ao nascer, e a lua não resplandecerá com a sua luz.
11  Castigarei o mundo por causa da sua maldade, os ímpios pela sua iniquidade; e farei cessar a arrogância dos atrevidos, e abaterei a soberba dos tiranos.


O “dia do Senhor” será caracterizado por “fenômenos naturais” nunca antes visto. Será um período de tempo tão exótico como o foi o período em que Deus agiu, para libertar Israel do Egito! Como "pós tribulacionista", acho bastante interessante que Deus não precisou levar Israel para lua, para marte, ou para qualquer outro planeta, ou outro lugar fora da terra, para guardar o povo, durante as pragas que se sucediam no meio dos egípcios. É incrível como as pragas faziam acepção dos animais e plantações dos judeus, dos animais e plantações dos egípcios.

Assim, o “dia do Senhor” será um período de tempo completamente atípico, completamente exótico, como o foi aquele período de tempo em que o Senhor agiu para livrar Israel da escravidão.

Joel 2:30-31
Mostrarei maravilhas no céu e na terra, sangue, fogo e nuvens de fumaça.
O sol se tornará em trevas, e a lua em sangue; antes que venha o grande e terrível dia do Senhor.


Em Apocalipse, João fala bem detalhadamente, e nos mostra que os “santos serão perseguidos e vencidos” pela besta. Também o Próprio Messias falou do “dia do Senhor”, em Mateus 24:

Mateus 24:29-30
29  E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas.
30  Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.


Em todos esses textos, somados àqueles apresentados por você, não existe uma só afirmação de que os discípulos do Senhor Jesus serão levados para um lugar fora da terra, para não passarem pelo “dia do Senhor”.

A ira de Deus pode ser entendida como uma hostilidade santa contra o mal, é a manifestação da recusa divina em suportar ou compactuar com o pecado, é o justo julgamento divino contra o mal; essa ira se manifesta no presente, e se manifestará no futuro (Stott, S Mensagem de Romanos). Veja que Paulo usa o termo "SEREMOS SALVOS" em Rm 5.9.

Creio que o termo bíblico mais apropriado para o período seria “dia do Senhor”. Penso que o termo “grande tribulação” é um conceito que talvez apresente bem, aquilo que os homens, mais especificamente os ímpios, sentirão no “dia do Senhor”, que será caracterizado por vários juízos de Deus, que trarão como consequência, tribulação nos homens.

Com relação ao “seremos salvos” usado por Paulo, entendo que ele se refere ao dia do julgamento de Deus, quando alguns serão condenados a segunda morte! Paulo não quer insinuar, que os discípulos serão salvos do “dia do Senhor”. Principalmente porque todos os cristãos, sejam eles os próprios apóstolos, sejam eles os chamados “Pais da igreja”, ou sejam eles, até mesmo, aqueles que escreveram os livros apócrifos, registraram a esperança, não num evento secreto, mas num evento público, em que o Senhor Jesus viria com poder e muita glória! A esperança do discípulo do Senhor Jesus registrado por todas as Escrituras não é num evento secreto!

Portanto, como ficam as promessas divinas quanto a nos livrar da ira futura, se teremos que passar pela Grande Tribulação ? Esse é o primeiro ponto que falta vc explicar.

Já foi mostrado: Se o amigo se despojasse de seu pressuposto teológico que tem em mente, já teria percebido facilmente. Seu problema é aceitar a afirmativa pre-tribulacionista de que existe arrebatamento secreto.

Apesar de entender que a maioria das passagens em que encontramos o termo “Ira de Deus” se refira a “segunda morte” creio que, mesmo que aplicássemos o conceito de “ira de Deus = dia do Senhor”, ainda não teríamos subsídios suficientes para defender que o escritor estava a registrar que o povo iria ser retirado para fora do planeta, para não passarem pelo “dia do Senhor”: Não existe nenhum elemento, seja palavras, frases ou suposições de escritores bíblicos nesse sentido. Muito pelo contrário, o exemplo que temos é: Noé e sua família, que representava o povo de Deus, foi salvo dos juízos do Criador emitidos sobre a terra. Israel, que representava o povo de Deus, foi poupado dos juízos de Deus sobre a terra do Egito.

Mais uma vez: O Senhor Jesus foi muito claro sobre essa questão:

Joao 17:15
Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal.


 QUANTO À SUA INTERPRETAÇÃO DE APOCALIPSE 3.10:
- Vc entende que o texto refere-se apenas e tão somente à igreja de Filadélfia, ou seja, já teve sua aplicação no passado e não poderia ser aplicado à igreja atual.
- Muito bem. Nesse caso, A MESMA REGRA PODE SER APLICADA a João 17.15; então, o pedido de Jesus ao Pai recaía APENAS sobre os discípulos (vv 6, 11-14).

