F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Compartilhe

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 1684
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Jefté em Dom 24 Jul 2011, 14:57

Desculpa mas vou postar parte de uma postagem anterior p/ visualização:

Sobre isso:
Esta é a razão pela qual na postagem anterior eu perguntei: "se TODOS seremos transformados, quem restará para ficar num corpo natural a fim de cumprir certas profecias do reino tais como casar e ter filhos?" Parece que você não entendeu a pergunta. Veja bem: É VOCÊ QUEM DIZ QUE O TRANSLADO DE "TODOS" SE DARÁ AO FIM DOS SETE ANOS DE TRIBULAÇÃO. Mas então, pergunto, considerado que os ímpios não entrarão no reino, quem então ficará num corpo natural para cumprir profecias do reino como casar e ter filhos, se terão TODOS sido transladados, ou seja, terão seus corpos glorificados??? Repare que é você mesmo quem diz que o translado se dá ao fim dos sete anos, então o que eu expus é um problema SEU, e não meu. No meu caso, eu não tenho esse problema, pois pra mim o translado é antes da tribulação, e então isto permite que os santos da tribulação SOBREVIVENTES cumpram profecias do reino como casar e ter filhos, já que estes não terão seus corpos glorificados pelo translado, pois o translado, que como eu disse é um só, já terá acontecido 7 anos antes.
Bem, entenda primeiro a pergunta que está sendo feita, e então, escale esse evereste à sua frente, se for capaz.
Irmão Bruno
Nenhuma carne e sangue ficará na terra p/ herdar o milênio!
Nenhuma carne de pecado restará ao Armagedom! (Sof. 1:2-3 - Sof. 1:18)

Jesus disse:
"Porque até que o céu e a terra passem nem um j ou til se omitirá da lei sem que tudo seja cumprido." (Mat. 5:18)

Ora, o que significa isso???
Significa que nada da lei p/ o homem na carne de pecado pode ser tirado, ou revogado ou não cumprido.
Então toda a maldição da lei paira sobre o homem pecador e da carne de pecado.
E o certamente morrerá se cumprirá literalmente nos homens na carne.
E somente mediante isso - é que cessa a maldição da lei e a transgressão da mesma.
Só assim, é que a Terra que fora amaldiçoada devido ao pecado do homem pelo Senhor Deus pode ser novamente abençoada e renovada e transformada num paraíso.
Mas, se houver um só homem na carne de pecado - a maldição continua e não pode ser anulada - porque a Palavra de Deus se cumpre e não será revogada jamais!

E olha uma parte da maldição da lei ao pecador na carne:
"E a Adão disse: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher, e comeste da árvore de que te ordenei, dizendo: Não comerás dela, maldita é a terra por causa de ti; com dor comerás dela todos os dias da tua vida." (Gen. 3:17)

Se houver um só homem na face da terra em carne de pecado - a terra continuará amaldiçoada pois a palavra de Deus não pode ser revogada ou anulada. (Mat. 5:18)


Só que o Reino de Cristo é um Reino Bendito!
Sem morte, sem pranto, sem dor, sem necessidade do suor do rosto p/ se comer o pão; um reino em que os próprios animais terão sua estrutura fisica de outra forma, pois comerão palha como o boi, e os cabritos e a nédia ovelha e um leopardo juntos se deitarão e brincarão.

"Não trabalharão debalde, nem terão filhos para a perturbação; porque são a posteridade bendita do SENHOR, e os seus descendentes estarão com eles." (Is. 65:23)

Irmão Bruno
O Senhor Deus não tem duas palavras poderosas e contraditórias a se cumprir de uma vez: ou se cumpre a maldição ou a bênção.
E o Reino do Messias é Bendito!
Por isso mesmo é dito em Romanos 10:4 que o fim da lei é Cristo para a justiça de todo aquele que crê.
Já p/ quem não é de Cristo; e ainda na carne de pecado; nada da lei cessou nem cessará - mas como disse Jesus, até que o céu e a terra passem nem um J ou Til da lei cairá.
E o certamente morrerás se cumprirá.
E a maldição p/ a carne de pecado permanece enquanto houver a carne de pecado.
E como diz em Hebreus 9:27
Ao homem está ordenado morrerem uma vez vindo depois disso o juízo.
Também está dito>
Os ímpios serão lançados no inferno e todas as gentes que se esquecem de Deus. (Sal. 9:17)

Então o que espera à carne de pecado é: voltar ao pó de onde veio; e o inferno se isso lhe for devido e ao julgamento e ninguém escapará.
Agora veja na lei se existe qualquer promessa dela p/ a carne de pecado e o homem pecador de algum paraíso?
Não existe!

Por isso mesmo é dito na profecias das 70 semanas, que ao fim das mesmas, o pecado terá fim; e a transgressão cessará e a iniquidade será expiada.
Porque o Reino do Messias vem em todo o seu teor.
Daniel 2: A Pedra que atingiu a estatua se tornou numa montanha e encheu toda a terra - e não ficou dos reinos anteriores do homem nada!
Quanto aos santos do milênio se gerarão filhos ou não, isso pertence a Deus!
Paz!

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 1684
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Jefté em Dom 24 Jul 2011, 20:12

Olá irmão Bruno

Só completando algo mais do assunto anterior:
Vejamos o poder e a força da palavra de Deus:
Diz:
"Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê." (Rom.10:4)
"Assim, meus irmãos, também vós estais mortos para a lei pelo corpo de Cristo, para que sejais de outro, daquele que ressuscitou dentre os mortos, a fim de que demos fruto para Deus." (Rom. 7:4)

Ora, para quem está em Cristo - Ele que já pagou ALTO preço pelo perdão dos pecados; para que o cumprimento da lei não caísse sobre nós, em nossa vida cumprindo-a e recebendo em Si o salário do pecado por nós!
E pelo perdão que o Senhor nos dá, temos a salvação e a ressurreição e a vida eterna já nesse mundo - porém o corpo de carne do pecado está morto e há de desfazer-se no pó da terra!
Por quê?

Porque a palavra de Deus dirigiu-se ao homem de carne, dando-lhe um mandamento a cumprir para não morrer.
E o homem descumpriu, e o pecado aconteceu; e a palavra de Deus prevalecerá!
E a morte foi gerada; e TODA a carne de pecado será tragada pela morte!
Mesmo sobre o cristão!
Somente isentando-se dessa sina, quem alcançar o arrebatamento, porque a Palavra e o bem de Cristo prevalece sobre a palavra do Velho Testamento nos seus.

Mas nada do que há na lei para a carne de pecado será ou pode ser anulado - pois é palavra de Deus.
Toda a carne foi destituida da glória de Deus!
Por essa mesma razão disse o Senhor:
"Na verdade, na verdade vos digo que aquele que não nascer de novo não pode ver o reino de Deus." João 3
Pois somente nascendo de novo, em espírito, pela fé em Cristo é que o homem nasce no reino de Deus e nele passa habitar já agora!
Aquele que não nascer de novo, além de nem ver o reino de Deus, tudo o que a lei diz, ao homem na carne de pecado diz - e não se anulará!

Os cristãos estão livres da lei, em espírito (pois esse foi justificado), e herdarão tudo o que o evangelho diz, porém a carne, não!
Por isso diz:
"E, se Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito vive por causa da justiça." (Rom. 8:10)

E mesmo que um cristão na carne de pecado herdasse o milênio levaria consigo toda a maldição e o cumprimento da lei à carne de pecado. E o milênio seria maldito e toda a terra!
É semelhante, por exemplo, à tempestade e a fúria do mar ante à fuga de Jonas da palavra do Senhor não indo a Nínive; e por onde o navio que Jonas estava navegasse, a fúria do mar e a tempestade naufragariam o navio; foi só os marinheiros o lançarem ao mar, e a tempestade e a revolta cessaram e a bonança se estabeleceu.
Isso é apenas comparação do cumprimento e da determinação da palavra de Deus.

Por isso, que nesse mundo todos nós que recebemos a Jesus e nos tormamos filhos de Deus, mas em carne, precisamos trabalhar pelo pão (senão não come), precisamos negar a nós mesmos, e ter o viver negando à carne e cuidando p/ que a mesma não nos domine fazendo-nos desviar do Senhor; e ainda assim não deixamos de pecar um momento sequer (embora tenhamos o perdão constante e presente, pelo sangue de Cristo).
Porque a carne é inimiga de Deus e se ela viver - a lei do pecado vive e a lei de Deus dos mandamentos muito mais; e sua maldição e determinação e vigência impera sobre a carne de pecado. Como disse o Senhor:
Até que o céu e a terra passem nem um j ou til se omitirá da lei sem que tudo seja cumprido.

Por isso tambémdiz:

"NÃO sabeis vós, irmãos ( pois que falo aos que sabem a lei ), que a lei tem domínio sobre o homem por todo o tempo que vive?" (Rom. 7:1)

avatar
Bruno Azeredo
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 212
Idade : 30
Cidade/Estado : Rio de Janeiro
Religião : Fundamentalista cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 322
Data de inscrição : 13/10/2009

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Bruno Azeredo em Ter 26 Jul 2011, 18:57

Jefté,

Paz de Cristo.

Seu conceito de reino é um absurdo. Eu lancei o argumento de que o translado não deixa ninguém num corpo natural para cumprir as promessas do reino considerando que você fosse um pós-tribulacionista pré-milenista. Mas você não é pré-milenista, não é pós-milenista, não é amilenista, não é nada... Sobre o reino, nem dá para saber o que você é.

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1684
Idade : 54
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 37
Pontos de participação : 4051
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Jefté em Ter 26 Jul 2011, 19:55

Olá irmão Bruno

Sobre isso:
Seu conceito de reino é um absurdo. Eu lancei o argumento de que o translado não deixa ninguém num corpo natural para cumprir as promessas do reino considerando que você fosse um pós-tribulacionista pré-milenista. Mas você não é pré-milenista, não é pós-milenista, não é amilenista, não é nada... Sobre o reino, nem dá para saber o que você é
Irmão

Não precisa saber o que eu sou; ou meu conceito; aliás não falei de mim, falei do que eu creio, e isso da palavra de Deus.

Mas já que você não entendeu nada do que eu afirmei, direi em poucas palavras:
Após a Grande Tribulação e as 7 salvas da ira de Deus vem o fim desse mundo de pecado; como disse Jesus: então virá o fim. (Mat. 24:14b)
E conforme a palavra de Deus, o arrebatamento e a ressurreição se darão ante a última trombeta. (ora cada cristão está livre p/ imaginar que última trombeta seja essa, embora ela só tenha um cumprimento e só seja a última trombeta da palavra de Deus.

E novamente digo como disse Jesus:
"E, como aconteceu nos dias de Noé, assim será também nos dias do Filho do homem. Comiam, bebiam, casavam, e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio, e os consumiu a todos." (Luc. 17:26-27)

Então após vir o fim de toda a carne no Armagedom; O Senhor reinará essa terra com os seus santos. (Apc. 20:4-5)
E p/ isso a terra será transformada no paraíso e o Diabo estará preso mil anos.
Para não estender muito por enquanto é só.
Isso é o que creio, irmão!

E como já lhe falei, o Senhor só volta p/ buscar a todos na ressurreição no último dia (essas palavras não são minhas, são Dele).

Paz!
avatar
Bruno Azeredo
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 212
Idade : 30
Cidade/Estado : Rio de Janeiro
Religião : Fundamentalista cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 322
Data de inscrição : 13/10/2009

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Bruno Azeredo em Qua 27 Jul 2011, 15:05

Jefté,

Paz de Cristo.

Continuo achando que o seu conceito de reino é um absurdo, e que você não é pré-milenista, não é amilenista, não é pos-milenista, não é nada!

Veja a sua própria fala:


Então após vir o fim de toda a carne no Armagedom; O Senhor reinará essa terra com os seus santos. (Apc. 20:4-5)
Qualquer estudante de profecia diria que está diante de um pré-milenista, e visto que você é pós-tribulacionista, nenhum dispensacionalista resisitira lançar o argumento sobre quem vai cumprir certas promessas do reino como casar e ter filhos se não haverá ninguém num corpo natural, se for verdadeiro o pós-tribulacionismo. Eu já me preparava para refutar a resposta que os pós-tribulacionistas pré-milenistas normalmente dão a essa pergunta, mas aí você disse coisas que se resumem nisto:

Nenhuma carne e sangue ficará na terra p/ herdar o milênio!
Mas o que é isso, Jefté?! Um pré-milenismo tetraplégico ou o que??? Se você sustenta a posição que descreveu na postagem anterior, como ficam as promessas de uma terra para Israel, com todas as demais profecias que só fazem sentido para pessoas em corpos naturais???

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1684
Idade : 54
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 37
Pontos de participação : 4051
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Jefté em Qui 28 Jul 2011, 00:31

Olá Bruno

Eu disse:
Então após vir o fim de toda a carne no Armagedom; O Senhor reinará essa terra com os seus santos. (Apc. 20:4-5)

E você diz:
Qualquer estudante de profecia diria que está diante de um pré-milenista, e visto que você é pós-tribulacionista, nenhum dispensacionalista resisitira lançar o argumento sobre quem vai cumprir certas promessas do reino como casar e ter filhos se não haverá ninguém num corpo natural, se for verdadeiro o pós-tribulacionismo. Eu já me preparava para refutar a resposta que os pós-tribulacionistas pré-milenistas normalmente dão a essa pergunta, mas aí você disse coisas que se resumem nisto:
Meu querido
O Senhor Deus "não carece" dos homens na carne de pecado p/ gerarem filhos no Milênio!
Aliás, a ordem de Deus p/ o homem gerar filhos: "Crescei e multiplicai" em Gêneses, foi antes do pecado.