Consequentemente, NÃO VALE para a Igreja atual a restrição de não ser tirada do mundo.

A passagem de Apocalipse pode ser aproveitada para a nossa época. Mas apesar disso, não está ali registrado, que a igreja iria ser tirada para fora do planeta: Afinal, penso que podemos concordar, que a igreja de Laodiceia foi o primeiro destinatário da carta, ou seja, a carta não foi escrita apenas para nós hj! Também é fato que na época dessa igreja, havia uma grande perseguição aos cristãos. O próprio Paulo foi morto por um imperador romano, Nero, devido a essas perseguições! Também é fato, que a igreja de Filadelfia foi guardada de ser perseguida, como as outras foram.

Mas a oração do Senhor para os discípulos, dos quais você está inserido se for um verdadeiro discípulo é:

Joao 17:15
Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal.





Na Paz... David
avatar
David
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 180
Idade : 46
Cidade/Estado : João Pessoa - PB
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 7
Pontos de participação : 285
Data de inscrição : 11/02/2009

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por David em Qua 06 Ago 2014, 15:59

QUANTO AO TEXTO DO SITE MONERGISMO, INDICADO POR VOCÊ.
- Ele elenca 4 razões para rejeitar o arrebatamento secreto:

1 - "Nenhuma das três palavras gregas usadas no Novo Testamento para descrever o Retorno de Cristo sugere um arrebatamento secreto pré-tribulacional". Esqueceu (?) outra palavra-chave: "harpazo", presente em 1 Ts 4.17, Atos 8.39, 2 Coríntios 12.2-4, Apocalipse 12.5 e que significa "agarrar, capturar, arrebatar, apanhar com rapidez". CURIOSAMENTE, o autor do texto passa ao largo desse termo; por que será ?


Se o amigo mudasse a metodologia de leitura "pre-tribulacionista", que consiste em arrancar pequeninos versículos de seu contexto, para atribuir valores a eles, me pouparia muito trabalho. Mas vamos lá:

O texto de 1 Tes 4:17 não registra sobre um “arrebatamento secreto”, principalmente porque no verso anterior, o apóstolo Paulo fala de “parousia”.

1 Tes 4:15
Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem.

1 Tes 4:15
toῦto gὰr ὑmῖn lέgomen ἐn lόgῳ kyrίoy, ὅti ἡmeῖς oἱ zῶnteς oἱ perileipόmenoi eἰς tὴn parousίan toῦ kyrίoy oὐ mὴ fthάswmen toὺς koimhthέntaς·


Esta palavra grega é a mesmíssima usada pelo Apóstolo em 2 Tes. 2:8

2 Tes 2:8
E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda;

2 Tes 2:8
καὶ τότε ἀποκαλυφθήσεται ὁ ἄνομος, ὃν ὁ κύριος [ἰησοῦς] ἀνελεῖ τῶ πνεύματι τοῦ στόματος αὐτοῦ καὶ καταργήσει τῇ ἐπιφανείᾳ τῆς parουsίαs αὐτοῦ,


Tambem Mateus citou as palavras proferidas pelo Senhor Jesus, usando da mesma palavra grega:

Mateus 24:27
Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem.


Mateus 24:27
ὥsper gὰr ἡ ἀstrapὴ ἐksέrchetai ἀpὸ ἀnatolῶn kaὶ faίnetai ἕwς dysmῶn, oὕtwς ἔstai ἡ parousίa toῦ yἱoῦ toῦ ἀnthrώpou.


O retorno do Messias será publica e visível a todos, e seus discípulos serão arrebatados até Ele, no momento de sua “parousia”, e virão até a terra onde se iniciará o milênio.

Depois continuo essa postagem...
avatar
David
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 180
Idade : 46
Cidade/Estado : João Pessoa - PB
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 7
Pontos de participação : 285
Data de inscrição : 11/02/2009

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por David em Qui 07 Ago 2014, 14:10

1 - "Nenhuma das três palavras gregas usadas no Novo Testamento para descrever o Retorno de Cristo sugere um arrebatamento secreto pré-tribulacional". Esqueceu (?) outra palavra-chave: "harpazo", presente em 1 Ts 4.17, Atos 8.39, 2 Coríntios 12.2-4, Apocalipse 12.5 e que significa "agarrar, capturar, arrebatar, apanhar com rapidez". CURIOSAMENTE, o autor do texto passa ao largo desse termo; por que será ?