E agora, vêm os homens quererem impôr limites a Deus e ao reino de Deus ???
Irmão, Deus é o Autor da Vida - Acaso sem a carne do pecado não podem os santos gerar filhos ???
Acaso falta a Deus algum poder??
Ou acaso seria pecado os santos gerarem filhos???
Quando nós seres humanos não concebemos ou entendemos certas coisas do Reino de Deus - simplesmete creamo-las...
e não tentemos mudar as coisas ou encaixá-las à nossa maneira e concepção!

E mais uma vez digo em Grandes Letras:
Deus não carece da carne de pecado; ou dos homens de carne e sangue p/ que no Milênio os santos gerem filhos! (essa premissa é de sua parte)!
Lembra-se dos filhos de Deus gerando filhos às filhas dos homens? (Gêneses)

O Senhor é o Autor da vida! É Deus!
E novamente chamo a atenção:
Deus criou o homem p/ se multiplicar e essa ordem partiu antes do pecado existir e não depois.
Portanto, se no milênio for concedido aos santos gerar filhos - eles gerarão pois viverão nessa terra!

Agora, que não vai haver pecado; nem pecador algum no Reino de Cristo - isso não vai haver!
E até os animais todos serão como na Criação antes do pecado; quando não havia morte e a terra era um paraíso... E a terra será um paraíso! (Ez. 36:34-35)
Amém!

E agora, você diz que o meu conceito de reino é absurdo...
Absurdo, para mim, é "exigir" ou "crer" que Deus necessite da carne de pecado no Reino de Cristo p/ se gerar filhos - isso p/ mim é um ABSURDO !

----

Quanto às promessas a Israel!
Quando elas foram feitas e a quem ???
Porque se forem as promessas a Abraão; os judeus já entraram na terra prometida a uns 3 mil e duzentos anos lá na saída do Egito!

E quanto a outras promessas, diz o Novo Testamento:
Abraão teve dois filhos: um da escrava e outro da livre!
E diz que jamais o filho da escrava herdará c/ o da livre!
E sabe quem é o filho da escrava ???
O Novo Testamento responde:
"Ora, esta Agar é Sinai, um monte da Arábia, que corresponde à Jerusalém que agora existe, pois é escrava com seus filhos." (Gal. 4:25)

"Mas que diz a Escritura? Lança fora a escrava e seu filho, porque de modo algum o filho da escrava herdará com o filho da livre." (Gal. 4:30)

E diz mais:
"De maneira que, irmãos, somos filhos, não da escrava, mas da livre." (Gal. 4:31)

Então irmão Bruno; quem diz que eu acredito na maneira que os teólogos ou você apregoam sobre o cumprimento das profecias ???
Pois segundo a Palavra de Deus (e não a minha) os judeus que você assevera a promessa de um milênio p/ cumprir certas profecias a Jerusalém carnal c/ seus filhos.
Sabe qual é a promessa a eles ???
Lançai-os fora !!!

E diz mais o evangelho de Cristo:

"Mas eu vos digo que muitos virão do oriente e do ocidente, e assentar-se-ão à mesa com Abraão, e Isaque, e Jacó, no reino dos céus;
E os filhos do reino serão lançados nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes."
(Mat. 8:11-12)

Então, irmão, desconheço as promessas que você fala que exista aos judeus... mas conheço essas do evangelho e do Novo Testamento de Cristo! (o qual não passará).
E as creio!
E se os que receberam a Cristo estarão no Milênio (judeus e gentios) saiba que os que são filhos da escrava não herdarão junto aos filhos da livre.
E tem mais; qualquer judeu que não creu, isso é que lhes sobrevirá:
"E os filhos do reino serão lançados nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes." (Mat. 8:12)

Veja irmão; você acha que no Milênio vai haver pranto e ranger de dentes ???
Selá!
avatar
Bruno Azeredo
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 212
Idade : 30
Cidade/Estado : Rio de Janeiro
Religião : Fundamentalista cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 322
Data de inscrição : 13/10/2009

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Bruno Azeredo em Qui 28 Jul 2011, 19:07

O Senhor Deus "não carece" dos homens na carne de pecado p/ gerarem filhos no Milênio!
Isto não é sobre se o Senhor carece ou não. A questão é que Deus viu, na sua onisciencia, pessoas gerando filhos durante o milênio. Portanto, infere-se logicamente que estas pessoas estarão num corpo natural.

Irmão, Deus é o Autor da Vida - Acaso sem a carne do pecado não podem os santos gerar filhos ???
Não; porque com o corpo da ressurreição não se casa nem se dá em casamento.

Agora, que não vai haver pecado; nem pecador algum no Reino de Cristo - isso não vai haver!
Se não vai haver pecado nem pecador algum no milênio, então explique Ap 20.7-9 que diz que ao final do milênio o diabo enganará as pessoas. Seu problema aqui é que você está confundindo o milênio com a era eterna.

Quanto às promessas a Israel!
Quando elas foram feitas e a quem ???
Essa você mesmo respondeu: "as promessas a Israel!"

Porque se forem as promessas a Abraão; os judeus já entraram na terra prometida a uns 3 mil e duzentos anos lá na saída do Egito!
Deus deu a terra em possessão perpétua, e não temporária. Uma vez que os judeus foram espalhados várias vezes pelo planeta, segue-se que essa promessa não cumpriu-se totalmente.

A terra prometida a Abraão em Gn 15.18 jamais foi totalmente ocupada por essa nação, nem mesmo durante os prósperos reinados de Davi e Salomão. A concessão original estende-se do ‘Rio do Egito’, que na opinião de certos eruditos seria o Rio Nilo e de outros, dum pequeno rio chamado El Arish, procedente da Península do Sinai, perto do Egito, até o Rio Eufrates. Se entendermos que toda a extensão do Rio Eufrates é incluída como fronteira, então a promessa incluiria toda a península arábica. As referências Dt 11.24 e Ez 47.18, que mencionam ‘o mar ocidental’ (o Mediterrâneo) e ‘ornar oriental’, provavelmente não se referem ao Mar Morto, mas sim ao Mar Índico. ‘O ermo exultará e florescerá como o narciso’. Is 35.1. Haverá grande aumento de população, tornando a nação forte. Is 60.22. Para cumprir essas profecias, seria necessário um território bem maior do que Israel atualmente possui (1974), isto é, aquela faixa entre o Mar Mediterrâneo e o Rio Jordão e mais os altos de Golã e o deserto do Sinai, tomada na Guerra dos Seis Dias em 1967. (N. Lawrence Olson, O plano Divino através dos séculos).

Pois segundo a Palavra de Deus (e não a minha) os judeus que você assevera a promessa de um milênio p/ cumprir certas profecias a Jerusalém carnal c/ seus filhos.
Sabe qual é a promessa a eles ???
Lançai-os fora !!!
Jefté, o filho da escrava em Gl 4.30 é Ismael. Paulo explicava que o filho da escrava (Ismael) não herdaria com o filho da livre (Isaque). Repare, portanto, que o filho da livre (Isaque) herda a promessa. Paulo está explicando que assim como Isaque era herdeiro por ser o filho da livre, assim nós somos herdeiros de Deus por sermos filhos livres da Lei de Moisés através de Cristo. Em suma, Gl 4.30 não ajuda em nada a causa substitucionista.

E os filhos do reino serão lançados nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes." (Mat. 8:11-12)
A expressão “filhos do reino” refere-se aos israelitas que em virtude de serem descendência física de Abraão, deveriam herdar o reino, mas que pela sua desobediência serão lançados fora (comp. Rm 9.6-Cool. Não significa que não haja mais um plano para o Israel nacional. Mt 8.11-12 fala a nível individual, e não nacional.

Veja irmão; você acha que no Milênio vai haver pranto e ranger de dentes ???
Dado o que expus logo acima, segue-se que os israelitas infieis serão lançados no inferno. É isso que o texto significa.


Não sei se continuarei esse debate. Estou num debate sobre o dispensacionalismo no forum arminianismo.com e ele está me ocupando. De qualquer forma, eu continuando aqui ou não, foi proveitoso o nosso diálogo.

Paz.

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1684
Idade : 54
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 37
Pontos de participação : 4051
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Jefté em Qui 28 Jul 2011, 19:49

Olá Bruno

Que diz:
Isto não é sobre se o Senhor carece ou não. A questão é que Deus viu, na sua onisciencia, pessoas gerando filhos durante o milênio. Portanto, infere-se logicamente que estas pessoas estarão num corpo natural.
Irmão
Deus não viu na sua onisciência; Deus disse que será assim!
Agora, Ele não disse que pessoas estarão num corpo natural - mas você é quem diz - e isso eu não creio!
E... se pra você infere-se logicamente que estas pessoas estarão num corpo natural - para mim essa lógica não tem lógica!

Não; porque com o corpo da ressurreição não se casa nem se dá em casamento.
Realmente, na ressurreição não se casa nem se dá em casamento; e também na ressurreição não há cabritos nem leões; mas o Milênio é nessa mesma terra; onde sempre houve os animais e também o casamento.
E se o Senhor diz que haverá casamento e filhos, eu não faço nem tenho cogitações a respeito - apenas creio!

Se não vai haver pecado nem pecador algum no milênio, então explique Ap 20.7-9 que diz que ao final do milênio o diabo enganará as pessoas. Seu problema aqui é que você está confundindo o milênio com a era eterna.
Bruno, não sou eu que devo explicar Apc. 20:7-9.
Mas é você quem deve explicar Daniel 9:24 que diz AFIRMATIVAMENTE que ao fim das 70 semanas:
o pecado será findado (ora, o que quer dizer isso? será que quer dizer que o pecado será estendido por mais mil anos?????
a transgressão será extinta:
a iniquidade expiada.

Você pode me explicar como essas coisas acontecerão com o milênio cheio de pecado e de pecadores ????

Deus deu a terra em possessão perpétua, e não temporária. Uma vez que os judeus foram espalhados várias vezes pelo planeta, segue-se que essa promessa não cumpriu-se totalmente.
Você está equivocado irmão!
A lei tem dois lados; o da obediência e o da desobediência!
E a desobediência acarreta: a assolação; a expulsão; a perseguição; e por fim a morte! (por favor leia Deuteronômio 28:15-68 - e você verá o que espera aos incrédulos e desobediêntes.
E lembro mais de uma coisa:
A lei diz:
"Maldito aquele que não confirmar as palavras desta lei, não as cumprindo. E todo o povo dirá: Amém." (Deut. 27:26 e Gal. 3:10)

Isso significa que aos judeus todos, que não receberam o Salvador do mundo e que permanecem debaixo da lei, a maldição da lei os persegue.
E é por isso mesmo que por não aceitarem a Jesus ficaram 1900 anos sem pátria e sem templo e sofrendo tudo quanto é tipo de horrores.
Sabe por que, irmão???
Porque a maldição da lei assim o diz!

Jefté, o filho da escrava em Gl 4.30 é Ismael. Paulo explicava que o filho da escrava (Ismael) não herdaria com o filho da livre (Isaque). Repare, portanto, que o filho da livre (Isaque) herda a promessa. Paulo está explicando que assim como Isaque era herdeiro por ser o filho da livre, assim nós somos herdeiros de Deus por sermos filhos livres da Lei de Moisés através de Cristo. Em suma, Gl 4.30 não ajuda em nada a causa substitucionista.
Bruno, não é assim que o texto de Gálatas diz!

Por enquanto é só.

Também achei o debate proveitoso, irmão...
Paz
avatar
Bruno Azeredo
- Moisés / Zípora -
- Moisés / Zípora -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 212
Idade : 30
Cidade/Estado : Rio de Janeiro
Religião : Fundamentalista cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 5
Pontos de participação : 322
Data de inscrição : 13/10/2009

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Bruno Azeredo em Sex 29 Jul 2011, 16:12

Bruno, não sou eu que devo explicar Apc. 20:7-9.
Mas é você quem deve explicar Daniel 9:24 que diz AFIRMATIVAMENTE que ao fim das 70 semanas:
o pecado será findado (ora, o que quer dizer isso? será que quer dizer que o pecado será estendido por mais mil anos?????
a transgressão será extinta:
a iniquidade expiada.
Isso é sobre o arrependimento e conversão nacional de Israel, quando reconhecerá Jesus como Messias, então o pecado específico da "transgressão", isto é, a rebelião de Israel por não reconhecer Jesus, terá fim. O contexto é sobre Israel.

A lei tem dois lados; o da obediência e o da desobediência!
E a desobediência acarreta: a assolação; a expulsão; a perseguição; e por fim a morte! (por favor leia Deuteronômio 28:15-68 - e você verá o que espera aos incrédulos e desobediêntes.
Mas Deus não prometeu a terra com base na aliança mosaica. Deus prometeu a Israel uma terra e um reino, nas alianças abraâmica (Gn 12.1-3), da terra de Israel (Dt 30.1-10) e davídica (2Sm 7.12-16), que são alianças incondicionais (unilaterais).

Bruno, não é assim que o texto de Gálatas diz!
Então como é que diz?

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1684
Idade : 54
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 37
Pontos de participação : 4051
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Jefté em Sex 29 Jul 2011, 19:51

Olá irmão Bruno

Sobre isso:
Isso é sobre o arrependimento e conversão nacional de Israel, quando reconhecerá Jesus como Messias, então o pecado específico da "transgressão", isto é, a rebelião de Israel por não reconhecer Jesus, terá fim. O contexto é sobre Israel.
Irmão
As profecias não são de particular interpretação!
As 70 semanas foram determinadas sobre Jerusalém e os judeus; e o anjo que deu a profecia tratou de dizer tudo o que aconteceria a Jerusalém e os judeus no período das 70 semanas que o Senhor determinou sobre eles.
Portanto, ao seu término; tudo o que diz no verso 24 do capítulo 9 de Daniel - não mais diz respeito somente a Jerusalém e os judeus.
Por quê ??
Porque os acontecimentos das 70 semanas são descritos e mencionados na própria profecia acerca dos fatos a ocorrerem aos judeus e Jerusalém.
E a partir do término da última semana então vem o cumprimento do que o Senhor estabeleceu, a saber:
  • A extinção da transgressão!
  • O fim dos pecados!
  • A expiação da iniquidade!
  • A vinda da justiça eterna!
  • O selo sobre a visão e a profecia!
  • E a unção do Santo dos santos!