A palavra grega “harpazo”, embora correto o significado dado pelo colega, nunca foi usada, em qualquer passagem do Novo Testamento para indicar, ou sugerir, um “evento secreto”. Muito pelo contrário, como já foi mostrado, quando é utilizada por exemplo, na passagem de 1 Tes. 4:15-17, é usada em “parceria” com a palavra grega “parousia”. Esta palavra enseja o significado da presença do Senhor, durante o evento de sua vinda. E por isso é a palavra escolhida pelos escritores bíblicos para registrar a volta do Senhor, com poder e muita glória.

Com relação ao texto de Atos 8:39, que diz:

Atos 8:39
E, quando saíram da água, o Espírito do Senhor arrebatou a Filipe, e não o viu mais o eunuco; e, jubiloso, continuou o seu caminho.


Embora seja a palavra “harpazo” bem usada na passagem acima, o texto não discorre sobre um “arrebatamento secreto” de todos os salvos, no momento de uma suposta "volta invisivel" do Senhor, ao mundo. O fato acima é um evento isolado, como o foi por exemplo, Daniel ter escapado dos leões. Estevão não teve a mesma “sorte” de Daniel, e acabou sendo apedrejado! Deus age como quer e quando quer, pois Ele é Soberano!

Assim, não há como se pegar ao versículo acima, para tentar se defender um evento completamente secreto, de todos os crentes salvos, numa suposta vinda invisível do Senhor Jesus ao mundo! Como já disse, volto a repetir: A esperança de todos os cristãos, de todas as épocas, inclusive apóstolos e escritores do Novo Testamento, nunca foi num evento secreto e invisível, mas na manifestação visível, pública, com poder e muita glória do Senhor Jesus Cristo!

Com relação ao texto de 2 COrintios 12:2-4

2 Corintios 12:2-4
2  Conheço um homem em Cristo que há catorze anos (se no corpo, não sei, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) foi arrebatado ao terceiro céu.
3  E sei que o tal homem (se no corpo, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe)
4  Foi arrebatado ao paraíso; e ouviu palavras inefáveis, que ao homem não é lícito falar.


É usando de metodologia semelhante que se defende muito a chamada “doutrina da prosperidade”: Salomão foi rico, e recebeu muita sabedoria, assim você também será muito rico e também receberá muita sabedoria, pois Deus agiu assim com Salomão.
A passagem acima é mais um acontecimento isolado! Não existe nenhuma referencia ou mesmo insinuação, de que o apóstolo estivesse querendo ensinar um “arrebatamento secreto” de todos os salvos, no momento de uma vinda invisível ao mundo, do Senhor Jesus. Isso é tão fora de questionamentos, que a palavra “parousia” é sempre utilizada, quando o assunto se refere a vinda do Senhor, para indicar que ela será pública e visível a todo olho!

Também o texto de Apocalipse 12:5 não possui qualquer relação com o suposto “arrebatamento secreto”.

Cristo nunca prometeu a Sua Igreja um arrebatamento pré-tribulação deste mundo. Este seria o terceiro motivo alegado pelo autor. Novamente, ele labora em grave equívoco ao não vislumbrar o sentido correto das expressões "livrar DO mal" e "guardar DA hora da provação", que expressam a ISENÇÃO de algo, não a proteção em meio a algo. Para que o autor do texto estivesse correto, a Bíblia deveria usar as expressões "livrar NO mal" e "guardar NA hora da provação".

O amigo percebe o nível dos argumentos usados pelo “Pre-tribulacionismo”? É utilizando desse argumento, que essa linha doutrinária ensina que as pessoas serão retirados do planeta terra! Mas em parte alguma do contexto se fala que a igreja seria retirada do planeta!

Esse tipo de argumento utilizado pelo “pré-tribulacionismo” é completamente contra todas as orações do Messias, em favor de seus discípulos:

Mateus 6:13
E não nos induzas à tentação; mas livra-nos do mal;

João 17:15
Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal.


"Ser livre do mal": Foi precisamente isto, que aconteceu com a igreja de Filadelfia, e que pode acontecer com qualquer verdadeiro crente, que encontrar graça diante do Senhor!
Creio que o amigo não poderá apresentar um único texto, que mostre a mim e a todos os colegas do fórum, o evento secreto defendido pelo “pré-tribulacionismo”. Diante disso, encerro minha participação no assunto. Embora possa voltar, se um novo argumento for apresentado!

Que o Senhor continue a nos abençoar


David

Conteúdo patrocinado

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Qui 14 Dez 2017, 22:41