E nada disso diz respeito a Jerusalém e os judeus!
Ainda mais, irmão, que vem a abominação da desolação (grande transgressão) sobre a face da terra!
Ainda mais que vem a multiplicação da iniquidade em que o amor de muitos se esfriará!
Ainda mais que vem a marca da besta p/ ser posta na testa ou na mão direita de todos, grandes e pequenos, ricos e pobres, servos e livres...

E é diante dessas coisas, dessas trevas sobre todos os habitantes da terra - de tal forma que diz:
"E adoraram-na todos os que habitam sobre a face da terra, aqueles cujos nomes não estão inscritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo." (Apc. 13:8 )

Então, é nesse estado que o mundo todo estará na segunda metade da 70ª semana determinada sobre Jerusalém e os judeus; a qual, ao seu término hão de cumprir-se a Palavra do Senhor que Ele determinou que se cumprisse ao seu final; a saber:
  • Será extinta a transgressão (nisso se inclui também a abominação da desolação, pois ela estará realização em Jerusalém e no templo)!
  • Serão findados os pecados (Jerusalém pisada pelos gentios 42 meses - Apc. 11:2)
  • Será expiada a iniquidade (os gentios estarão de posse e controle da cidade e também o anticristo)
  • A justiça eterna vem!; (Ora, acaso após a vinda de Cristo Ele não terá o CONTROLE sobre toda a TERRA???) E como essas promessas (todas) de Daniel 9:24 só serão p/ os judeus ??? Se a Pedra que atingiu a Estátua de Daniel 2 derrubou-a e encheu TODA a TERRA ???)
  • Selou-se a visão e a profecia; Está cumprida!
  • Será ungido o Santo dos santos. (O Senhor Soberano em Controle de Tudo)

Mas Deus não prometeu a terra com base na aliança mosaica. Deus prometeu a Israel uma terra e um reino, nas alianças abraâmica (Gn 12.1-3), da terra de Israel (Dt 30.1-10) e davídica (2Sm 7.12-16), que são alianças incondicionais (unilaterais).
Realmente o Senhor deu a terra à sua descendência p/ sempre.
Porém diz:
"E estabelecerei a minha aliança entre mim e ti e a tua descendência depois de ti em suas gerações, por aliança perpétua, para te ser a ti por Deus, e à tua descendência depois de ti." (Gen. 17:7)

"Disse mais Deus a Abraão: Tu, porém, guardarás a minha aliança, tu, e a tua descendência depois de ti, nas suas gerações." (Gen. 17:9)
Ou seja, a descendência depois de Abraão precisaria guardar a aliança!!!!
E por isso mesmo veio a lei!!!

E diz mais:
"O SENHOR nosso Deus fez conosco aliança em Horebe.
Não com nossos pais fez o SENHOR esta aliança, mas conosco, todos os que hoje aqui estamos vivos."
(Deut. 5:2-3)

Então como é que diz? (Gálatas)
O texto de Gálatas diz assim:

"Porque está escrito que Abraão teve dois filhos, um da escrava, e outro da livre.
Todavia, o que era da escrava nasceu segundo a carne, mas, o que era da livre, por promessa.
O que se entende por alegoria; porque estas são as duas alianças; uma, do monte Sinai, gerando filhos para a servidão, que é Agar.
Ora, esta Agar é Sinai, um monte da Arábia, que corresponde à Jerusalém que agora existe, pois é escrava com seus filhos.
Mas a Jerusalém que é de cima é livre; a qual é mãe de todos nós.
Porque está escrito: Alegra-te, estéril, que não dás à luz; Esforça-te e clama, tu que não estás de parto; Porque os filhos da solitária são mais do que os da que tem marido.
Mas nós, irmãos, somos filhos da promessa como Isaque."
(Gal. 4:22-28)

Os judeus são filhos na carne de Abraão!
E os da fé (os que creem em Cristo) são filhos da promessa, pois em Isaque será chamada a sua descendência.

Paz!

Cassia Santos
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Feminino
Número de Mensagens : 98
Idade : 58
Cidade/Estado : rj
Religião : cristao
Igreja : Saal
País : alemanha
Mensagens Curtidas : 1
Pontos de participação : 154
Data de inscrição : 27/05/2011

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Cassia Santos em Dom 29 Jun 2014, 17:54

Boa tarde

Olha gente esse tema, Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação.  Mad Tudo junto nao da as pessoas só se confundem, e a minha opiniao, vou falar dele de maneira isoladas.
avatar
Dannilo Stelio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Evangélico, pastor, funcionário público
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 774
Idade : 43
Cidade/Estado : MACAPÁ
Religião : Evangélico
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -7
Pontos de participação : 1305
Data de inscrição : 10/07/2014

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Dannilo Stelio em Sex 11 Jul 2014, 01:12

A volta de Cristo, como evento, pode ser comparada a uma partida de futebol !

Como assim ? Fácil !

Uma partida de futebol tem dois tempos de 45 minutos, separados por um intervalo.

Pois bem. A volta de Cristo tem dois "tempos", sendo o primeiro o ARREBATAMENTO e o segundo A MANIFESTAÇÃO EM GLÓRIA narrada em Apocalipse 20 e Zacarias 14.

Entre as duas, um intervalo de sete "tempos" - A GRANDE TRIBULAÇÃO.
avatar
David
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 180
Idade : 46
Cidade/Estado : João Pessoa - PB
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 7
Pontos de participação : 285
Data de inscrição : 11/02/2009

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por David em Sex 11 Jul 2014, 16:20

Olá irmãos e amigos do FOrum Evangelho...


Paz do Messias esteja convosco



Muito já falamos sobre este assunto, em tempos passados. Mas apesar disso, os temas sempre voltam, e isso é bom, porque novas pessoas são adicionadas ao debate, mas não participaram das primeiras trocas de idéias!

EU não seria tão radical, como alguns irmãos pré-milenistas históricos, de chamar o "Pré-tribulacionismo" de fralde. Ao invés disso, prefiro dizer que é uma teoria completamente nova, do século XIX, e assim, com menos de 200 anos! O "pré-tribulacionismo" só é possível de ser "encontrado" nas Escrituras, se o leitor retirar determinados versículos de seu contexto, e interpretá-los isolada e arbitrariamente! Ninguem, que ler as Escrituras sozinho, livre de pré-supostos teológicos, conseguirá ser um "pré-tribuilacionista"! Não existe nas Escrituras 1 só versículo, que fale de:

1 - arrebatamento secreto

2 - mais duas vindas do Senhor Jesus Cristo, sendo uma invisivel e outra visivel,

3 - três ressurreições por acontecer, sendo uma invisivel, outra sete anos após, e outra mil anos após...

4 - que a igreja estará nos céus durante sete anos, e que na terra haverá sete anos de GT...


Visto que esses são "colunas" do "Pré-tribulacionismo", mas não encontramos um só versículo que discorra sobre tais eventos, só podemos concluir que tal linha escatológica é completamente fantasiosa e extra bíblica!


QUe o Senhor nos abençoe


David
avatar
Dannilo Stelio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Evangélico, pastor, funcionário público
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 774
Idade : 43
Cidade/Estado : MACAPÁ
Religião : Evangélico
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -7
Pontos de participação : 1305
Data de inscrição : 10/07/2014

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Dannilo Stelio em Sex 11 Jul 2014, 18:29

DAVID, sobre sua fala anterior, alguns pontos a debater

1 - "prefiro dizer que é uma teoria completamente nova, do século XIX, e assim, com menos de 200 anos",disse você. Pois bem. O fator "tempo" é importante ? existe algum texto bíblico estipulando "a doutrina estabelecida há mais de X anos (ou menos de X anos) deve ser rejeitada pelos cristãos " ?
1.1 - O pentecostalismo tem cerca de 100 anos. E nem por isso mostrou deve ser incorreto. Ao contrário, o cessassionismo é que acabou se mostrando obsoleto.
2 - Você se contradiz ao falar que "O "pré-tribulacionismo" só é possível de ser "encontrado" nas Escrituras, se o leitor retirar determinados versículos de seu contexto, e interpretá-los isolada e arbitrariamente!", mas logo adiante diz que "não encontramos um só versículo que discorra sobre tais eventos". AFINAL DE CONTAS, há ou não existem ou não passagens bíblicas sobre o pré-tribulacionismo ?
3 - O que seria interpretação isolada de versículos, no seu entender ? afinal, existem ensinos bíblicos que tem apenas um versículo bíblico versando sobre eles, mas nem por isso deixam de ser verdadeiros.
3.1 - Não seria mais correto falar de "interpretação contrária às regras da Hermenêutica e da exegese", do que falar de "interpretação isolada" ?
4 - Vc afirmou que "Ninguem, que ler as Escrituras sozinho, livre de pré-supostos teológicos, conseguirá ser um pré-tribuilacionista". Isso é um paradoxo falacioso.
4.1 - TODOS lemos as Escrituras sozinhos. Ou alguém aí só lê a Bíblia em grupo ?
4.2 - Todos temos pressupostos teológicos, mesmo que sejam com outros nomes. Vivemos imersos numa cultura cristã ocidental. Todos já ouviram falar (no mínimo) sobre fim do mundo, volta de Cristo, etc. Acreditar que existam pessoas "isentas de pressupostos teológicos" é o mesmo que dar crédito à idéia do "bom selvagem" de Rosseau.
5 - Veja que não comecei sequer a debater com vc os textos bíblicos. Estamos nos fundamentos filosóficos ainda. A argumentação sobre os textos bíblicos pode ficar para um outro momento.
avatar
David
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 180
Idade : 46
Cidade/Estado : João Pessoa - PB
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 7
Pontos de participação : 285
Data de inscrição : 11/02/2009

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por David em Sex 11 Jul 2014, 21:40

DAVID, sobre sua fala anterior, alguns pontos a debater

Como vai Danilo... Paz do Senhor Jesus


Percebo que, assim como eu, o irmão também gosta de fóruns. Já trocamos ideias sobre o assunto em outro fórum, e conhecemos um, a posição do outro. Embora tenhamos posição diferente, essa não é diferença para salvação, e creio tranquilamente, que o irmão é discípulo do Senhor Jesus, desde que tenha verdadeiramente se rendido ao senhorio do Messias em sua vida e possua uma vida íntegra e reta diante do Senhor Jesus! Apesar disso, tenho a esperança de que você abra os olhos para a fantasia que é o “pré-tribulacionismo”.

1 - "prefiro dizer que é uma teoria completamente nova, do século XIX, e assim, com menos de 200 anos",disse você. Pois bem. O fator "tempo" é importante ? existe algum texto bíblico estipulando "a doutrina estabelecida há mais de X anos (ou menos de X anos) deve ser rejeitada pelos cristãos " ?


É usando argumentos parecidos com o seu, que algumas igrejas tem ministrado novas unções sob uma roupagem de ser bíblica. Assim a unção do leão, a unção do riso, a unção do cair no Espírito, a unção da galinha, e tantas outras são defendidas como prática autenticamente cristã.

Irmão, um dos pilares da reforma é o “sola scriptura”. Isso significa que só vale para nós aquilo que está escrito! Não podemos dar ouvidos as novas invenções humanas que surgem, e são baseadas em experiência própria de alguém, ou interpretação deturpada das Escrituras! Não podemos voltar a dar valor a “tradções humanas”, dando-lhes o mesmo valor das Escrituras, como era feito antes! Para nós só vale aquilo que está escrito!

1.1 - O pentecostalismo tem cerca de 100 anos. E nem por isso mostrou deve ser incorreto. Ao contrário, o cessassionismo é que acabou se mostrando obsoleto.

O que seria “cessacionismo” no vosso entendimento?

2 - Você se contradiz ao falar que "O "pré-tribulacionismo" só é possível de ser "encontrado" nas Escrituras, se o leitor retirar determinados versículos de seu contexto, e interpretá-los isolada e arbitrariamente!", mas logo adiante diz que "não encontramos um só versículo que discorra sobre tais eventos". AFINAL DE CONTAS, há ou não existem ou não passagens bíblicas sobre o pré-tribulacionismo ?

Não existe nenhuma contradição em minha afirmação! Veja bem, se eu retirar um único versículo de seu contexto, posso defender claramente que a Bíblia ensina que não existe Deus. Essa ideia não existe em parte alguma das Escrituras, mas só pode ser assim entendida, como o “pre-tribulacionismo”, se o texto for retirado de seu contexto e a sua mensagem entendida isoladamente!

3 - O que seria interpretação isolada de versículos, no seu entender ? afinal, existem ensinos bíblicos que tem apenas um versículo bíblico versando sobre eles, mas nem por isso deixam de ser verdadeiros.

Puxa Danilo, não apela! Interpretação isolada de versículo é precisamente o que você faz com o versículo, como esse abaixo:

1 Tes 4:17
Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.


O pré-tribulacionismo pega o versículo acima e diz: “Tá vendo? Nesse evento acontecerá uma ressurreição secreta, acontecerá sete anos antes da grande tribulação e será numa vinda secreta do Senhor Jesus Cristo”.

Perceba que o “pré-tribulacionismo” impõem conceitos ao texto, que não estão em parte alguma do capítulo. Ora, onde o texto registra que o evento é uma primeira vinda, (de duas que supostamente acontecerá: uma secreta e uma visível a todo olho), do Senhor Jesus a terra? Onde registra que esse evento será secreto? Onde diz que será sete anos antes da GT? Onde está registrado nas Escrituras, que acontecerá três ressurreições? Não são apenas duas, separadas por um intervalo de mil anos?

Isso não é entender o que está escrito, isso é CRIAR UMA NOVA VERSÃO daquilo que está escrito! Lembre sempre: SOLA SCRIPTURA!

3.1 - Não seria mais correto falar de "interpretação contrária às regras da Hermenêutica e da exegese", do que falar de "interpretação isolada" ?

São as duas coisas! É interpretação isolada, porque não se usa o principio de entender as Escrituras com a própria Escritura. Assim, ao invés de entender que a passagem de 1 Tes. 4:17 se trata do mesmíssimo evento relatado pelo Messias em Mateus 24, o “pre-tribulacionismo” prefere entender a passagem isoladamente e criar outra vinda, uma vinda secreta.

4 - Vc afirmou que "Ninguem, que ler as Escrituras sozinho, livre de pré-supostos teológicos, conseguirá ser um pré-tribuilacionista". Isso é um paradoxo falacioso.
4.1 - TODOS lemos as Escrituras sozinhos. Ou alguém aí só lê a Bíblia em grupo ?  

Eu já fui pré-tribulacionista, mas fui, pela influencia dos pregadores, na Assembleia de Deus, onde aceitei o Evangelho do Senhor Jesus! Acredito que o mesmo se dá com você! Mas tudo começou com Darby, num tempo bem próximo, ainda no século XIX! Foi ele quem criou a fantasia do “pré-tribulacionismo”!

4.2 - Todos temos pressupostos teológicos, mesmo que sejam com outros nomes. Vivemos imersos numa cultura cristã ocidental. Todos já ouviram falar (no mínimo) sobre fim do mundo, volta de Cristo, etc. Acreditar que existam pessoas "isentas de pressupostos teológicos" é o mesmo que dar crédito à idéia do "bom selvagem" de Rosseau.

Claro que todos possuímos pressupostos. Por exemplo:

Lemos e aceitamos as Escrituras como verdade, porque primeiramente entendemos que ela é a Palavra de Deus! Esta é a premissa principal que nos faz aceitar que somos completamente pecadores e completamente carentes do Senhor Jesus Cristo! Por que as Escrituras nos mostram isso!

O crente no “pre-tribulacionismo” faz a mesma coisa: Foi-lhes ensinado que haverá um “arrebatamento secreto”, então ele se apossa de qualquer versículo que se pareça com esse evento e impõe ao texto o conceito do tal evento, sem levar em conta contexto e a vontade do escritor, ao registrar o evento ali escrito!

5 - Veja que não comecei sequer a debater com vc os textos bíblicos. Estamos nos fundamentos filosóficos ainda. A argumentação sobre os textos bíblicos pode ficar para um outro momento.

Já participei de bastante discussão sobre o assunto! Espero que possamos, mais uma vez, crescer na graça e no conhecimento do Senhor!

Na Paz

David
avatar
Dannilo Stelio
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Evangélico, pastor, funcionário público
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 774
Idade : 43
Cidade/Estado : MACAPÁ
Religião : Evangélico
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : -7
Pontos de participação : 1305
Data de inscrição : 10/07/2014

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Dannilo Stelio em Sab 12 Jul 2014, 00:08

Olá, DAVID, prazer em revê-lo.
Sabemos que um não mudará a posição do outro aqui. Um pré-tribulacionista como eu não muda de opinião, e quem deixa de sê-lo como você não retorna ao antigo posicionamento.

Mas apenas por amor ao debate, vamos aos pontos.
1 - "É usando argumentos parecidos com o seu, que algumas igrejas tem ministrado novas unções sob uma roupagem de ser bíblica. Assim a unção do leão, a unção do riso, a unção do cair no Espírito, a unção da galinha, e tantas outras são defendidas como prática autenticamente cristã."
Não é bem assim. Esses modismos que vc mencionou não são ensinados levando em conta o fator "tempo", e sim uma suposta "revelação". Logo, o pré-tribulacionismo não está no mesmo patamar desses modismos.

"Irmão, um dos pilares da reforma é o “sola scriptura”. Isso significa que só vale para nós aquilo que está escrito! Não podemos dar ouvidos as novas invenções humanas que surgem, e são baseadas em experiência própria de alguém, ou interpretação deturpada das Escrituras! Não podemos voltar a dar valor a “tradções humanas”, dando-lhes o mesmo valor das Escrituras, como era feito antes! Para nós só vale aquilo que está escrito!"
Corretíssimo. Acontece que o pré-tribulacionismo não é uma tradição humana, mas está ancorado nas Escrituras.
1.1 - "O que seria “cessacionismo” no vosso entendimento?"
Em resumo, seria a crença mais antiga que os dons espirituais e a glossolalia foram apenas para os tempos da Igreja Primitiva, sendo que o pentecostalismo (mais novo) advoga o contrário. Como já disse antes, o cessacionismo (mais antigo) tem perdido terreno grandemente no meio evangélico para o pentecostalismo (mais novo), até mesmo em algumas denominações históricas. Ou seja, o fator TEMPO não é relevante para se estabelecer a validade de uma determinada doutrina.

2 - "o “pre-tribulacionismo”, se o texto for retirado de seu contexto e a sua mensagem entendida isoladamente!" Ou seja, existem passagens bíblicas que tratam do pré-tribulacionismo. O que ocorre é divergência na interpretação.

3 - "Puxa Danilo, não apela! Interpretação isolada de versículo é precisamente o que você faz com o versículo, como esse abaixo: 1 Tes 4:17(...)"
EU faço ? mas ainda nem comecei a debater textos bíblicos ! não foi outra pessoa que postou isso ?

"Perceba que o “pré-tribulacionismo” impõem conceitos ao texto, que não estão em parte alguma do capítulo. Ora, onde o texto registra que o evento é uma primeira vinda, (de duas que supostamente acontecerá: uma secreta e uma visível a todo olho), do Senhor Jesus a terra? Onde registra que esse evento será secreto? Onde diz que será sete anos antes da GT? Onde está registrado nas Escrituras, que acontecerá três ressurreições? Não são apenas duas, separadas por um intervalo de mil anos?"
Essas teses não estão somente 1 Ts 4.17. Estão em outros textos bíblicos, por isso você não as encontra. Por que razão deveriam estar em um único capítulo ? Isso não acontece, por exemplo, com a doutrina da Trindade, que está espalhada em toda a Bíblia, mas nem por isso o trinitarismo deixa de ser verdade.

Não chamaria o pré-tribulacionismo de "nova versão", mas sim de um "entendimento renovado" do que já estava escrito antes. Algo parecido com aquilo que aconteceu com as profecias de Daniel ao longo da História Cristã.

3.1 - Não é interpretação isolada. As regras da Hermenêutica e da exegese são amplamente usadas no arcabouço argumentativo pré-tribulacionista.
"Eu já fui pré-tribulacionista, mas fui, pela influencia dos pregadores, na Assembleia de Deus, onde aceitei o Evangelho do Senhor Jesus! Acredito que o mesmo se dá com você! Mas tudo começou com Darby, num tempo bem próximo, ainda no século XIX! Foi ele quem criou a fantasia do “pré-tribulacionismo”!" Interessante, mas isso não respondeu à colocação do item 4.1.
Veja bem: existem doutrinas e ensinos de um nível básico que podem ser entendidas por uma pessoa de inteligência mediana, com uma leitura simplista da Bíblia. Isso pode acontecer, por exemplo, com a doutrina do pecado, da redenção/salvação. Já os ensinos escatológicos são de um nível um pouco mais avançado, que demanda conhecimentos anteriores. É por isso que a Bíblia nos recomenda a crescer na graça E no conhecimento de Jesus Cristo.

4.2 - "O crente no “pre-tribulacionismo” faz a mesma coisa: Foi-lhes ensinado que haverá um “arrebatamento secreto”, então ele se apossa de qualquer versículo que se pareça com esse evento e impõe ao texto o conceito do tal evento, sem levar em conta contexto e a vontade do escritor, ao registrar o evento ali escrito!"
O mesmo acontece com o crente midi-tribulacionista e o pós-tribulacionista. Sem tirar nem pôr. Com a diferença de que PRIMEIRO ele se "forma" pré-tribulacionista, para só então conseguir mudar para o midi ou pós-tribulacionismo.
avatar
David
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 180
Idade : 46
Cidade/Estado : João Pessoa - PB
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 7
Pontos de participação : 285
Data de inscrição : 11/02/2009

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por David em Sex 18 Jul 2014, 23:05

Esses modismos que vc mencionou não são ensinados levando em conta o fator "tempo", e sim uma suposta "revelação". Logo, o pré-tribulacionismo não está no mesmo patamar desses modismos.

Aí é que está, meu amado irmão: O “arrebatamento secreto” é baseado em “revelações” de uma jovem chamada  Margaret McDonald. Darby baseou tal evento em revelações desssa jovem! Procure na internet sobre essa questão! Existe muita informação, principalmente em inglês.

Danilo, até 1840 ninguem nunca havia ouvido falar de “arrebatamento secreto”. Essa é uma doutrina completamente nova!

Corretíssimo. Acontece que o pré-tribulacionismo não é uma tradição humana, mas está ancorado nas Escrituras.

Amigo, você sabe que não existe nenhum texto que discorra sobre arrebatamento secreto! Esse evento existe apenas na teoria pré-tribulacionista! Tendo essa premissa em mente, de que o evento é real e verdadeiro, o crente dessa linha teológica se apossa de qualquer versículo que lhes soe parecido com um “arrebatamento secreto” para dizer: "Tá vendo? Está aí o arrebtamento secreto!"

Mas a verdade é que não existe nenhum texto, ensinando sobre tal evento. Não existe nada como: “E o Senhor virá secretamente, e levará seu povo para uma festa de sete anos nos céus. Aqui na terra, acontecerá sete anos de tribulação”. Esta premissa é completamente falsa, quando procurada nas Escrituras, pois não existe nem sombra de que algum personagem bíblico ensinou ou cresse em tal evento!

2 - "o “pre-tribulacionismo”, só é possível de ser entendido se o texto for retirado de seu contexto e a sua mensagem entendida isoladamente!"
Ou seja, existem passagens bíblicas que tratam do pré-tribulacionismo. O que ocorre é divergência na interpretação.

Não é uma simples "divergencia de interpretação". A divergencia está na METODOLOGIA para se ler as Escrituras! Assim, a teoria pré-tribulacionista só pode ser vista, se todas as boas regras de hermenêutica forem desrespeitadas, como no exemplo abaixo:

As Escrituras ensinam claramente que não existe Deus! Vejam a passagem como é clara:

Salmos 53:1
...Deus não existe...


Mas aí voce me dirá: "Ora, essa conclusão é absurda!  Ela só é possivel se o texto for retirado do seu contexto. E o contexto relata que é o ímpio quem pensa em seu coração que Deus não existe! Todas as Escrituras nos atestam claramente que Deus existe." Mas esse é o tipo de metodologia que você usa, quando lê as Escrituras, para defender o “arrebatamento secreto"!


Puxa Danilo, não apela! Interpretação isolada de versículo é precisamente o que você faz com o versículo, como esse abaixo: 1 Tes 4:17(...)"
EU faço ? mas ainda nem comecei a debater textos bíblicos ! não foi outra pessoa que postou isso ?

Não, é voce mesmo que defende isso! Todo bom “pré-tribulacionista” se apodera desse texto para defender o “arrebatamento secreto”. Vc como um, não está fora disso! Ou o amigo acredita que o texto de 1 Tes. 4:17 registra o “pós-tribulacionismo” como eu acredito?

Essas teses não estão somente 1 Ts 4.17. Estão em outros textos bíblicos, por isso você não as encontra. Por que razão deveriam estar em um único capítulo ? Isso não acontece, por exemplo, com a doutrina da Trindade, que está espalhada em toda a Bíblia, mas nem por isso o trinitarismo deixa de ser verdade.

Não Danilo, essa informação está apenas na cabeça do crente no pré-tribulacionismo! Tendo a premissa dispensacionalista em mente, ele se apodera do texto bíblico e impõe conceitos e valores estranhos a mensagem que ali está registrada! Não existe nenhum texto bíblico que revele que haverá três ressurreições gerais de salvos: uma a qualquer momento, outra sete anos depois e uma terceira mil anos depois! Não existe nenhum texto que discorra sobre mais duas vindas do Senhor Jesus a terra, sendo uma de forma invisível. Não existe nenhuma passagem nas Escrituras que mostre que a igreja irá festejar por sete anos nos céus, e que durante o mesmo tempo, haverá sete anos de grande tribulação na terra... Tudo isso são teorias que o crente pré-tribulacionista fixa em sua mente, e a partir daí, se apodera de qualquer texto bíblico, retira-o de seu contexto e impõe significado adversos para a mensagem ali registrada, dando uma nova versão ao texto!
Não chamaria o pré-tribulacionismo de "nova versão", mas sim de um "entendimento renovado" do que já estava escrito antes. Algo parecido com aquilo que aconteceu com as profecias de Daniel ao longo da História Cristã.

É sim, uma nova versão para o texto escrito, amigo!

Se o Senhor Jesus foi perguntado de como seria a sua volta, e responde a essa pergunta, o fiel pre tribulacionista dá uma nova versão ao texto: Não, o Senhor não está falando aqui de apenas de uma vinda, mas de duas vindas. Até aqui é uma vinda apenas para o judeu, mas aqui, sete anos antes, é uma vinda para a igreja! Mas o leitor lê o texto e não vê nada disso!  Amigo isso é muito mais do que ir além do que está escrito, é criar ficção com o Escrito Sagrado!

Conteúdo patrocinado

Re: Arrebatamento, 2ª Vinda e Grande Tribulação

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Qua 18 Out 2017, 01:51